Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Treino 6

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
TaronKali

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Braga
Número de Mensagens : 682

Registo Ninja
Nome: Kazuki Watake
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1750
Total de Habilitações: 69,5

MensagemAssunto: Treino 6   Sab 2 Abr 2016 - 17:08

- Vamos lá começar o treino. – Disse o Mateki para o filho moreno. – Já sabes, faz o teu habitual aquecimento e eu depois conto-te os detalhes.

Kazuki dirigiu-se à orla da floresta. Próximo de uma árvore, executou o selo e começou a controlar chakra nos pés. Colocou um pé no tronco e, depois de sentir o primeiro firmemente agarrado, colocou o outro. Subiu até ao topo e, na divisão do tronco, optou por um ramo maior. Contornou o ramo até ficar virado para cima e encarou a floresta. Àquela altura havia ramos grossos suficientes, para que conseguisse movimentar-se de uns para os outros. Saltando agilmente embrenhou-se no mar de árvores. Por vezes calculava mal a aterragem e era obrigado a recorrer ao Kinobiri para não cair, mas chegou até aos limites do recinto de treino sem problemas maiores. Algumas gotas de suor acumulavam-se na testa. Deu meia volta e esperou algum tempo para regular a respiração e descansar os membros. De seguida ergueu a cabeça, determinado. Inspirou profundamente uma última vez e disparou em frente, pressionando fortemente os dedos dos pés contra os ramos.

Correr àquela velocidade por entre folhas e troncos estava longe de ser fácil. Era muitas vezes obrigado a travar abruptamente, concentrando chakra nos pés e cravando-os na madeira, para se desviar de algum obstáculo. O exercício era difícil pois obrigava-o a estar atento a diversos fatores ao mesmo tempo. Ver o que estava à frente, saber se o salto era suficiente até ao ponto seguinte e concentrar chakra ao mesmo tempo. Chegou a embater contra duas nuvens de mosquitos, teve a sorte de fechar a boca no instante anterior, e noutra ocasião não foi a tempo de ver um galho, que lhe abriu alguns golpes superficiais na cara.

Ao fim de algum tempo saiu da floresta e aterrou pesadamente na relva macia. A camisola encontrava-se molhada debaixo dos braços e levemente salpicada nas costas. Os seus pulmões ansiavam por mais oxigénio, tendo demorado um pouco a retomar a respiração normal. Já as suas pernas tremiam e doíam do uso excessivo, por isso foi obrigado a sentar-se. Alguns minutos depois o seu pai disse:

- Muito bem, hoje iremos treinar os teus atributos a Taijutsu e Kenjutsu. Faremos dois combates, cada um com um estilo. Iremos começar pelo Taijutsu! – Anunciou ele.

Kazuki levantou-se com a ajuda das mãos. Os dois distanciaram-se. O mais velho apanhou um seixo à beira da margem do lago e lançou-o. Olharam-se ferozmente. Quando o objeto tocou no chão, os dois partem à velocidade máxima. No embate, o gennin tentou socar o adversário, mas o golpe foi bloqueado. É empurrado para trás pela força do ombro de Mateki, que contra-atacou rapidamente, embatendo no chão. Rebola agilmente para o lado, escapando a um pontapé vertical. Levanta-se num instante e, ao virar-se, dá um soco circular ao nível da cara do pai. Este baixa-se e leva o seu punho à barriga do jovem, mas ele intercepta o golpe com a mão. Fazendo força na outra mão, que antes usara para atingir o adversário e ainda estava estendida, move-a verticalmente para baixo. Mateki desvia-se, colocando-se de lado e vendo o punho passar a centímetros da cara. De seguida, muito agilmente fura a defesa do filho e atira-o para longe com um soco fortíssimo no abdómen.

Kazuki aterra, derrapando com os pés na relva. A barriga doía-lhe, sentia o estomago às voltas. A sua respiração está irregular. Inspira profundamente e depois expira, tentando nivelar a respiração e os batimentos cardíacos. Enquanto isso procurava formas de derrotar o seu oponente: “Não consigo prolongar a troca de golpes durante muito tempo, pois ele tem mais força e técnica que eu. Se quiser ganhar, tenho de atacar e fugir constantemente, o que me vai deixar cansado muito mais rapidamente. Fácil, só tenho de acabar isto o mais rápido que conseguir!” Com a determinação renovada encarou o pai. Este, de repente, desaparece e o gennin pressente-o a aterrar nas suas costas. Como que por instinto, ao dar meia volta o jovem baixa-se e esquiva-se a um soco potentíssimo. Visto que Mateki tinha usado toda a sua força no golpe e havia falhado, agora estava desequilibrado. O rapaz aproveitou o espaço livre e, num movimento rápido e preciso, levou o seu braço direito à barriga do outro. Sem perder tempo, cravou as pontas dos pés na relva e saltou para trás.
Ao aterrar prepara-se para uma nova investida. O mais velho recompôs-se e preparou-se também. No instante seguinte Kazuki, muito agilmente, usa o shunsin e coloca-se nas suas costas. Já com o golpe em mente, desfere um pontapé circular dirigido à cara do outro, tendo de inclinar o corpo para trás e apoiar uma mão no solo. O adversário volta a baixar-se, escapando incólume. O jovem aterra a perna “atacante” e, apoiando-se com as duas mãos, dá uma meia volta. Ao fazê-lo, levanta a perna que no início do ataque servia de apoio e desfere um pontapé com o calcanhar no flanco de Mateki. Este é apanhado desprevenido e é obrigado a saltar para trás, fugindo ao ataque.

O gennin levanta-se e encara o pai que estava ofegante, assim como ele próprio. Os dois nivelam a sua respiração e olham-se ferozmente. De seguida, disparam numa correria desenfreada. Mesmo antes do embate, o rapaz salta por cima do adversário, dá meia pirueta no ar, com a cabeça virada para baixo, e aterra virado para as costas do adversário. Não perde tempo e começa a correr muito rapidamente até ao adversário, que estava a travar para se virar. Vendo que não o conseguia fazer, executa um grande salto em altura. Chegou a um ponto em que parou de subir, ficou alguns metros suspenso acima do chão, e depois começou a descer. Tardiamente, o gennin apercebeu-se de que estava mesmo por debaixo do adulto. “Bad ideia” Dá meia volta e começa a fugir o mais rápido que consegue. Quando o pé do adulto aterrou com o calcanhar no solo, pareceu ocorrer um mini-tremor de terra. Mesmo estando a alguns metros, o jovem caiu com as oscilações. No local onde o pé de Mateki incidira viam-se bocados de terra saídos de lá.

O jovem levanta-se e parte numa correria, visto que o pai ficara com a perna presa nos blocos de rochas. A poucos centímetros deste, Kazuki move todo o seu peso para o punho direito e atinge fortemente a bochecha do mais velho. Dada a força do golpe, este desprende a perna e é projetado uns metros. Sem dar hipóteses ao outro, dispara na direção em que este foi atirado. Ao chegar à sua beira, prepara-se para dar o golpe final, mas uma voz interrompida pelo irregular batimento do coração, fez-se ouvir daquele corpo deitado sobre a relva.

- Já… hã… Já chega! – Disse libertando cada palavra entre os intervalos da respiração. Kazuki encheu-se de orgulho era a primeira vez que derrotava o seu pai. Sabia que este não tinha lutado tão ferozmente como o habitual, mas mesmo assim ficara radiante. De repente, todo o cansaço e a dor que sentia na barriga desapareceram. Contentíssimo e também para irritar o outro, foi saltando em redor de Mateki, que se levantava lentamente devido ao cansaço e aos ferimentos. – Vai fazer algo de útil, enquanto eu estou aqui! Quero ver-te a concentrares o teu chakra devidamente! – Disse irritado o que deixou o gennin ainda mais contente pela vitória.

Utilizando o shunshin, correu muito rapidamente até alcançar a margem do lago segundos depois. Aí executou o selo necessário e começou a concentrar chakra na planta dos pés. De seguida pronunciou o nome do famosíssimo jutsu e colocou um pé sobre a água. Sentiu a barreira por baixo deste instável por isso concentrou uma maior quantidade de energia, não se esquecendo de varia constantemente o fluxo. Quando sentiu a “parede invisível” mais segura, introduziu o outro pé no lago. Ainda tremia ligeiramente, pois afundava e elevava os pés a todo o tempo. “Ainda não tenho uma boa perceção da quantidade de chakra que devo concentrar.” Esforçou-se por perceber como variavam os níveis de energia que tinha de deixar fluir e apercebeu-se que estes variavam ligeiramente a intervalos de tempo constantes. Tentou adaptar as quantidades que concentrava a esses espaços de tempo e foi bem-sucedido. Era difícil variar constantemente o fluxo de chakra, mas com o passar do tempo começava a habituar-se à sensação e às exigências do exercício.

A alguns metros ouviu o outro gritar:
- Bom, como já executamos o nosso duelo ao nível do Taijutsu, passaremos agora ao Kenjutsu! – Anunciou. – Anda cá e prepara-me essas armas! – Ordenou o pai.

Kazuki saio do lago com alguma lentidão. Rodeou o adversário e retirou uma kunai do bolso, segurando-a com a mão destra. Fitaram-se mutuamente. Mateki anuiu com a cabeça e… já os dois avançavam com tremenda velocidade cada um olhando o outro ferozmente. A uns metros do embate, o jovem saca uma Kibaku Fuda presa a uma shuriken e atira-a num só movimento com o pulso. Esta voa na direção do adversário, que bloqueia a estrela ninja com a kunai e a envia para o lado. Segundos depois ouviu-se a explosão nas costas do mais velho, mas nem por isso ele tremeu. Kazuki foi buscar uma tarja explosiva ao bolso e segurou-a na mão livre. Continuaram a avançar e na altura do embate o jovem desvia-se para o lado, derrapando na relva, e subtilmente pousa a mão nas costas do pai. No instante seguinte, salta muito rapidamente para trás, fugindo a um ataque por parte de uma kunai. Enquanto estava no ar, deu-se a explosão nas costas do adulto e ele foi projetado para a frente. “Not bad!” Agora só faltava atirar as shurikens para o local onde previra que Mateki iria aterrar. Guardou a kunai e quando já estava na fase descendente do salto, atirou, sem parar, várias shuriken à frente do local onde estava seu oponente antes da explosão, pois com a nuvem de fumo não o conseguia ver.

Ao aterrar parou de lançar projéteis e ficou a observar o cenário. Com tempo, a nuvem de fumo negro dissipou e o que ao início era uma silhueta veio a ser o seu pai. Parecia incólume. Impressionado Kazuki retirou oito shurikens presas pelo fio ninja, uma em cada dedo. Pegou em quatro Kibaku Fudas e atou-os a quatro shurikens. “Preciso de criar uma distração. Se eu atirar as shurikens com os explosivos para trás do meu pai e depois as puxar de volta, sou capaz de fazê-lo olhar para trás. Se calhar até consigo fazê-las explodir mesmo atrás dele. Aí atiro as outras quatro na sua direção. Mesmo que ele se vire a tempo, não vai conseguir bloquear todas, e mesmo que sejam bloqueadas posso fazê-las atacarem-no de novo movendo os dedos na sua direção. Preciso é de pelo menos duas para as enrolar a volta do pescoço dele e assim obriga-lo a render-se. Devo conseguir.” Concluiu.

Agradado com o plano, o gennin começa a correr em direção ao seu pai, que assumia uma posição defensiva com uma kunai em cada mão. A poucos metros do adversário, Kazuki atira primeiro duas shurikens e, segundos depois, as outras duas. Mateki esquivou-se facilmente movendo o pescoço de um lado para o outro. Deu mais uns passos e moveu os braços para trás puxando violentamente as estrelas ninjas para trás. Primeiro explodiram duas tarjas, obrigando o mais velho a olhar por cima do ombro, e depois explodiram as outras duas mesmo nas suas costas. Saltou para a frente, em direção ao filho, mas ficou com as costas a arder. O rapaz já pronto lançou os outros quatro projéteis. Moveu agilmente os braços e os dedos, mudando as trajetórias das shurikens enquanto se dirigiam ao adversário. Este bloqueou-as e elas foram enviadas para os lados, mas o gennin incentivou-as a atacarem-no agora nos flancos. Mateki atirou duas kunais que foram de encontro a duas estrelas cinza parando-as. Kazuki gesticulou com precisão cada um dos fios e dirigiu os projéteis ao pai. Este esquivou-se movendo o pescoço para o lado e olhou para o filho pronto a atacá-lo. “É agora!” O gennin puxou, uma última vez, o harigane fazendo as shurikens enrolarem-se à volta do pescoço do adversário. Mas para sua incredibilidade, o outro moveu agilmente as mãos e parou as estrelas, acertando com dois dedos em cada buraco no centro delas. “Como é possível?” Mateki sorriu e desapareceu.

De repente, Kazuki sente uma presença atrás de si e instintivamente baixa-se, fugindo a um ataque. Assim dá meia volta ainda agachado e, enquanto isso, usa o mecanismo escondido no braço esquerdo para pegar na kunai. Ao acabar de rodar tenta uma investida vertical para cima. O golpe dirigido ao queixo do adulto falhou, pois ele desviou-se. Mas agora o jovem tinha outra preocupação, uma arma voava na sua direção vinda da direita a grande velocidade. Perante o medo o rapaz fica paralisado sem saber o que fazer.
Tudo ficou preto. Fechou os olhos ao mesmo tempo que sentia uma forte pancada na testa que o atirou ao chão de costas. Bateu com a nuca no solo, ainda bem que era relva. Levou uma mão à testa, parecia estar a ganhar um grande inchaço. Perante as dores na cabeça e no pescoço, agachou-se para tentar aliviar a dor sentida, mas de nada servia naquele caso. Lentamente ergueu a cabeça e viu o seu pai de braço estendido tentando ajudá-lo a levantar-se.

- Parece que perdeste rapaz! – Disse ele sorridente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TaronKali

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Braga
Número de Mensagens : 682

Registo Ninja
Nome: Kazuki Watake
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1750
Total de Habilitações: 69,5

MensagemAssunto: Re: Treino 6   Ter 5 Abr 2016 - 14:05

just bumping Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4010

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Treino 6   Ter 5 Abr 2016 - 19:11

Reservo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4010

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Treino 6   Qua 6 Abr 2016 - 11:46

Avaliação de Kazuki Watake


Habilitações Ninja

Ninjutsu: 4 + 0,75 = 4,75
Taijutsu: 4,5 + 1 = 5,5
Kenjutsu: 9,25 + 1 = 10,25
Genjutsu: 1,75
Selos: 2,75 + 0,25 = 3
Trabalho de Equipa: 1

Habilitações Corporais

Força: 6,25 + 0,75 = 7
Agilidade: 11,25 + 1 = 12,25
Controlo de Chakra: 5 + 0,75 = 5,75
Raciocínio: 3,25 + 0,75 = 4
Constituição: 5,75 + 0,75 = 6,5

Total da Avaliação: 7 / 7

Somatório: 54,75 + 7 = 61,75

Comentários: Ótimo treino, com muita movimentação. Só achei que querias matar seu pai, mas isso já é problema de família.

Atualizado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Treino 6
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kumogakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }