Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 T1 - Os teus primeiros jutsus...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 28
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: T1 - Os teus primeiros jutsus...   Qui 31 Dez 2009 - 23:13

- E agora? O que será da minha vida?



Yukiteru - Parabéns filha!

Foi assim que Miya foi recebida em casa. Todos se tinham preparado, o seu pai voltara mais cedo do seu trabalho na loja, a sua mãe preparou um pequeno bolo para festejar e a sua irmã... Como sempre, Ayame continuava atrasada.

Koria - Sim, parabéns Miya! - Abraçava a sua filha ainda à porta de casa. - Anda ver o que fizemos para ti! - Declarou enquanto a levava para a cozinha.

Em cima da mesa, um pequeno bolo com cobertura de chocolate esperava pela chegada da mais recente kunoichi de Kumo. Logo lhe arranjaram cadeira e uma faca grande o suficiente para cortar o bolo. Estava a cortar a primeira fatia quando a sua irmã entrava à pressa pela porta. Arfava do esforço para chegar a tempo e carregava às costas uma pequena marioneta, pouco maior que Miya em termos de altura. Curvou-se e descansou um pouco na entrada da casa, até conseguir recuperar o fôlego.

Ayame - Cheguei... a tempo? - Perguntou.
Yukiteru - Não.
Ayame - Eu sabia! - Respondeu com uma chapada na propria testa.

A celebração continuou calmamente, Miya contou como era o exame de graduação deste ano e os seus pais escutaram enquanto tratavam de arrumar tudo. Ayame entretinha-se a arranjar o braço da marionete que trouxera, sempre a queixar-se entre dentes "Porra para isto! Não sabem tomar conta das coisas deles." Acabada a história e descansados, o pai decidiu sair com as duas filhas. Iria levar Miya para começar os treinos antes que fosse chamada para a sua primeira missão e Ayame estava já atrasada para voltar à oficina onde trabalhava.
A loja dos Yamanaka não era muito longe da sua residência. Cerca de três quarteirões acima estava o mercado da vila e lá a pequena loja de flores, habitual ganha pão do clã. A loja não costumava ter muitos clientes e por isso mesmo, Yukiteru nunca precisou de ajuda a tratar do negócio. Porém Miya não entendia o porquê dos treinos começarem logo na loja... Nunca lhe viu nenhum compartimento secreto onde pudesse treinar os hijutsus em pleno segredo.

Yukiteru - Vou então explicar-te o que vais fazer hoje. - Começou, abria a loja lentamente. - Hoje irei ensinar-te o básico de dois jutsus conhecidos por todos os membros Yamanaka, o Sekkou Jibikou no Jutsu e Sekkou Kuchi no Jutsu. - A rapariga continuou muda... - Ambos precisam que mantenhas contacto visual com o alvo e como não te vais conseguir mover enquanto os usares, é melhor estares sentada por baixo do toldo da loja. - Apontava-lhe um banco ao lado de um vaso cheio de orquídeas. - Continuando, para ambos, os selos são iguais. Cavalo, Cobra e depois este selo especial - Fez um selo numa figura triangular - e quando usas este último selo, olhas e apontas para a pessoa em quem queres usar. Não te esqueças de concentrar chakra no último selo.
Miya - Sim, pai. - Respondeu com um sorriso. Sentou-se no banco que o pai lhe tinha indicado. - Mas pai... Que efeito é que cada jutsu é suposto ter?
Yukiteru - Eu digo-te na altura... - A rapariga voltou a virar-se para a rua.

A primeira cliente daquela tarde entrava. Parecia ser alguém "snob", vestia-se bem e usava um perfume demasiado forte. Vinha acompanhada com outra senhora, de igual figura, mas de vestido diferente. Estiveram algum tempo na loja, a analisar a beleza das flores que estavam expostas, contudo saíram pouco tempo depois sem levar nada...

Yukiteru - Ouve-me bem. - Murmurou ao ouvido de Miya. - Quero que uses o Sekkou Kuchi no Jutsu e que me digas o que uma daquelas senhora está a falar. Limpa a tua mente, faz os selos e aponta para quem queres usar o jutsu. Tenta.

A rapariga assim o fez. Concentrou chakra, fez os três selos e parou no último, apontando-o para a mulher mais à direita. Quando proferiu o nome do jutsu sentiu parte da sua mente a ser puxada, semelhante a ser esticada e contorcida até se ligar a uma outra mente, mais afastada, mais resistente. O jutsu pouca duração teve, pois a sensação de ligação entre as duas mentes não durou pouco mais de alguns segundos e a rapariga voltou logo a si.

Yukiteru - Hum... Pouco chakra talvez? Ela ainda está num alcance razoável. Tenta outra vez.

Miya repetiu os gestos anteriores e com uma dose de chakra maior. A sua mente foi outra vez puxada e deturpada por aquelas novas sensações. Não controlava mais o seu corpo e este parecia agora uma concha de si própria, até começar a falar numa voz um pouco mais aguda e de sotaque diferente.

Miya - Gostou daqueles lírios à entrada da loja? - Começava a repetir as falas da mulher. - Sim, sim pareceram-me muito bem tratados, mas não confio nestas lojinhas de bairro. Quando é para comprar flores decentes, normalmente importo-as de Konoha, essas sim são de uma formosura imensa.
Yukiteru - Já chega. - Declarou o homem tirando Miya daquele pequeno transe. - Foi uma boa tentativa, mas terás que treinar mais para conseguires um auto-controlo sobre a técnica. Apesar de não estares no teu corpo, tens a noção do que o teu alvo diz e podes "desconectar-te" dele quando assim o quiseres. Nas primeiras tentativas será mais dificil, mas com prática chegas lá.
Miya - Sim pai. - Anuiu rapidamente.

Pouco tempo demorou até o próximo freguês aparecer. Desta vez um homem, bem vestido apesar de ser algo simples. Procurava por um pequeno conjunto de rosas, que Yukiteru rapidamente preparou e vendeu. O homem saiu logo de seguida e parou mais à frente perto de uma bancada com alguns vegetais.

Yukiteru - Desta vez fazes o Sekkou Jibikou no Jutsu e tens que depois me resumir o que o vendedor daquela bancada disse ao nosso cliente.
Miya - Ok. - A rapariga assim o fez. Concentrou chakra e fez os mesmos três selos. Apontou o último selo para o homem e esvaziou a mente como no jutsu anterior. O efeito fôra semelhante, a sensação pelo qual passava e a ligação que aparecia de repente com a mente do homem. Passava a conseguir ouvir o que o homem ouvia... - Estas belas melancias? 75 Ryo o quilo! São de boa qualidade! Veja como estão rijas! - A rapariga depois tentou forçar a sua própria saída, mas não conseguiu, teve que ser o pai a tirá-la do jutsu.
Yukiteru Boa iniciativa... Resultados?
Miya - Está a vender-lhe as melancias a 75 Ryo cada.
Yukiteru - Coitado do rapaz! Vai ser roubado é o que é... - Declarou enquanto voltava para dentro da sua loja. - Por hoje chega. Praticas os jutsus noutra altura com a tua mãe, agora podes ir para casa. Tiveste um dia em cheio.
Miya - Ok pai. - Ergueu-se e pôs o banco dentro da loja. Deu meia volta quando mesmo à sua frente um pequeno rapaz roubava a mala de mão de uma mulher.
Mulher - Parem que é ladrão! - Gritou, aflita, mas estupidamente não perseguia o lento rapaz. A rapariga olhou para o pai que estava de costas a preparar um novo arranjo de flores e correu atrás do rapaz.

Não era muito rápido, devia ter os seus dez anos e parecia conhecer bem as ruas locais. Miya por seu lado não tinha um corpo ágil do seu lado, mas sabia desenrascar-se. Foi o mais rapidamente possível atrás do rapaz, sendo desviando-se das habituais bancadas de vendedores ambulantes, sabia já que o rapaz faria isso. Retirou de um par de shurikens e lançou-as. Não as apontou ao rapaz que não queria magoar, mas sim a um dos toldos da loja onde ele iria passar a seguir. Acertara quase em cheio nos seus dois alvos, cortando uma das cordas na perfeicção e a outra apenas a rasgando, mas era o suficiente. O pano caiu por cima do rapaz tapando-o totalmente.
A rapariga depressa saltou para cima dele, ficando às suas cavalitas e dava-lhe murros no que lhe parecia ser o peito dele até cair com o peso. Depressa tirou o pano de cima dele e o encontrou no chão, a arfar com o peso que carregara. Fez um conjunto de selos, ao que concentrou algum chakra e deu um pontapé nas mãos do rapaz, afastando a mala dele.

Ladrão - Ei! Isso é meu! - Reagiu ele, empurrando-a e lançando a fraca garota ao chão. Agarrou em algo invisivel a quem estava a assistir a cena e correu dali para fora...
Miya - Sushii no Genjutsu, como te adoro! - Pegou na pequena mala e foi devolvê-la à dona ainda a chorar no mesmo lugar onde tinha sido roubada.

__________________________
Os spoilers separam a parte filler da parte treino... Não se queixem depois do tamanho xd


Última edição por Kadmos em Ter 5 Jan 2010 - 20:54, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Número de Mensagens : 9651

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: Re: T1 - Os teus primeiros jutsus...   Sex 1 Jan 2010 - 15:07

Habilitações Corporais :
Força: 1
Agilidade: 1.5 + 0,25 = 1,75
Controlo de Chakra: 4 +1 = 5
Raciocínio: 4.5
Constituição: 1

Habilitações Ninja :
Ninjutsu: 2.5 + 0,5 = 3
Taijutsu: 0.5
Kenjutsu: 2 + 0,25 = 2,25
Genjutsu: 3.5 + 0,25 = 3,75
Selos: 2.5 + 0,75 = 3,25
Trabalho de Equipa: 1

TP: 3,75/5

Muito bom treino ^^
Parabens

Actualizado
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T1 - Os teus primeiros jutsus...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kumogakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }