Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Gascar


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Localizado no devido espaço localizado na ponta noroeste da casa de zé pay e que deveras fica entre um quadrado e uma formiga que se cruazam neste momento =D
Número de Mensagens : 292

Registo Ninja
Nome: Aang Pay
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 25
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Qua 11 Nov 2009 - 22:54

2º Treino de Aang Pay
Estava um dia cheio de nuvens, um dia normal para Kumogakure, levava no meu saco 2 sandes de mortadela com alface e ovo, 1 pêssego, um par de luvas, uns pesos para os pés do meu pai,
Spoiler:
 
shurikens, algum equipamento medicinal e água, e já estava pronto para treinar, parei num banco perto de minha casa e calcei os pesos. Desta vez quis ir para um sítio diferente, fui para uma encosta de um monte perto de Kumo, era uma zona muito rochosa onde predominava o granito e incrível que pareça, não havia lá grande quantidade de árvores. Fui para uma parte onde havia por acaso poucas rochas grandes. Sentei-me numa rocha que me serviu de banco, porque estava cansado, era a 1ª vez que tinha posto aqueles pesos, o que exigiu um bocado da minha resistência. Decidi transportar algumas para mais junto da minha área de treino para ser mais fácil e para não me afastar muito do meu equipamento. Estalei os dedos e pensei “Vamos lá começar”.

Olhei para uma que estava a uns escassos metros de mim, não era muito grande, chegava-me aos joelhos, mas de vista parecia suficiente para eu transportar. Pus as minhas luvas para facilitar o meu trabalho. Agachei-me, peguei numas covas que tinha a rochas e levantei-a. Não era leve nem pesada, e lá fui eu transportá-la. Não custou nada chegar à minha área de treino, mas agora queria pegar numa maior, e se possível uma que me chegasse aos joelhos. Esta rocha era mais arredondada que as outras à sua volta, e pensei que se calhar estivesse no topo da montanha e ao passar dos tempos as pontas da rocha arredondaram devido à chuva e caiu pela encosta abaixo até aqui… Mas não liguei à sua característica, interessava-me agora era levá-la para o meu local de treino. Abaixei-me, peguei na rocha e levantei-a, custou mais, mas lá consegui transportá-la. Caminhei uns passos e larguei a rocha…*PUM* a rocha caiu e largou um pouco de pó à sua volta. Virei-me para lado esquerdo e observei as montanhas que se viam dali. Respirei fundo, senti-a o ar a entrar para os pulmões. A seguir continuei o meu treino… Planeei pegar em mais algumas rochas parecidas como aquelas as duas. (10minutos depois) Fiquei um bocado cansado, pois, as rochas não eram pesadas, mas a quantidade era bastante o que foi significante do motivo do meu cansaço e arranhei-me um pouco nos braços, devido aos altinhos que as rochas possuíam. Sentei-me numas das rochas *AU!* piquei-me no rabo por causa daqueles malditos picos bicudos. E apercebi-me que tinha sido um grande burro porque podia ter-me sentado na 1ª rocha, já que era arredondada. Peguei na minha mochila, sentei-me, (que sorte não me piquei (lol)) pus a mão dentro do 3º bolso e retirei uma garrafa água. Comecei a beber e repousei um par de um quarto de hora.

Levantei-me devagar e espreguicei-me. Olhei para a minha retaguarda, e observei uma rocha um pouco maior que eu. Esta chegava-me ao pescoço, mas não consegui reconhecer a sua origem, tinha tons de castanhos-claros e escuros e um bocado de verde, tinha algumas partes arredondadas e outras e eu fiquei a pensar um bocado que seria feito aquela pedra… pensei, pensei, mas nada me ocorreu. Pensei para mim “Oh well, vou ver se consigo transportar a rocha.”. Com as minhas mãos, vestidas com umas luvas escavei uma cova de lado para conseguir levantar a rocha, mas não demorei muito a fazê-lo o que deixou com mais iniciativa para tentar levantar o calhau. Pus-me de novo de pé, relaxei as pernas e os braços, tirei os pesos e bebi de novo um golo de água. Achei que já estava pronto para a tentativa, abaixe-me, pus as mãos em algumas fendas. Fechei os olhos, concentrei-me e fiz força com os braços. Não estava a conseguir levantar… ao fim de 5segundos parei de fazer esforço. Pensei “Assim acho que não vou chegar lá!”, relaxei de novo o corpo, pus as mãos desta vez nas covas que tinha escavado, fechei de novo os olhos, concentrei-me ainda mais que a tentativa anterior, tentei concentrar chakra nos meus braços e nas minhas mãos e comecei a fazer força… “Anda lá Aang, sei que tu consegues!” Fiz o máximo de força que podia fazer, concentrei ainda mais chakra nas mãos, e incrível que pareça a rocha subiu pouco a pouco, iaa caindo areia que estava colado à rocha e bichos que estavam conjuntamente com a areia. Olhei para baixo, estava uma comunidade enorme de bichos, (bleargh que nojo), virei a cara de lado, parecia que ia vomitar. Comecei a caminhar para trás para ir para a minha zona de treino, a rocha estava a tapar a minha cara… os meus braços estavam a ficar cansados, mas parecia quase impossível o que estava a acontecer, estava a conseguir transportar a rocha para onde eu desejava que estivesse. Cheguei ao sítio onde queria que estivesse, pousei-a de repente e pensei para mim “ ALELUIAAA!!”. Os meus braços estavam todos doridos e cheio de cortes, estava todo sujo e com dois bichinhos no meu sapato e um no meu ombro, estava cheio de areia, porque descobri que afinal havia areia nas fendas na parte de cima da rocha.

Sacudi o cabelo, tirei o meu cinto com a minha bolsa de cabedal, as minhas calças e a minha camisa para tirar também a areia… Comecei a vestir tudo de novo e pus outra vez os pesos e duas sombras atrás da rocha, uma que era da rocha, e a segunda parecia um vulto de uma pessoa, e eu pensei “vou pôr em acção a nova técnica que eu aprendi com a minha mãe”. E assim o fiz... comecei a entrar para dentro da terra e comecei a navegar debaixo da superfície (uns 2 metros) e quando me preparava-me para sair, bati com a cabeça no calhau duro, e eu fiquei todo lixado, pois já sabia que ia ganhar um galo… e andei mais uns centímetros e de repente agarro nas pernas do inimigo e puxei para baixo com muita força… Saí fora da terra e de repente vejo que fui enganado, era um Kawamiri, o que me deixou ainda mais nervoso. E num instante senti a presença de alguém, e no momento que ia pegar nas minhas shurikens, uma kunai agarrada com uma mão aparece junto ao meu pescoço, e este consegue-me paralisar, pondo o outro braço a agarrar os meus outros braços, isto deixou-me lívido:

- Achas que conseguias pegar naquele monte sozinho? – Perguntou a pessoa por agora desconhecida.
Este retirou a kunai do meu pescoço e largou-me… Reconhecia a voz, olhei para trás, era uma pessoa mais alta do que eu, com o símbolo da vila de Kumogakure no ombro (o que me deixou mais aliviado), uma grande capa preta, vestido com um equipamento ninja, tinha um bom físico, tinha cabelos castanhos claros com madeixas de tons de castanho escuro, olhos azuis claros, uma cara redonda e com barba feita. Era o meu pai!
- Ah! Olá pai. Assustaste-me! – Exclamei.
- A intenção era essa. – Sorriu ele – Como te veio à cabeça uma ideia tão estúpida de levar aquela coisa de 1.80metros mais ou menos, e levá-la? Podias ter partido as costas!
- Desculpa pai, mas queria tentar – lamentei – foste tu que me ajudaste?
- Sim!
- Ah ok, obrigado – Agradeci.
- De nada… Já vi que aprendeste uma técnica nova. A Shinjuu Zanshu no Jutsu, certo?
- Sim, foi a mãe que ensinou – respondi – Mas não é só. Observa com atenção para aquela árvore!
O meu pai olhou para onde eu pedi. Concentrei-me e disse num tom de voz normal:
- Retsudo Tenshou!
Dito isto, pedras elevaram-se e começaram a cair sobre a árvore, não eram muito grandes, mas foi o suficiente para fazer poeira.
- Aang, estás de parabéns pela nova técnica, apesar de necessitares de aperfeiçoar a técnica – referiu.
- Tenho consciência disso – respondi.
- Aprendeste mais alguma técnica?
- Ainda não. Mas brevemente irei aprender uma nova.
- Fazes bem. Queres que te ajude no treino?
- Agradecia imenso. Decide o que iremos fazer.
- Ok, vou-te ajudar agora no taijutsu e no kenjutsu. O taijutsu e o kenjutsu é sempre essencial em qualquer que seja o combate, e em qualquer altura. Irá ser bastante essencial para ti, já que és doton.
- Então vamos lá.
Começámos a deslocar para um local perto das rochas, uns 10 metros.
- Aqui vou eu – disse o meu pai
Lançou-me duas kunais na minha direcção e desapareceu do nada. Percebi que as kunais eram só para disfarçar, e sem hesitar, desviei-me delas e olhei para trás. Olhei para a direita e a esquerda, e a única coisa que via era pedras. Voltei a olhar outra vez para trás e vejo 3 shurikens na minha direcção. E rapidamente lanço 2 shurikens *tching tching*, e quanto ao outro, desviei-me. O meu pai apareceu do nada, no ar com o pé apontado para mim. Pus os braços a proteger o peito, *POF* o pé acertou-me nos braços. Começámos a pontapear e a socar um ao outro, o que levanto um manto e poeira. Mandei um murro para a cara, e ele agarra-me a mão. Tentei pontapeá-lo com o pé esquerdo, só que larga-me a mão e desvia-se muito rapidamente para trás, e nesse momento, mandei 2 shurikens. O meu pai pega na sua kunai e defende-se só com esta, e mal acaba de se defender, lança-me a kunai e de novo desaparece. Lancei um shuriken na direcção da arma e num instante o meu pai aparece à minha frente e dá-me dois socos na barriga. Uma pequena nuvem de fumo aparece, e em vez de mim, estava um tronco. Escondo-me atrás duma árvore que estava aí perto. Digo para mim “Bunshin no Jutsu”, e aparece um clone meu. Corri entre as outras árvores molhadas que estavam ao lado, e quase que escorrego, mas consegui-me safar, graças aos seus ramos rijos. Continuei a fazer o meu percurso de modo a ficar mais ou menos num ângulo que o meu pai não pudesse ver. O meu bunshin saiu junto às árvores e parou.
- Oh Aang, vem cá e luta.
O meu clone começou a correr na sua direcção. E eu comecei a preparar-me para atacar. O bunshin estava a escassos metros dele, e ao chegar perto dele o clone desapareceu.
- Um bunshin! Sacana!
O meu pai olha para trás. Lanço um shuriken na sua direcção e faço Shunshin no jutsu. O meu pai devia-se dela com bastante facilidade. Lanço-me ao meu pai e grito:
- Dynamic Kick! – gritei, deixando um carreiro de poeira atrás de mim.
Kuro desvia-se um metro à esquerda, agarra nos meus pés, parando o ataque, e soca-me na barriga.
- Estás bem Aang? – perguntou com alguma aflição, porque pensou que se calhar eu tinha-me aliejado.
- Estou bem pai – respondi, apesar de me doer um bocado a barriga – Combates consistem em dar e levar.
- Paremos agora o combate, vamos descansar agora que depois quero que treines a tua resistência de seres socado na barriga. Ok?
- É na boa – respondi - Sentemo-nos naquelas rochas junto ao meu equipamento. – sugeri.
- Mas primeiro, vamos apanhar as nossas armas que deixámos cair.
- Ok.
Assim o fizemos, não demorámos mais de 2 minutos a apanhar tudo. As kunais e os shurikens estavam cheios de areia e algumas estavam meias soterradas. E de seguida fomos nos sentar.
- Trouxe lanche pai, queres sandes ou pêssego?
- Uma sandes, a fruta comes no final do treino de hoje. E já agora, deixa-me adivinhar, trouxeste sandes de mortadela e alface?
- E com ovo – sorri – Queres água?
- Não é preciso, trouxe a minha garrafa.
- Ah ok, vamos então comer…
Enquanto isso, o meu pai esteve a falar sobre histórias da sua infância, o que me deixou bastante fascinado.
- Bem Aang, já repousámos um tempinho, agora vamos lá trabalhar! – afirmou.
- Ok… Estou pronto, podes vir. E não te esqueças, para não mandar com muita força – pediu.
- Claro – concordou – Aqui vou eu.
Fechei os olhos, comecei a fazer músculo no abdómen e a dor apareceu. Comecei a sentir cada vez mais dor, abri os olhos, vi o meu pai a mandar bastantes socos na barriga em intervalos de um segundo. Cada murro que me mandava, era arrastado uns centímetros para trás. Quis aguentar mais, porque num combate a sério ninguém tem pena do outro. A dor era forte e insuportável. O meu pai viu que eu já estava a ficar bastante vermelho, e disse:
- Agora o golpe final! – gritou o meu pai – aqui vai um com bastante força.
Assustei-me bastante, já estava a mandar ligeiramente de força, cheio de dor, e agora ainda mais de força. Tentei fazer mais força na barriga, fechei os olhos. *POOF*, andei quase um metro para trás, um total de 3 metros.
- AIIII! – queixei-me.
- Estás bem Aang?
- Mais ou menos, essa doeu mesmo.
- Isto é assim filho, tens de aprender a sofrer se queres tornar um bom e reconhecível ninja.
- Eu sei isso pai, mas *cof cof* doeu bastante.
- Ah ok, lamento muito… Vamos sentar um bocado e depois irmos embora, que por hoje já chega.
Sentámo-nos e comecei a tirar os pesos dos pés.
- Aang, onde encontraste isso? Esses pesos são meus!
- Estava a ver se encontrava alguma coisa engraçada no sótão e encontrei isto.
- Ok, mas para a próxima pedes para trazer senão dou-te nas orelhas – sorriu – estou a brincar, estás à vontade para usares, mas tens de ter cuidado está bem?
- Ok.






***FILLER TIME***
Arrumei as minhas coisas e começámos a ir embora.
- Pai?
- Diz?
- Porque foste ter aquela zona da montanha?
- Ah! Ia-me esquecendo, o Kage Denkou, quer falar contigo sobre um assunto importante!
- O Kage quer falar comigo? – fiquei espantado.
- Sim! Vamos lá ter que senão ele já se zanga comigo…
- Vamos lá então!
Comecei a comer o pêssego que o meu pai recomendou para comer no final do treino.
*20minutos depois*
- Aang, vamos lá despacharmo-nos que já é quase tarde… Porta-te bem, trata o Kage Denkou por você e fica quieto! – pediu.
- Não há problema – sorri.
Entrámos no edifício, as portas mediam quase três metros, eram verdes e já estava a começar a pedir uma pintura porque já estava a ficar sem cor algumas partes… Começámos a subir as escadas devagar. As escadas estavam ligeiramente húmidas, no entanto, estava segurado a uma barra de apoio que todas as escadas têm ao lado, só que não notei na placa que estava atrás, que dizia: “PINTADO DE FRESCO”… olho para a minha mão e vejo o verde pegado à minha mão. “Que caraças, já me lixou a noite”.
- Devias ter mais cuidado por onde olhas Aang, vai ali num instantinho à casa de banho… rápido ok? Eu guardo o teu equipamento.
- Ok…
Comecei a caminhar rápido, e cheguei à casa de banho num instante. O chão era todo feito de mosaico branco e com umas riscas rosa clarinho, havia três espelhos, três torneiras, quatro sanitas com porta e quatro urinóis. Fui para a torneira do meio e comecei a lavar as mãos, a água que escorria, ficava verde. Pouco a pouco a tinta ia saindo, mas já estava a demorar muito. Ficou só uma camadinha de tinta, no entanto queria me despachar para ver o que o kage tinha para me dizer. Peguei em algum papel higiénico e sequei portanto os meus dedos e a minha palma.
Saí da casa de banho, acelerei de novo o passo para não chegar muito tarde.
- Portanto Denkou, o meu filho foi… *KNOCK KNOCK*… lavar as mãos.
Abri a porta:
- Dá-me licença? – perguntei.
- Entra Aang, estávamos mesmo a falar de ti sobre a história da tinta. Peço desculpa meu jovem, mas como já viste o edifício tem de ser remodelado, com incidência na pintura… Temos de tornar esta vila mais vida, mais… Bem vamos directo ao assunto. Gostarias de defender Kumo com respeito e fidelidade…
- Sim!
- Defendias os mais fracos?
- Claro.
- Irás cumprir as missões acatadas e respeitar o chefe?
- Sim!
- Aceitas a igualdade entre todos as pessoas?
- Sim.
- Já ouviste falar da Kuroy Kumo?
- Sim – abanei a cabeça – o meu primo Zé Pay está nessa organização, já me falou dela e dos seus feitos. Mas porquê?
- Gostarias de entrar na equipa? – perguntou.
Neste momento fiquei feliz e entusiasmado…
- Não sei o que dizer! – sorri.
- Responde à minha pergunta, é só isso que preciso de saber.
Olhei para o meu pai, esboçou um sorriso na cara, o que queria dizer que quisesse que dissesse sim…
- SIM!!
- Então sê bem-vindo à nossa comunidade… Serás do escalão Ryuun I, é o último e mais baixo rank da Organização, são membros recém-chegados e também mundo Shinobi!
- Obrigado por tudo Raikage – Disse isto estando eu um bocadinho nervoso com a novidade.
- De nada meu rapaz, Kumo não se defende sozinha, precisamos de jovens como tu! E já agora não me trates por Raikage, trata-me por Denkou se fizeres o favor.
- Ok Rai...Amm Denkou!
- Vai indo para casa que já são horas, o teu pai irá explicar melhor sobre a organização, está bem?
- Ok, xau denkou! – despedi-me.
- Xau Aang, boa sorte com a organização, Kuro fica bem e trata bem do miúdo…
- Obrigado – agradeci à simpatia do raikage.
- Não há problema Denkou, até amanhã!
No caminho, o meu pai esteve a explicar melhor sobre a organização, e para comemorarmos a novidade, fomos a casa contámos a novidade à minha mãe, e assámos o melhor peixe que havia em casa!


Última edição por Gascar em Qui 12 Nov 2009 - 15:52, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sennin

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Your mom's rear
Número de Mensagens : 7042

Registo Ninja
Nome: Kaito
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 500
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Qui 12 Nov 2009 - 0:27

Eu ia avaliar, mas mal comecei a olhar para isto "arderam-me" os olhos... Não achas que seria melhor deixar estar a branco? xd
Fica mais simples, mas como está fica muito inestético e cansativo =/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gascar


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Localizado no devido espaço localizado na ponta noroeste da casa de zé pay e que deveras fica entre um quadrado e uma formiga que se cruazam neste momento =D
Número de Mensagens : 292

Registo Ninja
Nome: Aang Pay
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 25
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Qui 12 Nov 2009 - 15:51

Claro sennin, acatarei portanto o que pedis-te ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gascar


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Localizado no devido espaço localizado na ponta noroeste da casa de zé pay e que deveras fica entre um quadrado e uma formiga que se cruazam neste momento =D
Número de Mensagens : 292

Registo Ninja
Nome: Aang Pay
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 25
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Sab 14 Nov 2009 - 18:22

Gostaria que avaliassem o treino... não queria ser chato, mas já passaram 48 horas Smile

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sennin

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Your mom's rear
Número de Mensagens : 7042

Registo Ninja
Nome: Kaito
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 500
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Sab 14 Nov 2009 - 20:46

Reservado

Aang Pay

H.C.
Força: 2,5 + 0,75 = 3,25
Agilidade: 2,25 + 0,5 = 2,75
Controlo de Chakra: 3
Raciocínio: 2,25
Constituição: 3,75 + 0,5 = 4,25

H.N.
Ninjutsu: 3,5 + 0,5 = 4
Taijutsu: 3,75 + 0,25 = 4
Kenjutsu: 2,75 + 0,5 = 3,25
Genjutsu: 1
Selos: 3,25
Trabalho de Equipa: 0,25

Total: 3 / 5 Pontos

Comentários: Com um treino destes, devias ter tido 5 pontos... Mas faltam descrições quando fazes os jutsus e sem elas ficas aquém do máximo. Não precisas de dar tantas descrições do lugar nos treinos, o que importa são as de jutsus ou assim. Tenta melhorar isso e boa sorte ^^

Actualizado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gascar


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Localizado no devido espaço localizado na ponta noroeste da casa de zé pay e que deveras fica entre um quadrado e uma formiga que se cruazam neste momento =D
Número de Mensagens : 292

Registo Ninja
Nome: Aang Pay
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 25
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Sab 14 Nov 2009 - 22:46

Brigado pela avaliação do treino Sennin, desde mais, agradeço o teu conselho...

"Com um treino destes, devias ter tido 5 pontos" - o problema é que para descrever jutsus, vai ser mais complicado

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rui Esteves


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 20
Número de Mensagens : 61

Registo Ninja
Nome: Itsuki Kaito e Jolteon
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 534
Total de Habilitações: 29,5

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Sab 14 Nov 2009 - 22:56

Eu sei que sou noob, mas posso ajudar-te a fazer as descrições, já que o Madeira me disse um truque:

Imagina que dizes:
- Bushin no Jutsu! - gritou Aang.

Assim ganhas muito pouco, diz antes assim:

- Bushin no Jutsu! - gritou Aang, concentrando chakra nas mãos e fazendo selos.

Assim já ganhas também a selos e a concentração de chakra.
Espero ter ajudado...
^.^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gascar


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Localizado no devido espaço localizado na ponta noroeste da casa de zé pay e que deveras fica entre um quadrado e uma formiga que se cruazam neste momento =D
Número de Mensagens : 292

Registo Ninja
Nome: Aang Pay
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 25
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Sab 14 Nov 2009 - 23:23

Eu sei isso rui, eu li os toturiais ^^ mas muito obrigado pelo conselho e pela prontidão Very Happy...eu tinha criado este treino já a algum tempo e esqueci-me de o rever Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sennin

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Your mom's rear
Número de Mensagens : 7042

Registo Ninja
Nome: Kaito
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 500
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Sab 14 Nov 2009 - 23:46

Gascar concentra-te menos na descrição dos lugares e mais na descrição do que fazes. Num treino os pormenores mais importantes estão no que fazes e não no local onde te encontras.
E faz o que o Rui disse. Mesmo que não fique bonito numa frase, o que interessa são os pontos ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gascar


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Localizado no devido espaço localizado na ponta noroeste da casa de zé pay e que deveras fica entre um quadrado e uma formiga que se cruazam neste momento =D
Número de Mensagens : 292

Registo Ninja
Nome: Aang Pay
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 25
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)   Sab 14 Nov 2009 - 23:55

Conselhos são sempre bem-vindos ^^ e já que criei um texto cheio de descriçoes, achas que tá bom??
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Treino #2 de Aang Pay (by Gascar)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kumogakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }