Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Missão particular rank C] Expedição ao país do chá

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Kiba

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Puorto
Número de Mensagens : 3441

Registo Ninja
Nome: Seizon
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 900
Total de Habilitações: 52,5

MensagemAssunto: [Missão particular rank C] Expedição ao país do chá   Dom 9 Ago 2009 - 1:50

Expedição ao pais do chá

Rank Da Missão: C

Descrição: Uma agência de viagens solicitou a nossa ajuda. Querem levar um grupo de cinco turistas, mais o guia ao país do chá às plantações de chá. A vossa missão é simplesmente protegê-los enquanto observam as plantações, protegê-los durante a noite e voltar.

Personagens envolvidos: Sueji Hozuki (principal), Takatsuya Koori (secundária), Saiho Kanaye (secundária), Aksimaru Nara (secundária).

Recompensa: 300 ryo + 1 scroll + 1 ponto de cumprimento
Voltar ao Topo Ir em baixo
Horns

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 32
Localização : Num quiosque perto de sí.
Número de Mensagens : 2299

Registo Ninja
Nome: Sueji Hozuki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2683
Total de Habilitações: 182

MensagemAssunto: Re: [Missão particular rank C] Expedição ao país do chá   Seg 31 Ago 2009 - 17:47

Sueji acordou cedo, tomou banho, vestiu-se e tomou o pequeno almoço. Saiu de casa cheio de energia, e dirigiu-se ao gabinete do Mizukage. Chegou à porta, e esperou pelo resto da equipa, que não demorou muito a chegar, e entraram.
- Bom dia, Mizukage! - Aksimaru falou, enquanto os outros ficaram atrás - Que missão é que tem para nós hoje?
- Uma expedição, ao país do chá.
- UAU! Vamos viajar? - Saiho perguntou, esperançoso.
- Claro que não... Vão escoltar um grupo de turistas ao país do chá, mais o guia. Não é uma missão muito complicada, pelo menos não aparenta, mas as velhotas são muito chatas e mais ninguém quis vir... E como vocês são os únicos que sobram...
- Bem... - Sueji falou depois de suspirar - onde é que nos vamos encontrar com as velhotas?
- Vão ter à entrada de Kiri... Elas vão todas numa carroça, são cinco no total. O guia vai em cima do cavalo, a conduzir a carroça. Vocês só precisam de os acompanhar, o inconveniente é que vão ter de andar muito a pé e satisfazer pedidos às velhotas. Coisas realmente chatas mas... Conto convosco!
O Mizukage sorriu e empurrou-os a todos para fora do gabinete.
Não demoraram muito a chegar, e a ver uma carroça toda luxuosa, mais parecia um coche. Lá dentro iam cinco velhotas carrancudas, e o guia com cara de quem ia morrer.
- Bom dia!
- São vocês que nos vêem proteger? - uma velhota berrou dá de dentro, enquanto comia um rissól.
- Acho que sim... Hum... Mas acho que vocês precisam mais de paciência do que protecção...
- Olá! - falou-lhes o guia - Não se precisam de preocupar com elas, - falou mais baixo - são chatas mas eu aturo-as. Vocês só precisam de garantir a nossa segurança...
E assim continuaram, sem falar muito. As velhotas berravam coisas incompreensiveis, e logo asseguir riam-se como se não houvesse amanhã.
- Porque é que pediram protecção especial para esta missão? - Sueji perguntou, curioso.
- Bem... - o guia parecia nervoso - em primeiro lugar a nossa carroça é luxuosa, e nos dias de hoje tudo serve para vender. E essas velhotas são familiares de grandes shinobis, que têem muitos inimigos...
Continuaram o caminho, sem muitos problemas. Os três parceiros de equipa andavam descontraidos, mas o seu sensei ia pensativo. Tinha-lhes dito que só ia nesta missão para supervisionar, mas não se ia envolver em nenhuma batalha, a menos que fosse muito necessário.
Sueji havia trazido a Samehada nesta missão. Havia deixado a Zambatou em casa.
Quanto chegaram ao porto, ouviu-se um estrondo enorme, e som de pessoas a gritar, e uma carroça a capotar, e cavalos aterrorizados a fugir.
Três shinobis encorpados eram agora visíveis, todos sorrindo maldosamente cada um deles dirigiu-se a um membro da equipa. O que veio ter com Sueji, correu como se fosse um touro deitando-o ao chão, atordoado.
Sueji rolou para o lado, mesmo a tempo de escapar a uma mão enorme. Levantou-se, com a Samehada a levitar ao seu lado esquerdo.
O shinobi era incorpado, mas aparentava já ter uma certa idade, mais de cinquenta anos. Apesar de tudo movia-se muito bem, e parecia ter uma força imensa. Investiu contra Sueji outra vez, como se fosse um jogador de futebol americano, mas este desviou-se e a Samehada foi contra as pernas do shinobi violentamente, fazendo-o cair. O homem pegou num tronco de madeira, e atirou-o contra Sueji, que lhe acertou com muita força fazendo este transformar-se em água.
- Aww, o meu braço!
Atirou-se para o chão mesmo a tempo de se desviar de uma roda, que lhe pareceu estranhamente ter pertencido à carroça. Transformou o braço em carne outra vez, e agarrou a Samehada com força. Os espinhos destacaram-se, e ele atirou-a ao shinobi. Este defendia-se enquanto a espada o tentava esfolar, e enquanto isso Sueji concentrava chakra na sola dos pés e escalava uma árvore.
Lá em cima, estendeu a mão e fez a Samehada ir ter com ele. Sentiu-se estúpido, mas falou para ela:
- Ah... Não sei se me ouves. Eu preciso que tu... Hãn... - acabou de sussurrar o plano, e largou.
A espada caiu no chão, com os espinhos recolhidos e ficou caida. O shinobi, ganancioso como era agarrou-a firmemente. Sueji apareceu-lhe à frente, e ele investiu contra a sua cabeça, fazendo-o desfazer-se em água.
- Um clone? - o shinobi, que não era muito inteligente estava confuso.
- Estou aqui, cabeça de ervilha!
Desta vez, o shinobi atacou, mas a Samehada destacou os seus espinhos fazendo a mão dele sangrar. Berrou, e abanou a mão, dando a chance de Sueji se atirar para cima dele. Fez uns selos, e depois de usar o Chakra Kuuin e o agarrar, esperou alguns segundos e o shinobi desmaiou.
Entretanto, já os outros dois tinham acabado com os seus inimigos, e levavam as velhotas, agitadas, para o barco. Aksimaru estava a ler um livro e a rir-se em altas gargalhadas.
- Não nos ajudou? - perguntou Sueji, irritado.
- Não... Eu só entro em casos de vida ou de morte. Agora vá... Vamos para o barco, ainda temos muito caminho até ao país do chá.
Os 4 elementos da equipa entraram no barco, seguidos do guia. O mar estava calmo, mas não era com isso que se deviam preocupar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Horns

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 32
Localização : Num quiosque perto de sí.
Número de Mensagens : 2299

Registo Ninja
Nome: Sueji Hozuki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2683
Total de Habilitações: 182

MensagemAssunto: Re: [Missão particular rank C] Expedição ao país do chá   Sab 5 Set 2009 - 19:25

- Bem, são sete da manhã. Chegamos ao país do chá às quatro da tarde... Visto que as senhoras pediram o barco mais rápido que tinhamos e mais espaçoso... - o capitão do barco falava vagamente, e olhar para as velhotas que se encaminhavam para a parte inferior do barco - Também pediram serviço completo de comida, bebida, sofás e camas... Devem ter gasto pouco dinheiro devem.
O barco era grande, e estava actualmente todo enfeitado a parte de cima também tinha sofás, um para diversas pessoas, e vários sofás para só uma pessoa.
Takatsuya sentou-se num dos cantos do sofá grande, Aksimaru e Saiho em sofás individuais. Sueji que estava cheio de sono deitou-se no sofá grande. Deitado, ocupava o sofá todo por isso apoiou a cabeça nas pernas de Takatsuya sem qualquer problema, e fechou os olhos.
Esta corou que nem um pimento, mas não disse nada. Em poucos segundos Sueji já estava a dormir...
"Sueji!"
"Pai?"
"Sim..."
"Estás aqui no barco, como?"
"Digamos que tenho poderes mágicos..."
Uma imagem formou-se aos olhos de Sueji. Estava numa praia, todo apenas com uns calções de praia, sentado na areia. Ao seu lado estava o seu pai, aparentemente a dormir. O mar estava calmo, e não estava mais ninguém na praia.
"Pai, acorda!"
Suigetsu abriu os olhos, e depois de se sentar esfregou-os.
"De que é que precisas?"
"Onde estou? Eu lembro-me de estar num barco..."
"Oh, isto é mais um sítio dentro da tua mente, um sítio para tu pensares."
"Mas... Tu estás mesmo aqui?"
"Sim e não..."
"Isto é um sonho?"
"Filho...Eu não te posso responder a essa pergunta, vais ter de encontrar a resposta por tí mesmo."
"Mas...Porque é que eu estou aqui?"
"Vieste cá parar... De sem querer. Encara esta parte da tua cabeçinha como a parte que enquadra tudo que tem a ver comigo. Sempre que vieres aqui parar, poderás conversar comigo... Olha! Parece que vais ter de ir embora!"
Suigetsu apontou p'ro fundo da praia, e a paisagem começava a ficar negra. Virou a cara, mas sempre que olhava vozes gritavam "Sueji..." cada vez mais alto, à medida que paisagem ia toda desaparecendo. Foi engolido pelo negro, e acordou.
- SUEJI! - sentiu uma dor no peito, e a primeira imagem que lhe veio aos olhos foi Takatsuya a espetar-lhe um belíssimo "coice". Levantou-se, e observou a anarquia que se desenvolvia.
Os colegas de equipa preparavam-se para lutar, visto que observavam um barco ao longe. Era pequenino, mas sabiam que era hóstil devido ao arqueiro que já os tentara matar algumas vezes. No barco vinham seis pessoas, e visto que Aksimaru não os ia ajudar tinham de lutar um contra dois.
Quatro punhos vinham agora na direcção de Sueji. Este baixou-se, fazendo-os cair de joelhos. Saltou ao eixo por cima de um, e pontapeou o outro na cara.
Fez os selos, concentrou chakra e disse calmamente:
- Kirigakure no Jutsu.
Em pouco tempo, o cenário encheu-se de névoa intensa. Sueji fechou os olhos, e passou a guiar-se apenas pelos sons.
Os inimigos estavam agora encostados, mas não baixavam a guarda. Sueji correu em silêncio e bateu nas costas do mais encorpado. Este virou-se, e moveu a kunai fatalmente na direcção do pescoço do parceiro. Este ainda berrou, e correu por todos os lados, acabando por cair do barco, provavelmente a morrer.
- Só consegues lutar se eu não te conseguir ver, não é cretino? - notava-se um certo medo na voz dele, mas grande parte era firmeza no que dizia.
Sueji andava à volta dele, e de vez em quando mandava um berro, fazendo-o assustar-se. A névoa estava a dissipar-se, e Sueji pensou num plano rápido.
Quando a névoa se dissipou totalmente, à volta do pirata estavam cerca de trinta Suejis, fazendo um círculo. Estavam de costas, totalmente indefesos.
O pirata começou a atirar kunais a todos, mas todos acabavam no chão poças de água, eram apenas kunais. O verdadeiro Sueji atirou-se do mastro abaixo. Fez os selos e concentrou chakra, gritando depois:
- Suiton, Mizuame nabara!
Cuspiu um líquido, que caiu à volta do pirata. Este correu na mesma, mas acabou com as botas coladas ao chão. Sueji já se havia sentado, pensando que tudo tinha acabado quando ele lhe apareceu à frente. Segurava num barril e preparava-se para acabar com Sueji. Sueji viu a vida a passar-lhe à frente dos olhos, e fechou os olhos. Não sentiu nenhuma dor, e decidiu abrir os olhos. Takatsuya estava à frente dele, e um muro de gelo havia-os protegido.
- Ninguém toca nos... meus amigos!
Sueji nunca a tinha visto furiosa assim. Fazia selos rapidamente, e várias mãos de gelo vinham em todas as direcções ter com o pirata, Este tentava-se defender, mas sem êxito. Takatsuya criou rapidamente um pedaço de gelo, agarrou-o com as duas mãos, e atacou o pirata fazendo-o ficar KO. Pegou nele, e atirou-o para o barquinho pequenino.
Dirigiu-se a Sueji, e ajudou-o a levantar--se. Segurou-lhe ambas as mãos, e corou.
- Ah... Obrigado...
- Não foi nada...
Takatsuya estava a ficar corada, e Sueji começou a sentir as mãos geladas. Olhou-as, e viu que Takatsuya estava a criar acidentalmente gelo à volta das mãos dos dois.
- Eh! - Sueji tentou libertar-se, mas não conseguiu.
- Oh.. Desculpa. Sabes como é... distrai-me.
A viagem continuou, e ambos dirigiram-se à casa de banho do barco, para retirar o gelo das mãos. O resto da viagem foi calma, e às 4 da tarde chegaram ao porto do país do chá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Horns

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 32
Localização : Num quiosque perto de sí.
Número de Mensagens : 2299

Registo Ninja
Nome: Sueji Hozuki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2683
Total de Habilitações: 182

MensagemAssunto: Re: [Missão particular rank C] Expedição ao país do chá   Sab 12 Set 2009 - 2:31

O porto do país do chá estava vazio e calmo. Desembarcaram, e levaram as velhotas ao coche que as aguardava. O guia aconchegou-as, e subiu para o cavalo, continuando o caminho do grupo para as plantações de chá.
Notava-se o cansaço nos três pequenos, mas Aksimaru continuava a ler um livro, mandando altas gargalhadas quando acabava um capítulo. Aquele esquema estava a irritá-los, visto que não tinham recebido nenhuma ajuda no barco.
Sueji sentia-se envergonhado por não ter conseguido derrotar os seus inimigos, mas não compartilhou as suas ideias com ninguém. Apesar disso, Takatsuya parecia ter percebido o que ele estava a sentir. Agarrou-o por uma mão, e afastaram-se um pouco.
- Ouve... Não precisas de ter vergonha pelo que aconteceu no barco. Estavas cansado, provavelmente a pensar noutras coisas... Não és o super-homem, convence-te disso.
Takatsuya largou a mão de Sueji, e voltou à formação. Este voltou a ficar com a mão gelada, mas as palavras da amiga tinham-lhe caído como flores.
Concentrando chakra na sola dos pés usou o Kinobiri, e escalou a uma árvore para avistar o caminho para as plantações de chá, constatando que ainda tinham algum caminho a decorrer.
Sentia uma felicidade imensa dentro de sí. Talvez ter um afecto especial além do seu irmão fosse muito bom... Takatsuya havia-lhe falado como uma verdadeira amiga, e Sueji sempre apreciara essa qualidade. Ter afecto era uma coisa que ele não tinha todos os dias... Sentia que Aksimaru também gostava dele, mas havia sempre aquela distância sensei-aluno.
Saiho ia a andar lentamente, à frente do grupo enquanto concertava qualquer coisa na sua marionete. Sueji ainda não o conhecia muito bem, mas sentia que podia confiar nele. Havia qualquer coisa que lhe dizia isso...
As velhotas continuavam a berrar. Agora estavam a falar de quão mal Okashii desempenhava o trabalho de Kage. Uma delas chegou mesmo a dizer que ele não era bonito o suficiente para ser Mizukage. Sueji riu-se, animado, e continuou o caminho.
Não sabia muito do país do chá, mas sabia que ia ter de acartar com as velhotas uma tarde inteira. Parecia-lhe uma missão impossível, mas as velhas pareciam estar cada vez mais cansadas, e com menos para falar.
Aproximavam-se agora dos campos de chá. Eram enormes, e tinham "estradinhas" pelo meio deles, que devia ser mesmo para os turistas. As velhotas fizeram grande algazarra, mas o guia disse qualquer coisa baixinho e elas calaram-se. Sueji observou bem o guia, e reparou que este estava com uma cara de cansaço enorme, afinal, aturar um grupo de velhotas o dia todo não é propriamente divertido.
Estacionaram o coche, e as velhotas sairam. O guia começou a discursar, e cada shinobi arranjou o seu hobbie. Saiho arranjava a sua marionete, Aksimaru lia as ultimas páginas do seu livro e Takatsuya fazia pequenas coisas com Hyouton, tal como caras de pessoas, e kunais de gelo.
Sueji avistava três supostamente camponeses a cavar terra. Eram muito altos, e pareciam ser muito musculosos. Sueji estranhava-os, visto que usavam roupas muito altas. Continuou a andar, e quando chegou perto deles, um deles fez um gesto brusco. Sueji não ligou, mas este tirou o enorme chapéu, e atirou-lhe. Sueji só reparou depois que por trás vinha uma kunai, que lhe acertou no abdómen, fazendo-o o perder o ar. Sueji tirou-a, e largou-a. Visto que estava a perder algum sangue, tirou a camisola e colocou-a à volta da barriga e do ferimento, evitando a perca excessiva de sangue.
O falso camponês tentou atirar-lhe outra vez uma kunai, mas a Samehada meteu-se à frente. Sueji usou a Samehada como escada, e deu um pontapé na cara do impostor. Este desviou-se muito bem, e atirou Sueji ao chão. Prendeu-o, impedindo este de se mover, agarrando-lhe as mãos e prendendo as pernas com os joelhos.
Sueji juntou as mãos com muito esforço, fez um selo, e concentrou chakra fazendo o Chakra Kuuin no Jutsu. Começou a agarrar o nukenin, e mal ele se apercebeu o que estava a sofrer largou Sueji. O rapaz levantou-se, e pos-se em posição de ataque. Era estranho, visto que o rapaz costumava usar sempre espadas para o auxiliarem.
A sua posição de ataque era a posição de boxe. Meteu as mãos levemente a baixo da cara, e ia defendendo ataques. Deu também alguns murros, e fazia combos com as pernas usando o seu taijutsu imperfeito.
Fez o selo e concentrou chakra, e criou cinco clones de água. Trabalhando em equipa, fez alguns irem pelos lados, e outros pela frente. Sueji "surfou" na Samehada e foi por cima. Apesar de tudo, o nukenin não era fraco. Evitou todos os clones, e Sueji também, com um grande pontapé.
Sueji deu um mortal, ainda com a cara a doer do pontapé e correu para ele com a Samehada na mão. Parou a alguns centimetros, e investiu com velocidade a Samehada. Este meteu um braço à frente, mas a Samehada colocou os seus espinhos para fora, fazendo várias feridas aparecerem no braço do Nukenin.
Sueji deu um pontapé dirigido à cabeça com muita força, fazendo com que este ficasse tonto por segundos. Os segundos certos para Sueji agarrar a Samehada ( sem espinhos ) e usá-la como taco de baseball na cabeça do nukenin.
Este caiu ao chão, aparentemente desmaiado. Sueji foi verificar, mas este agarrou-o e atirou-o para longe. Sueji bateu contra umas quantas pedras, e estragou algumas plantações de chá. O ninja, começou a fazer os selos para aquilo que seria um Goukakyuu. Sueji rapidamente concentrou chakra e fez os selos, e criou uma barreira de clones de água, gastando muito chakra mas conseguindo proteger as plantações de chá.
Agilmente correu por entre restos de chamas, e começou a atirar shurikens. Com um selo, pôs o adversário num genjutsu, o Shuriken Jusha. Este ficou poucos segundos preso no genjutsu, e usou o Kai, mas o tempo que tinha estado preso deu a Sueji tempo para concluir o plano.
" Hum.. O meu raciocinio está cada vez melhor!" (não esquecer de dar pontos a raciocinio sff x_x)
Sueji havia levado com duas kunais nas costas, e estava a perder muito sangue. Tanto ele como o adversário estavam cansados. Sueji começou a ver tudo a andar à roda, e sentiu alguém a empurrá-lo. Caiu nas terras, e viu uma das velhotas a fazer um jutsu de Suiton enorme, engolindo o inimigo por completo.
- Missão... Completa... - Foram as ultimas palavras de Sueji antes de desmaiar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Madeira

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : My World
Número de Mensagens : 4667

Registo Ninja
Nome: Seyur & Suiho
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2235
Total de Habilitações: 265,75

MensagemAssunto: Re: [Missão particular rank C] Expedição ao país do chá   Sab 12 Set 2009 - 19:03

Sueji

Força: 9,25 + 0,5 = 9,75
Agilidade: 9,5 + 0,5 = 10
Controlo de Chakra: 12,75 + 0,75 = 13,5
Raciocínio: 10,5 + 0,25 = 10,75
Constituição: 8,75 + 1,25 = 10

Ninjutsu: 17,25 + 0,75 = 18
Taijutsu: 9 + 0,25 = 9,25
Genjutsu: 3,75 + 0,25 = 4
Kenjutsu: 14 + 1 = 15
Selos: 7,25 + 0,25 = 7,5
Trabalho de Equipa: 5


5/5


Admin:


Força: 9,75
Agilidade: 10
Controlo de Chakra: 13,5
Raciocínio: 10,75
Constituição: 10

Ninjutsu: 18
Taijutsu: 9,25
Genjutsu: 4
Kenjutsu: 15
Selos: 7,5
Trabalho de Equipa: 5
Voltar ao Topo Ir em baixo
Horns

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 32
Localização : Num quiosque perto de sí.
Número de Mensagens : 2299

Registo Ninja
Nome: Sueji Hozuki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2683
Total de Habilitações: 182

MensagemAssunto: Re: [Missão particular rank C] Expedição ao país do chá   Dom 13 Set 2009 - 19:07

Obrigadinho pela avaliação. Agora só preciso da actualização para começar a fazer a saga hehe
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 5966

Registo Ninja
Nome: Nara Artemiza
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 100
Total de Habilitações: 45,75

MensagemAssunto: Re: [Missão particular rank C] Expedição ao país do chá   Dom 13 Set 2009 - 19:23

Actualizado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
 
[Missão particular rank C] Expedição ao país do chá
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }