Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 

Quem merece ganhar o duelo?
Azura, Daisuke e Kou
50%
 50% [ 1 ]
Kyo e Jow
50%
 50% [ 1 ]
Total dos votos : 2
 

AutorMensagem
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   28/09/14, 10:12 pm

Bem-vindos a Cha no Kuni, o país anfitrião do Torneio de Todos os Ranks!
Pela primeira vez, os ninjas mais fortes de sempre juntaram-se a pares num torneio amigável para descobrirem quem é o mais forte. Quem sairá vencedor?

Não se esqueçam que os combates são em duplas e só podem ter um duelo por dupla.
Visitem ESTE tópico para mais informações.

Arena do Torneio:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   28/09/14, 10:15 pm

Duelo escrito por Azura (Dorou), Daisuke (Orochi) e Kou (Rods)

Era a final! Ah, a final! A atmosfera da arena naquele dia transmitia uma sensação especial. As pessoas na multidão comentavam entre si em murmurinhos nervosos e excitados, gritavam sons de guerra e os nomes dos seus favoritos. A cada segundo, mais e mais pessoas chegavam à plateia que lotava o local além das expectativas! Uma verdadeira festa. Era final, e todos estavam imersos nisto! – Grrrrrr! - Jow levantou os braços e rangeu os dentes com apreensão. O vestiário iluminava-se com a cálida luz do sol que adentrava pelo portão que dava acesso à arena, portão este conectado ao cômodo de preparação dos lutadores por uma curta escada. O ruivo e o Iwanin estavam em chamas, eles sorriam e apertavam os punhos enquanto esperavam o momento da entrada. Já no outro vestiário, três figuras estavam reunidas no centro, em círculo, olhando umas para as outras.

- É hoje… - Kou falou, sorridente. – Eu nunca pensei que passaríamos por aquele Uchiha… Mas nós conseguimos o impossível! – Comemorou, tocando no ombro dos dois outros shinobis ao seu lado quando Azura acenou com a cabeça e olhou aos dois parceiros de equipe.

- Quero dizer que me sinto honrado em lutar ao lado dos dois. Apesar dos pesares. - Ele olhou para Daisuke, que tinha os olhos fechados em concentração. – Vocês são dois grandes guerreiros e... – Continuava Azura, mas foi interrompido pelo grito cálido da torcida que adentrara as acomodações, enchendo aquela penumbra de um alvoroço estimulante.

- Hell yeah! Eles estão gritando nossos nomes. - Daisuke falou, por fim. – Eu só acho… Que está na hora de chutar algumas bundas. – Terminou, abrindo os olhos por fim, sorrindo para os companheiros.

- É isso ai! - Kou gritou em animação.

- Vamos lá. - Azura concordou, sóbrio.

Os três se voltaram para o breve corredor até chegarem às escadas que levavam à saída principal, quando finalmente adentraram naquele mar de glória e espírito de luta. Céu claro! Um turbilhão de gritos! A luz ofuscante do sol daquela manhã embalava o delírio da plateia quando os três se juntavam aos outros dois adversários que entravam no campo de batalha com os peitos cheios de almejos. Não importava quem ganhasse ou perdesse naquele dia, todos ali já gravavam seus nomes na história como os finalistas daquele torneio que desde o princípio fora uma arena de gigantes. Caminhando até o centro do local, até ficar há poucos metros de distância, os cinco se olharam com respeito, e até o nukenin se permitiu cumprimentar os adversários à distância, levantando a sobrancelha com uma careta de falso desdém.

- ESTAMOS NA FINAL DO GRANDE TORNEIO DE TODOS OS RANKS, VAMOS LEMBRAR AS REGRAS ANTES DE COMEÇARMOS! PRIMEIRO… - O juiz citava a lista de regras daquela última ronda. Nada mudara em relação às outras rodadas, a não ser que esta decidiria o campeão. Então, quando ele terminou seu discurso e levantou o braço apontando para o sol, naquele instante a torcida se calou, prendendo o ar em seus pulmões. A tensão era tão grande que parecia que até a própria brisa suave tinha cessado, as árvores pararam de mexer suas folhas e até os pássaros pareceram aninhar-se para assistir a aquele momento. O juiz olhou para os dois lados, checando se as duas equipes estavam de fato bem… Quando desceu a mão num grito estrondoso. – HAJIME!

E a resposta foi imediata! Jow não esperou os inimigos começarem, partiu com ferocidade atravessando o espaço entre as duas equipas e iniciou um salto que moldava um chute poderoso nos pés. – Dynamic Entry!!! - Gritou, mirando a sola do pé quase flamejante em Kou, o médico do grupo. O golpe acertaria o rapaz em cheio se não fosse Daisuke segurar o e agarrar com toda força o tornozelo do shinobi de Konoha, segundos antes dele acertar o alvo, mesmo que aquela manobra tivesse queimado um pouco sua mão. Rangendo os dentes, o nukenin usou seus poderosos músculos e puxou o ninja raivoso para o alto, despejando-o todo seu peso contra o chão. A besta ruiva da folha gemeu com o impacto e tonteou tempo suficiente para Kou reagir ao ataque, saltando contra o inimigo para encher o punho com chakra e fazer liberar toda a força que se escondia por trás da sua aparência inocente. – Uryaaaa!! - Ele gritou, imitando o jargão do colega.

O golpe acertou em cheio o peito do adversário indefeso num grande estrondo, levantando muita poeira onde agora existia uma cratera vistosa. A torcida foi ao delírio. Enquanto isso, do lado oposto à ação, Azura observava tudo com uma atenção quase obsessiva. E falando em “quase”, quase deixou de lado o outro adversário da equipe inimiga quando um punho flamejante surgiu ao seu lado. Numa corrida frenética, Kyo se lançou como um meteoro contra o Kirinin que jogou o corpo para trás, num movimento cinematográfico e fez o golpe passar bem próximo, quase tocando em seu queixo. Um misto de sorte e timming, ele sabia que seria seriamente ferido por aquele golpe, mas antes que pudesse se reerguer para contra-atacar, duas mãos humanas surgiram da terra, logo abaixo dele, agarrando as pernas do ninja numa constrição poderosíssima. – Um clone? - Azura pensou, mas foi interrompido pelos reflexos, quando uniu as mãos em selos antes que um segundo soco flamejante de Kyo que acabara de atacá-lo.

No segundo seguinte, como mágica, Azura estava a metros dali, ofegante. Ele acabara de usar seu chakra num jutsu que criasse pilares de cristal para empalar o clone debaixo da terra, fugindo em tempo usando o shukuichi, a “supressão de espaço”. Contudo, o kinrini teve de admitir que aquilo exigira mais dele do que pensou que fosse. – Essa passou perto, não foi? – Brincou Kyo, sorrindo para o adversário. Nesse momento, bem próximo dali, a poeira que Kou levantou quando golpeou Jow já havia sentado, revelando na cratera nada mais que um tronco esmigalhado. – Merda! - Daisuke pestanejou quando seu sexto sentido o guiou a olhar para cima para ver o verdadeiro Jow saltar altíssimo e unir as mãos para efetuar o primeiro ataque maciço da luta. Seus braços movimentaram-se freneticamente e, após uma cadeia de selos, um vórtex de água se dobrou em direção à dupla.

As ondas rugiram quando entraram em contato com o solo esmagando os dois numa dolorosa pressão, e no instante seguinte, converteu toda a área de impacto em uma sufocante centrífuga. Kou se viu de joelhos depois de ter sido arrastado por uns bons metros. Tossiu um pouco d’água e tentou se colocar de pé, mas não conseguiu, pois a água ainda dançava ao seu redor. Então, quando a água se assentou, os dois viram o oponente ruivo recuar num salto mais uma vez e sorrir maliciosamente. E foi nesse momento que o desespero lhes atingiu. A cratera no chão funcionava como uma grande piscina, e foi para ela que Kou e Daisuke haviam sido arrastados. As partículas de água rebentavam contra suas bochechas e seus corpos estavam encharcados. Pelo menos encharcados o suficiente para multiplicar o dano do próximo golpe do konohanin.

- Putaquepariu! Kou! Nada! – Gritou Daisuke, nadando desesperadamente.

- Eu sei!! – O pequeno se esperneou para a borda tão rápido quanto pôde, do mesmo modo que o loiro tinha feito dois segundos antes, mas seu corpo não havia saído da enxurrada antes que Jow executasse os selos e descarregasse um feixe elétrico assustador que rasgou o solo em linha reta na direção da piscina improvisada. O kumonin sentiu a aflição percorrer seu corpo e por um momento seu coração quase parou. O mundo ao seu redor se limitou a zunir enquanto seus olhos estavam vidrados no companheiro. Só voltou a si quando sentiu a mão do nukenin a apertar seus cabelos e usar toda força para puxá-lo para fora do perigo, mas mesmo assim não dera tempo, pois seus pés ainda se banhavam na água. O raio atingiu o local e explodiu num zumbido elétrico que fez os dois rapazes gritarem. Daisuke foi arremessado com algumas queimaduras para longe, enquanto Kou pareceu perder a consciência. – A luta agora está empatada. – Comemorou o Yagami, contando com a derrota do garoto.

Porém, ao invés do corpo inconsciente de Kow cair na arena, um turbilhão de corvos eclodiu do clone que se desfez gradativamente e inundou o local de animais funestos que voaram na direção do ninja da folha.  Surpreso, Jow recuou rapidamente num salto, mas os corvos insistiam num veloz perseguição. –Quando foi que ele...? – Indagou o ruivo, quando se lembrou da nuvem de poeira que fora levantada quando o primeiro soco foi dado. – Merda, deram o primeiro lance muito antes do que cheguei a prever. – Concluiu, admirado com a sagacidade do moleque quando as aves barulhentas enfim o cercaram, fazendo-o perder a orientação de onde estaria Kyo ou os outros oponentes. - Idiota, o oponente está a sua volta, não vê? – Concluiu em cólera, fazendo com que seu corpo esguio libertasse ondas elétricas que estouraram os animais com seu poder quando percebeu a flecha que vinha ao seu encontro.

Já no outro canto, enquanto os últimos corvos dançavam ao redor do Konohanin, os cristais se limitavam a brilhar e arder quando submetidos ao fogo. – Senbous da Inveja! – Gritava ao usar seu chakra Shouton e criar várias senbous de cristal, atirando-as contra o adversário. Porém, por mais que Azura atacasse, Kyo usava suas chamas para derreter seus golpes, transformando as senbous num líquido avermelhado para gotejar o chão sem qualquer ameaça. A sensação produzida pelo reflexo das chamas no espelho do cristal era que até mesmo ali o brilho alaranjado dominava o local. Acima de tudo, o Kusanagi parecia ser onipresente. E talvez isso até afetasse o sentimento de batalha justa no coração do zombie, se houvesse algum.

- Vamos lá! Só isso que você tem? – Provocava o Iwanin ao tentar atingi-lo com um flamejante chute lateral. Agilmente o ninja de Kiri saltou para se esquivar da investida, mas todos os seus passos pareciam premeditados e quando usou chakra para revestir o joelho com cristal e revidar com uma joelhada, Kyo conseguiu bloquear o golpe com um rápido (mas preciso) toque com uma das mãos na perna do atacante, terminando com um giro lateral num poderoso chute que o jogou alguns metros no ar. Selo Hiraishin bem sucedido. – Comemorou Kyo, já sentindo a posição do adversário. Atordoado, Azura ainda conseguiu aprumar o corpo antes que embatesse no solo. O ruivo da névoa ficou admirado com os movimentos do adversário. Eram precisos e pouco hesitantes. Quase elegantes. – Pensei que seria mais difícil. – Sorria o Iwanin que já se aproximava e levava a perna num rápida rasteira. Azura se esquivou novamente, tentando ganhar espaço, fazendo Kyo errar um golpe a altura do ouvido. - Minha vez. – Pensou quando se inclinou para golpeá-lo com um chute no abdômen,  obrigando o adversário a se afastar. Era o que queria.

Ele sabia que o combate corpo-a-corpo não era vantajoso, de modo que lhe foi preferível manter o oponente a uma distância adequada para seus ninjutsus. Mas se o Kusanagi era bom com ataques físicos diretos, também sabia ser à distância. Sem sequer hesitar mediante às investidas furtivas do ruivo, ele desembainhou sua Matadora de Dragões e pôs-se a dançar a dança das espadas enquanto modelava seu cumprimento almejando conseguir uma melhor abordagem. Na primeira vez em que ela cortou o ar, Azura esquivou por centímetros, ao rolar no chão. Na segunda, refletiu o beijo da lâmina quando uma série de espigões de cristal a fez tangenciar para o lado errado. Na terceira, o braço atado do shinobi somente não foi amputado por estar envolto em uma placa de diamante, que retiniu. Agora estava ainda mais enrascado.

Contudo, quando esperava uma nova investida, um grito de dor fez Kyo perder o interesse naquela brincadeira. – Argh! – Reclamou o Yagami ao ser atingido no ombro direito pela flecha de Kow que utilizou os últimos corvos como cobertura para desferir a seta com precisão. Jow viu seu sangue escorrer pelo braço e quando pensou em puxá-la de volta, numa demonstração de força, Daisuke ressurgiu com grande velocidade ao seu lado. – Surprise, modafocka! - Aproveitando a abertura, o nuke havia levado chakra à tatuagem para conseguir invocar seu bastão condutor, o qual atirou lateralmente com toda força no peito do konohanin. O impacto elevou Jow no ar, jogando-o dolorosamente contra algumas árvores nas cercanias da arena e para completar o combo, perfez alguns selos para inflar o peito de ar com chakra fuuton para disparar uma esfera de ar comprimido que estourou na direção do jovem. A torcida mais uma vez comemorou o golpe, mas vibrou ainda mais quando Jow cambaleou para fora da confusão de poeira e árvores quebradas.

- Você está bem?! – Apavorou-se Kyo, utilizando o selo-hiraishin que havia posto no parente para ressurgir ao seu lado, abandonando os ataques à Azura que agora se reunia com seus companheiros no canto oposto do embate.

- Quem pediu para você vir aqui, Baka?! – Esbravejou o ninja, reprovando o cuidado do Iwanin com seu estado de saúde. – Vai cuidar do outro! Estes aí são meus! – Enfureceu-se, rangendo os dentes ao romper o terceiro portão.

Parecendo surpreso porque o rapaz ia usar aquela técnica, Kyo se afastou para não ser pego pela grande descarga de energia e viu a pele do Iwanin tornar-se avermelhada e suas veias a pularem pelo corpo numa assustadora demonstração de poder. A plateia ficou apreensiva e assustada. Os urros de Jow começavam a ecoar pela arena enquanto seu chakra eclodia como uma aura destruidora que fazia o chão tremer. Nesse momento, reforçando sua posição, Kyo descansou sua arma no chão e concentrou chakra katon nas mãos que tomou forma de um arco flamejante. Parecia que os dois estavam partindo para decidir a luta. – Essa não. – Murmurou Azura, juntando as mãos em rápidos selos para criar uma redoma de cristal em tempo de ser atingida por cinquenta flechas de fogo disparadas por Kyo. Agora, os três conseguiam apenas ver o vulto dos dois adversários.

Citação :

- Acho que está na hora do plano “C”. – Sussurrou Daisuke, ansioso.
- Não. É do plano “B”. – Respondeu Azura, fazendo alguns selos.
- Mas é lógico! Só depois do “B” é que vem o “C”. – Retrucou Kow, nervoso.
- Cala essa matraca! Eu sei! Eu sei, seu...! – Gritava o loiro.


Porém, como num passe de mágica, Kyo usou o selo-hiraishin que colocara na perna de Azura anteriormente, ressurgindo dentro da redoma com os três ninjas. – Surprise, motafocka! – Imitou o nukenin numa flagrante provocação. Mas antes que Daisuke pudesse reclamar do plágio, o corpo do Iwanin sumiu misteriosamente, retornando para o lado de seu companheiro, deixando apenas uma tarja explosiva em seu lugar. Lascou! A redoma agora se transformara em sua lápide. Sem saída, Azura só teve tempo para diminuir a resistência da redoma, fraquejando-a ao ponto em que os três puderam atravessar as paredes num espetáculo vítreo e barulhento, além de doloroso. Realmente doloroso. Ensanguentados pelas inúmeras farpas de cristal, os três tentaram se levantar com dificuldade. Já não conseguiam ouvir mais nada, além da visão turva por causa do sangue que escorria em suas testas.

Nunca antes eles estiveram em tamanha desvantagem, e Azura sabia disso. Ele não tivera sequer tempo para colocar em prática todo o planejamento que previa. Principalmente porque Jow abriu um leve sorriso ao vê-los sem a proteção do cristal. Não que isto fosse problema, mas agora, os alvos estavam ao seu alcance. Agora teriam que improvisar. O chão tremeu novamente e o demônio de Konoha arremeteu contra eles numa velocidade inimaginável. Seu punho fechado brilhou quando atingiu o primeiro da lista: Daisuke. O loiro foi atingido em cheio no rosto. O impacto fora tão grande que suas pernas foram projetadas para o alto, ganhando o espaço num espiral ascendente. O mesmo aconteceria com os outros se Kou não tivesse pensado rapidamente e atirado uma granada de luz no chão coberto de cristal. A luz refletida atrapalhou a aproximação da fera, desviando-a de sua investida.

O médico não titubeou nem por um segundo, ciente de que passos em falso seriam sua ruina. No menor movimento indicativo do retorno da besta, o kumonin distribuiu seu peso firmemente nos pés e criou um fluxo tão intenso de chakra fuuton nas mãos que pequenas esferas se formaram, precipitando a onda supersônica que seguiu, explodindo e arrastando tudo naquela direção. A força do impacto o arrastou alguns metros para trás, e seus braços se curvaram um pouco, mas o menino não recuou. Quando achou que aquilo tinha sido o suficiente para mandar o Yagami pelos ares, o ruivo reapareceu a sua frente, esbofeteando seu rosto tão forte que ficou parcialmente surdo. Ainda zonzo, rolou para esquivar de uma palmada destruidora, e quebrou um terceiro ataque ainda em formação com a mão embebida em chakra. Kou realizou, tão rápido quanto pode, os selos necessários para criar um clone, e assim que o fez, tratou de não abrir espaço para os ataques de Jow. Agia rápido o suficiente para não chegar a ter medo.

Projetou um chute que foi bloqueado, e clone copiou seu movimento, reforçando a investida. No momento em que Jow vacilou, Kou deslizou e golpeou seu abdômen com lâminas de chakra em suas mãos. Urrando, o ruivo o pegou pela cabeça com uma das mãos e o arremessou para o alto, enquanto tratou da cópia pressionando-lhe o rosto contra o chão e esmagando sua cabeça. Uma nova torrente de corvos barulhentos se fez, e o ninja médico, aproveitando a distração e com um ataque descendente, tentou acertar seu calcanhar devastador no oponente, criando uma cratera ainda maior que a primeira. Errou, entretanto. Jow rugiu furioso e golpeou Kou tão forte no tórax que o pequeno fora atirado à frente com uma potência assustadora. Caiu rolando no solo, desacordado.

Kyo, por sua vez, aproveitando para vangloriar seu poder para a torcida feminina que lhe fazia coro, juntou chakra nas mãos e as embateu no solo num gemido de esforço. E antes que Daisuke caísse, todo o solo da arena tremeu, mudando de forma para criar centenas de pilares de rocha enegrecida ao redor dos outros dois. – Exibido! – Brincou Jow, já podendo sentir o gosto da vitória. Afinal, os adversários estavam à mercê do elementalista que continuou seu ataque ao injetar mais chakra doton no solo, fazendo os pilares desabarem de forma desordenada numa grande e caótica nuvem de poeira. O ruído acordou o nukenin de seu torpor. Daisuke sentiu que seu corpo ainda caía e sabia que precisava reagir. Então, juntando as mãos para fazer alguns selos, ele conseguiu impedir o choque com o chão ao criar um bolsão de ar logo abaixo de si, quando os adversários o perderam de vista na densa poeira de demolição.

- Azura! Kou! Onde vocês estão! – Gritava Daisuke, forçando os braços para puxar as rochas à procura dos companheiros.

A torcida estava apreensiva e ansiosa para ver o que resultou tamanha demonstração de poder pelo ninja de Iwa. Jow também aguardava. Ainda a postos com toda aquela energia, ele esperava aproveitar o combate com o único dos adversários ainda de pé, mas sua expectativa virou susto quando a poeira baixou e viu um grupo de rochas próximas que se moveu e finalmente revelou Azura e Kou entre os escombros. – What the Fuck! – Gritou Daisuke, traduzindo a surpresa que os espectadores e o próprio Kyo estavam. Com a pele escura como terra, os olhos de Kirinin tomaram a mesma cor e de maneira estranha continham um amarelo maldoso e até mesmo insano. Usando sua força, Azura segurava o kumonin inconsciente com uma das mãos, enquanto estendia o outro braço deformado para segurar as rochas. Já sem a atadura, o braço havia se distendido, tomando a imagem de uma grande luva espalmada e escamosa, sendo suficiente para proteger os dois da precipitação das rochas.

- Desgraçados! Quase me matam de susto! – Comemorou Daisuke.
- Vamos terminar logo com eles! – Disse Azura, deixando Kou no chão.

De costas um para o outro. Daisuke e Azura pareciam aguardar que os adversários tomassem a iniciativa. Porém, com o aparecimento daquela técnica estranha, os dois ninjas vacilaram um pouco, até que Jow não aguentou mais a espera e disparou contra os dois deixando uma trilha de poeira com seu movimento acelerado pelos portões. Aí vem eles! – Pensou o loiro, cerrando os punhos ao decidir responder o jovem de konoha à altura. – TERCEIRO PORTÃO! KAI! – E com os olhos arregalados, a energia de seu corpo rompeu os limites, transformando-o da mesma força que o konohanin.  Fazia tempo que Daisuke não utilizava os portões e agora, na final, seria uma oportunidade perfeita para “desenferrujar”. Surpreso mais uma vez, Jow desviou um pouco a rota numa parábola para atingi-lo com um chute lateral, mas o nuke elevou o braço e bloqueou o golpe com um grande impacto. A arena estrondou.

Os expectadores mal conseguiam vê-los lutar. Apenas conseguiam sentir as lufadas de ar que os golpes trocados geravam com o deslocamento de ar em seus poderosos golpes.  Dando um pequeno salto para trás, Daisuke conseguiu apoio para levantar a perna num chute ascendente que obrigou Jow a recuar, quando o nukenin agarrou duas pedras de bom tamanho e as jogou contra ele com toda força. Sem aguardar, o konohanin esmigalhou as rochas com dois golpes de seus punhos e avançou contra o adversário com muita rapidez, mas o loiro já o aguardava com o braço levantado na forma de gancho, embatendo-se contra ele com força descomunal. – Lariat! – Esbravejou para escoar sua ira. A dor do impacto fez o ruivo da folha voar e antes que ele pudesse aprumar o corpo para cair de pé, Daisuke já ressurgia logo acima, desferindo uma tremenda cabeçada no seu peito. – Head Batto! – Proferiu ao sentir sua testa sangrar pela força do golpe. Cuspindo sangue, Jow foi arremessado contra o solo e afundou formando uma imensa cratera que elevou os pedregulhos da arena. As pessoas da torcida começavam a temer pela segurança, afastando-se cada vez mais da destruição, quando finalmente escutaram: - Quinto portão! Kai! – Gritou Jow, buscando mais força.

Enquanto isso, revigorado do dano devido ao fator curativo de seu chakra natural, Azura manipulava seu braço novamente para deixa-lo na forma de um canhão de chakra, disparando diversas vezes contra Kyo que foi obrigado a ziguezaguear lateralmente enquanto as rochas eram pulverizadas a cada tiro.  Agora não posso brincar. – Pensou o Iwanin ao utilizar o selo novamente e ressurgir ao lado de Azura, desferindo um forte chute na têmpora do alvo. O estalo forte deslocou o pescoço do ruivo da névoa para uma posição antinatural, retirando suspiros de nojo da plateia, quando o próprio ninja colocou o pescoço no lugar. – Minha vez! – Comentou com a voz alterada de um demônio, quando das suas costas surgiram vários búzios que acompanharam seus braços numa grande concentração de chakra, disparando um maciço raio de energia. O feixe destruía tudo em sua volta, perseguindo o ninja da pedra que não teve alternativa senão usar sua proficiência no doton para criar uma maciça barreira de pedra.

Os raios atingiram o paredão em cheio, fazendo a estrutura desmoronar. Contudo, por conseguir sentir chakra, Azura já saltava momentos antes que Kyo saísse do chão e o cortasse ao meio com sua Matadora de Dragões.  Mesmo assim, um filete de sangue negro escorreu do nariz do mutante, mas se fechou num piscar de olhos. – Então você se regenera rápido, não? – Brincou o crackudo. Sem entender o motivo da brincadeira, o ruivo esticou os braços que agora viravam duas lâminas resistentes, partindo para o ataque com ferocidade, jogando as pernas lateralmente com ágeis chutes e piruetas contra Kyo que percebeu que o rapaz começava a ficar cada vez mais lento. O veneno começara a fazer efeito. – Está sonolento? – Perguntou num tom provocativo. Azura estava prestes a dormir. Seus olhos começavam a ficarem mais pesados quando, após mais um golpe de sua lâmina, não se aguentou e caiu de joelhos.

- Acabou. – Concluiu Kyo, encostando a lâmina no pescoço do adversário.
- Ainda... Não... – Sussurrou ao cair no sono e estourar numa nuvem de fumaça.

- Não importa. Ali! – Concluiu ao se viajar para a posição do seu selo quando foi pego de surpresa pelo que viu. Pendurado numa árvore, a calça do uniforme do kirinin balançava completamente coberta por tarjas explosivas. Uma armadilha. Merda! – Foi o que pensou ao sentir o impacto da grande explosão que quase o matou.  Com o choque, Kyo foi jogado de volta à arena, com o corpo ainda fumegando. Gemendo de dor, ele percebeu que Azura começava a sair do subsolo lentamente. Com a expressão fria no rosto, o ruivo da névoa parecia não se importar que estivesse somente de cuecas à vista de todos. As moças visitantes e kunoichis gritavam ao mesmo tempo em que se envergonhavam daquela situação enquanto seus pais tentavam cobrir-lhe os olhos àquela pouca vergonha. – Mas... Como? – Indagou Kyo, já sem condições de lutar.  

- Explico. – Respondeu, dizendo que no momento da cúpula de cristal, ele havia efetuado outro jutsu, juntando chakra para criar um clone seu que afundou na terra para ter tempo de se dirigir à floresta e preparar a armadilha, retirando as calças que continham o selo que ele já tinha visto funcionar no duelo anterior. Era questão de tempo até que o adversário se teleportasse para aquele local. As palavras que saíam da boca do kirinin eram um agrado à inteligência do iwanin. Aquela estratégia realmente pegou Kyo de surpresa.  – Parabéns cara. E Jow, como está? – Perguntou inocentemente, rolando com gemidos para vislumbrar o céu azul. – Está bem até demais. – Sussurrou o ninja, preocupado com a situação de sua equipe. Kou estava fora de combate e Daisuke, às vistas, estava tomando a maior surra. Vai lá, garoto. Você consegue. – Torceu por seu companheiro que foi claro ao dizer que não fosse interrompido neste momento.

Nesse momento, há alguns metros dali.... Quinto portão! O cara é bom! – Pensava o nuke, admirado com a força do ruivo da folha que ganhara um boost capaz de sobrepujá-lo. Muito rápido. Daisuke foi logo alvejado por dois socos e um chute nas costas que o projetou contra o resto do paredão que Kyo havia criado. As últimas pedras ruíram e um facho de energia convergiu para ele numa velocidade incrível. Daisuke estava mal. Os danos anteriores e os atuais o deixaram bastante fraco. Porém, era orgulhoso demais para admitir que talvez precisasse de ajuda. Então. Num momento de loucura. Desativou seu hachimon. A torcida enfim conseguiu enxergar o loiro que parecia acabado. – Vamos lá maricas! Cof... Cof... Vamos brigar à sério! - Provocou levantando os pulsos para o vazio, já que não conseguia mais ver o adversário veloz.

- Essa não. Siga o plano! – Condenou Azura, disposto à ajuda-lo.
- NÃO! ISSO É COMIGO! – Gritou Daisuke, mantendo a posição.

Apesar do momento mais crítico da final. Azura entendeu a fibra do nukenin e se caminhou até Kou que ainda dormia. Logo que o nukenin perdesse por causa de sua arrogância, teria que enfrentar o outro ruivo ensandecido. Seria algo problemático. Contudo - para a surpresa de todos e de Azura - o Yagami imitou o nuke e trancou seus portões novamente. Ofegante, ele cambaleou até Daisuke e levantou os braços com coragem. O loiro sorriu, admirado pela honra do jovem que começou a ataca-lo com a pouca força que tinha. O outro não esquivou. O estalo do soco foi acompanhado pelo grito solitário de uma fã mais afoita que não acreditava naquilo. Acabado, o loiro limpou o sangue da boca e retribuiu o carinho com outro soco e uma cotovelada. Jow cambaleou para trás e jogou o punho contra a barriga do rapaz que gemeu de dor e se curvou, deixando a guarda baixa para levar uma joelhada na cara, mas não o derrubou.

Aquela troca de golpes não demorou muito e como eram os dois os últimos no combate, a torcida acompanhava emocionada com a demonstração de garra e honra dos dois jovens que gemiam a cada troca de socos e chutes. Exaustos e feridos, os dois permaneceram naquela luta franca até que, num último suspiro de força, Jow girou o punho e errou, caindo de joelhos já sem forças. – Maldito! – Sussurrou antes de cair de uma vez no chão. Cambaleante, Daisuke sorriu sem perceber que tinha perdido alguns dentes, quando também caiu de joelhos e apagou. A torcida foi à loucura e comemorou um final digno da última luta do campeonato. Aplausos e flores foram oferecidos aos dois combatentes, enquanto outra pessoa arremessava calças novas à Azura que ainda não parecia se importar com a nudez.

- Esse idiota é louco. – Sussurrou, esboçando um pequeno sorriso.



FIM


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   28/09/14, 10:16 pm

Duelo dos Irmãos Sol e Lua (Kyo e Jow)
 
 
Pensamentos de Kyo:
 
 

Anteriormente...

 
Os fortes ventos vindos do oeste traziam as nuvens que pareciam um rebanho de ovelhas de lãs negras a sobrevoar o céu carregadas de chuva e fortes trovadas, o vento gelado e constante era só um prelúdio de uma forte tempestade estava preste a chegar à Cha no Kuni. Tal fato poderia estragar a grande final do evento que estava a acontecer naquele exato momento, mas a vontade de todos de vê o capitulo final desse grandioso livro de guerras não fez ninguém desanimar. A arena estava com sua capacidade ao limite e muitas pessoas ainda queriam entrar naquele lugar sagrado, a qual já estava a ser chamado Santuário dos Deuses, já que dentro dela se ocorreu batalhas épicas dignas das mais diversas canções e poemas, um lugar sagrado pela unção dos “deuses” que a batizaram com seu suor e seu sangue. Era um acontecimento único e não seria uma chuva que iria tirar as pessoas de verem o seu glorioso desfecho, já tinham sido demonstrados excelentes duelos tanto no Exame Chuunin como no Torneio de Todos os Ranks, agora na última luta que encerraria as series de duelos mitológicos ninguém queria desistir de vê só por causa de uma chuva. 
 
Os gritos da chuva estavam a serem ouvidos em formas de trovões a anunciar a sua chegada, mas a platéia não estava interessada no som que vinha de fora e sim um som estridente que ocorria dentro daqueles muros. Era o bater dos metais que estava a prender a atenção de todos ali presentes, metais os quais forjavam armas que se encontravam em cada mão dos protagonistas do espetáculo. Os protagonistas era a poderosa tríade guerreira formada por Hiroshi Daisuke, um grande lutador de Suna famoso por sua grande força e habilidades em combate corpo a corpo, ele havia conseguido superar um problema de paralisia que o havia deixado como um vegetal durante uns meses, mas agora era um dos mais fortes a participar do torneio. Azura Inugami, um grande shinobi da vila da Névoa conhecido por sua calma e tranqüilidade para raciocinar em todos os momentos o tornando um grande estrategista, mas que há pouco tempo havia abandonado a vila após sofrer uma mutação e perder o controle, só que agora estava ali como representante de Kiri e mostrando que já havia controlado a fera dentro de si. Kou Mitsukubane, um Chuunin médico da vila da nuvem se demonstrando ser um belo suporte para seus companheiros e sendo de grande valia na questão estratégica, detentor da habilidade da Força Aumentada por Chakra a qual lhe dava um trunfo para eliminar o oponente caso lhe desse uma chance. Esses eram os adversários da então chamada dupla Irmãos Sol e Lua, a qual era composta pelos seguintes integrantes. Kyo Kusanagi, o herdeiro de um famoso clã nobre de Iwagakure e detentor da grande Kekkai Tõta Jinton, ele já havia mostrado habilidades para está em um dos níveis mais altos shinobis. Seu parceiro era Jow Yagami, um jovem chuunin que havia se mudado para Konoha há pouco tempo, demonstrando uma boa perícia em um combate corpo a corpo usando seu Hachimon e também que corre sangue demoníaco em suas veias o deixando mais letal.
 
Essa final estava escrita nas linhas que eram usadas para formar a tapeçaria chamada destino e por isso esses times já estavam predestinados a estarem a fazer a última luta desse grande evento, luta a qual estava sendo representada cada grande vila shinobi por um dos competidores. Era o destino a demonstrar que a Aliança Shinobi é a arma mais poderosa de todos, então a última pintura a ser mostrada naquela grande apresentação de arte estaria estampada à marca de cada uma delas fortificando o espírito que era a valiosa Aliança Shinobi. Konoha, Iwa, Kiri, Suna e Kumo as cinco grandes vilas que formaram grandes shinobis durante anos estavam a mostrar cada uma seus novos prodígios, as cinco em apenas um ponto a mostrar para todos que elas ainda tinham muito a crescer com a nova geração. 
 
O espetáculo continuava no centro de seu majestoso palco, nele conseguia se vê um trio a fazer de forma correta a formação de batalha ideal como o estrategista do grupo lhe havia formado. Daisuke um pouco mais a frente fazendo o papel de infantaria já que de todos tinha o melhor poder de ataque, Azura ficava ao meio para atacar através das brechas e também um lugar apropriado para vê de perto e analisar a situação, já Kou ficava a distância a usufruir do alcance longo de seu arco e também por ficar numa zona mais neutra para seu suporte. A dupla de Konoha e Iwa tinha a vantagem de já se conhecerem muito bem e seu trabalho de equipe era bem sintonizada, mesmo assim estava a ter uma grande dificuldade de furar a formação de seus adversários a qual estava bem equilibrada. O som dos metais a se chocarem eram constantes e ouvidos por todos que estavam ali, o gennin de Suna trazia contigo seu bastão condutor o usando para atacar e aproveitando ser o mais forte em atributos físicos para ser sempre o primeiro a tomar a iniciativa, o som é estridente quando sua arma se choca com a poderosa espada Berserk a qual era conduzida pelo iwanin. 
 
Fagulhas se espalham pelo ar devido ao atrito dos metais a cada choque de espada, ambos tinham uma boa pericia em armas e o combate era intenso. O bastão vinha pela esquerda e por pouco não acerta o rosto do representante da vila da pedra que conseguiu jogar sua cabeça para trás esquivando do golpe, girando seu corpo Hiroshi tenta o acertar com o outro lado do bastão, só que com um pulo para trás o herdeiro do clã do sol consegue escapar. Vendo uma brecha para contra-atacar, o castanho não hesitou para girar sua grande espada para fazer um corte horizontal, mas o representante da areia era muito ágil e abaixando seu corpo consegue escapar da investida, jogando seu bastão a frente ainda consegue acertar em cheio a barriga do seu oponente. O golpe doeu só por ver a cara do alvo e seu urro de dor, se aproveitando do momento de agonia alheia Daisuke gira seu corpo na intenção de acertar um forte golpe na cabeça, mas Kyo se recupera a tempo e utilizando as suas duas mãos (uma segurando o cabo e outra o lado da lâmina) bloqueia o ataque com um movimento vertical ascendente, usando a lateral da sua espada. Foi nessa hora que começou um jogo de força em que o Sunanin tentava empurrar seu adversário enquanto ele tentava manter sua posição, se conseguia ver claramente que o loiro levava vantagem no critério força, pois seu rosto se mantinha sereno enquanto o jounin se mostrava estar com um semblante de esforço ficando com o rosto bem vermelho usando o máximo de sua força. Tanto que por isso o sunanin teve equilíbrio para levantar sua perna direita e acertar uma forte solada no tórax de seu oponente, o golpe foi forte suficiente para jogar o iwanin para trás e o deixar sem fôlego por alguns segundos.
 
Em outra cena  acontecia à luta entre os ruivos, o konohanin deixou seu chakra fluir por todo o seu corpo e executou o Shirei Aruku, aumentando um pouco a sua velocidade e assim lhe dando uma vantagem. Jow e Azura travavam um duelo formidável em que o ruivo de konoha utilizava suas katanas enquanto o ruivo de kiri usava sua sanjuu gai. O Inugami atacava velozmente com sua foice obrigando o chuunin a saltar para o lado para escapar do golpe, ao tocar no solo o Yagami encontra uma brecha na defesa do adversário. Mas quando movimentou sua katana da mão esquerda num movimento de estocada Kou entrou em ação, atirando algumas flechas na direção do ruivo que se viu obrigado a cancelar o ataque no kirinin, executando um movimento em diagonal ascendente da esquerda para a direita a fim de bloquear os projéteis que vinham contra ele. Sabendo que seu adversário ia conseguir escapar da sua primeira investida o kumonin atira mais uma flecha, porém dessa vez mirando na mão direita do jovem Yagami, que ao ser atingido não mão direita pelo projétil acaba soltando sua espada. Azura percebeu uma excelente oportunidade para atacar, girando seu corpo acerta o outro ruivo em cheio com um potente chute giratório na barriga arremessando-o a alguns metros.
 
Após as seqüências de golpes ambos os times se reagrupam para procurar a melhor estratégia de se continuar o duelo. Por parte do trio perceberam que estavam em bom estado e a estratégia do kirinin realmente os fez ter um bom desempenho, portanto para eles o melhor era continuar a fazer como planejado inicialmente. Já para dupla era nítida que a situação estava desfavorável, se manter naquele mesmo ritmo não iria trazer nada de bom para eles e era hora de mudar. Era hora de entrar a analise do estrategista do grupo, Kyo era o maior responsável por essa parte formando os planos e se aproximando de seu amigo começa a dizer qual seria a sua nova abordagem. Com tudo explicado Kusanagi bate nas costas do seu parceiro a perguntar _ Você acha que consegue fazer isso por mim? _ o ruivo solta um sorriso e olha para seus oponentes a dizer _ Não se preocupe comigo e só faça a sua parte que garanto a minha. _ ficando assim decido a nova abordagem que ambos iriam fazer para ganhar a vantagem nessa luta. Kyo já tinha visto qual era o plano deles e havia planejado usar a própria tática deles contra eles e para isso tinha que os separar um pouco. Não adiantava fazer um combate de força contra Daisuke o qual era muito superior, então era melhor fazer uma luta de agilidade usando um de seus jutsus para lhe dá a vantagem nesse quesito. Deixando seu chakra fluir pelo corpo ele utiliza seu Doton: Keijūgan no Jutsu para diminuir seu peso e assim facilitar seus movimentos, claro que por diminuir seu peso seus golpes ficariam bem mais fracos, só que para isso ele tinha outra idéia que o deixaria ainda mortal. Segurando firme a sua espada ele faz com que seu chakra percorre sua arma a banhando com energia Fuuton e usando seu Zōfuku Hien, dessa maneira o corte da lâmina se tornaria mais perfeito não importando tanto a força de seu ataque e ainda conseguiria aumentar a lâmina em cinco metros o deixando com uma área de alcance melhor. Dessa maneira ele ganharia uma boa vantagem, sem contar que em lutas anteriores o sunanin nunca havia usado técnicas de Katon, ficando apenas com Raiton e Fuuton, isso queria dizer que utilizar chakra no estilo vento era vantajoso ou no mínimo indiferente contra ele. Essa era a analise dele para enfrentá-lo e com um impulso de chakra a ajudar aparte em direção ao seu alvo já aumentando o tamanho da lâmina, realizando um corte vertical já o faz se esquivar dando um pulo para lado se afastando dos outros dois companheiros deles. Fica a fazer mais golpes o forçando a recuar deixando o kirinin e o kumonin a cargo de seu parceiro. 
 
Ainda com sua foice empunhada Azura estuda o seu adversário, fitando-o dos pés a cabeça como se analisasse cada detalhe do ruivo da folha. Jow por sua vez não estuda o adversário, ele concentra chakra negro por todo seu corpo ativando seu Oni Mode e conseqüentemente aumentando suas habilidades físicas. O Yagami parte velozmente para cima do kirinin e desfere uma potente cotovelada no peito do Inugami, que se esquiva saltando para trás. Porém mesmo pressionado, o ruivo da vila da névoa consegue manter a calma e contra golpeia com um chute ascendente, que obriga o chuunin a dar um rápido mortal para trás para conseguir esquivar do golpe. O Tokubetsu corre rapidamente e desfere uma voadora na direção do konohanin que rapidamente salta lateralmente e tentar acertar um murro rápido com a mão direita, no lado esquerdo do rosto do Inugami, entretanto Azura consegue girar o corpo e acertar um chute giratório no rosto do lutador que é empurrado para perto do kumonin, ficando de costas para o mesmo. Kou vendo a oportunidade perfeita não hesitou a armar mais uma flecha em seu arco e lançar contra seu adversário aproveitando a chance que seu companheiro lhe deu, seu oponente estava muito perto e ele se encontrava em seu ponto cego, logo escapar seria uma tarefa muito difícil e caso fizesse isso daria brecha para seu companheiro mascarado o acertar já que se encontrava indo na direção do mesmo. Lançando a flecha notou que Jow não fez nenhuma reação de esquiva apenas se concentrando no homem a sua frente preste a atacá-lo, isso o fez ter mais esperança que seu tiro o acertasse conseguindo o incapacitar mais desta vez acertando um local mais letal que mão, mas para sua surpresa algo inesperado acontece. Kyo que até então estava a lutar contra Daisuke aparece por de trás do Yagami jogando sua espada na direção da flecha que ao se chocarem muda a trajetória do projétil, agora a flecha ao invés ir à direção do oponente estava ir ao encontro de seu parceiro. 
 
Eles não tinham reparado, mas no momento que o Kusanagi bateu nas costas de seu parceiro para explicar seu plano havia lhe marcado com o selo do Hiraishin. O plano era primeiramente afastar Hiroshi de seus companheiros já que de todos é o que tem o melhor ataque e tempo de reação, sendo assim Jow ficaria a cargo dos outros dois, sendo que o importante era afastar um pouco Azura do Mitsukubane dando do lhe as costas para ele. Eles pensariam que estavam com a vantagem, mas seria a chance perfeita para Kyo usar a sua técnica do Deus Trovão Voador e ir de forma rápida para trás do konohanin o protegendo da investida de Kou e o deixando bem perto dele. Como o sunanin não conseguiria acompanhar a velocidade do Hiraishin estaria distante para ajudá-los em tempo hábil, deixando seu suporte a mercê do integrante mais forte da dupla e com o Yagami a impedir que Azura se aproximasse para protegê-lo também _ Você é meu! _ gritava o iwanin a se aproximar do seu alvo movimentando seu pulso para liberar a lâmina oculta de seu braçal e se preparar para atacar. O Inugami vai em direção ao Jounin de Iwa, mas primeiro teve que esquivar da flecha que ia à sua direção, esse foi o tempo e brecha necessária para que o Chuunin de Konoha para lançar uma kunai, o kirinin não tinha equilíbrio para se desviar do golpe e por isso usa seu braço esquerdo para se defender fazendo com que a lâmina entrasse em sua carne. Ele sente dor por causa da perfuração, só que não era o suficiente para detê-lo e por isso parte ao auxilio de seu companheiro, infelizmente ele sente seu corpo paralisado e não consegue se mover adequadamente. Olhando para kunai vê que havia um fio shinobi preso a ela indo até as mãos do seu dono, foi só aí percebeu que a ele estava a fazer algo para impedi-lo de se mover normalmente, essa era a técnica de Jow chamada Hijutsu Ishibari que utilizava o chakra como um agente paralisador usando o harigane como condutor. 
 
Um companheiro muito longe para ajudá-lo e o outro paralisado pelo oponente, essa era a situação que o Chuunin de Kumo se encontrava sem contar com um poderoso adversário vindo em sua direção. Agora era a vez dele ser a peça principal e não apenas um figurante a dar suporte, era hora de mostrar a todos que também era mais que alguém que ficava a ver todos pelas costas. Reuniu de forma rápida seu chakra em seu punho esquerdo, sabia que seria difícil acertar seu oponente o qual era tão rápido, mas poderia muito bem impedir seu avanço o forçando recuar. Levantando seu punho ele utiliza o seu Ōkashō acertando bem forte o chão quando Kyo estava quase a alcançá-lo, o golpe foi tão forte que fez uma cratera e jogou diversos entulhos à direção do iwanin de forma tão rápida que ao acertar fazem diversos hematomas pelo seu corpo, a pressão do golpe foi forte suficiente que fez o Jounin ser jogado para trás já que ainda tinha seu peso diminuído e assim fazendo sua investida ser ineficaz. Já havia conseguido se salvar, agora o Kou respira fundo e em seguida solta um forte sopro para realizar seu Daitoppa, criando então uma explosão de vento que ao acertar o membro de konoha o lança para longe desprendendo seu companheiro da paralisia e fazendo seu alvo bater forte com suas costas em uma árvore. A platéia vai à loucura com a grande manobra do mais jovem dos participantes o qual mostrou também ser bem forte fazendo muitos gritarem seu nome, pelo visto a dupla menosprezou o poder desse pequeno representante da nuvem e pagou o preço com hematomas e dores pelo corpo.  
 
Os gritos da platéia são constantes depois da grande atuação do jovem Chuunin, mostrando que mesmo com a pouca idade não foi por acaso que conseguiu já a promoção no Exame Chuunin passado. A euforia dos espectadores só é abafada pelo grande som do trovão e o forte clarão do relâmpago mostrando que a tempestade esperada finalmente havia chego ao local. A chuva cai forte com pingos potentes dificultando a todos a enxergarem, mesmo assim não foi visto ninguém a esboçar se esconder dela para não perder seu precioso lugar para assistir o grande desfecho da obra de arte conhecia como Torneio de todos os Ranks. Mesmo com a água a temperatura era quente na arena, os protagonistas estavam a mostrar o porquê de chegarem até a final, todos estavam a mostrar uma grande robustez para buscar a vitória, só que apenas um time poderia se sair campeão daquele local. As equipes estavam a se postar em formação novamente, ambos provaram ser bem espertos e que estudaram bastante o outro e o duelo estava a se mostrar bem equilibrado. Kusanagi mais uma vez fala ao para seu companheiro combinando com ele mais uma investida sincronizada, seu companheiro entende o que lhe foi pedido e por esse motivo já começa a reunir o chakra necessário o deixando fluir por todo corpo. Por sua vez Kyo executa uma seqüência de três selos usando suas mãos correspondente a Tigre, Cobra e Javali. Após isso reuniu seu chakra em seu braço esquerdo até se criar um arco feito totalmente de chamas, levando sua mão direita até perto da sua esquerda para em seguida a recuar se forma uma flecha de fogo, apontando ela para seus alvos ele finaliza seu Ācherī Kasai lançando cinqüenta flechas de fogo de uma só vez.
 
Os projéteis de fogo vinham de todas as direções e por esse motivo seria muito difícil conseguir escapar de todos, com essa análise Azura viu que a melhor forma seria bloquear os ataques. Depois de fazer os selos necessários bate com as mãos no solo, ao fazer isto cria uma parede de terra que rapidamente se torna num cristal bastante forte e com muita espessura. Dentro daquela prisão de cristal sua equipe ficaria protegida dos ataques externos, mas logo percebeu algo a se movimentar de forma muito rápida subindo pela parede de cristal e entrando no local antes de fechar o mesmo por completo e antes dos projeteis se chocarem contra a parede. Quando perceberam quem era que havia entrado na cúpula já era tarde demais, pois Jow havia usado seu Kami no Supīdo para acelerá-lo o deixando com pequenos raios em volta do seu corpo e extremamente veloz. Hiroshi chegou a esboçar um ataque, só que seu adversário estava mais rápido que ele naquele momento conseguindo lhe acertar um belo Shōshitsu, atingindo uma forte joelhada ascendente bem no meio de seu estômago o deixando sem ar. Foi nessa hora que Kusanagi voltou a utilizar da marca do Hiraishin das costas de seu parceiro para ser “invocado” para dentro da “casa” de vidro, com o “pacote” entregue bastou para o konohanin sair daquele local antes que o estrategista conseguisse fechar o local por completo com seu jutsu. Agora que estava no local que desejava, Kyo respira fundo acumulando chakra em seus pulmões para em seguida lançar uma forte fumaça roxeada quando expeliu pela sua boca, essa fumaça continha seu veneno chamado Shōki. Jogando esse veneno no lugar fechado como aquela casa de cristal era certo que todos ali iriam respirar, inclusive ele sofreria com esse veneno, mas foi por esse motivo que Yagami havia saído do local e ido para o lado de fora. Assim após lançar a fumaça venenosa era só voltar a usar a técnica do Deus Trovão Voador para ir para o lado de fora em um lugar seguro, tanto do veneno como também das flechas de fogo que iam à direção dos três oponentes.
 
Tudo havia saído com planejado pelo iwanin, o qual já havia visto seu oponente usar essa parede de cristal em uma luta anterior, logo imaginou que o Tokebetsu iria se proteger usando essa ótima técnica de defesa. Sendo assim bastaria seu companheiro entrar no local antes que conseguisse o fechar para se teleportar para dentro dela e lançar seu veneno, assim os deixaria em uma grande encruzilhada, devia escolher manter a proteção ativa se protegendo das flechas só que respirando a fumaça envenenada ou iria desfazer dela fugindo do veneno, mas deixariam todos a mercê da “chuva de fogo” que iria cair sobre eles. O estrategista decidiu abrir um pequeno buraco na parte de cima da cúpula, sendo ajudado pelo kumonin que com seu Fūton: Kasui mandou o gás venenoso na direção do buraco da cúpula conseguindo tirá-lo do local. Entretanto o veneno já fazia efeito no kirinin, que começou a ficar cada vez mais fraco, porém Kou rapidamente utiliza seu Jokyo no Jutsu inibindo o progresso do veneno no corpo do Inugami. Após ser recuperado temporariamente, Azura fecha o buraco da cúpula, tendo a defesa novamente em sua totalidade resistindo as várias flechas que se chocaram contra a parede de cristal. Porém isso não ficaria dessa maneira por muito tempo, pois o jovem Yagami foca um pouco de chakra e executa o Tsume Souken criando garras a partir das suas unhas das mãos. Com fortes golpes com suas garras, Jow tenta “rasgar” a barreira de vidro, mas quando o ruivo desfere um forte golpe em diagonal ascendente, o chuunin percebe que não iria adiantar continuar com os ataques naquela forma, então o jovem konohanin concentra chakra e executa o Zōfuku Hien fazendo chakra raiton correr por suas garras. Os ataques continuaram, porém dessa vez surtiria efeito, pois no primeiro golpe, que foi um golpe horizontal da esquerda para a direita com a mão direita, uma pequena fenda foi aberta na defesa do kirinin, deixando o trio apreensivo. Quando Jow desfere um corte rápido na horizontal da esquerda para a direita com sua mão esquerda abrindo um buraco suficiente para entrar na cúpula. Entretanto Daisuke não esperou por outro ataque do chuunin e desfere uma poderosa cotovelada no rosto do ruivo da folha, que é projetado para longe do local do impacto parando perto de seu parceiro.
 
Ao perceber que o kumonin possuía Iryo-nin, Kyo decide combinar com o Yagami em acabar primeiramente com o jovem chuunin. O Kusanagi entrega duas kunai santottan para seu amigo e explica o que o rapaz deveria fazer e assim é feito, o ruivo guarda uma kunai e lança a outra à direção do trio e deixa chakra fluir por todo o corpo, executando o Kairyoushu Kage Bunshin no Jutsu multiplicando o projétil em dezenas. Algumas das kunais passaram pelos três jovens e algumas foram defendidas pelos mesmos que usaram suas armas, fazendo-as se chocarem com as armas lançadas que se desfizeram em fumo. Quando a trinca pensou em atacar Kyo já tinha começado a fazer de forma rápida alguns selos com as mãos, reunindo chakra pelo corpo ele o libera quando faz o último selo liberando a energia em forma de genjutsu chamado Raigen Raikōchū. Com essa ilusão a tríade formada por Kumo, Suna e Kiri enxerga um grande clarão branco que os cegou por alguns instantes, ao voltarem a enxergar eles vêem Jow a correr em sua direção a terminar uma seqüência de selos e acumular chakra em sua mão esquerda até conseguir formar o Chidori. Daisuke logo toma a dianteira o esperando se preparando para atacar, Azura por sua vez acha algo muito estranho eles atacarem pela frente sendo que isso já se mostrou insensato. Quando o konohanin se armou para atacar o ANBU vê a imagem dele ultrapassar seu companheiro de Suna e finalmente entende que se tratava de uma ilusão, mas já era tarde demais e Kou é acertado no ombro pelo ataque do ruivo fazendo seu sangue ser espirrado em todas direções e cair no rosto de seu algoz. Não foi um golpe letal, só que foi suficiente para tirar de vez o ninja médico da equipe acabando com seu suporte. A tríade não percebeu, mas junto com o flash de luz Kyo havia lançado um segundo jutsu chamado To Zo no Genjutsu, o qual foi responsável por inverter a visão dos três. Sendo assim durante a cegueira ele usou a kunai que continha o selo do Hiraishin que havia sido lançada anteriormente para levar ambos para trás do trio, assim o konohanin pode atacar pelas costas e todos pensarem ser um ataque frontal podendo eliminar um dos seus adversários. 
 
Daisuke rapidamente ativa o quinto portão do Hachimon e fica parado na frente do Yagami com os braços totalmente abaixados, com se estivesse a chamá-lo para um duelo mano a mano, a fim de medir forças com o outro lutador. De prontidão o jovem konohanin deixa seu chakra correr pelo corpo todo e também abre o quinto portão do Hachimon e sorri desafiadoramente para seu “rival”. Ao ver que estavam prontos para o combate, Jow e Daisuke partem para cima do outro e desferem uma potente cotovelada, que se choca violentamente uma com a outra, após isso o Yagami dá um forte chute horizontal na costela do loiro que bloqueia o golpe com o braço direito e contra ataca com um gancho de esquerda no queixo do ruivo, que cambaleia para trás. Quando tentou acertar mais um golpe no chuunin, o gennin é surpreendido, pois seu adversário o ataca rapidamente com direto no rosto, que acerta em cheio o sunanin, deixando-o um pouco zonzo. Porém a paciência do loiro chegou ao fim quando viu seu sangue escorrer pelo canto da boca, com isso Hiroshi parte com toda a fúria para cima do konohanin e desfere um potente murro no rosto do rapaz, que agilmente se esquiva abaixando-se e contra golpeia com um gancho de esquerda na barriga do sunanin, que mesmo com o golpe sofrido ainda consegue dar uma potente joelhada no nariz do ruivo que ainda tenta acertar um chute vertical ascendente no queixo de Daisuke, mas este rapidamente dá um passo para trás e desfere um chute no peito do chuunin que estava em maus lençóis. Quando o loiro da um soco no rosto do ruivo se surpreende, pois o Yagami segura seu braço e grita: _ AGORA KUSANAGI! _ Como um fantasma que aparece do nada, o castanho aparece graças ao Hiraishin e com o chakra já concentrado e executa o Hiiro no Antaresu. Cravando suas garras na costela do sunanin e conseqüentemente injetando seu veneno chamado Seigen, Daisuke dá um grito de dor e em seguida acerta um forte chute nas costelas de seu carrasco o jogando para longe o fazendo bater forte na parede. O golpe foi forte o suficiente para quebrar as costelas de Kyo que fica a gemer ao chão devido a grande dor, mas seu objetivo já havia sido concretizado. Não demorou muito tempo para Hiroshi sentir que seu corpo estava a ficar dormente e logo não conseguia se mexer indo direto ao chão, logo entendeu que era o veneno que seu adversário devia ter inserido nele. Sua mente começa a se agitar a se sentir novamente que estava a se tornar mais uma vez um vegetal e que não conseguia se mexer, o horror que havia sido submetido pelo maldito discípulo traíra estava a acontecer novamente e isso o deixa louco. Infelizmente ele não conseguia gritar e se espernear apenas ficou parado, voltando a ser um prisioneiro dentro do seu próprio corpo e isso o levava a loucura, mas mesmo assim a vista de todos ele estava sereno e calmo. Estava a viver por alguns instantes o inferno de outrora e que havia prometido nunca mais voltar, mas por culpa de um duelo voltou a viver novamente.
 
Com isso o tripé já havia perdido duas pernas restando apenas mais uma para acabar, o lutador de Konoha volta a fechar os portões, pois sabia que os manter agora seria imprudente e quanto mais tempo aberto mais fraco ficaria quando eles fechassem. Suas forças estavam nas últimas, só que agora falta apenas mais um para eliminar e assim ganharia o torneio. Mesmo ambos estando fracos deveriam ser o suficiente para acabar com o remanescente, ativando seu modo demoníaco para assim ter forças para se mexer ele parte em direção a Azura para acabar de uma vez com o duelo. Kusanagi mesmo com dificuldade de se mexer se levanta e parte na direção do Inugami, deveriam acabar logo com ele antes que o efeito do veneno de Daisuke passe e ele tivesse condições de lutar mesmo sendo uma recuperação lenta. Os irmãos sol e lua começam a aplicar vários golpes contra o kirinin que apenas consegue ficar na defensiva, ele recebe vários golpes pelo corpo sem conseguir pensar em uma forma de vencer aquela luta. Um belo soco dado pelo ruivo acerta o mascarado que faz sua máscara ANBU cair, em seguida um chute na costela feito pelo iwanin o deixa sem fôlego, enquanto se defendia de um o outro atacava pelo outro lado. Os golpes não estavam com toda força devido aos ferimentos deles, mas mesmo assim eles machucavam bastante, cada vez mais ele se sentia um animal acuado e isso não era bom. Realmente não era bom para ele e nem para seus adversários, pois quanto mais acuado ele se sentia mais percebia que a fera dentro de si estava a querer sair de sua jaula. Em meio aos golpes ele disse _ Me rendo, parem agora, antes que... _ mas devido as fortes trovoadas e o grito da plateia ninguém conseguiu entender o que ele queria dizer, ele queria ganhar o duelo, só que não gostaria que a fera o dominasse já que assim não tinha controle sobre si. Mais uma vez disse que se rendia e outra vez não foi ouvido, foi então que sentiu a fera se libertar de seu cativeiro e assim tomar conta de seu corpo _ “não, agora não” _ pensou antes de sua consciência ser abduzida pelo seu instinto animal.
 
AHHHH! _ gritou o até então ruivo antes de seus cabelos ficarem brancos e sua pele tomar uma coloração escura. A energia natural começa a se acumular em seu corpo fato que o deixa mais forte e completamente louco. Kyo tenta acertar mais um chute nele, mas sua perna foi parada com apenas um braço animalesco com até certa facilidade. Utilizando o outro braço ele acertar um forte murro na perna do iwanin com tanta força que se consegue ouvir seu osso a se partir, o urro de dor foi ouvido por todos. Azura cria uma lâmina de vidro em seu pé direito e aplica um rápido chute ascendente que consegue cortar o peito de Kusanagi e ainda o lançar longe, o mesmo bateu com as costas no muro que divide a platéia do local do duelo e fica deitado no chão com o corpo a sangrar e sua perna e costelas quebradas. Jow se assusta a ver como seu parceiro foi jogado longe com certa facilidade e percebeu como seu oponente havia ficado forte, ele logo se afasta e joga umas kunais com papéis explosivos que ao se chocarem contra a fera explodem, mas a criatura havia transformado seu braço em escudo e as partes queimadas logo se curam mostrando que não teve muito efeito a explosão. Agora com muita raiva a besta corre em direção ao ruivo com sede de sangue com plena intenção de matar, em que Yagami não pode fazer nada a não ser tentar escapar já que seus ataques de nada surtiam efeito.
 
Kyo se mantinha deitado no chão com a chuva a escorrer seu rosto, conseguia se perceber que ele estava consciente só que não se levantava. _ Levante! Vamos lá! Vai ficar caído aí no chão? _ gritava uma jovem de cabelos azuis que havia se aproximado do lugar que o iwanin repousava, mas parecia que sua voz não conseguia o alcançar _ Morra! Vou te matar! Morra! _ Gritava a fera depois de criar lâminas de vidro em seus braços e tentar acertar Jow com elas sem dosar em nenhum instante sua força mostrando que tinha intenção de matar _ Ele está descontrolado, tem que acabar essa luta agora ou pode matá-lo. _ disse uma jovem Yamanaka a perceber as intenções assassinas da fera que há poucos minutos era um homem, estava muito aflita com o que poderia acontecer com seu amado _ Kusanagi sabe o que tem de fazer, preciso de sua ajuda já que eu não posso fazer isso sozinho. _ gritava o konohanin a seu parceiro para o mesmo se levantar e o ajudar a eliminar o último obstáculo para a vitória do torneio. Foi só nessa hora que o Jounin de Iwa abriu seus olhos mostrando está com muita determinação, apoiando uma mão a parede e outra ao chão começa a se levantar ficando de pé usando apenas uma perna e apoiando as costas a parede. Sua respiração estava ofegante e a água da chuva escorria pelo seu corpo misturando com seu sangue lhe dando uma coloração avermelhada, sentia fortes dores em seu peito devido ao corte, em suas costelas quebras e isso sem contar sua perna incapacitada. Mesmo assim retirou uma kunai de três pontas de seu arsenal e a jogou ao chão, olhando para o seu inimigo começou a falar bem alto _Pode vim sua besta mitológica de pura raiva e instinto assassino, te mostrarei que minha raiva supera a sua e que eu sou o verdadeiro assassino desse duelo. _ a fera ouviu sua voz e suas palavras a deixará bem irritada _ Venha até mim se tiver coragem seu animal imundo provido da ambição de falsos deuses que se acham os senhores do mundo. _ durante o discurso apontava constantemente para baixo como se estivesse que a fera ficasse ali a sua frente _ Venha sua besta! Venha seu Animal! Venha, por acaso está com medo de um invalido, pois mesmo nesse estado sou superior a você sua carapaça que um dia pensou ser humano, VENHA ATÉ MIM SEU VERME ISOLENTE!
 
As palavras conseguiram seu objetivo e o animal que um dia já foi um homem frio e calculista parte em direção de sua presa de forma feroz e sanguinária, se via em seus olhos o instinto assassino e que tinha fome de sangue e morte. Mesmo perante visão tão ameaçadora o jovem herdeiro do clã do sol apenas uniu suas mãos e faz um leve sorriso de canto de boca a espera da criatura, todos ficam a esperar apara saber o que ele pretendia fazer. Em um grande salto a besta se prepara para atacar, mas foi nessa hora que um grande relâmpago acontece e um raio cai perto da arena fazendo um forte som estridente assustando grande parte dos espectadores e fazendo um forte clarão, ao voltar seus olhos para luta vêem a fera a se tremer no chão como se tivesse levado um forte choque pelo corpo. Poucos são aqueles que conseguem vê o que realmente aconteceu, ficando assim grande parte do público sem entender o ocorrido.

(...)
 
Esperto garoto, bem esperto. _ dizia um jovem de olhos escarlates que possuía um manto a qual tinha várias nuvens vermelhas a coçar seu queixo ao vê o que realmente aconteceu.
 
Não entendi nada, o que aconteceu realmente Katsu? _ pergunto um jovem ruivo que continha uma tatuagem no pescoço.
 
Mesmo parecendo estar em fúria o cabeça de calho estava a agir de forma bem pensada. Conseguiu deter a fera com um jutsu Raiton. _ respondeu o Imagawa a seu discípulo.
 
Mas como isso é possível? Kyo não tem afinidade com esse elemento. Como ele usou um jutsu dessa natureza. _ pergunto Midori que decidiu assistir a última luta com seu companheiro durante os duelos do torneio.
 
Não foi o cabeça de calho que usou e sim o cabeça de palito de fósforo. _ explicou o Akatsuki, mesmo assim era pouca informação para todos os dois ao seu lado entenderem.

(...)
 
Como assim foi o Jow que usou o jutsu, Angelus? _ perguntava Zehel em outro canto da arena quando ouviu seu companheiro a falar que tinha sido o Yagami a deter a fera.
 
Kusanagi usou umas das técnicas que ensinei durante o treinamento que tivemos. A provocação foi apenas para afastar Azura de Jow, assim já que ele não estava a pensar partiria ao seu encontro dando tempo do seu parceiro reunir o pouco de chakra que lhe restava. A distância era muita, só que isso pouco importava já que o Yagami ainda continha uma kunai com a marca Hiraishin com ele, sendo assim bastou fazer os selos necessários e focalizar seu chakra de forma rápida e lançar o Raitoninguchāji na direção da kunai. Só bastou Kyo usar a Barreira de Tempo-Espaço para teletransportar o jutsu através da kunai perto de Jow até a kunai a sua frente, acertando assim Azura o deixando paralisado devido ao efeito do jutsu Raiton. _ explicou o loiro a seu parceiro já que foi um dos poucos que viram o ocorrido.
 
Realmente pensar nisso em uma situação como aquela é incrível, muito mais já que foi algo planeado com antecedência, esses dois fazem uma boa dupla afinal. _ disse o Zetsubõ a colocar as mãos a nuca e se acomodar em seu assento. 

(...)

A chuva ainda continuava forte do mesmo jeito que a fera ainda estava a tomar conta do corpo do Inugami, ele tinha que a fazer sumir e para isso tinha o jutsu perfeito. Fazendo combinações de selos com as mãos Kusanagi deixa seu chakra fluir até sua mão direita que começa a ficar incandescente, com muita dificuldade foi se aproximando do kirinin até ficar ao seu lado, colocando mão direita nele libera toda energia o marcando com o Taiyō no Megami o Shīru. A marca da Deusa Amaterasu aparece no peito de Azura que sente seu corpo a queimar de forma intensa, seus gritos não tão fortes que consegue abafar o som dos trovões. A dor é tão forte que ele começa a babar e seu corpo se contorcer de tal forma que parecia que iria quebrar seus ossos, a cena era forte e muitos que assistiam desviaram o olhar, a fera queria parar de sentir dor, mas enquanto estivesse ali à dor não se cessaria. Foi uma situação de tortura intensa chegando a ser desumano, mas tal fato era necessário para o selo consumir o chakra externo fazendo a mutação se retrair e aos poucos tornar novamente a besta em um homem. Ao vê que nenhum dos três tinha mais condição de lutar o juiz não teve dúvida de dizer _ Os oponentes não tem mais condição de luta, a vitória vai para dupla formada por Kyo Kusanagi e Jow Yagami, os declaro também os campeões do Torneio de Todos os Ranks.

Todos ficaram calados e até a chuva que há poucos instantes era forte se foi dando lugar aos raios de sol que passavam entre as nuvens, a mistura entre a chuva e raios de sol acabou se formar um grande e lindo arco-íris no céu. Tinha que terminar assim, um grande arco colorido simbolizando uma aliança, a aliança formada por diversas cores como se cada uma delas representasse uma das grandes nações shinobis. Esse arco-íris representa a grande e forte Aliança Shinobi, uma verdadeira assinatura para incrível pintura que se pintou em Cha no Kuni ficando marcada na memória de cada um que de alguma forma contribui com esse incrível espetáculo. Obra de arte a qual que não poderia acabar de outra forma que todos a se levantarem e aplaudirem de pé.

 
FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   28/09/14, 10:18 pm

Duelos adicionados e votação iniciada! Têm até Quarta-feira, dia 8 de Outubro, para votar no duelo que consideram que merece ganhar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5771

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   29/09/14, 01:45 pm

Avaliação dos Reis dos Finalistas:


Avaliação de Emotionless Safira Taric:

HN:
Ninjutsu: 62+1,5=63,5
Taijutsu: 14,75+0,5=15,25
Kenjutsu: 39,25
Genjutsu: 2,75
Selos: 31,25+0,5=31,75
Trabalho de Equipa: 17,75+0,4=18,25

HC:
Força: 18,25
Agilidade: 29,25+1,5=30,75
Controlo de Chakra: 53+1,5=54,5
Raciocínio: 25,75+0,5=26,25
Constituição: 37,5+1=38,5

Total avaliado: 7/7
Total de Habs.: 331,5+7,5=339

Avaliação de FUS-RO-DAH!:

HN:
Ninjutsu: 44,75+0,5=45,25
Taijutsu: 62,5+1,25=63,75
Kenjutsu: 61,75+0,25=62
Genjutsu: 5,25
Selos: 29,5+0,5=30
Trabalho de Equipa: 5,5+0,5=6

HC:
Força: 71+1,5=72,5
Agilidade: 80,25+0,5=80,75
Controlo de Chakra: 90,25+0,5=90,75
Raciocínio: 15,75
Constituição: 73,5+1,5=75

Total avaliado: 6,5/7
Total de Habs.: 540+7=547

Avaliação de Doctor Who:

HN:
Ninjutsu: 22,75+1=23,75
Taijutsu: 10,5+0,5=11
Kenjutsu: 14,25+0,5=14,75
Genjutsu: 2,75
Selos: 10,75+0,25=11
Trabalho em Equipa: 9+0,5=9,5

HC:
Força: 5,75
Agilidade: 21+0,25=21,25
Controlo de Chakra: 28+1,25=29,25
Raciocínio: 9,25
Constituição: 18,75+1,25=20

Total avaliado: 5/7
Total de Habs.: 152,75+5,5=158,25


Avaliação das Rainhas do Baile:

Avaliação da Mais Perfeita de Todas:

HN:
Ninjutsu: 108+1,5=109,5
Taijutsu: 55,5
Kenjutsu: 55+1=56
Genjutsu: 32,5+0,5=33
Selos: 46,5+0,5=47
Trabalho de Equipa: 34+1=35

HC:
Força: 38,75+0,25=39
Agilidade: 58,25+0,25=58,5
Controle de Chakra: 139,25+1,5=140,75
Raciocínio: 33,75+0,75=34,5
Constituição: 55,5+0,75=56,25

Total avaliado: 7/7 + 1 T.E.
Total de Habs.: 657+8=665

Avaliação da Mais Musculada de Todas:

HN:
Ninjutsu: 71,5+1,5=73
Taijutsu: 42,75+1,25=44
Kenjutsu: 34,25+0,5=34,75
Genjutsu: 6,5
Selos: 19,5
Trabalho em Equipa: 20,75+1=21,75

HC:
Força: 24,75+0,25=25
Agilidade: 37,5+1=38,5
Controlo de Chakra: 75,5+1,5=77
Raciocínio: 12,75
Constituição: 41+0,75=41,75

Total avaliado: 6,75/7
Total de Habs.: 386,75+7,75=394,5

Comentários: Não me quero prolongar muito sobre o assunto porque estou cansado (e doente xd) demais. Achei ambos os duelos bons, embora tenha achado o do trio um pouco aquém do que era esperado, e bem escritos. No entanto, devido ao texto do Bruno e do Jow ter estado muito confuso nesta ronda (não sei o que se passou…), o meu voto vai para o trio maravilha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   08/10/14, 11:00 pm

Antes de mais, parabéns às duas equipas por terem chegado tão longe!

Não me vou alongar muito no meu comentário. Ambos os duelos tiveram as suas falhas (o duelo do trio, tal como o Tsu disse, ficou um pouco aquém do que seria de esperar. O duelo do Bruno e do Jow teve o problema de ser a versão sem revisão, o que levou a que fosse repetitivo e confuso em algumas cenas, com algumas falhas na pontuação. Ambos os duelos tiveram algumas falhas na utilização dos personagens, portanto não é algo que possa desequilibrar a balança) e os seus pontos fortes (a escrita fluída do duelo do trio, por exemplo, o que o tornou bem fácil de ler logo de uma vez. No duelo do Bruno e do Jow, dou destaque às estratégias da dupla). Depois de ler os dois duelos, tive que pensar... É complicado. Mas o meu voto vai para o trio pela fluidez que proporcionaram com a escrita.

(Aviso quem queira votar que amanhã, quando chegar ao pc, vou fechar a votação. Portanto votem hoje, mesmo que seja de madrugada. Ainda conto com o voto)
Voltar ao Topo Ir em baixo
BigBoss

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Kride Uchiha
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 346,5
Total de Habilitações: 292,25

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   09/10/14, 01:37 pm

Primeiramente gostaria de dizer que os meus olhos derreteram de tanto ler. Foi como ler 10 fillers de uma vez ._.
Brincadeiras à parte, gostei de ambos os duelos, bem escritos e bem longos por ambas as equipas, mas pessoalmente, gostei mais do duelo do Bruno e do Jow, a nível de combate, já que é mesmo nisso em que se focaram(creio que ao longo de todo o torneio), altos parágrafos de descrição do combate e as suas estratégias em dupla. Assim, recebem o meu voto nesta grande final
Voltar ao Topo Ir em baixo
Osmar_Uchiha

Membro | Konoha
Membro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Compton
Número de Mensagens : 367

Registo Ninja
Nome: Osmar Uchiha
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1675
Total de Habilitações: 196,75

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   09/10/14, 02:06 pm

Antes de tudo, parabéns e bom duelo de ambos.(Principalmente pelo tamanho, nota-se que a criatividade estava a mil xd)

Bom quando li os duelos achei que ambos estiveram bons e com uma enfase em algo especial, O do trio maravilha estava um duelo bem focado na batalha e nos movimentos e consecutivamente nas frases de efeito do Daisuke que sempre ficam presas a nossa mente (Inclusive Kyo copiou Daisuke para mostrar como as frases deste ainda vão entrar para a historia do fórum xd) e o duelo da dupla sol e lua estava focado também na batalha, só que mais nas estrategias e na convivencia entre ambos em meio ao combate e as estrategias do mesmo principalmente do kyo.

Mas como tenho de escolher um dos duelos, escolho o do trio, seu duelo estava mais fluido e com uma boa luta e conversas entre os personagens, enquanto o do kyo e do jow eu achei que ficou um pouco preso a batalha e as vezes eu me perdia em algumas descrições(Não que seja ruim, mas eu as vezes me perdia coisa que não aconteceu no duelo do trio)

Outra coisa que fez eu gostar do duelo do trio foi o fato de eu terminar ele e nem notar que eu tinha lido todo o duelo coisa que não aconteceu com o da dupla, não que seja um critério valido mas foi bem importante para mim.

Por fim Meu Voto vai para os MINI POWER RANGERS TRIO!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   09/10/14, 02:08 pm

Votação terminada!
Resultados: 3-1 (para a equipa Azura, Daisuke e Kou)

Cada voto neste torneio equivale a 20 habs adicionadas à média da equipa (as médias são obtidas a dividir por 3, visto que o número máximo de combatentes numa equipa é 3).
Média de Azura, Daisuke e Kou: 348,083
Média de Kyo e Jow: 372,167

Resultados:
Azura, Daisuke e Kou: 348,083 + 60 = 408,083
Kyo e Jow: 372,167 + 20 = 392,167

Vencedores: Azura, Daisuke e Kou!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Torneio de Todos os Ranks - Final] Azura + Daisuke + Kou vs Kyo + Jow
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Mundo Ninja :: Exames & Torneios :: Torneio de Todos os Ranks :: [Arquivo] Julho 2014-
'); }