Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Missão Rank C] Ilha sob Chuva

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Número de Mensagens : 9651

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Sab 22 Jan 2011 - 12:58

Descrição: Devido ás grandes chuvadas que têm abalado o País das Ondas um ilha perto da ilha de Kirigakure foi severamente abalada. A ilha é pequena e apenas uma aldeia foi afectada a niveis preocupantes. O problema é que essa aldeia era conhecida por ser um refugio a animais selvagens, especialmente os animais gigantes como Ursos e Tigres, que muitas vezes são transportados para outros Países. Os aldeões rapidamente contactaram o Mizukage para enviar os melhores ninjas para prender estes animais e ajudar a população.

A vossa missão é atravessar o mar são e salvo e chegar a essa ilha, capturar os animais e resgatar os civis. Tenham atenção que estes animais são valiosos, e outras pessoas sem escrupulos podem muito bem tentar captura-los e lucrar com este desastre.


Recompensa: 600 ryo + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento

Número de Ninjas: 2 a 4 Gennins
Ninjas Inscritos: Drow Elf - Ritta
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Dom 17 Abr 2011 - 19:42

Me inscrevo ^^

atualizado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ritta

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 22
Localização : blank file
Número de Mensagens : 244

Registo Ninja
Nome: Sora Kondo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 150
Total de Habilitações: 43

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Qui 21 Abr 2011 - 14:58

Também me inscrevo :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Qui 21 Abr 2011 - 15:04

atualizado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Seg 25 Abr 2011 - 13:20

tudo certo, pode-se começar, ordem de postagem:

1° - Ritta
2° - Drow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ritta

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 22
Localização : blank file
Número de Mensagens : 244

Registo Ninja
Nome: Sora Kondo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 150
Total de Habilitações: 43

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Qui 28 Abr 2011 - 20:05



O Sol já tinha nascido, mas ainda não estava alto o suficiente para fazer com que os pequenos pássaros iniciassem as suas manhãs atarefadas. Contudo, o céu estava limpo e não havia sinais de mau tempo, coisa que era rara nos dias que corriam. Conforme ia subindo aos poucos no vasto azul, o Sol incitava toda as pessoas da Vila Oculta na Névoa a acordar e apreciar aquele que parecia ser um bom dia.
Riri acordou com os primeiros raios de Sol a baterem-lhe na cara e levantou-se logo, porque nesse dia tinha algo importante para fazer. Comeu a primeira coisa que apanhou em cima da mesa da cozinha e saiu logo para a rua, na companhia de Kouji. Na noite anterior tinha recebido uma mensagem. Essa mensagem dizia claramente que ela tinha que executar uma missão com mais um genin, numa ilha perto de Kirigakure que tinha sofrido problemas devido ao mau tempo. Os seus objectivos eram resgatar os habitantes e capturar os animais selvagens que lá habitavam. “Quem será o outro genin?”, pensava a rapariga enquanto caminhava apressadamente até ao cais. No momento em que avistou ao fundo o mar, um rapaz com o cabelo vermelho virou uma esquina um pouco à sua frente. Quando se começou a aproximar dele houve algo que Kouji não gostou. Sem Riri se aperceber, o cão começou a correr em direcção ao ruivo, que caminhava tranquilamente não muito distante deles.
- Kouji, pára! – Gritou a rapariga para o seu cão. Mas já era demasiado tarde, as mandíbulas de Kouji já estavam abertas e prontas para se fecharem com força, na perna da sua vítima.
A rapariga levou as mãos aos olhos, para não ter que ver o que se iria passar a seguir. No momento em que tapou os olhos ouve “Karasu Bushin no Jutsu!” e de seguida apenas o barulho de muitos pássaros a bater as asas rapidamente pairou no ar. Quando voltou a abrir os olhos o rapaz já não estava lá e o Kouji estava confuso no meio de um monte de corvos que tinham aparecido no seu lugar.
“Aquele rapaz… lembrava-me alguém…”, notava-se como a mente de Riri estava confusa e procurava respostas à sua volta. Porem, quando os pássaros pretos desapareceram nada mais ficou naquela rua sem ser ela e Kouji.
Quando sentiu uma respiração forte no pescoço olhou para o cão e fechou os olhos para se concentrar. Poucos segundos depois começou a concentrar uma quantidade considerável de chakra na sua mão e punho direito. Kouji já se tinha voltado novamente para ela e tinha-se colocado em posição de ataque, mas Riri saberia que não seria preciso, poderia não lhe provocar grandes danos mas ao menos iria conseguir afastar-se.
- Chakra Panchi! – Dizia ela quando, num movimento rápido, se apoiou no pé direito e girou sobre o calcanhar para ficar de frente para o estranho. Quando completou a volta de 180º graus e dirigiu o seu punho para a barriga dele, mas este parou-o com facilidade usando apenas a mão direita. Não sabia o que fazer a seguir, mas o facto era que ele não lhe apertava a mão, apenas a segurava com cuidado e quando teve coragem para olhar para cima deparou-se com o rapaz de cabelo vermelho.
- Uusaki Datte! – E pôde por fim descontrair o corpo que ainda estava em posição de ataque, afinal ela conhecia mesmo o rapaz ruivo: era o seu companheiro da primeira missão. – Bem me parecia que te conhecida!
- Riri! - Datte retribuía agora o sorriso à pequena rapariga. – Estou a ver que tens um cão novo e acho que ele não gosta muito de mim.
- Não te preocupes, ele não te fará mal. Então, que estás a fazer tão perto do mar? Pensava que gostavas mais de estar em terra firme.
- Pois, mas fui encarregue de outra missão e parece que vou ter que andar de barco novamente. – Os olhos do rapaz reflectiram preocupação quando se lembrou que iria ter que vivenciar outra vez a experiencia de andar de barco.
- Por acaso a missão que tens é a de ir a uma ilha que não fica muito longe daqui e que foi afectada pelo mau tempo, ou é?
- Sim, é essa. Como sabias?
- Parece que vamos ser companheiros outra vez! – Riri quase pulava de contentamento por saber que iria com alguém conhecido executar a missão que lhe tinha sido proposta.
Ela voltou a chamar Kouji para ir ter com eles e tentou mostrar-lhe que Datte não lhe iria fazer mal e que eram amigos. Com um pouco de esforço conseguiu fazer com que o cão o aceitasse e que se acalmasse. Depois continuaram a caminhar em direcção ao porto que não estava longe. Ao se aproximarem começaram a ouvir o som o das ondas a bater nas rochas e nas embarcações que lá estavam atracados e quando finalmente chegaram foram procurar o homem encarregue dos barcos. Encontraram-no perto de um pequeno barco a apreciar a brisa salgada que vinha no mar, perdido nos seus próprios pensamentos.
- Bom dia! Somos dois gennins encarregados duma missão numa pequena ilha não muito longe daqui, queríamos saber onde está o barco que vamos utilizar para lá chegar. – Fora Datte a chegar-se à frente e a falar com o homem. Este usava um chapéu de palha que lhe tapava a cara e nem se quer se tinha voltado para falar com eles.
- Ah, sim. Estava à vossa espera. É este o barco que vão usar, por favor tomem bem conta dele porque já é velho, contudo continua impecável. – A voz do homem era calma e Riri perguntou-se se seria por trabalhar tão perto do mar.
- Hai! – Disseram os dois genins em conjunto antes de se prepararem para entrar no velho barco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Seg 9 Maio 2011 - 22:51

O balanço da navegação irritava Datte tanto quanto a falta de solo e a insegurança do mar, ele estava apoiado no parapeito olhando o horizonte, o sol nascia ao longe transformando o céu azul em uma mistura de laranja e azul e tingindo o cabelo do gennin. Riri surgia da cabine acompanhada do cão, ela sorria e brincava falando palavras carinhosas ao animal e este em resposta dava saltinhos e movia a cauda animadamente.
Ela percebeu que Datte a olhava e enrubesceu parando imediatamente.
- ah! Oi Datte! Er... Lindo amanhecer, não? – Ela disse embaraçada.
- sim sim. – Datte voltou a olhar para o horizonte. – Faz tempo que eu não sinto tanta paz.
Riri também apoiou-se no parapeito olhando o céu azul, ela permaneceu calada, estava refletindo sobre a palavra que Datte havia dito, “Paz”...
O barco em um movimento quase que imediato deu um solavanco tão forte que parecia que estava correndo um maremoto ali, a surpresa fora tanta que os kirinins mal conseguiram segurar-se no barco e foram jogador a metros dali, o barco por pouco não virou, mas ainda assim teve certo dano no seu casco. O cão também voou, porém caiu na água e logo apareceu nadando e voltando ao barco.
Datte caiu com os pés na água e logo se equilibrou, Riri caiu de pé ao seu lado, ela já tinha nas mãos uma kunais.
- Mas quem diabos... – Ela não conseguiu completar, pois uma mão puxou seu pé afundando-a nas águas, Datte olhou surpreso e no momento em que ia mergulhar uma shuriken passou voando bem a sua frente, o ninja olhou para o local de onde a shuriken havia vindo e quando percebeu, vários clones de água formavam-se ao seu redor, todos tinham a mesma aparência, eram envoltos por túnicas brancas que cobriam suas faces deixando apenas expostos os olhos. Eles estavam calados olhando a Datte calmamente, o gennin hesitou e tirou da correia pendurada na calça um scroll, deu uma pequena tapinha nele fazendo surgir de lá uma katana.
- Quem são você? – Ele disse olhando os inimigos com certa irritação.
- Nós? Não interessa, mas, o caminho está bloqueado, vocês não podem ir aquela ilha, e se forem, sinto que terei que matá-lo aqui. – Um deles disse arregaçando as mangas.
- Ótimo, acabo com você em um minuto, Riri aguenta até lá. – Datte firmou a katana na mão direita. – Não vou ser modesto e pedir que venham um a um... Podem vir de uma vez! – Ele sorriu provando os inimigos e segurou a kusanagi com as duas mãos e movimentou o corpo.
Os inimigos vieram em montes, o kirinin abaixou-se e girou o corpo à tempo de desviar de um golpe de kunai, quando voltou se equilibrar enfiou a lâmina no inimigo mais próximo que rapidamente desfez-se em água, ele então se apoiou no pé direito e defendeu uma kunai lançada contra ele.
Abaixo do mar, Riri lutava contra a falta de ar e com certa relutância observava ao redor o ambiente, os raios solares incidiam no vasto mar e iluminavam-no em um azul profundo, a garota olhou para os lados exasperada e não vendo ninguém tirou da bolsa uma kunai e segurou-a com as duas mãos. Uma figura apareceu a seu lado, ele vestia roupas brancas que lhe cobriam a face. O inimigo nadou em uma velocidade incrível e tentou desferir um soco contra a kunoichi, porém, com extrema agilidade ela manobrou o corpo e desviou do soco enfiando a kunai no braço do atacante, o sangue espalhou-se no mar em uma mancha escura, o inimigo ferido recuou e pressionou o braço demonstrando dor, até que recompôs-se e após sujar as mãos com o sangue começou a fazer selos em uma velocidade menor que o normal, e quando terminou estendeu a mão libertando uma notável quantidade de chakra.
Uma grande nuvem de bolhas se formou em volta do homem, Riri estava fora do raio da “explosão”, portanto não via o interior, a falta de ar já era tamanha que lhe restringia os movimentos, uma vontade louca de nadar para longe dali a tomou, e seguindo este instinto ela aproveitou a distração do inimigo e com todas as forças tentou nadar rumo à superfície. Uma grande baleia negra surgiu das bolhas e com a boca tragou a tudo e todos inclusive Riri que sem força não conseguiu escapar.
Datte ofegava, estava molhado e exausto por culpa dos vários inimigos, a katana em suas mãos erguia-se em posição defensiva, já havia derrotado quase uma dúzia daqueles clones, mas eles ainda assim não paravam de vir... E de repente a alguns metros dali uma imensa ilhona negra começara a surgir da água, no centro um imenso buraco formava-se, e quando a ilhota parou de subir, um jato de água formou-se vindo do buraco, a pressão trouxe à tona duas pessoas, o homem que havia criado os clones aparecia carregando Riri no ombro direito enquanto pendia um braço ensanguentado, a água o fazia subir como se fosse um elevador natural.
- Ouça-me bem, ninja de kiri, não avance mais, agora tenho a vida desta garota, se eu sentir que está se aproximando da ilha, ela pagará o preço. Irei soltá-la daqui a três dias próximo ao porto de kiri, se quiser tratá-la, sugiro que volte para sua casa... – Disse ele com uma voz indiferente.
- Tch! – Datte enfureceu-se frente ao anúncio do inimigo, e até quase correu para atacá-lo, porém, seus clones o impediram pondo-se na frente. – Venha e lute como homem, idiota! – Ele gritou em alto e bom som.
A entidade enfaixada sorriu e tirou de sua face o pano que a cobria, Datte quase engasgou quando uma bela mulher sorriu maliciosamente enquanto piscava um de seus olhos, e então pulou para dentro da cavidade em que surgira, Datte observou a cena imóvel, temia que os clones ao redor atacassem, foi quando a ilhota voltou a submergir, e aos pés do gennin uma imensa cauda negra emergiu e levantou-se indo descarregar seu peso sobre a água explodindo todos os clones e jogando Datte para longe em uma onda gigantesca.

O sol da tarde já descia sendo engolido pelo mar, céu tornava-se vermelho novamente e assumia a tonalidade profundo do sangue. Datte apoiou-se no parapeito do barco com os cotovelos e sentiu o vendo frio da noite chegando, ao seu lado o cão de riri grunhia tristemente e esquecia seus ressentimentos para com o amigo da dona.
- É, garoto, parece que vamos ter que ir atrás de sua dona... – Ele com certo cuidad então passou a mão na cabeça do animal. – Aquela mulher disse que iria solta-la em três dias, certo? Então temos que resgatá-la antes disso, e terminar esta missão... – O ninja viu o olhar triste do chão, e sorriu tentando passar confiança, mas na verdade, nem ele mesmo sabia do destino daquela kunoichi a qual ele tanto havia se apegado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ritta

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 22
Localização : blank file
Número de Mensagens : 244

Registo Ninja
Nome: Sora Kondo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 150
Total de Habilitações: 43

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Sab 14 Maio 2011 - 15:51

A brisa marinha ajudou Datte a pensar num plano. Enquanto afagava o pescoço a Kouji relembrou todos os momentos da luta em busca de alguma falha ou ideia. Se ela os detectasse a caminho da ilha e soubesse que não tinham obedecido às suas ordens, poderia fazer mal a Riri, mas se não fizessem nada ia ser ainda pior.
“Bem… ela só precisa da confirmação de que nos vamos embora, certo? Talvez a consigamos enganar…”, pensava o rapaz ruivo olhando para um bando de pássaros, que demonstrava a sua liberdade, no céu. De seguida levantou-se e utilizou Karasu Bunshin no Jutsu para criar dois clones, depois utilizou o Henge no Jutsu e um dos clones ficou igual a Kouji.
- Bem, vocês os dois voltam para Kiri no nosso lugar e comunicam que eu e a Riri, para além de capturarmos os animais e de ajudarmos as pessoas também vamos levar um extra: a rapariga que a raptou.
Dito isto os dois clones começaram a encenar os seus papéis e Kouji seguiu Datte quando este se lançou à água azul-escura que espelhava algumas nuvens que começavam a manchar o céu. Apesar de Datte não achar a ideia de ir a nadar até à pequena ilha agradável sabia que era o seu melhor (e único) Plano B. Ambos se esforçaram bastante, sem nunca mostrar desânimo ou cansaço. Kouji era um nadador nato e mesmo sem nunca ter sabido Datte também o era. Quando estavam a chegar perto da ilha a lua já ia alta e esperavam seriamente não terem sido descobertos. Datte achou que não entrar pela frente da ilha seria melhor, pois estariam demasiado expostos, por isso contornaram a ilha a nadar, mantendo na mesma uma certa distância desta.
Com receio que alguém estivesse a observar as águas de um miradouro situado num ponto alto da ilha, o gennin decidiu que o melhor era mergulharem e só virem ao cimo da água quando estivessem perto da praia. E assim fizeram, ambos mergulharam naquelas águas escuras e profundas. Como os dois tinham que vir várias vezes à superfície para poderem respirar, tinham a noção da distância que ainda tinham que percorrer. Faltavam pouco mais de cinquenta metros para chegarem a terra firme e o rapaz ruivo estava ansioso por isso. Encontrar Riri iria ser uma tarefa difícil, mas com a ajuda de Kouji e do Chou Ginkou a tarefa estava sem dúvida facilitada. Só faltava um último, e um pouco prolongado, mergulho para finalmente saírem da água. Inspiraram fundo e desapareceram nas águas. Submergiram pouco depois, no entanto não foi onde esperavam. Datte e Kouji estavam no que parecia ser a entrada de uma gruta subterrânea.
A entrada era baixa e iluminada por duas grandes velas de cada lado de uma passagem situada mais ao fundo. Kouji cheirou o ar e logo direccionou o nariz para a tal passagem, esticou a cauda para ela ficar na horizontal e levantou a pata direita, parecendo um cão de caça ao detectar o rasto da sua presa. Como não tinha a certeza de que iria perceber todos os gestos de Kouji o gennin decidiu concentrar chakra no nariz e executar o Chou Ginkou, desta maneira conseguiria percebe-lo melhor. E resultou. Kouji tinha encontrado o cheiro de Riri, apesar de ser vago, então os dois seguiram aquele cheiro, apesar de não saberem o que os esperava ao menos estavam a fazer progressos.
O olfacto apurado de ambos contribuiu para encontrarem a jovem rapariga com mais eficiência e rapidez. Conseguiram evitar todas as armadilhas que estavam no caminho, usando jutsus pouco poderosos, armas pequenas e até usando apenas a agilidade. Para resumir: a defesa daquela gruta era bastante fraca. “Será que ela ao menos esta aqui? Isto parecem armadilhas para crianças… Ou isso ou não esperavam que alguém conseguisse entrar aqui…”, pensou Datte, quando a luz na passagem começou a diminuir. Poucos passos depois saíram da passagem mal iluminada e foram dar ao que parecia ser uma espécie de divisão. Era grande, tinha o tecto redondo e alto e nele parecia haver uma luz azulada. Alguns sítios eram iluminados por pequenas velas, mas outros não e antes que o jovem gennin pudesse analisar toda a situação, Kouji começou a correr para uma parte não iluminada daquele lugar. A primeira reacção de Datte foi seguir o cão, apesar de não saber o que devia esperar, mas depois ouviu um ruído vindo de trás dele.
- Hmm… já devia ter esperado que viesses. Disse o vulto, escondido num recanto mal iluminado. Tens o brilho nos olhos de quem não desiste facilmente.
- E não desistirei, principalmente depois do que fizeste. Disse Datte, com alguma raiva presente na voz.
- Estás a falar do quê? De eu ter raptado a tua amiga ou de me ter apetecido agitar um pouco aqueles grandes animais? Um riso malicioso veio com aquelas palavras.
Naquele momento o ruivo soube quem era o vulto. Era a mulher que tinha raptado Riri e pelos vistos estava sozinha, o que o beneficiava em termos de combate.
Enquanto Datte se preparava para aquela luta, Kouji encontrou a sua dona amordaçada e presa por cordas, noutra divisão não muito distante daquela em que o rapaz tinha ficado. Primeiro lambeu-lhe a cara e os pequenos arranhões que ela tinha e depois roeu as cordas até estas se quebrarem.
- Bons dentes, Kouji! Obrigada por me encontrares. Disse ela, enquanto lhe dava festas na cabeça e olhava para a sua postura orgulhosa. Onde está o Datte? Leva-me a ele!
E Kouji começou a correr até voltar de novo à primeira divisão. A gennin escondeu-se na escuridão quando viu Datte a preparar-se para lutar com a raptora. “Preciso de o ajudar… mas também não quero estragar tudo…”, enquanto se via presa nos seus pensamentos a luta entre Datte e a outra mulher começou.
Datte tirou quatro kunais e fez pontaria à inimiga, mas esta demonstrou ter boa agilidade pois desviou todas, excepto uma, que lhe passou de raspão na perna esquerda. De seguida foi a vez de ela atacar.
- Kirigakure no Jutsu! Ao dizer isto, a divisão em que se encontravam ficou submersa num forte nevoeiro.
Aquele jutsu dificultara a vida a Datte, porque para além da pouca iluminação agora também tinha um espesso nevoeiro a envolvê-lo.
- Doton: Dorotama! Disse o rapaz enquanto disparava lama misturada com chakra da boca, em todas as direcções. Ele buscava um ruído que não fosse o de lama a bater nas paredes, no entanto esse foi o único que ouviu.
Naquele momento, Riri soube que seria útil e que não iria atrapalhar, pois o seu alinhamento era fuuton. Poderia rapidamente dissipar o nevoeiro, se quisesse. Então levantou-se no recanto onde ainda estava e concentrou o seu chakra fuuton. Ela queria que o jutsu saísse forte, pois o nevoeiro também era intenso. Fez rapidamente os selos e disse baixo:
- Fuuton: Toppa! E uma rajada de vento, relativamente forte, saiu de onde ela estava para todas as direcções. O jutsu saíra como ela pretendia, ou seja, forte o suficiente para dissipar o nevoeiro.
Datte percebeu logo que fora Riri, pois mais ninguém estava naquela gruta. Ele esperava que ela não fizesse nenhum disparate e que continuasse escondida com Kouji. Mas não podia pensar mais nisso, tinha que se concentrar e agora que ganhara vantagem tinha que a aproveitar. Voltou a concentrar chakra no nariz para usar Chou Ginkou e localizar o seu alvo, que pelos vistos estava-se a esconder para atacar de surpresa.
- Shikyaku no jutsu! - Disse o rapaz, espalhando chakra pelo seu corpo e adquirindo um aspecto animalesco.
Voltou a cheirar o ar e depois disse: Tsuga! E foi de encontro ao seu oponente. Após duas tentativas seguidas de dois pequenos tremores de terra, ele encontrou e atingiu-a. A mulher foi projectada contra a parede que se encontrava mais longe, sangrando um pouco da cabeça e dos arranhões profundos que agora tinha por todo o corpo. Mesmo assim ainda tinha forças para se levantar, a cambalear, e se colocar em posição de ataque.
- Mizu no Yaiba! Disse ela, segurando uma espada feita de água.
Datte também ficou em posição de ataque, tirando mais uma kunai. Ao ver aquilo Riri teve uma ideia. “Para quê gastarmos mais chakra? Só precisamos de a assustar para a agarrar e ai acaba tudo.”
- Utsusemi no Jutsu! disse a gennin Hey… é melhor entregares-te… - Ao dizer isto, a sua voz não viera do sitio onde ela estava, mas sim de outro canto da divisão.
Kouji ficou confundido e começou a cheirar a dona, para saber se era mesmo ela. Riri fez-lhe festas na cabeça e sinal para que se sentasse e estivesse calado.
- Estás cercada, não tens por onde fugir! Desta vez a voz já vinha de outro lugar e cada vez que ela falava a voz mudava de posição. O rapaz também ficou tanto ou mais confuso que a mulher que tinha a espada de água na mão. Ele sabia que era a voz de Riri, mas não sabia que ela tinha aprendido aquele jutsu, que se via naquele momento de grande utilidade. Entrega-te! É o melhor que fazes!
O horror cravou-se no rosto da raptora e esta começou a caminhar para trás, até ficar encostada à parece. Ela não fazia a mínima ideia do que fazer. Se estava cercada de certeza que a podiam matar ao mínimo movimento e ela não podia sequer fugir. Datte percebeu qual era o plano de Riri e rapidamente fez o que lhe competia. Tirou uma shuriken e disse: Shuriken Kage Bunshin no Jutsu! E cerca de vinte shurikens foram em direcção à raptora. Mas nenhuma destas a feriu, porque não era isso que Datte queria. As armas apenas prenderam a roupa da mulher à parede em vários sítios.
Riri saiu do recanto onde se encontrava com Kouji e foi ter com o amigo. Entretanto a mulher derrotada já tinha desmaiado com o ataque, pois pensara que a iam matar.
- Muito bem Datte, bom trabalho! Disse-lhe ela, enquanto o abraçava.
- Digo-te o mesmo. Bom plano! Felicitou o ruivo. Então e estás bem? Ela fez-te mal?
- Não, estou bem. Ela apenas tinha um grande ego. De qualquer forma o Kouji ajudou-me.
- Bem, agora sei que posso confiar nesse cão.
Riri reparou que Datte e Kouji já se davam bem e ficou feliz por isso. Agora Kouji já permitia que Datte lhe fizesse festas e até lhe lambia as mãos e Datte já não se importava de brincar com Kouji.
- Temos que a amarrar e leva-la para Kiri também. Disse a rapariga, olhando com desprezo para a mulher agarrada à parede.
- Sim. Disse o gennin. E também ainda nos falta prender os animais e ajudar a população, mas ao menos sabemos que o temporal em breve passará.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Sab 21 Maio 2011 - 13:12

Ambos saíram da caverna, Datte observava ao redor em procura de rastros de animais, e Riri observava impacientemente as copas das muitas árvores os quais passavam, até que parou de repente, fazendo Datte parar consequentemente.
- O que há? – Ele sussurou.
- Olhe! A vila local que estávamos procurando! – Ela apontou para o topo de uma colina ali próxima. – Vamos o mais rápido possível, e pegamos informações com eles.
- Isso, Datte consentiu, olhando para o cão que vinha andando logo atrás de si, o cão mexeu as orelhas sinalizando que entendeu, e em segundos todos os três começaram a correr, superando alguns obstáculos, chegaram à vila rapidamente, foram parar de correr em uma pequena praça, era um local peculiar aquele, uma gama de casas feitas exatamente em circulo, tendo no centro um obelisco miniatura bem alto, e alguns bancos ao redor, e Datte e Riri estavam neste centro, olhando ao redor confusos, não haviam ninguém ali, as casas estavam fechadas e um silencio mortal dominavam aquele ambiente tenso.
- Mas... O que aconteceu? – Riri falou com um tom de melancolia para Datte. – Eles... Foram mortos?
Datte pensou sobre as palavras de Riri, e fez uma expressão dura.
- Não há sinais de luta, nem sangue, nem armas. – Ele fico de cócoras e tocou o chão. – Talvez tenham fugido, ou se escondido em alguma caverna, sinceramente, não importa, vamos fazer nosso trabalho...
Riri mudou totalmente de expressão, ela desta vez simplesmente pareceu incrédula.
- Como assim? N-Nós devemos ajudá-los! Como pode ser tão egoísta? Vamos procurá-los! E se estão correndo perigo em algum lugar? Você só quer ganhar o dinheiro por esta missão? – Ela falou aumentando o tom de voz para algo hostil.
Datte levantou-se, tinha uma face inexpressiva e os olhos fechados.
- E você quer trazê-los de volta para serem comidos por animais? Não seja ingênua, eu não sou um monstro. – E com isto começou a andar.
- Datte! Datte! Espere! – Riri disse ao segui-lo.
O gennin olhou para trás e viu a gennin segui-lo, mais ainda, viu dentes enormes muito próximos dela.
- Riri! Hebi ganseki no jutsu!
Algumas finas cobras de terra envolveram o atacante de riri, a garota olhou para trás não entendendo a situação, e quando percebeu deparou-se com um imenso tigre parado com a boca aberta envolto por algumas cobras de pedra. Datte segurava um selo mostrando esforço.
- Saia daí riri, não vou agüentar por muito tempo, ele é forte demais! – Ele disse tremendo as mãos em um esforço enorme.
- Mas o que é isso?! – Ela puxou do bolso uma kunai.
- Um tigre gigante... Muito raro... – Datte disse liberando o jutsu e relaxando o corpo, o tigre mexeu a pele ao soltar-se como que querendo tirar os restos de pedra do corpo e começou a andar circulando os ninjas, em momento algum tirava os olhos dos dois.
- Ótimo, é apenas um, podemos flanqueá-lo e prende-lo com hariganes... – Um som de galhos e folhas secas se quebrando se fez do outro lado, Riri olhou de relance, e para sua surpresa, mais três Tigres gigantes apareciam, ronronavam em um uma felicidade assassina.
- Datte... Acho que não é apenas um... – Riri sussurou, Datte virou os olhos e viu os que chegavam.
- Merda... – Ele mordeu a ponta do dedão e iniciou alguns selos. – Kuchiyose no jutsu! – Uma espessa nuvem de fumo se fez, e ao lado dos jovens um grande leão dourado surgiu juntamente com uma igualmente grande cabra negra de chifres amarelados.
- Yo, sempais! Preciso que capturem, mas não matem, dois destes tigres, o resto fica conosco. – Datte disse alarmado.
Ambas as criaturas consentiram com a cabeça e correram em disparada rumo aos tigres.
- Ótimo, vamos pegá-los individualmente. – Datte falou olhando para os tigres restantes, que os observavam caminhando rumo aos ninjas lentamente. – Voce acha que consegue?
- Mas é claro...

Datte correu rumo ao tigre que o esperava com um brilho de perspicácia e malícia nos olhos, o gennin pulou e fez rápidos selos sussurando em um tom inaudível, ao seu lado um clone perfeito surgiu, o clone caiu no solo mais rápido, e Datte continuou caindo, o gennin uniu as mãos e em uma pequena nuvem de fumaça invocou uma daí shuriken, ele não a lançou, mas usou-a como arma segurando em seu centro e girou o corpo para tentar cair sobre o tigre e golpeá-lo logo, o animal foi inteligente o bastante para refletir o corte da lâmina, o tigre apenas não percebeu que o clone de Datte vinha por baixo e aplicava-lhe um chute na lateral fazendo-o cair, o tigre em fúria então recompôs-se e em uma velocidade incrível engolfou o clone em uma mordida, da boca do tigre dezenas de corvos começaram a sair desfazendo o clone, e neste momento foi que o plano de captura de Datte chegou ao ápice.
Ele tocou o solo caindo de seu salto e iniciou os selos, e quando parou manteve nas mãos o selo do tigre.
- Kuroi tori no mane! – E os corvos uniram-se em uma massa disforme e tomaram a forma de um polvo tão grande quanto o inimigo que envolveu o tigre e o fez cair imóvel.
Datte estava ofegante, mal conseguiam manter aquele jutsu por mais tempo, então fez o pulvo sufocar o tigre até que ele desmaiasse concentrando seu chakra no controle sobre os corvos, o animal se debateu, mas por fim desmaiou, mas não chegou a morrer sufocado, por fim o gennin ruivo liberou o selo de tigre o que fez os corvos se dissiparem em fumaça.
Já Riri rodeava o Tigre inimigo preocupando-se em manter certa distancia para que suas garras não a alcançassem, ela pulou fugindo de uma patada inimigo e lançou algumas kunais que passaram longe do tigre e fincaram-se no solo, quando chegou ao chão girou o corpo e lançou mais kunais, que novamente passaram longe do animal e prenderam-se em uma árvore, o animal novamente investiu contra ela, e esta e resposta abaixou-se e deu um passo para trás, o animal aproveitou a chance para correr em sua direção e tentar morde-la, a grande fera parou a centímetros da kunoichi e lá permaneceu como uma estátua, o Tigre não entendia o porque não conseguia se mexer, e quando virou os olhos percebeu o que acontecia.
As kunais que Riri havia jogado não eram simples kunais, elas tinham arames presos em sua extremidade o que com todas as várias kunais lançadas, formou uma espécie de rede super-resistente, a ninja sorriu e deu um tchauzinho virando-se de costas enquanto o tigre debatia-se e se enrolava mais na rede.
Ambos os ninjas prenderam seus tigres, e segundos depois as kuchiyoses de Datte apareceram arrastando o resto dos tigres.
No vilarejo todas as casas abriram suas portas, de lá várias pessoas saíram gritando e sorrindo correndo para ver os seus salvadores.
Datte pôs a mão no ombro de Riri falou animado.
- Parabéns, você os salvou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luffy

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Planeta Agostini
Número de Mensagens : 2510

Registo Ninja
Nome: Karui
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 29,25

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Sab 21 Maio 2011 - 14:59

Reservado
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.youtube.com/user/rfsnts
Luffy

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Planeta Agostini
Número de Mensagens : 2510

Registo Ninja
Nome: Karui
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 29,25

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Ilha sob Chuva   Sab 21 Maio 2011 - 19:15

Uusaki Datte

HN:
Ninjutsu: 12,5 + 1,75 = 14,25
Taijutsu: 4,5 + 0,25 = 2,75
Kenjutsu: 13,75 + 0,75 = 14,5
Genjutsu: 2,5
Selos: 7,75 + 0,25 = 8
Trabalho de Equipa: 1,25

HC:
Força: 4,5 + 0,25 = 4,75
Agilidade: 7,25 + 0,25 = 7,5
Controlo de Chakra: 8,5 + 1,25 = 9,75
Raciocínio: 4
Constituição: 7 + 0,25 = 7,25

Total: 5/7

___________________________________

Riri

HN:
Ninjutsu: 3,25 + 0,5 = 3,75
Taijutsu: 2,75 + 0,25 = 3
Kenjutsu: 3,25 + 0,75 = 4
Genjutsu:1,25
Selos: 1,75 + 0,25 = 2
Trabalho de Equipa: 3,25

HC:
Força: 2,25
Agilidade: 3 + 0,25 = 3,25
Controlo de Chakra: 5,5 + 0,5 = 6
Raciocínio:4 + 0,75 = 4,75
Constituição:1,5

Total: 3,25/5


RECOMPENSA: Entregue na totalidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.youtube.com/user/rfsnts
 
[Missão Rank C] Ilha sob Chuva
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }