Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Shinobi vs Demonios - Especial

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
itachi dattebayo

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : No escritório do Kishi
Número de Mensagens : 9439

Registo Ninja
Nome: Kazuki Hitsuyaga
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 12650
Total de Habilitações: 383,75

MensagemAssunto: Shinobi vs Demonios - Especial   Dom 24 Jan 2010 - 20:37

IZURA VOLUME IV - Batalha em Samsara

Ordem de postagem:

Datte
L Mars
Rima
Dri
Killer
Horns
Supe
Raiken

--------------------------------------------

Todos os ninjas meteram-se atrás dos kages, kazuki estava na frente, seguido dos Kages, angelus, Rima, Dri Uchiha, Hozuki Sueiji, Susumo Maiko, Raiken, ANBU de kiri, Kojirou Minakata, Kakashi, Yamato, Uchiha Itachi e todo o resto que havia vindo preparados para a batalha final.

De um instante para outro o ambiente começou a tremer e alguns olharam para trás e viram Fuuma a concentrar-se, quando voltaram a olhar para frente o cenário havia mudado, estavam em lugar que mais parecia o inferno, e um exercito de esqueletos com vida corriam em direcção a eles.

- mas alguém pode me explicar o que são estas coisas? - Perguntou Maiko tirando os seus óculos, todos partiram para a guerra saltando contra eles num grito heróico.

Maiko tira a sua Chiguiriki e num movimento Horizontal perfura o esqueleto, mesmo assim esse levantou a mão e tentou cortar-lhe com a espada, maiko concentra chakra na arma e a puxa pelo lado direito desfazendo os ossos que compunham as costelas obrigando assim o esqueleto a recuar para o lado.

- Essas coisas não morrem? – Perguntou-se ele, e por trás vinha um monte delas a correrem, Kojirou Minakata tirou a sua espada da bainha e deu a ordem de ataque, os ninjas da ANBU anteciparam-se e começaram a enfrentar os esqueletos cortando-lhes os membros e ganhando tempo para que o Mizukage e o Hokage pensassem em uma estratégia.

Kazuki estava sentado e a sua volta estava Angelus, e Sueiji em guarda, aquele lugar parecia deserto por trás, mas em frente via-se um cemitério de arvores mortas, e ainda mais adiante a direita uma fortaleza, a esquera uma ponte e ainda um pouco mais para frente montanhas, o céu era vermelho em sangue.

Rima usava o seu Chiyute no jutsu para curar os últimos ferimentos de kazuki para poder estar a 100% na batalha.
- Arigato a todos vocês por estarem aqui, eu sozinho nunca iria conseguir vencer isso tudo. – Disse ele agradecendo, Rima levantou uma das mãos e foi acenando como um maestro a orientar musica a medida que kazuki ia dizendo as palavras.
- Igualmente. – Disse ela. – Para mim é um bom desafio, por isso espero que não te ofendas. –

- Destruir os esqueletos até não sobrar nada é capaz de ser a melhor das ideias, mas eles são bastantes em números. – Pensou kakashi, e assim kojirou deu a ordem, os ANBUS deixaram de conservar seus chakras e começaram a reduzir os ossos a pó.

Kazuki ficou de pé olhando para a fortaleza, estalou os dedos e o pescoço e preparou-se para correr mas itachi agarrou-o no pulso.
- Onde pensas que vais sozinho? Achas que consegues passar por isso tudo sozinho? Angelus, Sueji, e Maiko vão com ele, o restante vai avançando devagar para não se afastar muito do portal. – os 3 acenaram e começara a atravessar a barreira que a ANBU havia criado enquanto lutava contra os esqueletos esquisitos, Angelus e Suieji abriam o caminho, Sueiji com a Samehada arranhando até o ossos dos inimigos de desfazerem, Maiko apenas carregava o seu chakra enquanto fazia pontaria mais para frente.

Num selo disparou uma bola de fogo que tirou uns tantos do caminho abrindo assim a passagem até a floresta.

- AGORA! – Disse o Mizukage, que avançou com Itachi, kakashi loki até a floresta depois do grupo ter chegado para poderem dar suporte a partir dali, Rima não ficou atrás e assim com Dri e Raiken seguiram atirando shurikens contra o restante dos demónios enquanto passavam, mas antes que chegassem atrás do mizukage, um demónio grande meteu-se entre os 3, eles pararam imediatamente e ficaram a observa-lo.

- Alguma ideia? - Perguntou Rima.

Na entrada da floresta…
- Que é aquilo? – Perguntou Sueji fazendo selos a medida que uns musculados aproximavam-se dele. – Vocês vão na frente, eu atraso estes a partir daqui. Suiton, Suishouha! – Os aliados adiantaram entre a floresta sentindo um chakra estranho a volta daquelas arvores, O jutsu do sueiji atirou uns tantos para trás que acabaram por cair em um precipício que tinha ao lado, o ninja ficou em guarda prestes a lutar com um demónio diferente de todas as espécies que haviam aparecido até agora.

Maiko, Angelus e Kazuki estavam a meio da floresta, incomodados pelo chakra que ali estava e viram um brutamontes a aproximar-se deles.

- Aquilo é… - Disse Angelus, mas kazuki concluiu a frase.
- Um Revenante. –
- Espero que estejam preparados porque esse tipo não veio sozinho, há pelo menos 30 desses a aproximarem-se aqui! – Disse Maiko, estalando os dedos invocou 8 shiharas e atirou em varias direcções, todas elas acertaram os revenantes, mas as shiharas não perfuraram seus corpos, Angelus já havia feito selos rapidamente e dispara um Goukakyuu contra 3 que vinham de frente contra eles, kazuki ficou com raiva e tirou a sujaku para atacar, mas quando ia a fazer, vários revenantes começavam a cair e a morrerem perfurados com espigões de metais, a alegria fez-se notar em kazuki apercebendo-se de quem seria a habilidade.

- Como pode ter aqui uma festa e não convidarem o anfitrião? – Disse broly aparecendo por trás com a sua kamahoshi na mão.
- Broly, eu… -
- Cala a boca, kazuki, guarda as tuas forças pois vais precisar muito delas, nós vamos te levar até onde nós conseguir, por isso despachemo-nos e saiamos aqui. – Disse ele.

Kazuki sentiu-se comovido, um novo time havia sido formado em Samsara, Angelus, Broly, Kazuki e Maiko, os 4 fizeram uma formação em shuriken de 4 pontas e começaram a correr para chegarem ao final da floresta…

--------------------------

Proximo L xd


Última edição por itachi dattebayo em Sab 30 Jan 2010 - 18:48, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/eddywang
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Número de Mensagens : 9651

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Qua 27 Jan 2010 - 18:58

Kazuki sentiu-se comovido, um novo time havia sido formado em Samsara, Angelus, Broly, Kazuki e Maiko, os 4 fizeram uma formação em shuriken de 4 pontas e começaram a correr para chegarem ao final da floresta…

O grupo estava parado em circulo numa floresta de arvores negras como a noite. Todos em posiçãod e defesa mas relaxados.
-- Porque é que demoraste tanto? – Perguntou Kazuki a Broly.
-- O solo aqui é mais complexo que o normal. Custa-me a criar metal a partir dele. – disse Broly.
-- Não é só o solo. Todo este local está carregado de chakra mais pesado que o normal. – disse Angelus.
-- É dificil sentir algo no meio desta densidade de chakra. – disse Maiko. – O pior é que parece que torna-se ainda mais dificil para invocar seja o que for. – disse Maiko concentrando chakra na sua mão e estalando os dedos. Umas cinco siharas apareciam entre os seus dedos. – Pelo chakra que estava a usar deveria ter pelo menos o dobro. – disse Maiko.
-- Vai ser mais complicado que o que estavamos a pensar. – disse Kazuki.
-- Mas se assim não o fosse não havia diversão. – disse Angelus sorrindo antes de atingir mais um Revenante com um Goukakyuu. Uma luta começou a ocorrer com o grupo contra uns dez revenantes. A sua pele dura impedia que muitos dos seus ataques fizessem efeito. Maiko criava uma flecha de fogo, encontrando-se um pouco mais afastado dos outros, colocado estratégicamente numa árvore. Largou a flecha e com uma pontaria eximia atingiu um Revenante no centro da sua cabeça. Kazuki decapativa alguns enquanto que Angelus os atingia com golpes rápidos e fortes de Taijutsu. Brolly por sua vez tentava criar espigões de metal que trespassavam alguns Revenantes. Uma sombra saia da floresta e com os seus três metros encontrava-se a centimetros de desferir um golpe em Broly. Este rodou o seu corpo, mas não teria tempo para defender. Uma flecha de fogo trespassava e destruia uma das suas garras, enquanto que com um golpe rápido Kazuki cortava a outra garra. Angelus com dois golpes rápidos de Taijutsu projectava o monstro vários metros, não antes de destruir todo o seu sistema de chakra. O monstro contorcia-se no solo, expelindo o que parecia ser um sangue negro e vil. Rapidamente o seu corpo começava a dissolver-se e a emergir na terra.
O ataque dos Revenantes tinha parado, mas apenas temporariamente.
-- Parece que vêm aí mais. – disse Angelus. – Parece que…
-- Não tê fim… - disse Kazuki. – Mais e mais, e mais e mais irão aparecer.
Maiko saltava de arvore em arvore até que finalmente tocou no chão.
-- Algum plano? – Perguntou Broly.
-- Seguimos em frente e damos cabo do que se meter á nossa frente! – disse Kazuki apontando a sua espada para a frente.
-- Nem pensar! – disseram Angelus e Maiko em conjunto.
-- Precisamos de saber com o que estamos a lidar, senão podemos cair numa armadilha. – disse Angelus. Maiko estalou os dedos e algumas penas caiam lentamente. Agarrou nessas penas com as duas mãos e concentrou chakra.
-- Protegam-me! – disse Maiko. As penas formavam lentamente duas esferas dentro da sua mão, e depois dois olhos. Por sua vez os olhos de Maiko ficavam brancos e baços. Maiko abriu as mãos e os dois olhos levitaram, seguindo em frente, afastando-se um do outro.
-- Revenante á tua esquerda… - disse Kazuki a Broly. Quase de seguida um espigão de metal trespassava o Revenante. Mais uma vez o seu corpo “derretia” e desaparecia.
-- O que vez? – perguntou Angelus.
-- Uma vasta extensão de floresta e no final vejo o que parece ser uns duzentos revenantes… não espera! Mais! Muito mais! – disse Maiko com algum choque.
-- Mais? Parecem-te humanos? – perguntou Kazuki.
-- Não… Longe disso. Seres mostruosos. De tamanhos variados. Espera… Os revenantes estão a emergir da terra! – disse Maiko chocado.
-- Da terra? – exclamou Broly.
-- Estão a ser invocados… criados… conjurados por alguns seres de tamanho humano. – disse Maiko. – Mas… Kazuki conheces este local? – disse Maiko com tom de duvida.
-- Muito pouco… Porque?
-- Está a emergir o que parece ser uma fortaleza do solo. Como se fosse uma parede gigante… - disse Maiko. Os olhos levitavam rápidamente, como se pequenos espiões se tratassem. Mas algo captou a atenção de Maiko, e os olhos captaram a atenção de algo. Uma figura negra, de asas maiores que o seu corpo, de longos braços ergue-se no ar batendo as asas, e a uma grande velocidade destrui-o um olho, desfazendo-o em plumas. Maiko mandou-se ligeiramente para trás, como reflexo.
-- O que se passou? – perguntou Angelus. Um dos olhos de Maiko voltava ao normal.
-- Fui visto por algo… - Maiko mandou-se novamente mais um pouco para trás. O seu olho direito voltava ao normal outra vez. – E o outro olho tambem foi destruido.
-- Excelente… Temos bastantes informações… - disse Angelus.
-- Espera. Não é tudo… Temos pelo menos uns três quilometros de floresta com Revenantes a caminharem. E aquela muralha… algo de errado se passa com ela. Vi pelo menos umas três criaturas, parecidas com tartarugas monstruosamente gigantes, de carapaça dura e espinhosa a sair da muralha como se fosse água… – dizia Maiko.
-- Algum plano? - Perguntou Kazuki.
-- De momento só passar pela floresta o mais rápido que conseguirmos, evitando tudo e todos. – disse Maiko.
-- Não podemos gastar chakra e muito menos tempo e força nestes peões. – disse Angelus.
-- Então partiremos já! – exclamou Kazuki. Um rápido “Hai” foi ouvido.

Os passos acelarados do grupo ouvia-se pela floresta, partindo alguns ramos pelo caminho. Pelas sombras viam-se Revenantes e outros seres a tentar agarrar ou espreitar o grupo mas era inutil. Cada vez mais perto se via o final da floresta. Uma pequena mancha de luz era visivel ao grupo, mas algo subito os fez parar nos seus lugares. A floresta acabara, e uma muralha de revenantes era visivel. Uma força imparavel que adentrava pelo floresta.
-- E agora? Matamo-los a todos? – disse Broly.
-- Não podemos perder muito tempo… Temos de conseguir dividi-los e passar para a frente da batalha. – disse Kazuki.
Broly fez alguns selos e bateu com a mão no chão. Algumas infrastruturas de metal e terra criavam um caminho pelos Revenantes, desviando-os do seu trajecto. Mas era quase inutil. O peso dos revanentes, daquela massa enorme forçava de tal forma as infrastruturas que estas dobravam-se e cediam.
-- É escusado… O meu ferro aqui é demasiado leve para aguentar com este peso todo… - disse Broly.
-- Só nos resta então lutar. – disse Kazuki desembanhando a Sujaku. Uma mão impediu-o de a puxar por completo.
-- Espera… Tenho uma ideia mais prática… - disse Maiko num tom calmo. – Mas terei de ficar para trás. – disse este.
-- Não podes ficar para trás! – exclamou Kazuki.
-- Demasiado tarde. – disse Maiko. Com vários passos para trás afastou-se do grupo entrando na floresta. Viram Maiko a retirar um scroll de um dos compartimentos do seu colete chunnin e a coloca-lo entre o selo do Kage Bunshin, ou neste caso do Umo Kage Bunshin.
-- Maiko!!! – gritou Kazuki.
Uma enorme corrente de ar saiu da floresta e de subito milhares de milhares de penas brancas saiam com uma força incrivel da floresta, quase como se fosse um rio retido numa barragem, um rio em furio a devorar tudo.
-- Saltem! – gritaram vários Maikos. O grupo assim o fez penas e ar e chakra elevavam-nos no ar, bem por cima dos Revenantes.
-- Sugoi…. – disse Kazuki admirado. Maiko respirava mais rapidamente.
-- Irei criar uma ponte desde aqui até a um ponto mais seguro para vocês. Irei tentar mante-la o mais que puder, mas não prometo que consiga aguentar isto durante muito tempo… - disse Maiko. A ponte já se encontrava a formar desde que Maiko tinha aparecido, empurrando vários Revenantes e preenchendo todo o chão. – VÃO! – gritou Maiko. O grupo fez uma rápida suadação a Maiko e despareceu correndo sobre aquela ponte dura de penas, vento e chakra.
Diversos Maikos, alguns a flutuar em plataformas de penas, outros em pilares brancos mantinham selos, diversos selos, que impediam que as penas ficassem menos densas. Maiko sorriu ao ver o seu grupo cada vez mais longe.
Sons electricos apareciam por cima daquela plataforma. Maiko olhou para os céus e viu o mesmo ser alado demoniaco que tinha destruidos os seus olhos de plumas. Os seus olhos abriram-se. Manter a ponte o máximo possivel era a prioridade… Mas conseguiria Maiko leva-los longe?
Aquele ser criava o que parecia ser uma espada electrica branca-arroxeada numa das suas enormes mãos em forma de garra. Com um impulso começava a destruir os clones de Maiko que desapareciam em fumo e penas. As infrastruturas começavam a ceder. Maiko quase que nem tinha tempo de reacção. Aquele demonio era estupidamente rápido.
Aquela garra trespassava por completo Maiko, manchando as penas de vermelho sangue. Os olhos de Maiko abriam-se em choque…

Spoiler:
 


Espero que esteja tudo nos conformes Datte. Alguma coisa pergunta por PM ^^
Eu depois continuo a minha luta num post e vou ter com o restante grupo


Tixa your Up
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tixa Sandiego

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 25
Localização : Lisboa
Número de Mensagens : 1489

Registo Ninja
Nome: Mo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2900
Total de Habilitações: 83,25

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Qui 28 Jan 2010 - 22:59

- AGORA! – Disse o Mizukage, que avançou com Itachi, kakashi loki até a floresta depois do grupo ter chegado para poderem dar suporte a partir dali, Rima não ficou atrás e assim com Dri e Raiken seguiram atirando shurikens contra o restante dos demónios enquanto passavam, mas antes que chegassem atrás do mizukage, um demónio grande meteu-se entre os 3, eles pararam imediatamente e ficaram a observa-lo.

- Alguma ideia? - Perguntou Rima.


Dri e Raiken olharam para a kunoichi, Dri bastante confuso e Raiken sério mas notava-se que também não saberia o que fazer.
- Também me pareceu. Bem não com muito vontade de gastar chakra à parva com um bicho feio, que me dizem a fazer “tiro ao alvo?” – Pergunta a kunoichi pegando num senbon e atirando-o ao demónio, acertando-lhe no olho esquerdo. O Demónio soltou um urro de dor tenebroso. – Ahah! 100 pontos para mim!

Os dois rapazes olharam para a kunoichi com um olhar que balanceava entre o confuso e o assustado, a kunoichi soltou uma gargalhada e olhou para o gigante com um sorriso sádico. Subitamente aparecem cerca de 6 esqueletos que se arrastavam com dificuldades.

- Não se importam que eu empate o grande, enquanto vocês destroem os trinca-espinhas, pois não? – Perguntou a kunoichi, dando um pequeno salto e aterrando em frente de dois esqueletos e com um soco esmaga o crânio dos dois simultaneamente, no entanto os esqueletos continuavam a mover-se. – Bem vi que não, acabem esses dois, eu deixo um pouco do prato principal para vocês.

Rima estava então frente a frente ao grande Demónio de pele negra, sangrando do olho que Rima perfurara com o Senbon segundos antes. De súbito o Demónio é substituído pelo Gorila Louco, a kunoichi fecha os olhos tentando expulsar a imagem do Gorila, que transportava aquela memória que Rima não queria despertar.

Tal distracção fez com que Rima baixasse a guarda e desse tempo ao Demónio de a agarra por uma perna e a suspender no ar, olhando-a ameaçadoramente.
- Tás a olhar para aonde, pá? Desce-me que já vês como é que elas mordem! – Grita Rima começando a espernear lutando para se libertar da enorme mão nojenta do Demónio. Este dá um urro medonho mesmo em frente da cara de Rima enchendo-a de baba com cheiro a podre. – Já lavavas os dentes, não? Ó seu filho da mãe.

-------------

Dri e Raiken viam-se a baixo com seis esqueletos, dois deles sem cabeça, que se encaminhavam na direcção dos dois rapazes. Dri com duas Kibaku Fuudas amarradas a Kunais reduz a pó os dois esqueletos sem cabeça. Raiken com a sua Dai Kunai, corta dois dos esqueletos ao meio, que se continuavam a mover, o loiro concentra então chakra de natureza Raiton e executando o Ikazuchi no Muchi destrói os esqueletos.

Dri concentra chakra Katon e executa o Housenka no Jutsu, destruindo completamente os dois esqueletos que restavam, Raiken olhou-o com cara de mau.
- Porque é que estás a olhar assim para mim? – Pergunta Dri erguendo a sobrancelha.
- Humpf. – Foi o único som que o ninja loiro emitiu, passando pelos restos dos esqueletos, para ir ter com Rima. Dri imitou-o.

----------

Uma Rima de cabeça para baixo, furiosa e suja de baba parecia estar prestes a fugir. “Caralh*! Este entrocho não me larga a perna.” Pensa a kunoichi furiosa. Resolve então concentrar chakra de Natureza Doton e cria dois Tsuchi Bunshins que dão em simultâneo um poderoso pontapé nos genitais do Demónio fazendo-o largar a kunoichi, que cai de cabeça.

- Merd*! Isto dói, F*da-sse! – Pragueja a kunoichi agarrada ao galo que se começava a formar, o Demónio já refeito da dor destrói os dois clones com as suas mãos enormes. – Agora vais ver como elas mordem!

A kunoichi retira um scroll da sua bolsa e invoca a sua enorme espada: Zetsumeu Hoshi. Empunhando-a investe com toda a sua fúria contra o Demónio, no entanto a lâmina da sua espada não fizera qualquer dano na pele do Demónio, este prega uma bofetada na kunoichi que a projecta no ar contra Raiken que chegava nesse mesmo instante.

- SAI! – Exclama Rima, tentando desviar a sua trajectória, mas tarde demais, a kunoichi embate violentamente contra o rapaz loiro derrubando-o. A kunoichi levanta-se rapidamente e estende a mão ao rapaz para o ajudar a levantar. – Estás bem?

- Vê por onde andas. – Respondeu secamente, ignorando a mão da kunoichi, que o olha enfurecida.
- A pele deste demónio não é normal. – Começa a kunoichi. – Não o consegui cortar com a minha Zetsumei Hoshi. - Declara Rima, guardando a enorme katana novamente no scroll.

- Ok, o que fazemos então? – Pergunta Dri.
- Deixem-me só tentar uma coisa. – Diz Rima correndo na direcção do monstro concentrando chakra e força no seu punho, o enorme ser tentou esmagá-la com um dos seus punhos mas a kunoichi desviou-se agilmente, saltando para cima do seu punho e correndo ao longo do braço do demónio. – JINSHIN OUDA!

Grita a kunoichi desferindo um potente soco na face do demónio que vira para o lado, a kunoichi salta de cima do monstro para o chão com um mortal para trás. A zona da face onde Rima aplicara o soco estava ferida e era possível ver-se um hematoma e um pequeno arranhão do qual escorria um pequeno fio de sangue.

- É isso! A fraqueza deste Bisonte é o chakra! É a únca coisa que consegue magoar aquela pele! – Declara a kunoichi entusiasmada.

- Rima, sei que não é a melhor altura para perguntar isto mas… - Começa Dri, Rima olha-o confusa. – Porque é que tens a cara cheia de baba e cheiras mal?
- Olha Dri, se não estivéssemos neste Inferno, juro que te partia a boca toda! – Declara Rima furiosa.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Desculpem se está pequeno D:

Go for it Dri! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://theawesometixa.blogspot.pt
Drialmeida

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Localização : Baleias xD
Número de Mensagens : 2547

Registo Ninja
Nome: Dagatsu Kyuu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2303
Total de Habilitações: 37,5

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Dom 31 Jan 2010 - 12:53

Dri limitava-se a soltar um ligeiro sorriso – Bem... já não seria a primeira vez – Ria o gennin ao mesmo tempo que coçava a sua cabeça de forma nervosa.
- Pessoal, não é por nada.... mas o bicho parece estar com cara de poucos amigos – Afirmava Raiken, enquanto apontava na direcção do demónio. Rima e Dri rapidamente voltavam a concentrar as suas intenções neste.

O demónio de grande porte após o potente soco que Rima havia lhe dado, virava rapidamente o seu rosto na direcção de ambos os gennins e soltava de seguida um rugido bastante ameaçador, que soltava da sua boca um produto parecido com baba, mas um pouco mais nojento e pegajoso.
- Bem, agora cheiramos os 3 mal – Afirmava Dri, abanando ambos os seus braços de forma enojada. Soltando alguma baba que havia ficado colada nestes.
- Alguma ideia? – Perguntava Raiken, também tentando ver-se livre da baba do demónio.
Conseguia-se observar um grande alto sobre a face deste, que havia sido causado por o potente soco de Rima que arrepiou os dois rapazes de uma certa forma.
Rima era a primeira a reagir perante a irritação do demónio, que aparentava agora não ter qualquer intenção de deixar os gennins passar por si, a Kunoichi de suna começava rapidamente a encher os seus pulmões de chakra, ao mesmo tempo que projectava por a sua boca 2 serpentes de fogo que se dirigiam na direcção do Bisonte anormalmente grande. Estas serpentes dirigiam-se rapidamente à sua face, atingindo o mesmo fortemente mas sem danos visíveis. Apenas se conseguiu ouvir um pequeno gemido do bisonte.
- “Não irei ficar atrás” – Pensava Dri para si próprio.
O gennin levava a sua mão à bolsa e retirava 2 shurikens que projectava de seguida na direcção de ambas as pernas do bisonte. Estas dirigiam-se a uma velocidade algo considerável, enquanto circundavam entre si atando-se à perna esquerda do demónio, juntamente com 2 linhas nilon que haviam sido lançadas em conjunto.
Dri, não querendo desperdiçar agora a oportunidade de desequilibrar a besta, puxava ambas as linhas nilon para si, mas o demónio aparentava não se mover um único passo. Para além da sua altura, continha um grande peso no seu corpo, o mesmo monstro incomodado com as linhas nilon presas à sua perna, fazia um movimento brusco com esta na vertical fazendo com que Dri fosse projectado para o ar e larga-se ambas as linhas nilon, de forma a ver-se livre da força bruta do demónio.
- Não tentem ganhar-lhe em forca – Exclamava Dri, enquanto pensava estar a informar os seus companheiros de algo novo. Ambos o olhavam de forma desconfiada.
- Bem, agora é a minha vez – Afirmava Raiken, querendo também mostrar algumas das suas habilidades.
Raiken começava de seguida a realizar uma sequência de 3 selos e concentrava agora o seu tipo de chakra sobre ambas as suas mãos, criando quatro esferas de raio que rapidamente tomavam a forma de corvos. O gennin soltava os mesmos da sua mão e controlava-os agora em pleno ar, ao mesmo tempo que avançava numa corrida em direcção do demónio, de forma a não perder o controlo sobre os seus corvos do elemento Raiton.
O monstro observava Raiken a movimentar-se um quanto rápido na sua direcção assim como os corvos. Executava um brusco movimento com o seu braço direito, porem bastante lento.
Este era destinado a Raiken mas antes de atingir o solo, atingia 2 dos corvos do gennin. Raiken conseguia desviar-se com alguma facilidade devido ao movimento lento do demónio.
Um pequeno tremor de terra surgia após o braço deste atingir o solo, Raiken desequilibrou-se mas ainda com controle sobre os 2 restantes corvos, fazia estes seguir em linha recta através do braço do demónio em direcção ao seu rosto. Algo que apenas causou uma pequena dormência sobre a face deste, mas este rapidamente abanava-se voltando desta maneira a despertar sem danos aparentes.

- Nenhum dos nossos ataques está a surtir efeito... e para dizer a verdade duvido um pouco que ele volte a cair no jutsu da Rima – Afirmava Dri, enquanto observava a besta de alto a baixo.
- Isto não poderá continuar assim, temos que pensar em algo que acabe com ele definitivamente – Pensava Raiken em voz alta ao mesmo tempo que se voltava a colocar ao lado dos seus companheiros.
- Ideias precisam-se – Encolhia Rima os seus ombros, mostrando também não ter nenhuma ideia.

Flashback de Dri:
“- Deixem-me só tentar uma coisa. – Diz Rima correndo na direcção do monstro concentrando chakra e força no seu punho, o enorme ser tentou esmagá-la com um dos seus punhos mas a kunoichi desviou-se agilmente, saltando para cima do seu punho e correndo ao longo do braço do demónio. – JINSHIN OUDA!

Grita a kunoichi desferindo um potente soco na face do demónio que vira para o lado, a kunoichi salta de cima do monstro para o chão com um mortal para trás. A zona da face onde Rima aplicara o soco estava ferida e era possível ver-se um hematoma e um pequeno arranhão do qual escorria um pequeno fio de sangue.”

Fim do Flashback.

- “A Rima parece ter uma quanta força, se ela consegui-se projectar-me para cima a uma altura de aproximadamente 8 metros. Talvez consegui-se aplicar aquilo” – Pensava Dri para si próprio. – Rima.... – Chamava o gennin, a kunoichi rapidamente mudava as suas intenções para este – Preciso que me projectes para o ar, tenho algo que talvez funcione – Afirmava o gennin, enquanto observava num sorriso um quanto sinico, sobre o rosto de Rima.
- Ok.... já que insistes.

Rima rapidamente agarrava em ambas as pernas Dri e após dar uma volta completa com o gennin, soltava este na direcção do céu a uma velocidade um quanto assustadora.
- Ups, exagerei – Concluía esta com uma voz algo irónica, assim como o seu sorriso.
- Que bruta.... – Falava Raiken consigo próprio, com um pouco de receio.
- Disses-te alguma coisa? – Perguntava a Kunoichi com uma voz dócil.
- Nada, nada!


(obrigatorio)

Dri havia subido bastante mais do que pretendia e se cai-se desta altura podia simplesmente colocar a sua vida em risco. O gennin começava cada vez a ver o solo mais distante de si e isto preocupava-o.
- Esta gaja só me da trabalho – Afirmava Dri de uma forma algo aborrecida
O gennin começava agora a concentrar chakra do seu elemento e criava de seguida 4 kaki bushins, ordenando a todos que se agarrassem a si, impedindo de tal maneira que o gennin continua-se a subir. O gennin caia agora que nem um prego na direcção do solo daquele inferno e quando já o começava a ver, ordenava a ambos os Kaki bushins que o soltassem e se deixassem cair.
Ambos os kaki bushins obedeciam fielmente e Dri saltava agora por ambas as suas cópias, como se estas fossem meras escadas que se situavam em pleno ar.
- Bem, desta altura já não me acontece nada de grave – Afirmava Dri, já com uma cara mais descontraída.

O gennin já avistava o demónio próximo de si e como tal começava agora a por o seu plano em prática, começava por fazer movimentar o seu chakra Katon por o seu corpo e fazer o mesmo sair sobre as mãos, de forma a incenerar estas completamente.
- Te no koen, realizado com sucesso – Afirmava o gennin, enquanto continuava a cair.
De seguida ainda em pleno ar, juntava ambas as suas mãos e ia afastando estas lentamente de forma a ficar uma bola alaranjada sobre a mão direita de Dri. Esta continha chamas longas e quentes, que se faziam alastrar aproximadamente até à zona dos cotovelos.
Dri aproveitava a gravidade de estar a cair dando desta maneira um pequeno backflip que permitia o gennin ficar agora completamente de cabeça para baixo, a cair na direcção do demónio.

- Vê... é o Dri! – Afirmava Raiken, enquanto não parava de apontar para o gennin e para a bola de fogo brilhante que este mantinha na sua mão direita.
- Então era isto que ele tinha em mente – Soltava Rima uma pequena gargalhada.

Dri rapidamente chegava na direcção do demónio e começava a esticar a sua mão direita, com o objectivo de cair bem sobre o coração deste de forma a mata-lo instantaneamente.
Quando rapidamente chega ao demónio grita: - SUBMISSION ENDHAND!
Uma explosão rapidamente acontecia naquele local, uma forte quantidade de luz era libertada em todas as 4 direcções. Dri era rapidamente projectado para trás, após ter atingido o demónio com o seu endhand e uma grande quantidade de poeira se elevava do solo.
Quando esta assentava, ambos conseguiam ver o demónio caído sobre o solo e o Dri um pouco afastado deste mas de pé. Ambos os gennins se sentiam felizes.

Fim da host


- Bem parece que conseguimos – Ria Dri um bocado ofegante enquanto caminhava na direcção dos seus colegas.
- Parece que sim! Ficas-te mais forte desde a ultima vez que se encontramos – Afirmava Rima e Dri retribuía-lhe o elogio, com um sorriso.
- Bem, vamos atrás dos outros, não podemos perder muito mais tempo aqui – Protestava Raiken.

Ambos os gennins corriam rapidamente na direcção de ambos os kages que haviam ido à sua frente. Enquanto passavam por o demónio de grande porte, olhavam para este caído de uma forma bastante orgulhosa.
Mas rapidamente o orgulho dos gennins desaparecia, quando uma das grandes mãos do demónio agarrava na perna de Raiken e o elevava do solo.

- Eu tenho a certeza que o atingi no coração – Afirmava Dri, não querendo acreditar que o demónio continuava vivo depois daquilo.
- Trengo, nós estamos a falar de demónios – Protestava Rima, tentando apenas arranjar alguma ideia que ajuda-se Raiken.

O demónio possuía um ferimento um quanto grave no peito, criado por o endhand de Dri. Mas isso não impedia o mesmo de se mover.

P.S: Atencao ao proximo que usar o Dri xd, como ele usou o endhand agora nao pode usar jutsus Katon durante 25 minutos, limitem-se aos Raiton Wink
Good luck Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Número de Mensagens : 9651

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Sex 5 Fev 2010 - 22:20

Aquele ser criava o que parecia ser uma espada electrica branca-arroxeada numa das suas enormes mãos em forma de garra. Com um impulso começava a destruir os clones de Maiko que desapareciam em fumo e penas. As infrastruturas começavam a ceder. Maiko quase que nem tinha tempo de reacção. Aquele demonio era estupidamente rápido.
Aquela garra trespassava por completo Maiko, manchando as penas de vermelho sangue. Os olhos de Maiko abriam-se em choque…

Os olhos de Maiko raivam de sangue, e lentamente ficavam amarelos e as suas pupilas dilatavam. O seu corpo ficou negro e corvos começaram a esvoaçar em torno de demonio, fugindo. Maiko aparecia por detras do Demonio numa espiral que destorcia o espaço, empunhando uma kunai rodeada de chakra fuuton. Com um golpe rápido atingiu o braço do Demónio e afastou-se rapidamente, desviando-se de um contra-golpe.
A alguns metros um do outro Maiko e aquele estranho ser mediam - ou davam a aparencia - a força um do outro. Talvez tivesse sido impressão do Chunnin mas o golpe que este tinha feito no seu alvo já tinha sarado, tão rápido que Maiko não tinha visto.
Maiko concentrou chakra e com um movimento rápido com o seu braço projecta duas ondas de vento, em forma de boomerangue, ás quais o Demónio esquiva-se por completo.
Infelizmente um dos boomerangues de vento acertou num dos clones de Maiko que se desfez de imediato, e mais um bom bocado da infrasturtura cedeu.
-- “Bolas” – Pensou Maiko – “Tenho de ter cuidado com os jutsus de longo alcance… Mas Taijutsu não é o meu forte e o meu Chakra está instavel ainda desde que cá cheguei…”
-- FUUTON: ATSUGAI! – Uma voz feminina vinda por debaixo daquele chão de penas ouvia-se num grito. Logo a seguir um grande redomoinho apanhou o demónio projectando-o e capturando-o no ar, cortando-o em pequenos golpes. Do enorme buraco criado pelo jutsu saltava uma figura conhecida para Maiko.
-- TIA! – gritou ele.
-- Feliz por me veres? – perguntou Naomi. A recem formada Jounin embanhava um longo rapier, uma espada de lamina cumprida mas extremamente fina, ligada por uma corrente de metal leve a um leque vermelho e preto que segurava numa outra mão.
-- Sempre. – disse Maiko com um sorriso. Mais duas figuras saltavam sobre o buraco para grande espanto de Maiko. – Ino-Sama, Kurenai-Sama! – gritou Maiko com alegria. – Isto virou o Ponto de Encontro foi? – disse ele.
-- Quase Maiko… - disse Kurenai esboçando um sorriso que conseguia iluminar todo aquele local sombrio.
-- Ele vêm aí… - disse Naomi agarrando com mais força o cabo da sua espada. – Maiko vai ter com o teu grupo! Nós mantemos isto o mais que conseguir-mos até aos Kages. – disse Naomi. O seu sobrinho exitou por momentos. No céu via o demonio rodeado por uma bola de electricidade que parecia recarrega-lo e cura-lo, e preparava-se para investir contra o grupo, mas Maiko confiava naquele belo grupo de Konoichis e com um leve acenar e uma rapida vénia continuou pela ponte de penas indo ao encontro de Broly, Kazuki e Angelus.

-- Bem parece que nos cabe a nós. – Disse Naomi. – Primeira invasão como Jounin… Espero que me corra bem. – o seu sorriso duvidoso disfarçava a sua incerteza.
-- Vai correr tudo bem Naomi-chan. - Reconfortou Kurenai á sua velha amiga.
Sem hesitar o demónio avançou sobre o grupo de Konoichis a uma velocidade tremenda. Ino com um salto rápido colocou-se mesmo em frente de Kurenai e Naomi, em linha recta para a trajectória do monstros e colocando as mãos em forma de triangulo, com o seu vertice virado para o alto, rodou-o rapidamente para o lado direito. O demonio automaticamente virou para o lado direito tambem. Mergulhando num mar de penas. Kurenai não perdeu tempo tambem e fez uma sequência rápida de selos, começando lentamente a transformar-se em petalas numa forma espirulada e difusa.
O demónio voou fazendo um novo buraco naquele chão de penas brancas, e pisou o chão. Ao faze-lo uma descarga eléctrica espalhava-se visivelmente. Ino e Naomi saltaram, mas o chão mantinha-se eléctrizado. As duas não se iriam manter muito no ar e Naomi pensou em algo rapidamente. Levou o rapier á frente da sua cara concentrando chakra sobre a lamina. Com um golpe rápido em direcção ao solo três espadas identicas feitas de vento cravavam-se no chão e logo em seguida explodiam, criando um pequeno tornado que elevava as duas no ar.
-- O meu jutsu Fuuton: Kucho Fuyo (Fuuton: Suspensão Aérea) não vai aguentar-nos durante muito tempo. – disse Naomi enquanto flutuava um pouco caoticamente a uns 2 metros de altura.
-- A Kurenai ainda deve estar a tentar perceber o chakra deste demonio. – Disse Ino. Mal cá chegamos notei logo que seria muito dificil confundir o chakra destes seres.
-- Mas é impossivel coloca-los num genjutsu? – perguntou Naomi.
-- É possivel, mas só para quem realmente percebe de Genjutsu. Eu não o conseguiria sozinha. – disse Ino pensativa. – Bem vou ataca-lo. – disse Ino. Naomi percebeu logo o que ela queria e segurou os braços em frente ao peito em forma de “x” e Ino aproveitou esta plataforma para se projectar em direcção ao demónio.
Ino levantou a perna bem alto no ar e com toda a sua força atacou a cabeça do Demónio, colocando-o quase numa posição de vénia perante ela. Colocada sobre as costas do demónio atirou duas kunais e com um salto rápido espetou-as bem fundo com os pés. O Demónio tentava afasta-la com as asas e Ino saiu projectada mas caindo no chão de penas suavemente. O chão já não estava electrizado e parecia que tudo estava a favor para o grupo. Do buraco de onde o demónio tinha saido á instantes petalas de flor de cerejeira começava a aparecer, a flutuar lentamente em torno do Demonio. Rapidamente as petalas agarraram nas suas garras e corpo e tentavam imobilizar. Ino usava a sua técnica Ninpou, Shinranshin no Jutsu (Arte Ninja, Técnica da Confusão Mental) para prender os seus movimentos.
-- É agora. – disse Naomi. Colocou o rapier verticalmente em frente á sua cara e uma corrente de vento criava-se em torno da lamina. - Daichi no Mai: Jiten no Nanatsu Heijin Kaze (Primeira Dança: Giro das Sete Espadas de Vento). – com uma voz calma Naomi fazia um golpe lento no espaço, em torno do seu corpo.
A lamina ao passar criava sete copias de si mesmo em vento. Um vento agressivo e rapido que rodava sem se cansar formando e mantendo as espadas.
-- Ichi (Primeira)! – disse Naomi e a primeira espada moveu-se e apunhalou o peito do Demonio. – Ni no Go (Da Segunda á Quinta). – Mais quatro espadas iam em direcção ao demonio, mudando de direcção em plena trajectória, espetando-se no demonio na sua cintura, fazendo um enorme “x” entre as quatro. – Roku(Sexta)! – a penultima espada desfazia-se em vento e aparecia a alguns metros por detrás do seu alvo e com uma velocidade tremenda espetava-se no pescoço, trespassando. – Nana(Sétima)! – disse finalmente Naomi. A ultima espada elevava.se verticalmente no ar e colocava-se sobre a cabeça do demonio e com um movimento rápido e calmo, trespassava o seu cranio. O Demonio começava a convulver-se todo, as petalas dissipavam, as espadas desapareciam e Ino cancelava a sua técnica. O demónio, agora no chão, acabava por desaparecer, “derrentendo” por entre as penas. Naomi voltava a guardar a sua espada, ficando só com o seu leque na mão. Kurenai aparecia ao lado de Ino e Naomi.
-- Demorei a perceber o seu fluxo de chakra, mas agora já sei combater aquilo. – disse Kurenai satisfeita.
-- Ai sim? – perguntou sarcasticamente Ino. – Então preparate pois agora é que a festa vai começar. – disse ela apontando para o fundo, onde era bem visivel centenas de revenantes e no ar podiam-se contar pelo menos mais uns quatro demonios iguais aquele que tinha acabado de morrer.
-- Ah… Vamos ter alguma diverção estou a ver. – disse Naomi com um sorriso, apertando a bandanda da vila de Konoha bem apertada na sua perna. – Eles que venham. – terminou com um sorriso….

____________________________________
They Can Also Fight!
GIRL POWER TO THE RESCUE!!!! xd

(a ordem continua a mesma :3
So fiz isto para me divertir com a Team Girl Power Flower Mind Wind :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Sab 6 Fev 2010 - 13:39

* Diversos Maikos, alguns a flutuar em plataformas de penas, outros em pilares brancos mantinham selos, diversos selos, que impediam que as penas ficassem menos densas. Maiko sorriu ao ver o seu grupo cada vez mais longe.
Sons electricos apareciam por cima daquela plataforma. Maiko olhou para os céus e viu o mesmo ser alado demoniaco que tinha destruidos os seus olhos de plumas. Os seus olhos abriram-se. Manter a ponte o máximo possivel era a prioridade… Mas conseguiria Maiko leva-los longe?
Aquele ser criava o que parecia ser uma espada electrica branca-arroxeada numa das suas enormes mãos em forma de garra. Com um impulso começava a destruir os clones de Maiko que desapareciam em fumo e penas. As infrastruturas começavam a ceder. Maiko quase que nem tinha tempo de reacção. Aquele demonio era estupidamente rápido.
Aquela garra trespassava por completo Maiko, manchando as penas de vermelho sangue. Os olhos de Maiko abriam-se em choque…*


Angelus, Kazuki e Broly já se encontravam seguros, quer dizer pensavam eles… Os três conseguiam perceber as perturbações no chakra de Maiko o que os deixava bastantes inquietos.

“Não devíamos tê-lo deixado fazer isto” diz Kazuki
“Não te preocupes, ele sabe o que faz e o que vale, senão fosse capaz de aguentar não o tinha feito” responde Broly
“Sim isso é verdade, mas sinto um chakra forte junto dele e bastantes perturbações no dele e não sabemos se ele usou demasiado chakra” depôs Angelus
“Pois, este ambiente é muito mais pesado, poderá levar-nos ao desgaste muito rapidamente, mas não podemos ficar aqui parados.” afirma Kazuki
“Sim temos de continuar!” exclama Broly
“Vamos, mas antes vou enviar um bocado de chakra ao Maiko, pelo sim e pelo não, confirmem só se o sentem na mesma localização que eu” diz Angelus
“Porque não usas o doujutsu?” pergunta Kazuki
“Estou a evitar a sua utilização, mas isso agora não interessa” afirma Angelus
“Okay!” responde Kazuki

Broly e Kazuki concentram-se um pouco, dizendo a localização onde sentem que o Maiko está, para que Angelus pudesse enviar um pouco de chakra para o mesmo, de modo a não se enganar e enviar para um demónio. O processo demorou um pouco mais do que o normal, tendo em conta o peso do ambiente e da enorme distância que os separava.

“Enviado” diz Angelus
“Vamos amigos!” exclama Kazuki

Os três continuam o caminho, com a esperança que Maiko rapidamente se junte a eles, mas algo de estranho se estava a passar, pareciam irem dar sempre ao mesmo local, por mais diferentes caminhos que usassem.

“Mas que merda, estamos sempre a ir para o mesmo sítio!” grita Kazuki
“Algo bastante estranho se está a passar, mas não sinto nenhum perturbação” afirma Broly
“Uma coisa que reparei, à medida que estamos aqui o ambiente torna-se cada vez mais pesado para nós humanos.” expõe Angelus
“Temos de sair daqui rapidamente, temos descobrir o que está a fazer-nos voltar sempre ao mesmo local” diz Kazuki
“Temos três hipóteses possíveis, ou estamos numa espécie de Genjutsu, ou num Ninjutsu poderoso, ou em algo completamente diferente” expõe Broly
“Genjutsu não é, posso garantir-vos isso. Mas vamos tirar a prova dos nove.” Diz Angelus criando um Kage Bushin

O Kage Bushin de Angelus avança sozinho, enquanto os três shinobis de Konoha, ficam a espera de alguma notícia da parte dele, ou do próprio Angelus, dependendo do que ocorresse… passado pouco tempo, o clone de sombra de Angelus aparece nas costas deles…

“NANI!” exclama o Kage Bushin

Os três shinobis viram-se rapidamente, já com armas prontos para atacarem, mas depressa reparam que era o clone de sombra que tinham enviado em reconhecimento.

“O que se passa aqui, esta perda de tempo não é nada boa!” exclama Kazuki
“Ainda agora estava, não sei onde, e do nada apareci atrás de vocês, fui sempre em frente por isso era impossível vir parar ao mesmo local”diz o Kage Bushin
“Isso não é bem verdade, pelos vistos é possível, mas tem de haver algo que esteja a fazer isso” responde Broly
“Ou alguém” diz Kazuki
“Hey! Aparece de uma vez por todas se tens coragem!” grita Angelus querendo terminar com aquela situação que os atrasava

No meio da escuridão, alguém com um poderoso chakra se aproximava dos jovens shinobis de Konagakure, o que os deixava perplexos, pois em poucos segundos sentiram um chakra que não estava ali, parecia que se tinha teletransportado para o mesmo.

“Olá a todos” diz alguém com bastane calma acabado de sair da escuridão
“Não pode ser…” diz Broly admirado com quem estava a sua frente
“Isto não é real” afirma Angelus a tremer
“Acredita que é Angelus. Vocês não mudaram muito o que é uma pena, assim será fácil eliminar-vos” diz o inimigo
“Eu estou a reconhece-lo, ele é o …” expõe Kazuki até que é interrompido
“Kenji Shinta…” diz inimigo

Ps: Utilizem ---» http://www.narutoportugalrpg.com/eventos-especiais-f18/shinobi-vs-demonios-especial-comentarios-t6070.htm.

Ps2: Supe, vou-te enviar uma mensagem
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
SupeRaul

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Localização : Sou um vírus informático!
Número de Mensagens : 2685

Registo Ninja
Nome: Broly Ruther
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 29674
Total de Habilitações: 542,5

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Qui 11 Fev 2010 - 1:34

-Primeiro um caminho que vai dar sempre ao mesmo lugar, e agora isto, pois claro. Loiro, termina logo com esse genjutsu e vamos prosseguir. – Disse Broly, mas Angelus não respondeu, permanecia pasmado a olhar para Kenji. – Angelus!
- Cala-te Broly! Devias saber também, isto não é uma ilusão. - Respondeu Angelus, um pouco exaltado. Desde o surgimento de Kenji que este não parava de tremer.
Apesar da aparência dizer que sim, Broly não estava convencido, e só havia uma maneira de resolver as coisas: Atacar Kenj, e assim o fez. No entanto, ao ver o falecido amigo a retirar a espada, Broly travou…era a mesma que Kenji usava no passado.
- Porque paraste Broly? Tens medo de armas? Não eras tão cobarde na última vez que te vi. – Disse Kenji a rir, realizando uns selos. – Katon: Gougakyuu no jutsu! – E Kenji expeliu uma bola de fogo na direcção de Broly que, com a pandoru no yuurei, se disseminou em tinta com o fim de evitar aquele ataque. Era também uma técnica que Kenji conhecia.
- Não pode ser…- Proferia Broly incrédulo, assim que recuperou sua forma humanóide após a aglomeração das gotículas de tinta.
- Broly, Kazuki, vão. Eu trato dele. – Disse Angelus caminhando para a frente de Broly, num ar bastante serio que ninguém se iria atrever a contradize-lo.
- Certo. – Respondeu Broly fazendo um sinal para Kazuki.
- Independentemente do que aconteça, sobrevive Angelus-san. – Disse Kazuki que, junto de Broly, partiu para a frente sem ligar a esse novo inimigo.
Kenji já se preparava para impedi-los de prosseguir, mas Angelus surgiu exactamente a sua frente numa grande velocidade, segurando-o fixamente no seu antebraço.
– Kenji, não sei que te aconteceu mas, se realmente pretendes nos eliminar, então é comigo que terás de lidar primeiro. – Avisou Angelus seriamente, mostrando-lhe aquele seu Ryuugan.

Kazuki e Broly já estavam bem distantes de Angelus e Kenji e, durante todo o caminho, não foram incomodados por nenhum demónio, o que em vez de lhes deixar mais tranquilos, lhes inquietava ainda mais...estava a ser demasiado fácil prosseguir.
- Isto não é normal, alem de já não estarmos a andar as voltas não aparece nenhum demónio, estou com um mau pressentimento. Que achas disso, Broly-san? – Questionou Kazuki.
- Kenji, tu… - Broly ainda estava incrédulo, ver Kenji era das últimas coisas do mundo que este esperava que poderia acontecer.

Flashback
Estavam vários dos gennins recém formados a realizar a sua primeira missão em conjunto, uma missão de Rank D, que consistia em limpar um hotel de cima a baixo, assim como pinta-lo, com a supervisão de Loki. Entre estes estavam Broly, Angelus, Riku, RVN, Makimoro e Kenji.
- Estes novos gennis, prometem, alem de terem sido estudantes exemplares…tirando o Broly que só me deu problemas…demonstraram ser possuidores de habilidades peculiares. Serão sem dúvida futuros grandes shinobis. - Pensava Loki ao vê-los trabalhar recorrendo as suas habilidades.

Apesar do longo e aborrecido trabalho que estava esta missão a ser ambos se divertiram muito, partilhando entre si conversas interessantes, piadas e até pregavam partidas uns aos outros. Quem não parecia se estar a divertir, socializar ou mesmo trabalhar era Broly Ruther, o rebelde da academia ninja, que se mantinha num canto isolado, encostado a uma parede que este devia estar a pintar, de braços cruzado e perdido em seus pensamentos de ar serio, que afastava qualquer um de se aproximar dele.
- Olhem para aquele, alem de antipático não faz nenhum. – Disse Makimoro. Apesar de também não ser um Mr. Simpatia, não se dava com Broly. Discutir com ele era algo que já fazia parte da sua rotina diária.
- Ele não é antipático! Apenas é um bocado carrancudo… - Disse-lhe Kenji Shinta, atirando para o lado a vassoura e fazendo o que nenhum gennin fez até ao momento: Falar directamente com aquele briguento. Angelus, que se empenhava no seu trabalho, sorriu ao ver que o seu grande amigo ia ter uma grande iniciativa e que, provavelmente, lhe iria por alguma coisa na cabeça.
- Yo Broly, tudo bem? Já estás cansadinho? – Kenji tentou gentilmente meter conversa, mas Broly ignorou-o por completo. – Apesar de não me deixares te perceber, sinto que temos algo em comum…que ambos guardamos um segredo, um poder que diariamente nos roí por dentro. No meu caso vou confessar-te que eu possuo um grande poder dentro de mim que, se totalmente libertado, poderá ser fatal para tudo e todos.
- Ho? - Broly olhou para ele, parecia que Kenji tinha conseguido chamar a sua atenção. - De facto sempre senti algo estranho em ti, algo que nunca nos mostraste durante a academia. Mas, se isso é verdade, então porque é que não o usas para trazer paz a esse mundo moribundo?
- Tu e essa conversa, kakaka...Não é tão simples, esse poder matou uma pessoa importante para mim. Alem do mais, Broly, não é por sermos possuidores de um grande poder que devemos usufruir dele. No entanto, quando o objectivo for proteger aqueles que nós verdadeiramente amamos, até o mais bizarro poder poderá ser domado devido a uma força interior superior, e deverá ser usado para os proteger. Não concordas comigo? – Respondeu Kenji, estendendo a mão a Broly. -
Broly permaneceu imóvel, calado e pensativo, olhando fixamente para Kenji. O facto de ter nascido vampiro era um duro fardo que traria ainda muitos problemas ao longo da sua vida, e o que Kenji queria dizer, apesar de não conhecer a situação de Broly, era para ele tentar olhar para isto de uma forma positiva, ver-se como alguém especial e não como um monstro e, quem sabe, um dia conformar-se com este seu destino, e até agradecer aos céus por ele um dia quando este poder for necessário para proteger alguém que ele realmente gosta. Mas deste a morte de seu pai adoptivo não houve ninguém com que Broly se importasse, e acreditava que alguém assim jamais iria existir, o que fazia toda aquela conversa incompatível com ele.
- Parece que não me compreendeste…talvez um dia entendas o que estou a dizer. Embora aches que não, todos gostamos e nos preocupamos contigo. E agora vamos, tu trabalhas com tinta, por isso esse trabalho é canja para ti. – Kenji continuava a sorrir, e sua mão estendia já doía, mas não desistia de a dirigir a Broly até este a apertar.
Broly mostrou um ligeiro sorriso. “Eles preocupam-se”? Pensou. Mas deu a mão a Kenji e, desencostando-se da parede, foi ao encontro dos seus companheiros.


Broly “acordou” como se tivesse apanhado um grande susto no meio de um sono, devido a uma grande chakra que se acercava deles. Kazuki também a sentiu e ambos pararam e encostaram suas costas um no outro, prestando atenção a tudo o que lhes rodeava até identificar o paradeiro do inimigo, que parecia nunca mais chegar.
- Não procurem mais, aqui estou eu. – Disse o portador daquela energia. Ao olhar na direcção da voz viram uma sombra de um homem a cercar-se de braços abertos. Possuía um cabelo enorme e forte que mais parecia uma torre em sua cabeça, e percebia-se que ele carregava várias espadas consigo.
- Yoshitora! – Proferiu Kazuki, metendo-se em modo defensivo, posicionando a sujaku a sua frente. – Que situação inoportuna, Ksá! Não temos tempo a perder com esse tipo.
- Um Kuro, hum? – Proferiu Broly, pousando a Kamahoshi no solo. – Kazuki, põe-te a milhas daqui. Eu cuido dele.
- Estás louco! Não te vou deixar aqui sozinho, nem mesmo tu poderás com ele sozinho. – Retorquiu Kazuki, sem retirar o olhar de Yoshitora.
- Sabes porque é que estas aqui, certo? E sabes o porquê de eu ter vindo? É obvio que sabes o porque estás aqui, mas quero que saibas agora o meu motivo: Estou aqui porque sou teu amigo, e farei tudo o que puder para te ajudar. Portanto, deixa-me fazer o raio do meu trabalho, e vai já fazer o teu! – Disse Broly, metendo-lhe a mão no ombro, e metendo-se a sua frente.
- Mas, Broly-san…
- Não te preocupes. Sabes, ambos temos algo em comum, possuímos um poder bizarro dentro de nós que ao longo de nossas vidas nos tem roído por dentro. Não é por possuir um estranho poder que devemos usufruir dele, no entanto, quando o fim é proteger aqueles que realmente gostamos, até o mais abominável poder poderá ser controlado e deverá ser utilizado para os proteger. É por isso que, tanto eu quanto tu, sairemos dessa em pune apesar dos grandes obstáculos que seremos obrigados a ultrapassar. Agora vai.
- Hai! É raro teres esse tipo de conversas, quem diria. – Disse Kazuki a rir, realizando uns selos.
- Diz isso a alguém, e eu nego tudo. – Retorquiu Broly, antes de Kazuki desaparecer deixando um rasto de raios. Apear de ter partido com um pequeno sorriso, Broly sabia que Kazuki estava, naquele momento, mais serio que nunca. – Boa sorte, Kazuki. Kenji Shinta, mais que nunca entendo o que me querias dizer naquele tempo, nunca em condição alguma deixaria a minha forma vampírica aparecer e auxiliar-me no meu trabalho. No entanto, este caso é diferente. Hoje sei que há quem gosta de mim e, se necessitar, lutará a meu lado, assim como há quem eu goste e de quem farei tudo para ajudar, e Kazuki é, provavelmente, aquela pessoa que eu posso chamar de melhor amigo. Portanto…

Yoshirora já se preparava para seguir Kazuki, quando sente um enorme poder a suga-lo em direcção de Broly, era as suas múltiplas espadas que pareciam querer sair de suas bainhas e ir ao seu encontro.
- Lamento, cabelo á Arranha-Céus, mas teu adversário sou eu. - Proferia e provocava Broly, tranquilamente, ao concentrar o seu poder magnético.
- Miúdo ingénuo, não fazes a mínima do poder dos ninjas do pentagrama. – Desaparecendo num rápido movimento e, mostrando-se indiferente ao poder magnético de Broly, Yoshitora surgiu diante deste, já com a Yugao na mão direita e, num movimento perfeito com a mesma, no sentido vertical, acreditou ter trespassado o lado direito do seu tronco, chegando a demonstrar um sorriso chapado no rosto, o mesmo que acabara de provar um impiedoso Konoha Gouhourairaku de Broly, que o fez ser violentamente impulsionando alguns metros para trás, mas ainda assim conseguiu cair de pé. Foi também quando este percebeu que sua espada, Yugão, não trespassou o corpo de Broly porque, milésimos antes disto, fora misteriosamente e facilmente destruída, se mesmo ele dar conta disso.
- Desde que te vi com essas armas todas que deduzi que eras um forte utilizador de kenjutsu, o que é bem conveniente para mim. No momento em que tua arma contactou com meu corpo se quebrou devido a uma habilidade que, desde que manipulo na perfeição, nenhuma arma de metal me conseguiu ferir. Kinzokuton! E não serás tu o primeiro, Arranha-Céus.
- Asagao, não chores, Yugão será vingada, juro! – Falou Yoshitaro para uma espada como uma menina fala para a sua boneca, parecia mais triste por perder uma das suas armas do que por ter levado um murro e estar a ser gozado por Broly. – Broly, hum? Ele é bom…neste caso, não irei olhar a meias medidas. – Pensava Yoshitora ao levantar-se, mostrando no fim um sorriso sádico para Broly. - Hanson no Tamachii!

________________________________-
O Horn não vem desde 1 de fevereiro, não sei se aconteceu alguma coisa, mas achei melhor saltar a sua vez para isto não ficar parado ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vini

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 20
Número de Mensagens : 804

Registo Ninja
Nome: Arano no Chi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Sex 12 Fev 2010 - 19:00

@Drialmeida escreveu:
Ambos os gennins corriam rapidamente na direcção de ambos os kages que haviam ido à sua frente. Enquanto passavam por o demónio de grande porte, olhavam para este caído de uma forma bastante orgulhosa.
Mas rapidamente o orgulho dos gennins desaparecia, quando uma das grandes mãos do demónio agarrava na perna de Raiken e o elevava do solo.

- Eu tenho a certeza que o atingi no coração – Afirmava Dri, não querendo acreditar que o demónio continuava vivo depois daquilo.
- Trengo, nós estamos a falar de demónios – Protestava Rima, tentando apenas arranjar alguma ideia que ajuda-se Raiken.

O demónio possuía um ferimento um quanto grave no peito, criado por o endhand de Dri. Mas isso não impedia o mesmo de se mover.

- Este parvo não me larga o pé! - protestava irritado Raiken...
- Não te mexas Raiken nós tiramos-te daí em minutos ou segundos... - dizia Dri algo preocupado com o recém Gennin... - "Por** não posso usar Katon durante 25minutos tenho de me limitar ao Raiton!" - pensava agora.
- Eu não tenho minutos, muito menos segundos! Hirameki no Jutsu! - Raiken fazia o selo Rato com dificuldade devido ao demónio estar a abaná-lo no ar, concentrando chakra Raiton á volta do selo liberta o chakra num só golpe fazendo o demónio largar-lhe e ficando com as mãos enormes nos seus olhos durante breves segundos...
-WRATHHH! - rugia o monstro ainda com as mão nos olhos.
- Mais poucos segundo e eu perdia a perna! - resmungava com um ar de ódio e raiva para Dri e Rima.
- Parece que teremos de o desintegrar por completo. E para isso temos de trabalhar juntos... TODOS! - olhando com um olhar de má para Raiken que olhava para ela com olhos sombrios.
" Ainda faltam 10 minutos tenho de esforçar-me no Raiton..." pensava ainda Dri algo nervoso.
- Tive uma ideia... Rai podes usar esse Hirameki no Jutsu de novo? Quero experimentar algo... - dizia Rima virada para Raiken...
- Claro prepara-te ao meu sinal... Três... Dois... Um... Hirameki no Jutsu! - Raiken volta a fazer o Selo do Rato com calma enquanto se aproxima do demónio que liberta novamente a energia com o Selo Pássaro causando um Flash de Luz deixando o demónio sensível no chão.
- Houka Kasai no Jutsu! - Rima concentra chakra Katon nos seus pés e mãos chakra katon fazendo a temperatura subir á sua volta depois Rima dá um impulso fazendo um jacto de fogo sair-lhe dos pés elevando-a a quase 10 metros do chão! - Mer**! - nota-se uma expressão de terror na sua cara e o jacto desaparece - Housenka no Jutsu - diz ela ainda no ar fazendo alguns selos e concentra chakra katon no peito fazendo lançar várias bolas de fogo em direcção ao demónio ainda caído. Rima ainda a cair é salva por Raiken que saltara na sua direcção para a salvar da queda.
- Obrigado... - dizia Rima, mas nessa altura Raiken deixa-a cair no chão e vira as costas.
- Vamos lá Raiken temos de o apanhar! - dizia Dri enquanto fazia selos e concentrava chakra Raiton. - Raikyuu! - Dri lançava uma bola de raio atirada ao demónio que tentava fugir.
Em quanto isso Raiken tirara a sua Dai Kunai das costas e corria em direcção ao Demónio atingido pela Raikyuu de Dri. Desferira 2 golpes cortando um dos braços do monstro e o outro inutilizado pelo Raikyuu de Dri e pelo Housenka de Rima.
- Katon Bi Naga no Jutsu! - Rima não se deixa ficar para trás e faz alguns selos criando duas serpentes de fogo que saiem da sua boca apertando o braço que restava do monstro.
Nesse momento o monstro liberta-se das serpentes e vendo Raiken perto de si aperta-lhe o braço tapado pela manga com muita força fazendo este partir-se.
-AAAAAHHHHH!! - Gritava Raiken remexendo-se de dor no chão. Rima corre em seu auxilio e usa um Chiyute no Jutsu faendo uma bolha de chakra verde nas suas mãos e passa pelo braço de Raiken durante algum tempo.
- O... Obr... Obrigado - dizia Raiken ainda com dores...
- Não esforces o braço se não vai piorar... Fica quieto que eu e o Dri tratamos de tudo.
Rima e Dri começaram a atacar Rima estava com uma Katana na mão sendo que Dri tinha algumas kunai todas presas por Fios de Nylon. Rima é a primeira a atacar. Corre em direcção do Demónio e faz tudo para lhe cortar a cabeça mas apenas consegue desferir dois golpes no seu corpo e alguns cortes na garganta. De seguida Dri atira as suas Kunai todas presas que se enrolam na cabeça do monstro e sufocam de seguida as kunais cortam-lhe a cabeça que sai a rolar pelo chão. O Demónio agarra-os aos dois só com uma mão e começa a estrangular-los, mas nesse preciso instante Raiken aparece e morde-lhe o braço com força capaz de lhe arrancar parte e começa a esmurra-lo com o braço direito. O Demónio larga os dois shinobis e atira Raiken para longe.

- Obrigado Raiken salvaste-nos a vida... - Agradecia Dri e Rima ao mesmo tempo.
- Sempre ás ordens - dizia Raiken com um sorriso na cara.
- Já passaram 25minutos! Kaki Bunshin no Jutsu - Dri concentra chakra katon e faz alguns selos criando três bunshins de fogo com tons avermelhados e alaranjados na pelo e na roupa.
- Tsuchi Bunshin no Jutsu - Não ficando para trás Rima faz alguns selos e concentra chakra Doton e cria três bunshins de terra com tons esverdeados e acastanhados.
- Raiu Karasu - Raiken faz três selos e rapidamente mas um pouco atrabalhado cria três corvos pequenos que voam em direcção ao Demónio um deles fura um dos olhos e os outros dois vão em direcção das pernas fazendo-o cair. O Monstro completamente cego levanta-se e anda aos trambolhões.
- Qual de nós é o mais leve? - perguntava Dri a Rima e Raiken. Raiken e Dri olham para Rima.
- Não olhem para mim assim... Uma rapariga nunca revela o seu peso! - dizia Rima. Mas Raiken e Dri fizeram um olhar sério e depois fizeram sinal para ela olhar o monstro que vinha na direcção dos três amigos. - Ah! Ok eu peso 58kg. Mas não quer dizer que seja a mais leve!
- Eu peso 65kg por isso já não sou eu, agora tu Raiken?
- Eu peso 39kg... - dizia Raiken já preocupado...
- Então pronto tu vais ser a "bala". Vamos fazer isto eu e a Rima com a sua força bruta... - dizia Dri mas é interrompido por Rima.
- O que é que tu disseste!!!!? - gritava Rima.
- Nada... Então nós atiramos-te para o ar mais ou menos para cima do monstro e tu tentas cortá-lo concentrando um pouco de chakra na tua Dai Kunai. Assim é capaz de fazer efeito.
- Não sei não... - dizia Raiken
- Mas eu sei prepara-te Rima! - dizia Dri pegando no braço de Raiken seguida de Rima. -Três... Dois... Um... ATIRA!
Dri e Rima atiram Raiken que dá um mortal por cima do Monstro e tira a sua Dai Kunai rodeada por uma aura amarela.
- Banzai! - dizia Raiken que cortava-o em dois e logo a seguir faz alguns selos concentrando chakra e cria um chicote de trovão atirando o que restava para Rima que parte tudo em bocados com diversos socos carregados de chakra.
- Bruta... - dizia agora Dri.
- O quê? Toma lá isto faz algo de jeito! - Rima atira-lhe os restos.
- Te no Kouen! - Dri concentra uma aura vermelha nas mão que rapidamente se transforma em fogo e junta as mãos. - Basic Endhand! - Agora a luz vermelha se torna mais intensa e quando Dri abre as mãos aparece um Bola de Fogo muito brilhante que faz os restos do monstro transformarem-se em cinzas...
- Bom trabalho! - dizia Rima muito feliz.
- Bem vamos lá não temos tempo a perder vamos ter com os Kages - dizia Dri que começava a correr seguido de Rima e atrás Raiken. Os três shinobis corriam o mais que podiam deixando as cinzas do monstro para trás e as más memórias também.
Voltar ao Topo Ir em baixo
itachi dattebayo

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : No escritório do Kishi
Número de Mensagens : 9439

Registo Ninja
Nome: Kazuki Hitsuyaga
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 12650
Total de Habilitações: 383,75

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Qua 17 Fev 2010 - 13:31

IZURA VOLUME IV - BATALHAS EM SAMSARA PARTE II

Nova ordem de postagem:



Supe
Killer
L Mars
Rima
Dri
Raiken
Datte

Primeiro o Killer porque ele ira lutar contra o Kenji Sozinho

Supe porque a batalha contra o Yoshitora terá inicio com ele sozinho

Rima Dri e Raiken acho que podem fazer um texto unico ^^

Eu por ultimo para dar o Final da Saga ^^

Boa sorte xd
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/eddywang
SupeRaul

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Localização : Sou um vírus informático!
Número de Mensagens : 2685

Registo Ninja
Nome: Broly Ruther
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 29674
Total de Habilitações: 542,5

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Sab 13 Mar 2010 - 12:24

- Hanson no tamachii!
- Não sei que está ele a fazer, no entanto… - Pensou Broly, criando uma katana com o seu hagane keiri. – Não vou correr riscos.
Broly partiu para yoshirora, tentando dirigir-lhe um golpe horizontal na garganta, que ele defende ao posicionar uma das espadas a sua frente, resistindo eficazmente a força de Broly e ainda o repelindo para trás.
- Nani? Calculei a sua força e velocidade, e tenho a certeza que sou bem melhor que ele nesses aspectos, mas parece que ele do nada evoluiu em ambas habilitações. – Deduziu Broly, apenas por observar um movimento de Yoshitora, que parecia também fisicamente um pouco diferente.
- Apenas 50% da Hanson no Tamachii, não tem problema, não irei precisar de mais! – Disse Yoshitora, sacando outra espada e tentando atingir broly, que não teve tempo de voltar a utilizar o hagani hen’i, mas conseguiu repelir o golpe com o seu jiryoku (magnetismo).
Seguidamente Broly tenta utilizar o hagani hení, impulsionando seus membros a ambas as espadas de yoshitora, mas este esquiva-se bem rápido para trás, protegendo a todo o custo as suas “meninas”.
- É um raio de um adversário, se meu kenjutsu não funciona dificilmente irei vence-lo assim, por isso… - Pensou Yoshirota, guardando a Nadeshiko e sacando a Shirayuri. – Prepara-te!!
Yoshitora correu para Broly e, para sua surpresa, deu um golpe horizontal no próprio ar, bem distante de Broly, e desta saíram disparadas uma lâmina bem densa de pétalas. Sem esperar uma habilidade deste tipo, Broly não tinha tempo para se esquivar, acreditava que bastava a sua manipulação de metais para impedir aquele golpe, felizmente Broly conseguiu evitar o pior com a pandoru no yuurei, se desfazendo em tinta.
Assim que voltou a forma humanóide, Yoshitora prosseguiu com aquela habilidade, fazendo no ar golpes consecutivos, rindo-se sarcasticamente, vendo Broly correr como louco para salvar a sua pele. Broly já perdia o ritmo e fora atingido de raspão nas costas, e o ferimento causado foi bem mais grave do que daquilo que era suposto.
Atingido por aquela habilidade, Broly enfurece-se e intensificou a sua jiryoku, criando uma onda magnética mais intensa, conseguindo impedir yoshitora de prosseguir com os golpes com a sua espada por haver uma força invisível que a impulsionava para trás, apesar da distância que os separava.
- Um…dois… - Disse Broly que, em vez de proferir “três”deixou o jiryoku e utilizou rapidamente dez selos. – wangetsu no kinzoku!
Um pilar de metal ergueu-se exactamente por baixo de yoshitora, mas não o suficiente para o atingir: este desapareceu no veloz shunshin e surgiu diante Broly, com um sorriso diabólico, impulsionando a lamina de sua espada em direcção ao seu crânio. A lamina “travou” em menos de um milímetro entre ambos os olhos perplexos de Broly, fazendo Yoshitora, novamente, recuar.
- Antes de utilizares aquela habilidade que destruiu minha espada tens de utilizar esse poder magnético, parece que ela é uma variação do mesmo, e minha velocidade não te irá permitir que a utilizes novamente, mas mesmo assim é impressionante como consegues evitar sempre os meus golpes, mas isso não irá durar para sempre Broly. – Disse Yoshitora.
- Podes querer que não. – Disse Broly, metendo-se em defesa. – ele agora tem vantagem de força e velocidade, e parece que consegue ficar pior. Não é grave, basta eu não o ir atacando por etapas, mas sim terminar isto num único ataque, antes dele perceber sequer que está perdido. – Pensou Broly a rir, a recuar para trás em vários saltos.
Broly retirou da bolsa um scroll e deixou-o cair no solo, onde este foi absorvido para o seu interior.
Yoshitora começou a correr em sua direcção, e em pouco tempo chegou perto dele e voltou a fazer aquela lâmina de pétalas, que Broly esquiva-se numa rápida pirueta para trás.
- Achas que vais fugir de mim para sempre?! – Disse Yoshitora confiante, que se preocupar em ataca-lo consecutivamente.

Broly apenas se ria para ele e, após efectuar uns selos, rasgou a cara confiante do Kuro. Um tremendo terramoto foi sentido por ambos, parecia que algo do outro mundo estava a tentar sair por baixo da terra.
- O que é isso? – Questionou Yoshitora, ao sentir algo a tentar sair por baixo dele, dando um alto salto para trás.
Foi quando, pelo meio de ambos os ninjas, uma gigantesca cabeça metálica de um dragão saiu por baixo da terra, seguindo-se o resto do seu extenso corpo. Ao sair por completo do solo o dragão rugiu, emitindo um som que parecia uma mistura de um dragão num eco metálico.
- Soko choujuu giga ryuu! – Proferiu Broly, e o dragão lançou-se em direcção a Yoshitora, que nem se atreveu a manter-se no caminho daquelas presas.
Yoshitora espantava-se pela grande velocidade que aquele dragão se deslocava para o peso que devia ter, mas não se deixava apanhar pelas suas investidas, que estremeciam o solo sempre que neste chocava. Tentou abrandar o avanço do dragão, com outra lâmina de pétalas criada pela sua Shirayuri, mas não fazia efeito contra aquele metal tão rijo.
Num espaço de três segundos, graças ao seu prestigiado doujutsu, conseguiu antever uma kunai magnetizada de Broly vinda por um lado. Broly conseguiu se deslocar até aquela zona de um modo tão rápido até um pilar metálico que por ali estava próximo com a sua Sekikomu. No entanto, por ter de se esquivar da veloz kunai magnetivada, Yoshitora viu-se sem escapatória possível perante as presas do gigante dragão de metal, que pretendia o devorar.
- Não! – Gritou ele, sacando a Tsubaki. Com a Tsubaki na mão esquerda fazia pressão nos dentes metálicos de cima do dragão, e com a Shirayuri impedia que a boca se fechasse, por fazer força para baixo contra os dentes de baixo. Yohsitora estava, literalmente, dentro da boca do dragão, tentando impedir que este o devorasse. A sua hanson no tamachii, que estava a 50%, intensificou-se com o fim de este conseguir suportar a tremenda força exercida pelo dragão, enquanto seu chakra esgotava-se como se Yoshitora fosse uma fonte de chakra aberta.
O dragão investia com a sua cabeça contra o solo, com o fim de fragilizar mais o Kuro, cujas forças não iriam durar para sempre, mas mostrava ser um ninja determinado, que faria de tudo até ao fim para sobreviver.
- Sayonara. – Proferiu Broly, impulsionando com força a kamahoshi para a frente, soltando da extremidade do bastão daquela quadrupla lâmina que, como um shuriken gigante, se dirigiu na mira do interior da boca do dragão metálico, onde Yoshitora já estava bem atarefado.
Foi tudo tão rápido e o dragão estava tão alto que Broly apenas ouviu o som do embater de armas e das fortes e pesadas dentuças do dragão de metal a fechar com força.
Pela boca do dragão escorria o sangue de Yoshitora como se fosse baba, e alguns fragmentos da Shirayuri. Broly já não conseguiu controlar mais aquele dragão, o consumo de chakra constante por o manipular e por ter feito todo o resto para apanhar Yoshitora de surpresa custou-lhe grande parte do seu chakra.
- Esta Hanson no Tamachii é das habilidades mais espantosas que conheço, de outra forma não conseguirias sobreviver a isto, parabéns Kuro. No entanto, os danos foram feitos. – Disse Broly, respirando fundo para recuperar algum folgo para a batalha que ainda não terminou.
- Miserável! – Exclamou Yoshitora louco em raiva, com a Hanson no tamachii a 100% e sem o seu braço direito. – Eu vou te eliminar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
SupeRaul

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Localização : Sou um vírus informático!
Número de Mensagens : 2685

Registo Ninja
Nome: Broly Ruther
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 29674
Total de Habilitações: 542,5

MensagemAssunto: Re: Shinobi vs Demonios - Especial   Dom 6 Jun 2010 - 18:22

- Esta Hanson no Tamachii é das habilidades mais espantosas que conheço, de outra forma não conseguirias sobreviver a isto, parabéns Kuro. No entanto, os danos foram feitos. – Disse Broly, respirando fundo para recuperar algum folgo para a batalha que ainda não terminou.
- Miserável! – Exclamou Yoshitora louco em raiva, com a Hanson no tamachii a 100% e sem o seu braço direito. – Eu vou te eliminar!
A quantidade de chakra que Yoshitora libertava era aterradora, muito superior a que ele naturalmente possuía. O Kuro retirou o seu vestuário superior e, mesmo com um braço, amarrou-o com força a volta do braço cortado até o estrangular, impedindo a continuação da hemorragia, algo que lhe deve ter doido…

Broly mantia-se cauteloso a espera do primeiro movimento do seu adversário, quando é surpreendido quando ele retira as suas espadas restantes e atira-as para trás, onde estava o gigantesco dragão de metal inactivo, deitado ao longo do solo.
- Perdoam-me meninas, mas contra este adversário vocês não me poderão ajudar. Terei de mudar todo o meu estilo no qual sempre fui fiel. – Disse ele para as espadas, cerrando com força o seu punho esquerdo. – Vou te espancar até a morte, BROLY RUTHER!!!
Num movimento instantâneo Yoshitora surgiu mesmo a frente de Broly e, com um murro recheado de fúria atingiu-o mesmo abaixo do olho direito. Broly recuou num salto devido a potencia do dito golpe e, sem conseguir se desviar novamente, levou com mais golpes semelhantes a este, todos dirigidos ao seu rosto e todos com o punho esquerdo de Yoshitora, que terminou os golpes consecutivos com um murro mesmo no centro da testa de Broly.
- REPELE TAMBEM OS MEUS PUNHOS DESGRAÇADO! – Gritava ele como louco, completamente fora de si.
- Tanto poder. Apenas pelo facto da força e velocidade ter aumentado deixei de conseguir acompanha-lo. – Pensou Broly, levantando-se com coragem. Varias zonas do seu rosto estavam metalizadas, com o fim de, pelo menos, conseguir minimizar o risco de lhe partir alguma coisa e ganhar algum traumatismo, mas outras zonas do rosto possuíam grandes marcas negras.
- Metal corporal? Achas que irás conseguir evitar meus golpes com isso? – Yoshitora voltou a surgir diante de Broly sem lhe dar qualquer tempo de reacção e, dessa vez, empregou-lhe um violento golpe no estômago, seguido de uma joelhada no queixo e um murro mesmo no centro da face direita, fazendo-o voar disparado contra o solo. – Já não estas tão confiante, não é?
Yoshitora perdeu o sorriso quando viu que Broly, apesar de queixoso, levantava-se após tão potentes e precisos golpes, e pronto para muitos mais.
- Ele não varia muito de golpes, seu taijutsu é básico, mas se continuar assim…- Broly tentou observar Yoshitora, era difícil encontrar abertura em alguém que, em princípio, Broly sabia que não conseguia acompanhar. – O chakra…o chakra dele dissipa-se muito depressa, se eu suportar isto mais um pouco ele será obrigado a parar com isso e ai o enfrentarei cara a cara.
Yoshitora voltou a partir para Broly mas, desta vez, o jounin desaparece, utilizando a sekimoru (som metálico), transportando-se para junto do gigante dragão metálico inactivo.
- Isso é..? – Yoshitora estava a flutuar no ar, olhando perversamente para Broly. – Não me assustas: Wangetsu no kinzoku!
Por baixo de yoshitora um pilar ascendia desde o solo mas, facilmente, este esquivou-se e partiu para Broly que, mais uma vez, com o som metálico, transportou-se até ao referido pilar metálico.
Num salto bem alto Broly começa uma sucessão de selos, os da raiton: Kekuheki no jutsu. Sua ideia era criar uma espécie de triangulo eléctrico, entre todo o corpo do drago e o cone metálico recem formado mas, no momento que ia realizar o ultimo selo, uma mão agarra-lhe em seus dedos e, ao olhar para a frente, Broly depara-se com aqueles olhos amarelos ameaçadores de yoshitora que, sem piedade, dá uma poderosa joelhada no estômago de Broly, segurando-lhe de seguida em seu pescoço, empastando-o violentamente ao encontro do solo, onde as costas de Broly ficaram bem enterradas.
- Como pudeste pensar que um miúdo conseguiria vencer alguém tão esperiente quanto eu? – Disse-lhe Yositora a rir, pisando-o no peito com o seu pé. De seguida Yoshitora esmurrou-o no rosto consecutivamente até se cansar. Apesar das protecções metálicas no rosto de Broly, que cada vez ficavam mais enfraquecidas e desapareciam, os danos causados não eram nada bonitos de se ver. Broly sangrava do nariz e da boca, e seu rosto estava negro de tanta surra.
- Da-me nervos ver-te apenas com esses pequena hemorragia, se não fosse esse teu tão abençoado elemento já te tinha esborrachado essa cara. – Disse Yoshitora, pegando Broly pelo pescoço e levantando-o. – Mas isto acaba agora!
- …P.PÁRA! – Exclamou Broly, mirando-lhe um olhar penetrante, que emitia uma luz intensa. Era a saiminjutsu. Yoshitora manteve-se imóvel por uns segundos, mas depois acabou por largar todas as suas forças, deixando Broly pousar os pés no solo. – Aproveita agora…vá, agora… - Broly estava tonto, e quase já não tinha força nas pernas, que tremiam como se não as conseguisse controlar. – É a minha oportunidade, tenho de o atacar… - Broly canalizava chakra em seu punho direito e, junto de um estalar de dedos, começou a incendiar. Isto acaba aqui! – Mesmo quase sem equilíbrio Broly intensificou chakra katon em seu punho, que parecia uma torcha gigante e num fulminante blaze punch, atingiu Yoshitora em cheio no peito, fazendo-o patinar disparado a favor da força do impacto.
Queimaduras de alto grau foram causadas no peito de Yoshitora, e seu chakra já começava a falhar, sinais de que já estava com o chakra no limite.
- Agora ele vai começar a abrandar, é a minha oportunidade. – Pensou Broly confiante, no mesmo momento que apanha um sobressalto. Yoshitora, desafiando todos os perigos, em vez de deixar de consumir chakra, intensificou a sua concentração.
- Já me estou a danar com aquilo que me aconteça, mas uma coisa garanto…tu vais morrer!
E dizendo isso, Yoshitora partiu como louco para a frente de Broly, que apenas cruza os braços a sua frente e, num soco com tudo o que lhe restava, passou por entre os braços do jounin, e ANBU, de konoha e atingiu-o em cheio entre o queixo e a boca, fazendo-o ir disparado vários metros, até parar no solo.
- Venci? – Pensou Yoshitora, perdendo automaticamente o seu estado na hanson no tamachii e a sua íris, assi como também perdia todos os seus sentido. A ultima coisa que visualizou antes de encerrar definitivamente seus olhos, foi o rosto de Broly, ainda estendido no solo, virar-se para o seu lado. Afinal ainda estava vivo. – Falhei…
E sem qualquer chakra a circular em seu corpo, Yoshitora caiu de peito no solo.

Broly demorou cerca de um minuto para rastejar até ao corpo de Yoshitora onde, com seu jiryoku, fez com que uma das espadas ainda não destruídas do Kuro fosse parar a sua mão e, sem correr, riscos, dá um golpe definitivo em seu duro adversário.
- É incrível o nível que este homem chegou apenas por utilizar até ao limite as potencialidades da sua linhagem. Espero que os outros não tenham tido as mesmas dificuldades que eu. – Pensou o jounin, sentando-se ao lado do cadavel. – Kazuki, Maiko, Loiro, e todos os outros, espero que estejam todos bem, ainda quero lutar com alguns deles…

(feito um pouco a correr, minha vontade de terminar isso moveu-me xd
Força Bro!)
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Shinobi vs Demonios - Especial
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Mundo Ninja :: Eventos Especiais :: Eventos das Vilas :: Konohagakure-
'); }