Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [OVA - Por onde andei...] - A irmã

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Eve

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 24
Localização : Hellcife
Número de Mensagens : 3285

Registo Ninja
Nome: Harima
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 3350
Total de Habilitações: 106,25

MensagemAssunto: [OVA - Por onde andei...] - A irmã   Seg 20 Mar 2017 - 16:13

Anteriormente...

Citação :

- Ops, reunião de família é? - ironizava ele, a notar duas figuras mais ao longe.

- Fica longe da minha irmã!
- a voz feminina estava carregada de ódio.

- Tudo bem, Tsuki-sama. Ela está ficando bem fortinha e linda... Muito mais que tu!
- dizia, agarrando a Nara e roubando-lhe um beijo.

A outra sombra então avançara. O loiro sumiu num shunshin, e o outro seguira em seu encalço. Seus cabelos azuis esvoaçavam, e seu rosto era pura raiva por debaixo da máscara. "Vou matar-te!" pensava Shinji, enfurecido.






- O que vocês estão fazendo aqui? - a Nara estava confusa.

- Não importa. Aquele... Grr, que raiva! Você está bem? Ele te machucou? - a outra kunoichi perguntava.

- Não me trate como uma criança, eu tenho 21 anos! Quem é ele? Lembro-me que estava me espionando quando tinha uns 16 anos, e agora de novo... Dá pra sermos uma família e me explicar tudo de uma vez, Tsuki?
- Tora estava realmente muito irritada.

- Ele é ligado ao nosso pai. Provavelmente coletou informações, como seu estilo de luta, jutsus que você sabe, elementos que usa... Não sei é para que nosso pai quer saber disto -respondia a mais velha.

- Ele não é meu pai. Meu pai é Nara Nobuo - retrucava a mais nova.

- Não importa... Devemos ir atrás de Shinji. Ele não está agindo com racionalidade, vai acabar sendo pego, talvez morto!

- Ahn? - a konohanin estava mesmo sem entender.

- Você é mesmo tapada, Amaya-chan... Nosso primo está perdidamente apaixonado por você, e por causa daquele beijo, está indo de encontro à morte. Temos que salvá-lo, agora mesmo! - ela agarrava o pulso da Nara, levando-a consigo


~~~


- Aoshi-sama, tadaima! Vais gostar das novidades... - dizia o loiro.

- Diga-me logo...
- o outro não parecia muito interessado.

- Amaya-chan é uma garota fenomenal! A criação com os Nara mostra seus frutos, ela é bem analítica em batalha. Acertou-me no braço com um rasengan, e pelo que vi foi de propósito... Parece ter bastante perícia com ninjutsus e controle de chakra. Obteve uma melhora nas ilusões, e consegue já manejar a técnica invertida e o de intenções assassinas... Me pareceu também possuir um bom conhecimento anatômico... - metralhava o recém-chegado.

- Rasengan? Isto é bom... Será que ela consegue aprender outros jutsus do Quarto, como o Hiraishin? Deixando isso de lado... E os elementos? - perguntava, demonstrando agora maior interesse.

- Fuuton e Doton. Sinceramente não acho que ela vá muito além disto... - respondia o loiro. - Quando poderei espiar a Harima novamente?

- Deixa-a em paz... Está complicado. Okashii sempre coloca uns cães de guarda, e tem um em especial que não sai da cola dela. Pelo que sei, ele é de Suna, mas apaixonou-se por ela... Nada bom, nada bom... - o de cabelos azuis parecia impaciente.

- Sabes que posso dar um jeito...

- Ele não é qualquer um.   Por ora podemos pressionar a Harima de outra forma...

- Com o seu neto? - o outro tinha uma crise de riso após a frase.

- Cale-se, ele não é meu neto. Mas talvez seja interessante... Soube que ele já usa ninjutsu com apenas seis anos. Espere... Que chakra estranho é este... Você foi perseguido?!


- May...be.

- Imbecil! Temos que pegar e matar imediatamente quem nos escutou! Vá agora, ele está na superfície, não posso ir! - o outro extrapolava sua raiva. - Mate-o, mate-o! - exclamava a plenos pulmões.

~~~




- Aoshi-sama... ele fugiu. Mas sei quem era. Só poderia ser Shinji-kun
- o loiro retornava.

- És mesmo um imbecil. Teremos de trocar de esconderijo mais uma vez. E essa informação preciosa da Harima... Sabes que eles são parentes né?

- Surpreendo-me como o incesto parece ser uma coisa tão natural no sangue de vocês
- brincava o outro. - Shinji quer me matar porque eu dei um beijo na Amaya-chan.

- WHAT?! VOCÊ FEZ O QUÊ?!


- Calma, calma, sogrinho.... Fiz isso pra provocar Shinji-kun, e pelos vistos, consegui. Ele parece ser louco por ela, mas também pudera... Seus lábios são docinhos como mel.

- Aquele Shinji... Vai estragar tudo. Precisamos matá-lo! E você... Não encoste na Amaya novamente, ou quem morrerá é você!



Um estouro de fumaça. Cabelos azuis e uma máscara corriam pela chuva. As sensações do clone sumido foram repassadas ao original. "Que droga, é tão óbvio assim?", pensava o jovem Chinmoku, dirigindo-se a Kiri.


~~~




- Shinji, graças a Deus te encontramos! Estás louco?
- Tsuki ralhava com o primo mais novo.

- Não tenho tempo. Tenho que fazer algo, urgente - ele preparava-se para partir novamente.

- Não vais a canto algum
- Tsuki pegava o rapaz pelo braço. - Dá para termos um momento em família? Amaya e eu precisamos de alguns esclarecimentos...

- Nani? - perguntava ele.

- Há tempos que andas sumindo. Sei que estás a esconder-me algo, e quero saber. Já Amaya quer que você seja sincero com os sentimentos - disparava a Chinmoku mais velha.

- Nani? Me deixe fora disso, e já disse que não me chamo Amaya, chamo-me... - a Nara tentava argumentar.

- Tora não é nem mesmo nome feminino... - retorquia Tsuki, sem rodeios.

- Não tenho tempo a perder... Eles vão aprontar para cima da Harima, preciso fazer algo quanto a isto... E... e... - o rapaz estava visivelmente perturbado.

- Eu sei sobre ela, Shinji. Achas mesmo que sou tão tola... Sei mais do que possas imaginar. É melhor mesmo termos uma reunião em família. Agora!
- Tsuki estava séria.

~~~



Tsuki escreveu:
A conversa, fora longa, mas finalmente os pontos começaram a encaixar-se. Eu sempre aparentei ser a mais boba dos Chinmokus, mas os anos sendo o braço direito do meu pai permitiram-me espiar nas horas vagas, e conseguir informações que ele jamais supunha que eu saiba. E por mim, ele nunca irá saber, mas a minha irmã e o meu primo aos poucos estavam a descobrir. Não era o meu desejo revelar agora, muito menos tudo, mas a contragosto, tive que esclarecer alguns pontos. O primeiro, dizia respeito a Shinji; tio Aoki havia se relacionado com uma Kaguya remanescente de Kirigakure, e tido meus primos  Kyoichi e Shinji. O primeiro nunca fora talentoso para o mundo shinobi, enquanto o segundo sempre surpreendeu, por isto nos acompanha desde pequeno.

Então chegamos ao segundo ponto: soube ainda pequena que esta Kaguya tinha uma irmã mais nova, uma kunoichi bastante promissora. Pelo que deduzimos em conjunto, a tal Harima foi fruto de um estupro desta tia dos meus primos, de autoria do meu pai - o que a tornava nossa irmã. Tenho sérias desconfianças de que a gestação só foi levada adiante por conta do interesse da vila da Névoa na linhagem, tanto que eles a protegem como uma mina de ouro, mesmo não sendo uma kunoichi muito notável. A mãe sumiu misteriosamente, e Shinji vem investigando o que ocorreu. Creio que eu possa auxiliá-lo com isto... Amaya parece desnorteada. Parece que há muita informação para absorver, e não a culpo. Nossa família é mesmo complicada, e nosso pai é um louco cujas aspirações desconhecemos. Espero que ela seja forte...



Tora escreveu:

Muita coisa aconteceu. Coisas nojentas, coisas horríveis, coisas que eu não deveria saber. Mas de alguma forma, têm a ver comigo, e eu não posso correr disto. Eu sou Tora, mas querendo ou não, também sou a tal Amaya. Eu tenho primos, eu tenho irmãs, e tenho um progenitor. E sim, tenho o meu amado e único pai. A cada dia que cresço, mais responsabilidades recaem sobre mim. Antes eu poderia achar um saco, mas hoje eu percebo que de certa forma, as pessoas confiam em mim, e por isto estou nessa confusão toda. Então... Farei jus a esta confiança!


Nota da Eve:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[OVA - Por onde andei...] - A irmã
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers-
'); }