Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad

Convidado



Registo Ninja
Nome:
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro):
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz   Ter 21 Dez 2010 - 0:59

Citação :
- Kuchyose no jutsu! – Sentiu a sua mão banhar-se em sangue, ouviu o estalido de uma neblina brotar a seu lado. Não conseguiu ver nada, os olhos cerraram-se numa treva de cansaço. Os seus níveis de chakra desceram friamente. O seu corpo caiu sobre um ombro reconfortante e familiar. Uma voz silvou:
- O sangue Sarutobi flui quente nas tuas veias… meu neto!


A chuva caia sem abrandar em Konoha, como se formasse um coro de sons molhados. O vento passeava-se por entre as árvores, fazendo-se ouvir em pequenos e melodiosos assobios. Os habitantes da vila refugiavam-se nas suas casas para se protegerem do frio e da névoa taciturna que se formava nos céus. Ishimaru acordou com o doce e aprazível som da chuva a embater na janela do seu quarto. Esfregou sonolentamente os olhos com os nós dos dedos e bocejou abertamente. Olhou a janela com um deleite preguiçoso, pareceu ponderar em sair da cama, mas as mudanças de temperatura da manhã não lhe agradava. Ainda demorou um pouco a convencer o corpo de que tinha de se levantar. Com muito esforço e alguns arrepios, sentou-se na cama e vestiu o seu fato preto. Enquanto se vestia deitou os olhos à mesa-de-cabeceira, algo lhe chamou a atenção.”O que é isto?” – perguntou para consigo mesmo, pegando num pequeno papel amachucado que alguém havia deixado ali enquanto dormia. Esticou o papel para torna-lo legível e conseguiu ler:
“Ishimaru, quando acordares vem ter comigo à base do clã. Preciso de falar contigo
Avô Antóny”
Ishimaru voltou a pousar o papel e questionou-se sobre o assunto da conversa. Se calhar tratava-se do próximo desafio, mas não conseguia entender qual seria o teor do mesmo. Pegou na fita de com a chapa límpida de Konoha e deu um nó atrás da sua cabeça para que ficasse bem segura na sua cabeça. Foi ao roupeiro e tirou a capa-de-chuva negra. Saiu à vila e olhou o tempo sombrio. A chuva formava charcos e desenhava figuras abstractas no chão. Cada passo que dava era acompanhado pelo som dos pés que calcavam as poças de agua. Não demorou a que chegasse ao local pretendido.
A base do seu clã era situada junto ao antigo edifício da polícia de Konoha. Deitou a mão à porta da casa de tamanho médio e sentiu uma sensação gélida no puxador de ferro com uma forma redonda. Foi invadido pelo um arrepio que lhe desceu a coluna vertebral e se manifestou nos músculos das costas. Forçou a porta emperrada pelo tempo e entrou. Fechou a porta atrás de si e o crepitar da chuva tornou-se ténue, abafado pela madeira e pedra da casa. A casa tinha soalho e paredes de madeira velha e degradada, o teto de pedra cinzenta e fria era enfeitado por teias de aranha. Era um espaço vazio e silencioso, não havia janelas. Ishimaru desceu o capucho e sacudiu as réstias de chuva que se abrigaram no seu cabelo. Inspirou fundo e sentiu o cheiro a madeira velha penetrar-lhe nas narinas.
- Há quanto tempo! – Disse ele num tom cabisbaixo. Caminhou até a um tolde que parecia querer disfarçar um segredo. Alguém tinha estado naquele local, pela maneira como a cobertura estava remexida. O rapaz afastou-a com cuidado e descobriu um alçapão de madeira com uma velha pega de ferro.

Olhou umas escadas de pedra que iam dar a sítio negro. Começou a descer as escadas, fazendo-se ouvir pequenos estalidos cuidadosos. No fim das escadas, encarou um enorme corredor, que estava mergulhado num aglutinado de luz e sombra. As paredes tinham castiçais que cintilavam e emitiam um crepitar rouco e abafado. Para quem tivesse fobia de sítios fechados, em que a luz fosse escassa e em que a carência de oxigénio fosse notória… não poderia de forma alguma ali estar. Ishimaru tentou inspirar um trago de oxigénio, mas percebeu que o seu esforço era inútil. Decidiu iniciar uma caminhada pelo longo corredor, os passos ecoavam na pedra. Desabotoou do cordel da sua capa-de-chuva e deixou-a para trás. Ponderou em chamar o avô mas foi travado pelo medo em que se mergulhara. A certa altura começou a aperceber-se de que o longo corredor ia dar lugar a uma câmara ampla. Três anos haviam passado, três anos e muitas preocupações foram o suficiente para que não guardasse uma imagem convincente daquele local.
Ishimaru alcançou a câmara ao fundo do corredor. As paredes formavam um círculo amplo e revestido de uma dezena de castiçais e armas ninja, tecto era longínquo. Ishimaru olhou para a sua frente e viu dois pilares altos, com dois castiçais inclinados. No meio dos soberanos pilares erguia-se a silhueta de Antóny. O estômago de Ishimaru apertou bruscamente, pressentiu algo estranho. Focou o olha no avô viu-lhe a metade da face oculta pelas sombras. O seu cabelo e sobrancelhas grisalhas reluziam com a ajuda da meia-luz. Depois de alguns minutos aparatosos de silêncio, Antóny decidiu pronunciar-se:
- Já chegaste, muito bem… acho que podemos iniciar a reunião! – Os seus olhos azuis brilharam aprazivelmente e deixou escapar um sorriso de malícia.
Ishimaru sentiu o coração pedir auxilio no seu peito. Viu corvos voarem em círculo à sua volta. Olhou o avô apavoradamente e viu que notou uma calma anormal no seu rosto. De repente viu que humanas começavam a nascer do seu corpo. Tentava desviar as vozes que ouvia dentro da sua cabeça. “Traidor… “ – diziam elas em berros esganiçados . viu a cabeça do seu avô sair-lhe do peito e morder-lhe o pescoço.
- Até o teu sangue é intragável! – A voz de Antóny era de puro nojo, tinha o sangue de Ishimaru a escorrer-lhe nos lábios. Ishimaru gritou aterrorizadamente e deixou que lágrimas de pavor se apoderassem do seu rosto. Olhou a sua mão e viu os dedos separarem-se dela. Sentiu que lhe arrancavam o coração à força, os seus pulmões suplicaram por oxigénio. Sentiu os seus olhos renderem-se à falta de forças e caiu no chão, a sua cabeça ressaltou na pedra fria.
- Não roubes a vida de um inocente se tens medo de que roubem a tua! – Afirmou Antóny, saindo de entre os pilares e caminhando para o corpo desmaiado do seu neto.
_______________________

Aqui está mais um! xd

Espero que gostem. Comentem e CRITIQUEM! xd


Última edição por Saru em Ter 21 Dez 2010 - 1:20, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Katake

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Número de Mensagens : 596

Registo Ninja
Nome: Ryousei Osamu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1000
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz   Ter 21 Dez 2010 - 1:09

Sad Não a palavras, a maneira que me prendes-te ao filler, a maneira que o Ishimaru ficou simplesmente Lindo Sad continua um bom trabalho
Voltar ao Topo Ir em baixo
Soeuetu

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Número de Mensagens : 160

Registo Ninja
Nome: Yushiko
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 6340
Total de Habilitações: 74

MensagemAssunto: Re: [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz   Ter 21 Dez 2010 - 19:54

carma is a b*tch xd
Voltar ao Topo Ir em baixo
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Número de Mensagens : 9656

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: Re: [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz   Ter 21 Dez 2010 - 21:47

Ui.... o avô é mau para o neto...
Gostei do final e a OST combinava

Estas a fazer progressos ^^ Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 28
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2852

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz   Ter 21 Dez 2010 - 22:02

Bom remake Saru. Para te ser honesto, não me lembro de como era o filler original, mas quase de certeza superaste-o xd
A escolha das OSTs ajudou a entrar no ambiente e a descrição da casa estava muito boa. Conseguia-se imaginar qualquer canto dela. Continua ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad

Convidado



Registo Ninja
Nome:
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro):
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz   Qua 22 Dez 2010 - 15:31

Muito obrigado a todos! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
DiogoMaia

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Número de Mensagens : 188

Registo Ninja
Nome: Diodutu Hazikame
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz   Sex 24 Dez 2010 - 14:19

Bom filler, boa descriçao xd parabens Wink

Ui o avôzinho e mau trata-lhe de deichar de comprar fraudas xd
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Remake] Episódio 3 - Lição à meia-luz
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers :: Fillers Arquivados-
'); }