Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 T2 - A kuchiyose! (Nara Seirei)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Lopes


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Número de Mensagens : 1321

Registo Ninja
Nome: Kurosuki Shin
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 475
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: T2 - A kuchiyose! (Nara Seirei)   Dom 21 Fev 2010 - 0:56

[Parte Filler]

Citação :
“O outro quarto é para a Miya, e o outro para mim. O festival dura uma semana, dou-vos permissão para usarem os dias para fazerem o que quiserem, mas durante a noite deverão estar cá para escoltar-mos Koringa-sama."

-Hai. – Disse eu virando as costas á minha team. A Miya parece que ia me perguntar alguma coisa mas antes de a puder ouvir tinha fechado a porta, da estalagem, com força e não percebi o que ela ia a dizer.

Sem saber o que fazer durante o resto do dia até chegar a noite, quando se tinha que escoltar o Lord, decidi andar pela vila para ficar a conhece-la melhor, em todas as casas havia sempre um vegetal pendurado na porta ou nas paredes, o clima era bastante fresco e limpo, tinha um ar maravilhoso. Esta vila é perfeita, tens pessoas amáveis e simpáticas, tem um clima muito bom e tem sempre festas, se calhar venho para cá viver, é uma hipótese que vou pensar. De tanto imaginar como seria bom viver aqui, tinha-me perdido e não sabia onde estava. Olhei em volta e apenas vi um velho bar, todo já a cair aos bocados e cheio de musgo, entrei para ver se estava lá alguém e de facto estava lá um velhote, atrás do balcão, com um copo de sakê na mão.

-Hei velhote, estou perdido e não sei como voltar á estalagem. Não tens ai um mapa por a caso? – Perguntei eu ao velho bêbado.
-Que miúdo mais mal educado… - Antes de continuar com a sua frase, interrompi-o.
-Pois esqueci-me de me apresentar. Eu sou… Nara Seirei, do clã Nara, o clã que controla as sombras e sou um ninja raiton. – Apresentei-me ao velho, com uma figura exuberante, mais parva do que exuberante mas era a minha posição.
-Lamento informar-te mas não tenho nenhum mapa da vila, apenas tenho este mapa de uma gruta que contem um tesouro raro. – Disse ele tirando uma suja folha de entre as garrafas.
-Uau um tesouro. – Comecei logo a pensar o que poderia ser o tesouro, jóias, um jutsu bastante poderoso, ryo ou uma rapariga boa como tudo e sem pensar duas vezes tirei o mapa da mão do velho e sai do bar seguindo o mapa.
-“Que miúdo estúpido, como é que ele foi cair numa partida destas”.

[Parte treino]
Segui atentamente o mapa, apesar de não me dar bem com mapas, lá consegui dar com o sitio era um sitio vazio apenas com uma ervas e o resto era tudo terra batida, não havia nenhuma gruta, apenas um monte de rochas. Será que tinha sido enganado por um velho… Não pode. Eu, Nara Seirei, nunca seria enganado por um velho. Se calhar a gruta estava por detrás daquelas rochas. Então concentrei o meu chakra raiton na palma da minha direita e comecei a formar uma esfera de raios, quando apercebi-me que estava no ponto atirei-a contra as rochas, não as destruiu por completo mas fez umas rachas então fiz outra vez a mesma coisa, concentrei o chakra na palma da mão direita, formei a esfera de raios e atirei-a mais uma vez contra as rochas mais uma vez não tinha conseguido destrui-las por completo, mas mais uma Raikyuu e conseguia destruir as rochas, concentrei outra vez o chakra na mão direita, formei a bola e atirei-a contra as rochas destruídas por completo e por detrás dos pedaços destruídos das rochas lá estava… a gruta.

[Parte Filler]
-Afinal sempre que havia aqui uma gruta. Mas agora preciso de descansar para recuperar o chakra que usei nas Raikyuu, aposto que haverá mais desafios pela frente. – Repousei durante meia hora e continuei caminho.

Entrei na gruta com uma kunai na mão, caso não seja atacado de repente. A gruta não era muito grande e lá dentro não havia nada nenhum ninja, nenhum tesouro, nada. Se calhar o velho tinha gozado com a minha cara sem eu dar por isso. Quando estava prestes a sair da gruta, ouvi uns barulhos vindo da gruta parecia que algo se estava a formar, quando olho para dentro da gruta vi três coisa a formarem-se, era parecidas como… pessoas normais, um de cada cor, vermelho, azul e amarelo. Assim que se acabaram de formar começaram a tentar atacar-me.

[Parte Treino]

O vermelho e o amarelo avançavam pelos lados e o azul pela frente, cada um com uma kunai, tentaram-me fazer golpes com as kunais, defendi-me do azul com a minha kunai, as duas kunais embateram uma na outra, tilintando mas o vermelho e o amarelo conseguiram fazer um golpe nos dois braços, depois voltaram á mesma posição que estavam.

-OMFG Sangue… não quero desmaiar agora. Sabe-se lá bem que eles vão me fazer enquanto tiver desmaiado. “Vá lá, mantêm-te calmo, o sangue pertence ao teu corpo é só uma questão de tempo para me habituares. Inspira e Expira” Ó porra lá vem a segunda ronda.

Os três começaram avançar outra vez na minha direcção, nas mesma posições que atacaram na primeira vez, mas desta vez eu estava preparado para as suas tácticas. Peguei em várias senbons que tinha na bolsa e atirei-as contra o vermelho e o amarelo fazendo-os recuar e concentrei-me só no azul. Usei o Konoha Shoufuu, pus me debaixo e desferi-lhe um chuto fortíssimo no queixo impedindo de o continuar atacar, dei uma cambalhota para trás e levantei-me. Agora era o vermelho que me atacava pelo lado esquerdo, virei-me para ele em seguida usei o Shunshin no Jutsu para ir mais rápido para o lado dele, e usei o Konoha Dai Shoufuu atirei-o ao ar com um pontapé na cara, que o fez levantar voou, e no ar desferi-lhe quatros pontapés nos seguintes sítios, barriga, braço esquerdo, peito e o ultimo na cara, atirando-o contra o muro da caverna, aterrei de joelhos devido ao cansaço da luta. Mas o amarelo não me deixava descansar e vinha na minha direcção. Ainda de joelhos, concentrei o meu chakra raiton na minha mão direita e esquerda, fiz os selos, e em cada uma delas moldei dois corvos de raios, fazendo um total de quatro, atirei-os contra as duas pernas do amarelo ficando atordoado e ficando de joelho. Aproveitei que ele estava de joelhos, para concentrar outra vez o meu chakra nas duas palmas das mãos e juntei-as formando uma bola de raio que em seguida atirei-a contra o amarelo, ficando desmaiado.

-Finalmente. Consegui derrota-los. – Dizia eu enquanto tentava recuperar o folgo. Durante o recuperar do folgo, as três coisas de cor levantaram-se e voltaram á mesma posição em que começaram a combater, como se não fosse nada - Mas que raio. Mas estas coisas nunca morrem. Talvez se lhes cortar o pescoço e sei como o conseguir. “Tenho sombra, eles estão bem perto um dos outros por isso deve dar” – Pensava eu no plano.

Concentrei o meu chakra pelo corpo todo, fiz o selo rato e estiquei a minha sombra até a sombra da coisa azul, que tinha uma kunai na mão, como sabia que não aguentava muito tempo o Soaku Kage Mane no Jutsu, com alguma dificuldade movi a mão em que a coisa azul tinha a kunai, mão esquerda e fiz um movimento do braço esquerdo, para o lado esquerdo, cortando a cabeça á coisa vermelha, depois fiz o movimento de passar a kunai, da mão esquerda para a direita e fiz o movimento com a mão direita, para o lado direito, cortando a cabeça á coisa amarela. A minha sombra voltou para mim. Tirei uma kunai da minha bolsa e usei o shunshin para trás da coisa azul e cortei-lhe a cabeça.

[Parte Filler]
-Será que consegui vencer? – As três coisas que tinham forma de humano desfizeram-se em pó e voaram com o vento. A gruta começou a tremer e um pilar de pedra, pequeno, no fundo da gruta começou a levantar-se. Aproximei-me do pilar e lá tinha inscrito “Esta é a pedra de invocação da alma da Kisuyane, uma Kuchiyose que tem o poder de se transformar em duas armas: duas soqueiras e espada de duas laminas. Morde o teu polegar e escreve o teu nome, com o teu sangue, na pedra e poderás invocar a Kuchiyose e ela ficar só para ti” – Uau mesmo bacano. Claro que vou escrever o meu nome nesta pedra. Mas sangue… que nojo! – Mordi o meu polegar, para que deita-se sangue, fiquei logo enjoado só de ver sangue, e escrevi o meu nome na pedra. A gruta começou outra a tremer e o pilar de pedra voltou a descer – Já está?!

[Parte Treino]

Como tinha aprendido na aula da academia, concentrei algum chakra pelo corpo, fiz os selos, mordi o polegar e pus a palma da mão no chão e numa fumaça branca apareceu uma rapariga.

[Parte Filler]

Uma rapariga com uma pele esbranquiçada, cabelo castanho escuro, todo despenteado, olhos pretos. Tem mais ou menos 1,60m, veste uma t-shirt azul-marinho, com um bom decote, veste uns calções pretos, umas luvas pretas e uns tennis brancos.

-Então pareces que és o meu dono?! Muito prazer em conhecer-te sou a Kisuyane. – Apresentava-se de uma forma muito simpática.
-Olá…. Eu sou o Nara Seirei. Quem és tu? – Perguntava eu confuso.
-Eu sou uma alma mas quando venho á terra fico com forma física. E como pudeste ler na pedra, eu posso me transformar em duas das armas. E se não queres mais nada vou me embora, estou cansada á muito que não era invocada. – Disse ela desaparecendo.
-Oh… que esquisito.

Sai da gruta confuso mas contente por ter uma Kuchiyose só para mim. Já estava de noite e tinha que voltar rapidamente á estalagem, pois tinha como missão escoltar o Lord até ao festival, mas pelo caminho perguntava-me porque será que nunca ninguém tinha ido aquela gruta? Aposto que o velhote já tinha dito aquilo a alguém. De tantas perguntas que pensava, tinha conseguido chegar á estalagem. Fiquei a pensar na situação e perguntei á rapariga que estava por detrás do balcão.

-Desculpe… Conhece um velhote que trabalha num velho bar quase todo a cair e cheio de musgo?
-Sim conheço.
-Ele já alguma vez contou uma historia que numa gruta havia um tesouro?
-Ele ta farto de dizer isso a qualquer pessoa que lá vá mas como nós já o conhecemos bem, não acreditamos nele. Porque ele está sempre a contar mentiras e mentiras sem parar, ele até já admitiu que essa historia era mentira.
-“WOW que coincidência, o velho estava a tentar mentir mas na verdade estava certo, que esquisito” Ok obrigado pela informação.

--------------------------------------------------------

O Treino é quase só filler, não tem muito que se avalie mas como estou a precisar de pontos… e como pontos são sempre bem-vindos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Amaterasu

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Número de Mensagens : 2627

Registo Ninja
Nome: Nakamura Kanzaburō
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: T2 - A kuchiyose! (Nara Seirei)   Ter 23 Fev 2010 - 21:38

Força: 3,75
Agilidade: 3,5 + 0,25 = 3,75
Controlo de Chakra: 4,5 + 1,25 = 5,75
Raciocínio: 1 + 0,5 = 1,5
Constituição: 4,5 + 0,25 = 4,75

Ninjutsu: 3,75 + 1,25 = 5
Taijutsu: 3 + 0,5 = 3,5
Kenjutsu: 3,75 + 0,25 = 4
Genjutsu: 2,25
Selos: 5 + 0,5 = 5,5
Trabalho de Equipa: 2,25

Total: 4,75
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T2 - A kuchiyose! (Nara Seirei)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kumogakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }