Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Treino 7] A sós

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Brufan

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 24
Localização : Algures entre nada e coisa nenhuma
Número de Mensagens : 195

Registo Ninja
Nome: Shimizu Aruko
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 4320
Total de Habilitações: 81,25

MensagemAssunto: [Treino 7] A sós   Qua 1 Dez 2010 - 16:45

A sós

Ergueu uma sobrancelha, descrente. — Só nós os dois?
O sorriso dele expandiu-se. — Nem mais.
Fitou-o de cima a baixo, segurando um pergaminho de papel amarelado atrás das costas. Olhou de esguelha para o relógio, constatando que devia estar em casa a deliciar-se com o almoço da mãe, e não no meio do nada com o professor a observá-la sorridente. Suspirando pesadamente, estendeu a mão na direcção dele, recebendo o objecto que este segurara durante o último quarto de hora.
Sem cerimónias, Aruko abriu-o, deparando-se com o nome do jutsu em negrito, seguido da categoria a que pertencia. Fitou o homem, cepticamente. — Vou aprender genjutsu?
— Está na altura de fazeres justiça à bandana que tens no braço. — replicou, esticando os braços em direcção ao céu, espreguiçando-se.
Olhou para trás, movimento que repetira demasiadas vezes para as processar a todas. — Ele hoje não vem. — relembrou Tomoko pela enésima vez, fazendo-a regressar ao conteúdo do pergaminho.
Ele nunca falta a um treino. O que raio é que ele pensa que está a fazer? Leu atentamente os efeitos que o seu futuro jutsu provocava e os selos necessários à sua execução, antes de ver o moreno retirar o pedaço de papel da sua frente.
— Pronta?
Antes que pudesse responder, sentiu o chão amolecer debaixo dos seus pés, obrigando-a a saltar e apoiar-se num ramo de uma das árvores. — Não devia ter tempo para me preparar?!
— Numa batalha não te vão dar tempo por cortesia.
A floresta cerrada não era o habitual local de treino que Tomoko elegia, o que dificultava ainda mais as coisas, visto que ela não conhecia o terreno. Ainda por cima, a humidade que os envolvia era de tal forma substancial, que se colocasse mal o pé, acabaria por escorregar e cair de cabeça na erva alta.
Concentrou o chakra na sola dos pés, e saltou facilmente para uma árvore mais distanciada do professor, relembrando mentalmente a ordem de selos do novo jutsu. Escondendo-se atrás de um tronco particularmente largo, retirou uma das kunais armazenadas na bolsa presa à perna. Ok, raciocina. Ele é bom em ninjutsu. E genjutsu... E taijutsu... Fogo, estou lixada.
O ruído de um ramo a partir-se obrigou-a a saltar, o que foi facilitado pelo chakra que se mantinha armazenado nos pés, fugindo no momento exacto em que a ninjaken do professor investia com violência contra o tronco, perfurando-o. Engoliu em seco. Que raio de treino é este?!
O moreno olhou para cima, o seu olhar cruzando-se com o dela. — Bons reflexos.
A ponta da espada dele tocou ao de leve nas suas costas, fazendo-a prender a respiração. — Mas não bons o suficientes, Aruko-chan.
O clone que se encontrava metros abaixo dela desfez-se, enquanto o original bocejava, entediado. Virando-se subitamente, investiu a kunai contra ele, sendo facilmente interceptada com a longa espada.
— Isso é suposto ser uma tentativa de ataque? — gozou, fazendo-a cerrar os dentes irritada.
Saltou para trás, fazendo rapidamente um conjunto de selos que lhe ofereceu a habitual espada longa e esguia de moléculas de água. Tomoko não esboçou qualquer tentativa de movimento, limitando-se a fitá-la, aborrecido. Decidida, elaborou um novo conjunto de selos, um sorriso de antecipação nos seus lábios, enquanto esperava que a névoa descrita no pergaminho aparecesse. Nada. O riso do professor quebrou o silêncio preservado pela floresta, fazendo com que os poucos pássaros que apreciavam o combate levantassem voo, agitados.
Num movimento discreto, fez os selos necessários ao Shunshin no Jutsu, aparecendo do nada atrás do homem. Investiu fortemente contra o homem, colocando todo o seu peso no movimento, mas foi de novo interceptada pela arma do outro, que se virara graciosamente na sua direcção, ainda com um sorriso divertido nos lábios. Isso irritou-a. E muito.
Com cada investida, havia um novo bloqueio por parte dele; o som das armas a chocarem uma com a outra a sobrepor-se a tudo o resto. A respiração de Aruko tornava-se cada vez mais irregular, os braços estavam doridos, e a espada tornava-se cada vez mais fina, devido à divisão cada vez mais precária entre o Mizu Kuri e o chakra necessário que precisava de manter focado nos pés, de forma a manter-se em cima do ramo húmido.
O homem arremessou a espada na sua direcção, obrigando-a a baixar-se, mas antes que pudesse ripostar, ele fez-lhe uma rasteira, quebrando o precário equilíbrio que ela mantinha, enviando-a em queda livre em direcção ao chão. Desnorteada, concentrou chakra nas palmas das mãos, e agarrou-se ao tronco de uma das árvores que a rodeavam. Estava cansada e a humidade asfixiante não ajudava.
Aterrando suavemente na relva, preparou-se para um novo jutsu, quando recebeu um pontapé em cheio no estômago, que a fez recuar e cair, sem ar, no manto verde. Tomoko permanecia em pé à sua frente, tendo descido facilmente da árvore.
— Incrivelmente fraca. — acusou, frustrado.
Inspirou profundamente, tentando repor o ar que lhe acabara de ser roubado, a raiva a invadir cada célula do seu ser. A custo, realizou os selos que vira, ao que parecia, anos atrás, sorrindo de satisfação, quando viu a névoa a envolvê-los. Levantou-se, concentrando de imediato chakra suficiente para o seu próximo movimento.
— Isto é precário! — exclamou o professor — Estás tão fraca que nem és capaz de fazer um genjutsu como deve ser! Fizeste aparecer a névoa, mas ilusões, nem vê-las. — gozou, apesar de cego pelo nevoeiro. Sorriu. Fraca. — Kai.
Nada. Antes de poder processar o facto, recebeu um murro no rosto, seguido de um pontapé no estômago. Aruko concentrou ainda mais chakra na mão, desferindo um golpe forte e certeiro no homem desorientado. O som do nariz a partir-se chocou-o, e ofereceu à rapariga um sorriso vitorioso.
O som da ninjaken a ser desembainhada, fez com que realizasse rapidamente os selos da sua própria espada, bloqueando eficazmente o ataque do moreno, que se aproximara bastante dela, de forma a ver-lhe o rosto. O sangue desenhava-lhe um contorno abstracto no rosto moreno, o seu olhar negro de pura determinação.
Afastaram-se um do outro num salto, como se tivessem sido afectados por corrente eléctrica. O chão amoleceu repentinamente debaixo dos seus pés. Sorriu. Parte 2.
O moreno arfava ligeiramente, a dor do nariz a incomodá-lo solenemente. Não a ouvira aproximar-se, e isso estava a incomodá-lo. Mas não importava. Ela ia aparecer à sua frente a qualquer momento, já que o único pedaço de solo que não a iria engolir era a área mais próxima de si. Sorriu. A qualquer momento.
Ouviu o som de passos arrastados a virem na sua direcção. Concentrou chakra na mão, preparado para um bom murro, quando a figura protegida pelo nevoeiro se tornou nítida, fazendo-o perder a concentração nesse mesmo instante.
Um homem de cabelo a bater-lhe nos ombros avançava na sua direcção, os olhos negros desfocados a focarem tudo e coisa nenhuma, as roupas rasgadas em padrões irregulares e manchadas de sangue que provinha da zona abdominal. Não se mexeu, deixando com que aquela mórbida personagem se aproximasse cada vez mais, a kunai ensanguentada a pender-lhe da mão calosa.
A distância entre ambos foi diminuindo cada vez mais, até que o homem de traços semelhantes aos seus, chegou perto de si, estendendo-lhe a arma. Um sorriso fraco rasgou as feições sofredoras.
— É a tua vez.
Imóvel, viu a ilusão esmorecer à sua frente em conjunto com a névoa. Aruko fitava-o silenciosamente, sentada no ramo onde tinham estado a lutar no inicio. Tossiu, quebrando o silêncio que se instalara entre ambos, fitando a aluna sem qualquer emoção.
— Bunshin no Jutsu? — perguntou, recebendo um aceno afirmativo.
— Tinha quase a certeza que ias usar um jutsu de terra, por isso fiz um clone assim que o Kirigakure no Jutsu criou uma névoa suficientemente cerrada, e pu-lo a lutar contra ti enquanto me mantive em segurança.
— E acabaste com o teu novo Gen no Kirigakure. — completou ele, pegando na ninjaken caída aos seus pés, guardando-a, o seu olhar agora fixo na lâmina. — Bem pensado.
— Obrigado.
Nenhum dos dois prosseguiu. Tomoko deu meia volta, iniciando a sua saída da floresta, sem olhar para trás. Aruko permaneceu no seu lugar, a respiração ainda acelerada e a dor no estômago a incomodá-la. Nunca vira o professor ficar sem reacção. De cima tinha conseguido vislumbrar a expressão chocada e aterrorizada do homem, algo que a fez desfazer o jutsu, incomodada. O cabelo estava pegado à testa devido ao suor e à humidade, relembrando-lhe de que precisava de tomar um banho urgentemente, despertando-a do transe em que se encontrava.
Há medida que seguia o mesmo caminho que o professor tomava, a imagem dele tornava-se cada vez mais clara, fazendo-a piscar os olhos sucessivamente, na tentativa de a fazer desaparecer. O que é que ele viu?



Última edição por Brufan em Qua 1 Dez 2010 - 16:47, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 28
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Treino 7] A sós   Qua 1 Dez 2010 - 20:35

Avaliação

H.C.
Força: 2,75
Agilidade: 4,75 + 0.25 = 5
Controlo de Chakra: 9 + 1.25 = 10.25
Raciocínio: 6,5 + 0.25 = 6.75
Constituição: 3,75 + 0.5 = 4.25

H.N.
Ninjutsu: 6,75 + 0.75 = 7.5
Taijutsu: 3,5 + 0.25 = 3.75
Kenjutsu: 2 + 0.5 = 2.5
Genjutsu: 1,25 + 0.25 = 1.5
Selos: 4,25 + 1 = 5.25
Trabalho de Equipa: 4,25

Total: 5

Comentários: Bom treino, sem nada a comentar. Se vires que achas que faltam ali pontos diz-me...
Pergunta - Porque é que ainda nem tens o Kinobiri?
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Treino 7] A sós
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }