Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 

Quem merece ganhar o duelo?
Katsu (Tio Tsu) + Ayame (Shibiusa)
100%
 100% [ 5 ]
Kyo (Bruno Moraes) + Jow (Jow)
0%
 0% [ 0 ]
Total dos votos : 5
 

AutorMensagem
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Seg 28 Jul 2014 - 0:57

Bem-vindos a Cha no Kuni, o país anfitrião do Torneio de Todos os Ranks!
Pela primeira vez, os ninjas mais fortes de sempre juntaram-se a pares num torneio amigável para descobrirem quem é o mais forte. Quem sairá vencedor?

Não se esqueçam que os combates são em duplas e só podem ter um duelo por dupla.
Visitem ESTE tópico para mais informações.

Arena do Torneio:


Última edição por Shibiusa em Qui 7 Ago 2014 - 12:12, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Seg 28 Jul 2014 - 0:58

Duelo escrito por Senhor Tio Tsu (Katsu) e Shibi Shibs (Ayame)

Estava um radioso dia em Cha no Kuni, quase como se os deuses tivessem feito questão de proporcionar tal ambiente para assistirem à fabulosa batalha que se iria desenrolar em breve. Era uma batalha digna e, possivelmente, uma das mais esperadas de todo o Torneio. As pessoas distribuíam-se pelos lugares das bancadas, comentando entre si o quão ansiosos estavam pela luta que ia decorrer, opinando sobre as lutas da ronda anterior e desejando que as desta ronda fossem de igual ou superior qualidade. 
No corredor parcamente iluminado corredor que conectava os aposentos dos participantes à arena onde eles se enfrentariam, Katsu resolveu confiar em Takeshi para tomar conta da sua pequena enquanto estava em campo, não deixando de frisar que o frango era um homem morto se algo acontecesse. O trio subiu para a área reservada aos espectadores, onde Sekima largou por fim a mão do pai para se debruçar na barra de segurança e testar até onde conseguia ver.
Não tardou para que Ayame chegasse, acompanhada por um ruivo e um moreno muito parecido com ela, que não deixava dúvidas que seria seu irmão. A konohanin fez questão de chamar a criança, que já tinha conhecido dias antes, para a cumprimentar com um grande abraço e assim apresentar-lhe os dois homens da vida dela, Kazuma e Hikaru, que poderiam fazer-lhe companhia enquanto assistiam ao combate. A menina pareceu radiante por ter arranjado companhia para os próximos momentos, especialmente quando eram conhecidos de Ayame, apressando-se a agarrar nas mãos dos dois homens, que, apesar de relutantes ao início, acabaram por ceder à boa disposição da pequena. Puxou-os para se sentarem à sua beira, sorrindo de seguida para o seu pai, e desejou-lhe um doce “Boa sorte!”, ao que este que devolveu o carinho, preparando-se para se dirigir para a arena. A Midori ficou mais um pouco com o seu irmão e professor, claramente mais nervosa que o Imagawa, à espera de alguma palavra motivadora ou aquele gesto que lhe daria confiança suficiente para enfrentar as adversidades que seguiriam.
Kazuma estendeu a mão e afagou os longos cabelos da irmã, como se ela ainda fosse a menina que vira crescer. Ela estava a crescer a olhos vistos, não só como mulher, mas como ninja.
- Confia em ti. Porque nós confiamos em ti - disse apenas, abraçando-a suavemente.
- Não sei se podemos dizer que tiveste sorte com o teu parceiro, ainda assim… - comentou Hikaru, claramente preocupado com isso. Ao ver o olhar dela, vacilante e amedrontado, enterneceu. Estava a assustá-la, coisa que não pretendera. Acrescentou, modelando o seu tom de voz para que Katsu o ouvisse: - Hey hey. É bom que ele cuide de ti, senão… Não quero saber se é o líder da Akatsuki ou não. Nem que tenhamos que correr o mundo para o caçar, mas nenhum sítio será bom para ele se esconder.
- Exagerado - murmurou a kunoichi sua aprendiz, com um sorriso rasgado. Estava agradecida, embora, às vezes, aqueles dois conseguissem ser demasiado protetores.
Dando um abraço a ambos, Ayame inspirou profundamente, sentindo-se mais animada e confiante após a pequena troca de palavras. Antes de se dirigir para a arena, olhou mais uma vez para trás, sorrindo para todos os presentes que fizeram o mesmo para ela. Nesse momento, estranhou o desaparecimento de alguém… Quando ia perguntar por essa pessoa, alguns gritos na arena chamaram-lhe a atenção.
- Katsu! KATSU! Que estás a fazer?! - A voz estridente era facilmente reconhecível como a de Takeshi. Esgueirando-se contra o bloco de metal que protegia a bancada, a Midori viu o seu parceiro de equipa a arrastar o seu pupilo pelo colarinho para perto do árbitro da partida. - Que estás a fazer?!
- Bom-dia, companheiro. A nossa equipa vai fazer uma substituição… - Avisou, atirando o ruivo para a sua frente. - Este é aqui é o Uchiha Takeshi e, ontem à noite, ele contou-me que conseguia vencer este torneio com uma perna atrás das costas, se lhe fosse dada a oportunidade. Bem, é o que está aqui a fazer! - Apressou-se a explicar, voltando a agarrar o seu pupilo pelo colarinho, que estrebuchava e gritava como um desalmado. Criou um pequeno feixe de água na mão, que se prendeu ao calcanhar do ruivo e lhe puxou a perna para as costas, unindo de seguida o feixe aos ombros para a prender bem. - Força, garanhão!
- Eu estava só a falar! Porque estás a fazer isto?! És um idiota!
O árbitro acabou por tossicar, estupefacto com a situação que se criava à sua frente. Olhou para o outro lado e notou que Kyo Kusanagi e Jow Yagami se aproximavam, conversando amigavelmente entre si com algumas risadas à mistura. Depois de alguns passos é que repararam no circo montado.
- Pensei que ia lutar contra a bela Ayame… Não contra um porco no espeto! - Comentou o Kusanagi, abafando outro riso e fazendo com que o seu parceiro sorrisse.
Como se o seu desejo fosse uma ordem, a “bela Ayame” surgiu logo a seguir numa apressada corrida. Apesar da mente de Kyo imaginar que ela corria para os seus braços, ela, na verdade, dirigia-se para o Imagawa, atingindo-o prontamente com um calduço na cabeça. O Yagami não controlou o riso.
- Tira o Takeshi daqui! - Quase gritou a Midori, colocando a mão sobre a anca e fitando intensamente o Akatsuki, que rangeu os dentes pela dor do punho dela. - Que tal começarmos a levar o torneio mais a sério?! Não envergonhes a tua filha!
- Então Katsu, és tão forte que até a Ayame consegue mandar em ti?! - Provocou Kyo, abafando outra risada. Aproximou-se da jovem kunoichi, colocando a mão dele no queixo dela para a olhar nos olhos, e acrescentou: - Sempre gostei de mulheres que sabem impôr-se. Nós podíamos simplesmente ir ali para um sítio mais íntimo e esquecer este torneio…
- NÃO ME VENHAS TAMBÉM TU! - gritou ela, irritada. Ninguém estava a agir decentemente naquele dia. Perante o riso de Jow, não resistiu a gritar-lhe também: - E tu és pai de família; espera-se alguma maturidade vinda de ti!
Takeshi olhava para a kunoichi, estarrecido. Não sabia o que dizer. Tinha receio de incendiar ainda mais a raiva dela e era ele o piromaníaco. O árbitro não sabia onde se enfiar naquele momento. Parecia que estavam a ter um momento privado que não era suposto ter plateia e era inevitável sentir-se a mais. Pigarreou para chamar a atenção.
- Os senhores podem tomar uma decisão, por favor? Temos um duelo para encetar e não convinha atrasarmo-nos.
O grupo começou a reorganizar-se, ainda que tivessem vontade de continuar o espetáculo que tinham montado. Takeshi desejou boa sorte aos dois pares e subiu para as bancadas, para junto de Sekima, Kazuma e Hikaru. Veria o combate lá, cumprindo assim com a promessa que fizera ao Akatsuki de tomar conta da sua pequena. Já Kyo, Jow, Ayame e Katsu dirigiram-se com o árbitro para o centro da arena, ouvindo atentamente as regras que ele dizia. Em segundos, o combate começaria e sentia-se já a tensão no ar. Então o árbitro deu ordem para se posicionarem e, ao seu sinal, tudo se iniciou.
Entreolhando-se, o Imagawa e a Midori tinham em mente serem os primeiros a atacar com uma das suas estratégias planeadas nos curtos treinos que tiveram. Todavia, os adversários pareceram mais rápidos na sua decisão de ataque, incidindo-se em Kyo que, ao esticar ambos os braços em frente, criou um arco de fogo nas mãos com o seu Ācherī Kasai, apressando-se a muni-lo com uma flecha em chamas e a dispará-la. A konohanin foi ágil suficiente para criar uma defesa imediata, moldando o seu chakra com uma sequência de selos e cuspindo alguma água para a sua frente, formando assim uma barreira suficientemente resistente para a técnica inimiga que, ao chocar, criou uma explosão ensurdecedora, seguida de uma espessa nuvem de fumo. Não estando à espera do rebentamento da flecha, Ayame assustou-se e refugiou-se por detrás da sua parede de água, deixando Katsu atrás de si, ainda de pé, a encarar a técnica inimiga com um sorriso, o qual, fluindo o seu próprio chakra pelos braços, formou água que usou para reforçar a sua defesa.
- Parece que isto vai ser divertido! - Exclamou ele, movendo o braço bruscamente para criar um feixe de vento para afastar deles todo o fumo e vapor que se originou da explosão - Vamos, levanta-te, Ayame! Não vais desistir à primeira flecha…
A chunnin assim o fez, suspirando aquando a menção de desistir. Ele já a devia conhecer para saber que ele não desistiria. Sempre atenta, não demorou a devolver a atenção ao seu adversário, notando que alguma eletricidade começou a rodear os braços de Jow.
- Prepara-te…
Incerta se entendera o que seu parceiro quisera dizer com aquilo, a adolescente dobrou os joelhos e confiou nele. Ao ver que o Yagami arremessou uma esfera de eletricidade formada entre as suas duas katana, convenceu-se a si mesma que Katsu seria capaz de os defender dela, continuando com o plano ao espalhar chakra no solo e realizar alguns selos.
- Zankūha! - Vociferou o Akatsuki, esticando o braço direito para a frente e, numa descarga de chakra, enviando uma potente rajada de vento que destruiu por completo a técnica de Jow. Após isso, ergueu a cabeça e fez questão de olhar Kyo nos olhos. - Parece que ficaste um pouco inteligente, Kyo! Usaste aquela flecha de fogo porque sabes que sou perito em Suiton e que certamente o usaria para me defender! Depois era só atirar uma técnica qualquer de Raiton e ganhar o duelo, não é?!
- Na verdade, eu já sabia que isso não iria funcionar, Emogawa! - Respondeu, não hesitando em colocar alguma provocação nas suas palavras. - Considera isto um aviso do que está para vir!
Gargalhando, entusiasmado pela luta que estava à sua frente, Katsu começou a realizar alguns selos a uma velocidade incrível, impossível de ser decifrada por Kyo ou Jow. Deixando que algum chakra emanasse ao longo do seu corpo, acabou por finalmente ativar o Fuumetsu Mangekyo Sharingan.
- Agora até fiquei com o desejo de lutar a sós contigo! - Voltou a proferir o Akatsuki, deixando que o chakra concentrado se espalhasse pelo solo em volta dos seus dois oponentes. - Doton: Kuikorosu Tsuchi!
A terra depressa ganhou a forma de duas potentes mandíbulas, que se ergueram, imponentes, e se projetaram com incontrolável voracidade na direção das suas duas presas. Não apanhado de surpresa, o Kusanagi limitou-se a arremessar duas kunai, cada uma em direção a cada um dos seus oponentes, colocando de seguida a mão sobre o ombro do seu melhor amigo, sorrindo-lhe… As mandíbulas caíram por cima deles, não deixando qualquer indício de que eles permaneciam vivos. O silêncio caiu sobre a plateia, na quais perguntas como “Já acabou?” ou “Foi assim tão fácil?” flutuavam pelo ar.
A kunai continuou em frente, sendo agarrada por Katsu pelo cabo, que a fitou, surpreso, por esta ter sido tão fácil de agarrar quanto fora vencer o duelo. Examinando-a, rodou-a até perceber um estranho kanji nela selado. Numa nuvem de fumo surge tanto Kyo e Jow, este último que, empunhando as suas duas espadas, caiu em cima de um Imagawa berrante, incapaz de ver que Kyo desaparecera noutra nuvem de fumo. A Midori, que assistia tudo a uma curta distância, ainda coberta pela barreira de água, abriu a boca de espanto, percebendo imediatamente que técnica era aquela e vendo que uma segunda kunai vinha na sua direção. Tentou escapar, mas não foi rápida o suficiente para evitar que Kyo aparecesse e agarrasse no seu projétil, atingindo-a com um potente soco fortalecido com chakra que a arremessou alguns metros de distância. Entre grunhidos de dor, o corpo dela rastejou pelo solo, deixando atrás de si uma larga nuvem de pó e manchando tanto as suas roupas como a sua dignidade. Tossicando, levantou-se, embora um pouco trémula, e encarou ferozmente Kyo.
- Desculpa, Emogawa, mas só tenho interesse em estar a sós com a Ayame! - Respondeu, após uma pequena risada, colocando de seguida a mão por detrás da cabeça e sorrindo gentilmente. - Desculpa, Ayame, mas é uma luta e quero tanto ganhar como tu queres! Espero que entendas…
Pousando a mão sobre o ombro ferido pelo ataque, nada de muito grave, a adolescente não desviou por um segundo o seu olhar.
- Eu não esperaria outra coisa de ti, Kyo!
Sorrindo uma última vez para a sua amiga, o semblante do iwanin transformou-se em pura seriedade. Consciente que não seria capaz de derrotá-lo sozinho, Ayame olhou para o lado e viu o seu parceiro, deitado sobre o chão da arena, com uma Fuuma Shuriken invocada às pressas como o único meio de defender o seu pescoço das afiadas lâminas das espadas de Jow. Queria ajudá-lo, mas as constantes estocadas da arma de Kyo não a permitiam distrair-se das esquivas que a mantinham viva.
- Shizen Sōsa: Jōki! - Murmurou Ayame após a aglomeração de chakra, erguendo ambos os braços e arremessando para o ambiente à sua volta diversas pétalas de variadas flores e algumas folhas que ficaram a pairar, cobrindo a sua posição ao atrapalhar a visão do Kusanagi, que as tentava afugentar com a sua espada. Saltando para trás com todas as forças que tinha, saiu da sua nuvem de pétalas e folhas e, deixando o seu chakra espalhar-se pelo amontoamento criado, iniciou a sua armadilha. - Shizen Sōsa: Bakuyaku!
Submerso naquele ambiente floral que não parecia ter fim, Kyo desistiu de tentar cortar as folhas e tentou encontrar Ayame. Não reparou na mudança na propriedade das pétalas atempadamente e, quando finalmente se apercebeu, não foi a tempo de evitar a poderosa explosão em plena cara, no qual o corpo de Kyo era o centro. Pousando no solo, a Midori sorriu ao perceber que a sua estratégia havia resultado.
No outro lado, Jow e Katsu continuavam a testar as suas forças, grunhindo enquanto tentavam conquistar o terreno do seu adversário.
- Ouvi dizer… que te casaste, Jow! - Falou o Imagawa por entre grunhidos, nunca cedendo na força usada para impedir o avanço do seu inimigo. - Deixaste de gostar da vida de solteiro?!
- Só tu… para te lembrares disso agora! - Grunhiu o Yagami por sua vez, sentindo algum suor a escorrer pela face ao constatar que, aos poucos, o Akatsuki se ia levantando, significando que estava a perder aquele pequeno confronto. - O Kyo disse-me que, se conseguisse manter os seus braços ocupados, que ele não conseguiria fazer selos e assim não seria tão forte! Também tenho de ter cuidado para não o olhar nos olhos… Lembra-te disso, Jow!
Procurando fitar o seu adversário com o Sharingan, Katsu sorriu ao perceber que era ignorado a todos custos. Realmente, os seus oponentes não eram idiotas de todo… Deixando que chakra se espalhasse ao longo da pele, decidiu que não iria ser derrotado por eles. O chakra depressa foi substituído por uma súbita explosão de água com o propósito de afastar Jow, que colocou ambas as espadas à sua frente para não ser gravemente atingindo, deixando-se ser projetado pelo ar e equilibrando-se para cair de pé. Por sua vez, o Imagawa levantou-se, sacudindo o seu manto, e continuou a tentar olhá-lo nos olhos, nunca conseguindo. Enquanto o Yagami se recuperava e tentava perceber que explosão de água fora aquela, Katsu olhou para trás de si, percebendo que Ayame estava de pé e ainda se aguentava. Num Shunshin juntou-se a ela e colocou o braço por cima do seu ombro, olhando para a nuvem de fumo que se gerou após a explosão e notando que, no meio dela, estava uma fonte de chakra.
- Parece que não conseguiste acabar com ele…
A Midori sorriu. Pareceu feliz por não ter magoado gravemente o seu amigo, mantendo-se atenta ao reparar que o fumo começou a dissipar. O jounin estava ajoelhado, levantando-se e lançando um olhar provocativo a Ayame, evitando o Sharingan do outro. A sua pele estava coberta de minerais bastante resistentes, a sua salvação de uma explosão tão rápida e perigosa para sequer se considerar escapar dela com fugas convencionais.
- Não te posso subestimar, Ayame… - admitiu o iwanin, fazendo-a sorrir.
Ela estaria, no entanto, a retrair-se, pois teria tido tempo e oportunidade para atacar de forma bem mais mortal se assim quisesse. Pelo menos, na opinião de Katsu. Para não falar que ela tinha jutsus que, apesar de não serem de ataque, poderiam dar uma grande vantagem à equipa se ela os usasse. Como tal, ela seria também um alvo a abater pela dupla originária de Iwa.
Ainda não tinha terminado o seu pensamento quando um soco poderoso, embebido em chamas, lhe acertou, vindo da pessoa ao seu lado, apanhando-o completamente desprevenido. Acabou por ser arrastado uns metros para trás. Olhou rapidamente para a origem do ataque e percebeu. Ayame não teria aquele ataque porque aquela não era ela. Foi quando o Henge se desfez que ele confirmou as suas suspeitas, revelando uma cópia de Kyo.
- Ah, maldito - comentou o Akatsuki para si mesmo, vendo os dois Kyos surgirem lado a lado. O verdadeiro tinha sido apanhado na explosão, enquanto tinha mandado uma cópia com o henge para distracção.
Só repararam na prisão de trepadeiras vinda do nada quando os movimentos de Jow ficaram restringidos, envolvendo-o cuidadosamente em fortes caules até aos braços. Ayame aproveitara o momento de abstracção providenciado pelo próprio inimigo para os trair e virar ali o feitiço contra o feiticeiro. Ela surgiu rapidamente vinda de sul com velocidade aumentada pelo seu homúnculo, a pequena criatura de folhas que a seguia, aproveitando o ponto cego do recém-konohanin, e acertou-lhe com um soco nas costas, seguido de uma chuva de agulhas de cabelo.
Uma parede de terra surgiu em frente das agulhas, protegendo o Yagami daquele ataque que, de outra forma, seria inevitável. Nesse instante, o Imagawa surgiu na frente dos dois Kyo como um furacão, concentrando chakra no braço para criar uma garra gigante demoníaca de ventos infundidos, larga suficiente para atacar ambos os alvos. O original conseguiu esquivar-se da situação ao projetar o seu próprio chakra Fuuton para o solo, saindo a voar, enquanto o clone não conseguiu ser rápido na sua esquiva, desvanecendo-se em chamas quando atingido por aquele poderoso ataque.
Antes que pudesse haver qualquer contra-ataque por parte dos seus adversários, a kunoichi fitou a pequena criatura de folhas que a seguia e usou o jutsu da velocidade nela mesma através dela, afastando-se para junto de Katsu, que poderia precisar de atenção médica caso tivesse sido queimado pelo anterior ataque de Kyo. Olhando para a cara do seu parceiro, reparou que um intenso vapor se afastava da mesma à medida que alguma água, que se estabelecera sobre a pele, desaparecia. Ele conseguira criar uma defesa suficientemente rápida para um ataque inesperado. Sorriu quando reparou no seu ranger de dentes, pois apesar de ter evitado as chamas ainda foi atingido pelo soco, e decidiu não perguntar se era necessário cura.
- Ei… Kyo! - Grunhiu Jow, afastando ambos os braços de si ao abusar de toda a sua força para tentar desenvencilhar-se das plantas que tão firmemente o seguravam. - Dá-me… uma ajuda!
Murmurando uma pequena ordem para o seu homúnculo, a Midori bateu com o cotovelo no braço de Katsu, olhando intensamente para o adversário preso. O Kusanagi desapareceu, surgindo à beira do seu companheiro com os punhos em chama, preparados para queimarem as plantas. No entanto, não contou com o súbito aparecimento do Imagawa à sua frente, tendo a sua impressionante velocidade impulsionada pela pequena fada de Ayame. Com um sorriso sarcástico e a Gunbai erguida bem no alto, dois dos tomoe da mesma brilharam intensamente quando o atingiu com uma das suas laterais num doloroso e seco impacto.
- Esta é a paga por há pouco! - Gritou o Akatsuki, espalhando chakra na arma para invocar a técnica anteriormente selada, acertando o iwanin com uma inevitável bola de chamas, arrastando-o pelo ar até o projetar contra o solo, entre grunhidos de dor e intensas queimaduras. O Yagami, que não conseguia ver o seu amigo a ser atacado daquela maneira, apressou-se a realizar alguns selos, criando tentáculos de chamas nas suas costas que se dispararam contra o Akatsuki à sua frente, aglomerando chakra nos mesmos para começar a criar uma pequena esfera ígnea. Todavia, para seu espanto, Katsu conseguiu agir com velocidade, saltando para esquivar-se daqueles apêndices maleáveis e fazendo com que o último tomoe do seu leque perdesse o seu brilho.
- Suiton: Bakusui Shōha! - Gritou, projetando a sua arma para baixo para atingir na cabeça ruiva, invocando uma onda de água vertical que o atingiu dolorosamente e impulsionou o seu corpo contra o solo, impedindo-o completamente de se movimentar.
A Chunnin suspirou de alívio ao perceber que o seu parceiro conseguira tomar conta da situação, vendo-o a pousar no solo e a sorrir para Jow, paralisado pela onda de água. Contudo, apercebeu-se de imediato que o seu sorriso desaparecera para dar lugar a um semblante mais sério.
O Sharingan de Katsu notou uma camada de chakra diferente no Yagami, que gradualmente submergia o seu corpo numa refrescante onda de poder. Uivando de loucura, o ruivo pareceu ganhar força suficiente para que, num impulso com ambos os braços, se livrasse de toda água e plantas ao redor do seu corpo que o prendiam. Antes que Ayame tivesse tempo para voltar a segurá-lo, este já se aproximara demasiado do Imagawa, que fora incapaz de ler o surto de velocidade que surgira no seu corpo, com a sua mão completamente submersa em eletricidade.
- Chidori! - Gritou com uma voz muito mais grossa que a habitual, espetando a sua mão como se fosse uma lâmina no abdómen do Akatsuki. Sangue espirrou para a sua cara enquanto o via a contorcer-se com a eletricidade a percorrer-lhe o corpo numa cacofonia demasiado dolorosa para qualquer humano, acabando por deixar cair a Gunbai. Quando a estática parou, surpreendeu-se ao ver que o seu alvo ainda estava de pé, afastando a sua mão ensanguentada para erguer a perna e o atingir com um poderoso chute que o arremessou para longe.
Vendo o seu parceiro a ser maltratado daquela forma, Ayame gritou o seu nome, mas depressa reparou que o enraivecido Jow corria agora na sua direção com uma velocidade absurda. Concentrou chakra no solo à sua frente e criou uma muralha de canas de bambu afiadíssimas na tentativa de parar a sua desenfreada corrida, assustando-se quando o viu a saltar incrivelmente alto para evitar o Ninjutsu. Acompanhando-o com o olhar, não conseguiu evitar ficar momentaneamente cega quando o corpo dele passou à frente do sol, ficando incapaz de esquivar-se quando ele lhe caiu em cima. Gemendo com o susto, empurrou-o com toda a força que tinha, mas sabia que era incapaz de o vencer num duelo de força física. Quando o viu a retirar as suas garras, temeu pela sua vida. Quando uma delas desceu, Ayame apenas pensou em espalhar chakra pelo seu cabelo e fazê-lo crescer à sua frente como um escudo espinhoso, que se cravou nas mãos e braços de Jow à medida que este lhe ia desferindo poderosos arranhões, banhando-se em sangue mas não parando a sua agressividade. Apesar da resistência inicial, o escudo depressa começou a quebrar-se a uma velocidade muito superior à da sua regeneração, revelando a frágil Ayame que nada era ante as ensanguentadas unhas de um furioso Jow. Impiedoso, desferiu um golpe na sua cara, arranhando de seguida o seu ombro superficialmente, ignorando todos os espinhos cravados nos seus braços e pernas.
A poucos metros dali, o iwanin e o nukenin ergueram-se e entreolharam-se por alguns segundos de fricção. Ambos estavam bastante danificados pelas trocas de golpes, mas ainda conseguiam ter força suficiente para se levantarem. Quando ouviram um grito de Ayame, olharam para o lado e viram uma cena que nunca pensaram ver antes. Gritando o nome da sua parceira, que reunia todos os ninjutsus defensivos necessários para sobreviver à situação, Katsu focalizou chakra no seu braço e estendeu-o em frente, lançando uma rápida rajada de vento que atingiu o corpo fortalecido de Jow, tirando-o de cima da adolescente. Embora também não gostasse da situação, Kyo não conseguiu deixar de ver a situação como uma oportunidade para retirar o Akatsuki do jogo, espalhando chakra ao longo da pele para desaparecer da vista de todos com a sua invisibilidade.
Algo fraca, Ayame conseguiu usar um Shunshin para aproximar-se do Imagawa, quase se estatelando no chão se ele não a tivesse agarrado pelos ombros, fazendo-a grunhir de dor pela involuntária pressão no profundo arranhão.
Ainda imerso numa incontrolável sede de luta, Jow virou-se para os dois e correu na sua direção, deixando que a sua mão voltasse a emanar eletricidade noutro Chidori que prometia mais estragos.
- Ayame, consegues atacar? - Perguntou o criminoso, nunca desviando o olhar da fera de relâmpagos que se aproximava.
A rapariga murmurou afirmativamente, respirando ofegantemente e não conseguindo deixar de colocar pressão sobre a ferida em sangue, tentando abstrair-se da dor da mesma. 
- Coloquei uma marca para a polinização quando lhe dei aquele soco… - Avisou a custo, não se deixando intimidar pelo avanço do inimigo. - Ele está fraco… Acho que consigo…
Moldando cuidadosamente o chakra, criou um arco de vento que se apressou a munir com uma flecha do mesmo elemento. Atirando-a para o ar, levantou uma pequena onda de vento ao usar a polinização na área e observou enquanto a seta se multiplicava em milhares delas, olhando de seguida para o seu companheiro que, com um movimento de mão, criou uma rajada de fogo suficientemente extensa para incendiar todas elas. Jow reparou no contra-ataque, evitando as primeiras com a sua extraordinária velocidade. No entanto, não foi suficiente quando a chuva de flechas se intensificou com foco nele, cravando-se como agulhas ardentes em diversas zonas do seu corpo. Resistente como aço, o novo konohanin parou a sua corrida, mas continuou a caminhar; a sua vontade de ganhar o duelo traduzia-se vivamente pelos seus olhos flamejantes, mas as flechas apenas continuaram a cair por cima deles. Não demorou a parar, ajoelhando-se no solo, com o corpo coberto de flechas, a sangrar abundantemente. Aquilo poderia ser mortal para qualquer um, mas o Yagami ainda respirava, imóvel como uma estátua, claramente incapaz de conseguir continuar com a luta.
Satisfeitos por terem derrotado um dos seus oponentes, nem Katsu ou Ayame repararam no sorrateiro Kyo a aproximar-se pelas suas desprotegidas retaguardas, voltando a ficar visível para arremessar uma onda de chakra da sua lâmina que atingiu a adolescente nas suas costas, atirando-a violentamente contra o solo a meio de um grunhido de dor. Assustado pela súbita reação, o nukenin olhou para trás e viu que o Kusanagi estava atrás deles.
- Como é que…
Antes que acabasse a frase, as unhas da mão desprovida de lâmina cresceram, atirando-se como garras ao peito do Akatsuki. Numa rápida defesa, reuniu uma esfera de água à frente da palma da mão que usou para bloquear o ataque, tentando esticar a perna para pontapear Kyo, que se afastou com um salto à retaguarda. Nesse momento, Katsu sentiu uma intensa dor na região do abdómen atingida pelo Chidori de Jow, rangendo os dentes e mostrando uma fraqueza a Kyo que certamente não deixaria escapar.
- Desculpa não ter conseguido ajudar-te melhor, Jow… Mas vou compensar agora!
Aproximou-se com uma passada larga, aglomerando chakra na sua perna e tentando pontapear em frente, acompanhando um movimento com uma intensa labareda. O Imagawa conseguiu esquivar, contra-atacando ao espalhar chakra no solo abaixo de Kyo, criando três espigões de terra que quase o cravavam ao solo, se este não tivesse saltado com agilidade. Sorrindo, o Imagawa não iria deixar aquela oportunidade impune. No dado momento em que ele saltou era presa fácil para ele devido à sua falta de mobilidade no ar. Numa descarga de chakra para usar o Raigen Raikochu, cegou o indefeso Kyo para, de seguida, se aproximar dele com um salto. Concentrando chakra na palma da mão esquerda e colocando um selo na sua barriga com o kanji “Alvo”, apertou a mão direita num forte punho para o atingir, seguido de um pontapé no peito que o projetou contra o solo. Pousando à sua beira, esquivou-se da rasteira do iwanin e observou-o a criar distância com alguns saltos.
- Não posso usar Genjutsu nele por causa do Sharingan e a tentativa perfeita de o acertar com veneno não se vai repetir… - Pensou, evitando o máximo que podia cruzar de olhos com o Imagawa que, por sua vez, tentava isso o máximo que podia. - Vou diminuir o meu peso com o Doton: Chōkeijūgan no Jutsu e aproximar-me com o Hiraishin. Eu sei que consigo!
O Akatsuki olhou para ele com um ligeiro sorriso, invocando na sua mão direita uma Fuuma Shuriken com um kanji “Tiro” e aglomerando chakra no outro braço para criar um feixe de água que se enrodilhou à sua volta como uma serpente.
- Vou dar tudo o que tenho neste golpe! - Pensaram ambos, ajoelhando-se um pouco e preparando-se para o embate.
Arremessando com perícia algumas kunais, Kyo foi o primeiro a atacar, seguindo-as com uma velocidade aprimorada graças à sua perda de peso. O Imagawa, por sua vez, arremessara a Fuuma Shuriken no ar (para confusão do Kusanagi, que julgou tal ação como um engano, embora ainda se mantivesse atento à mesma) e focalizava chakra no seu Sharingan. Desviou-se de todos os projéteis com agilidade, mas o último obrigou-o a rebatê-lo com o seu feixe de água. O iwanin viu aí a sua oportunidade e teleportou-se para essa kunai com o Hiraishin, surgindo em cima do Akatsuki, munido com uma grossa lâmina embebida em chamas e uma garra venenosa que apressou a pungir em frente, demasiado rápido para que houvesse esquiva ou defesa possível. Assustou-se quando reparou que as suas armas atravessaram o corpo do sorridente Katsu, intangível a qualquer dano físico graças ao seu Kamui. Nesse exato momento, o selo na Fuuma Shuriken em pleno ar ativou-se, guiando o projétil com renovado impacto para que desenhasse um círculo e se cravasse dolorosamente na barriga de Kyo. Cuspindo sangue pelo impacto, não teve forças para se equilibrar, passando pelo corpo intangível de Katsu até cair no solo e deixando que a sua grave ferida criasse uma poça de sangue à sua volta. Afastando-se a levitar para depois se materializar, o Akatsuki suspirou.
- Merda, acho que exagerei. Sabia que ele ia usar o Hiraishin para me atacar e por isso é que coloquei o selo, mas nunca pensei que iria acabar assim… - Murmurou, voltando a gemer ao colocar a mão sobre o abdómen ainda em ferida. - Que luta dos diabos…
- Idiota! - Grunhiu Ayame, que apareceu ao seu lado para surpresa dele, que se esquecera dela desde o ataque sorrateiro do Kusanagi. Ela cambaleou para perto do corpo do iwanin e rodou-o, retirando a Fuuma Shuriken dele. - Não é para matar ninguém!
Colocando ambas as mãos por cima do golpe profundo, reuniu o chakra restante para iniciar o processo de cura. Apenas inconsciente, o semblante de dor de Kyo foi diminuindo à medida que a cura ia fazendo as suas maravilhas para o salvar. O Akatsuki, satisfeito por não o ter morto à frente daquela gente toda, deitou-se confortavelmente no chão, espreguiçando-se e permitindo-se descansar um pouco após algo que não esperava que fosse tão cansativo.
- E os vencedores são… - Vociferou o árbitro da partida que apareceu à beira dos vencedores com um Shunshin, desejando agarrar e erguer as mãos de ambos, mesmo que um par delas estivessem a curar um dos feridos do duelo e o outro par estivessem a retirar macacos do nariz. - Katsu Imagawa e Ayame Midori!
Ainda um pouco hesitantes com o súbito final, o público manteve o silêncio, tentando entender o que tinha acabado de se passar. Ouviram-se alguns guinchos altos, imediatos. Algumas raparigas desesperavam pela situação em que Kyo se encontrava, subindo ainda mais o tom de voz quando viram Jow a mancar na direção do Imagawa, esticando a mão e ajudando-o a levantar-se. A plateia foi ao rubro naquele momento, até gritar de júbilo pela impressionante demonstração de habilidades.
- Foi uma boa batalha, Emogawa! - Elogiou, lançando-lhe um sorriso desafiador que foi correspondido. - Espero que voltemos a lutar no futuro.
- Só não te esqueças que a próxima será a matar! - Avisou o Akatsuki num tom jocoso, apesar de, no fundo, estar a falar a verdade, soltando uma pequena gargalhada e apontando para Kyo, que ainda estava inconsciente.
O Yagami aproximou-se do seu amigo quando Ayame acabou a cura, agradecendo à adolescente pelo esforço, agarrando-o pelo braço e usando toda a força para conseguir erguê-lo.
- Ainda vamos ter mais uma oportunidade de luta! - Bramiu o ruivo, sorrindo para os seus dois adversários - Tenham a certeza de chegarem à final, é lá que eu e o Kyo vamos ter a desforra!
Virando-lhe as costas, deu duas leves bofetadas na cara de Kyo, que acabou por acordar embora ainda um pouco atordoado, e levou-o consigo para fora da arena. O Akatsuki então virou-se para a sua companheira, sorrindo-lhe ao reparar que ela estava tão fraca que não conseguia caminhar sozinha para fora do cenário. Quando a tentou ajudar, levou um empurrão violento da mesma, observando que, afinal, ela ainda parecia ter energia suficiente (ou, se calhar, era apenas orgulho) para sair da arena com as suas próprias forças.
FIM


Última edição por Shibiusa em Seg 4 Ago 2014 - 14:47, editado 3 vez(es) (Razão : Só para corrigir o título, que desformatou :P)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Seg 28 Jul 2014 - 0:58

Duelo dos Irmãos Sol e Lua (Kyo e Jow)

 
 
Fortes ventos vindo do oeste traziam nuvens carregadas, o céu que na rodada anterior era limpo e azul agora é cinza e escuro. O vento era tão frio que as pessoas sentiam calafrios como se fossem espíritos a atravessarem as suas almas, talvez às almas dos grandes guerreiros devessem está em meio ao vento para contemplar o esplendor que seria a próxima rodada do torneio. Mesmo com a grande possibilidade de uma tempestade a arena de duelos estava cheia de espectadores, todos estavam à espera desses combates e não seria uma chuva que iria os fazer desistir de ver um grande espetáculo. Os quatro duelistas se preparavam para entrar na área e quando os participantes são anunciados um grande grito de euforia é ouvido por todo estádio, todos esperavam uma grande exibição de combate e a expectativa por uma nova pintura estava preste a ser desenhada naquele local. Uma obra prima seria realizada naquele local e a tinta a ser usada seria o suor dos próprios artistas por causa do calor da batalha, a tela era o solo sagrado que foi fertilizado pelo sangue dos homens e mulheres que batalharam por suas vidas durante séculos, a moldura eram as pessoas ao redor que estariam atentas a cada movimento a espera de memorizar em suas mentes cada detalhe da grande luta. Com uma pintura feita por sangue e suor não seria uma chuva que conseguiria borrar essa imagem que ficaria eternizada na mente dos espectadores pelo resto de sua vida, dessa forma conseguindo fazer seus artistas mais do que meros humanos, mas sim imortais nas lembranças das pessoas que assistiriam e nas historias que seriam passadas em geração a geração. 
 
Havia um grande interesse por essa luta e todos estavam à espera dela, havia vários fatores que conseguiram chamar tanta atenção para essa luta. Uma é por os intitulados irmãos Sol e Lua conseguirem ganhar um grande duelo contra o Dragão Dourado de Konaha e o herdeiro direto do clã Zetsubõ, ambos mostraram ter uma sintonia muito grande ao batalharem juntos e seu trabalho de equipe conseguiu lhe trazer uma boa vantagem resultando em sua vitória. Mas agora eles iriam enfrentar uma grande dupla também composta por Ayame Midori e Katsu Imagawa. A kunoichi de Konoha se mostrou ser muito apta em batalhas a lutar ao lado de seu irmão, ela havia conseguido derrotar um forte guerreiro de Kiri num conhecido torneio entre os clãs nobres. O Nukenin por sua vez simplesmente se apresentou como o novo líder de uma famosa organização de shinobis patifes chamada Akatsuki, algo que deixou todos mais ansiosos para ver as técnicas de combate desse jovem rapaz.  
 
Quando os combatentes entram no campo de batalha as vozes se juntam formando um uníssono de pura euforia e excitação, nem a grande possibilidade de chuva estava a desanimar a todos em ver uma batalha quente suficiente para aquecer seus corações. As duas duplas ficam frente a frente a encarar um ao outro tentando intimidar seus rivais, porém quando Kyo e Jow olham para Ayame eles olham com um olhar de encorajamento na esperança da kunoichi dar o melhor de si. Só quando olharam para o Imagawa fizeram um olhar sério e frio ao qual foi lançado contra o mesmo, porém o nukenin revidou o olhar e lançou um da mesma forma, acrescentando certo ódio. Era bem visível ver que entre esses três se havia um atrito que ultrapassava a barreira de estarem a enfrentar rivais comuns, era nítido que algo a mais se tinha nessa batalha, algo que estava há muito tempo a espera de acontecer. Os corações de todos batiam de forma acelerada a espera desse combate, não eram sós os espectadores que queriam esse duelo, mas sim os próprios combatentes. Ayame queria mostrar que evoluiu e não seria mais um fardo para ninguém, mostrar que depois do ocorrido no torneio dos nobres havia se tornado mais forte e confiante. Katsu queria mostrar a todos seu poder e exibir em grande escala o seu novo poder provido do seu sangue Uchiha, sem contar que não queria decepcionar Gaina e provar que foi certa a sua escolha de confiar nele. Já o ruivo queria se mostrar a sua evolução desde sua saída de Iwa, como também mostrar ao Imagawa como ficou bem mais forte desde a última missão que fizeram juntos o qual o mesmo o tratou com desdém. Kusanagi tinha objetivos parecidos com o seu amigo, mas também carrega em seus ombros o peso de ser o único representante de Iwa, sendo assim cabia a ele toda a responsabilidade de ser o representante de um país. 
 
As duplas começam caminhar lentamente até o local exato para dar inicio ao combate como o juiz o ordenará, todos os combatentes ficam em posição de combate espera do “começar” do arbitro, nesse momento todos na arena ficam quietos e o único som que se ouvia eram dos fortes ventos vindo do oeste com o som dos trovões a anunciar a tempestade que estava preste a chegar. Os corações estavam acelerados devido à expectativa, a tensão era tanta que até parecia que conseguia se ouvir as respirações dos duelistas, todos esperando apenas a liberação do moderador do combate para começar o duelo. Quando o juiz olha para todos perguntando se estão prontos, as duplas olham para seus respectivos parceiros.
 
Está pronta, Ayame-chan? _ Perguntou o foragido preocupado com sua parceira.
 
Eu nasci pronta... _ Respondeu a kunoichi, dando uma piscada para seu companheiro. Aquilo de certa forma deixou Katsu um pouco mais tranqüilo, pois a Midori estava um pouco atrás dos adversários em questão de habilidades. Só que a resposta dela foi de forma bem animadora o deixando mais tranquilo para o combate.
 
Hora do show, cara. _ Disse Kyo a cerrar os punhos se preparando para atacar.
 
Sim, vamos botar para quebrar... _ Disse o Yagami com um sorriso no rosto se mostrando confiante e feliz pelo duelo que irá travar.
 
Já que estão prontos, COMECEM! _ grita o juiz dando o inicio do tão aguardado combate.
 
O ruivo concentra uma dose de chakra e executa o Shirei Aruku (Técnica da Manipulação da Velocidade), aumentando sua velocidade e já partindo para cima do Imagawa. Kyo por sua vez lança duas shurikens contra a kunoichi e após focar um pouco de chakra e fazer selos de mão, executa o Shuriken Kage Bunshin no Jutsu (Clones de Sombra de Shurikens), multiplicando os dois projéteis em dúzias. Ayame consegue escapar das shurikens utilizando um konoha shunshin, seguido de um kawarimi, deixando apenas um pedaço de madeira no local. Jow rapidamente alcança Katsu, e desfere um forte murro com o braço direito, sendo facilmente esquivado pelo nukenin, que desfere um rápido chute horizontal, acertando o rosto do konohanin.
 
Assim será fácil demais. Nem precisarei usar todas as minhas habilidades contra você... _ Provocou o ninja de cabelos negros.
 
Precisarei de mais velocidade... Então que assim seja... _ Disse Jow, deixa seu chakra fluir por todo o corpo, fazendo seu corpo se transformar. Seus músculos aumentam, assim como as veias que ficaram salientes, além dos olhos que ficaram totalmente negros.
 
Já vai usar o Oni Mode? Ele quer lutar com tudo mesmo, acredito que ele esteja empolgado pelo fato de estar lutando contra alguém tão poderoso”. _ Pensou o Kusanagi ao reparar que seu companheiro já está a ir com tudo para cima dos oponentes.
 
Ele mudou totalmente. Posso sentir daqui seu instinto assassino, acho que vou me divertir um pouco mais do que imaginava... _ Sussurrou Katsu, com um sorriso de satisfação no rosto.
 
Antes que pudesse reagir, Jow aparece quase que instantaneamente atrás do nukenin e desfere um forte chute vertical ascendente, que instintivamente foi bloqueado de última hora pelo foragido, que cruzou os braços em forma de “X”, para diminuir os danos do golpe, sendo apenas empurrado para trás. Novamente, numa agilidade impressionante, o Yagami concentra chakra nas pernas e vai até o Imagawa com um shunshin, desferindo um potente murro direto, que foi bloqueado pelo rapaz de cabelo preto, que usou o antebraço esquerdo em riste para tal.
 
Então você quer brincar de Taijutsu? Vamos fazer o teu joguinho então. SHARINGAN! _ Disse Katsu ao mostrar algo novo para seu adversário o qual havia conseguido recuperar a pouco tempo, seus olhos castanhos tomaram a cor de escarlate e se criou três vírgulas em volta de suas meninas dos olhos. Se mostrando muito confiante chama seu adversário para cima de si com seu dedo indicador e um sorriso esnobe na cara.
 
Aproveitando que seu companheiro está a segurar o Imagawa o jovem Jounin de Iwa parte em direção a kunoichi para tentar a eliminar de forma rápida, caso conseguisse a tirar logo de cena sabia que seria uma grande vantagem para eles, pois havia feito bastantes missões com elas e sabia que ela conseguia fazer excelentes suportes. Katsu era um grande adversário e sabiam muito bem disso, ter uma ninja médica ao seu lado traria uma boa vantagem para ele, pois teria um bom suporte enquanto ele cuidaria dos ataques em si. O plano de Kyo era simples, eliminar os pontos fortes do adversário antes que fiquem em uma posição mais favorável a eles, tinha em mente que seu amigo não conseguiria derrotar o Akatsuchi sozinho, mas iria aguentar mais que a kunoichi suportaria contra ele em um combate direto. Assim sendo conseguiria a derrotar antes que o seu rival derrotasse seu companheiro, indo logo de encontro a ele para auxiliá-lo assim que terminasse com a sua parte do plano. 
 
Sacando sua kusanagi o iwanin e desfere rápidos cortes contra Ayame, a kunoichi se vê numa situação extremamente complicada, pois ela sabe que o amigo e agora adversário é muito bom no kenjutsu. O kusanagi desfere um corte diagonal ascendente, obrigando a Midori a se esquivar com muita dificuldade. Ela sabia que não tinha como o vencer em um combate direto e a melhor chance para ela era o segurar o máximo possível. Por esse motivo a reunir se concentra para utilizar seu Shizen Sōsa: Jōki (Manipulação da Natureza: Esvoaçante) jogando ao ar várias folhas e flores que se espalham pelo local dificultando a visão do seu oponente. Era a melhor forma de ela atacar, pois eles não conseguiriam enxergar um ao outro fazendo uma luta a cegas. Só que dessa maneira ela teria a vantagem já que tinha a habilidade de sentir o chakra de seu adversário tendo uma noção melhor do local em que ele se encontra. Se aproveitando dessa situação usa uma segunda técnica chamada Shizen Sōsa: Bakuyaku (Manipulação da Natureza: Explosiva), dessa forma consegue usar as folhas e flores que estavam espalhadas pelo local as fazendo se torna uma espécie de kibaku fuudas, as direcionando ao shinobi da pedra elas começam a grudar em seu corpo. O Iwanin conhecia muito bem que técnica era essa e sabia o que iria se suceder depois, mas já era tarde para escapar da explosão e por isso se prepara para o impacto a deixar seu chakra fluir por todo seu corpo e usar seu Doton: Domu, sua pele começa a ficar com uma coloração escura absorvendo os minerais da terra aumentando sua resistência. Não demorou muito para as folhas e flores explodirem o jogando para trás, mesmo com seu corpo protegido sentiu o forte impacto causa pelas explosões o deixando tonto, mas conseguiu escapar do pior e consegue se recuperar de forma relativamente rápida do ataque.
 
Pelo jeito essa flor tem espinhos afiados. _ dizia o castanho ao se levantar depois do ataque sofrido mostrando leves ferimentos pelo seu corpo _ Não posso pegar leve com você caso contrário posso acabar perdendo, estou feliz pela sua evolução só que não quero perder essa luta. Se prepare Midori! _ ele dá um grito na ultima frase ao se lançar na direção da kunoichi. 
 
Pode vim! Não sou mais uma garotinha que os outros têm que proteger. _ realmente a kunoichi mudou bastante nesses últimos tempos, está bem mais confiante e isso é visto em seu semblante.
 
O representante do País da Terra partiu à direção de sua desafiante a executar alguns movimentos rápidos de fogo, deixando apenas sua imagem a se desfazer em chama de baixo para cima do ponto que utiliza eles aparecendo logo perto dela. Aproveitando da força extra que seu jutsu Doton lhe concede tenta a aplicar um Chakra Panchi fortalecendo seu soco com chakra e a Força da terra, dessa forma consegue acertar a jovem de olhos verdes com um soco descendente a pressionando ao chão com seu murro. Ao olhar para o corpo da menina o que vê é ela se transformar em um pedaço de madeira _ “Esperta! Usou Kawarimi no Jutsu, agora onde você está realmente?” _ fica a pensar ao ver que foi enganado pela amiga. Olhando em volta a vê sobre o rio a usar o Mizu Kinobiri para se manter em pé sobre ele, logo entende o que ela planejou, ela o conhece bem e sabe que não pode usar jutsus Suiton, logo permanecer em um terreno líquido a favorece já que não terá terra para usar Doton, sem contar que terá a água para proteger de um ataque Katon.
 
Ao mesmo tempo...
Katsu começa a pressionar o Yagami, pois com ajuda do seu doujutsu, consegue uma boa vantagem. Mesmo assim Jow não recua e desfere um forte murro direto na face do Imagawa, que esquiva e contra ataca com um cruzado de direita, obrigando o chuunin a abaixar-se para escapar do golpe. O foragido desferiu um potente chute no estômago do ruivo, que mesmo com muita dor, segurou a perna do meliante e deu uma forte cotovelada na panturrilha do mesmo, arrancando um gemido de dor do jovem de cabelos negros. Ainda segurando a perna de Katsu, Jow gira seu corpo bruscamente e acerta o lado direito do rosto do fugitivo com um rápido chute giratório ascendente, lançando o usuário de sharingan a alguns poucos metros do local do impacto. O Akatsuki fica o tempo todo com um sorriso no rosto como se estivesse a se divertir com o combate e não está a lutar com todas as forças, só que seu semblante muda ao ouvir um forte impacto e olhar para o lado e vê sua companheiro em uma má situação contra um oponente mais forte que o dela.
 
Desculpa-me amigo, mas vou ter que deixar nossa conversa para mais tarde. Fique aí bonitinho que já volto para dar uma boa atenção para você. Mas não devo demorar. _ as palavras de desdém o Nukenin conseguiram irritar o ruivo e vê seu adversário se afastar e ir de encontro com seu companheiro.
 
No rio a botânica começa a realizar uma grande quantidade de selos com as mãos se aproveitando da grande quantidade de água para usar seu Suiton: Suiryūdan no Jutsu (Técnica do Projétil do Dragão Aquático). Quando finalmente acabou os preparativos usa seu ataque criando um grande dragão de água e parte de forma rápida na direção do seu alvo que era o iwanin, ele por sua vez ao ver o perigo que estava a vir a sua frente junta suas mãos a reunir uma boa quantidade de chakra, em seguida coloca elas sobre a terra a usar seu o Saikōsai Chijō Shori (Suprema Manipulação do Solo) para criar uma forte parede de terra que consegue interromper o avanço do dragão quando se colide contra ela. Porém, aproveitando da situação, Katsu executa o Suiton: Bakusui Shōha (Ondas de Colisão de Água), criando uma onda de água indo na direção do iwanin, que se encontrava de guarda baixa. Entretanto o chuunin rapidamente foca uma dose de chakra e executa o Raikyuu (Bola de Trovão),arremessando a esfera de trovão na onda em que o nukenin se encontrava, eletrocutando o fugitivo, que se viu obrigado a mudar sua rota e saltar por cima da parede de terra, juntando-se com sua companheira. 
 
Pode me dar “aquela ajudinha”? _ Disse Katsu, para sua companheira.
 
Claro, se for para derrotá-los logo. Pois são perigosos demais para ficar lutando por muito tempo. _ Disse Ayame, já criando um homúnculo. Após criar seu homúnculo, Ayame mandou-o usar o Hijou Kaihi no nukenin, aumentando sua velocidade.
 
Vamos brincar um pouco com isto, depois finalizamos eles. _ Disse um confiante akatsuki.
 
Não acha melhor acabar logo esse duelo? _ Perguntou a kunoichi.
 
Nah, eles não iriam ser derrotados logo de cara. Precisamos machucá-los um pouco antes disso. _ Disse o Imagawa, com um sorriso maléfico no rosto.
 
O primeiro alvo do nukenin foi o ruivo que recebeu um murro no rosto, seguido de um pontapé nas costelas e por último um forte chute giratório, lançando o chuunin para dentro do rio. Kyo tentou partir para cima de Katsu, mas ao desferir um corte diagonal descendente com sua kusanagi, o meliante se esquiva com certa facilidade e dá um poderoso chute na barriga do jounin de iwa, que fica com ambas as mãos no local. Para se livrar do seu alvo, o foragido segura fortemente o jovem pelo cabelo e desfere um rápido e poderoso chute no rosto do rapaz, que tenta segurar a perna do Imagawa, mas não resiste e voa para o mesmo local do seu companheiro.
 
O duelo finalmente fica a todo vapor e junto com o grande clímax da luta veio um novo convidado que todos já esperavam pelo o clima se fazia. Era a tão barulhenta tempestade que chega com os fortes ventos e sons de trovões como se fossem gritos de pura euforia pela grande luta que estava a acontecer, não se conseguia ver mais o sol e seus raios quase não transpassam as nuvens para iluminar o local. A visão só era nítida com os relâmpagos que brilhavam no céu como se as próprias nuvens estivessem a registrar esse momento com várias fotos de fortes flashs, registrando um jovem querendo não apenas vencer seus oponentes, mas também mostrar toda sua supremacia sobre eles. Mesmo com a forte chuva ninguém na plateia se atreveu a sair de seu lugar e perder toda a emoção que a luta estava a mostrar, seus corações acelerados não estavam ver apenas um duelo e sim um combate de honra e coragem. Sair do seu local só por causa de uma chuva seria apenas manchar o grande monumento que estava a ser construída através dos golpes feitos por cada um dos artistas. Foi nessa hora que os gritos da multidão conseguiram superar os sons dos trovões como se agora fossem eles a ter uma batalha para quem iria gritar mais alto pelos os campeões. Isso mesmo eram todos campeões, os duelista por nenhum deles desistir da luta e até mesmos os espectadores para se manterem firmes em seus assentos mesmo com um diluvio a ciar, fato que conseguia empolgar cada vez mais as quatro figuras que lá estavam a sangrar para a diversão e euforia de todos no local. 
 
“Não vou desistir”, “acha que não aguento o tranco?”, “vai precisar mais do que isso para me vencer”, “venham com tudo, pois agora não irei pegar leve”. Esses eram os pensamentos daqueles que de seus corpos escorria suor e sangue, nenhum deles iria desistir nem mesmo se seus corpos pedissem por isso. A respiração de todos estavam ofegantes, mesmo sem usar seus golpes mais fortes estavam a usar o máximo de suas capacidades físicas. Na luta não poderia ter mortes, mas mesmo assim os homens se mostravam querer a ferir o orgulho de um ao outro querendo levar o outro a pedir clemência do que apenas derrotar o adversário. A desvantagem se mostrava para o lado dos irmãos Sol e Lua, já que a estratégia do Nuke e da Kunoichi estava a dar uma boa vantagem, ela ficava mais atrás a dar um bom suporte ao seu companheiro que cuidava dos ataques ficando tranquilo enquanto ela fazia sua retaguarda. Aproveitando que a batalha estava a se concentrar no Nukenin, a Midori volta até o terreno físico e se concentra para usar seu Kagaku gōsei (Quimiossíntese) ao colocar suas mãos ao solo, dessa maneira ela começa a recuperar o chakra que foi gasto até o momento, sabia que de todos é que tinha a menor reserva de chakra e por isso tinha que aproveitar cada momento para conseguir, sem contar que ela estava a enviar chakra para seu companheiro e isso exigia muito dela. Enquanto isso os amigos estavam a já se mostrarem cansados pela batalha, percebendo também que se manter esse ritmo não conseguiriam alcançar a vitória.
 
Fazendo uma luta assim não é bom para nós Yagami, temos de ficarmos calmos e atacar de forma mais sincronizada. Vamos combinar nossos ataques fortalecendo um ao outro, juntos conseguimos superar esse Emo desgraçado. Temos que conseguir neutralizar esse maldito olho de maconheiro que o está a fazer o poupar bastante energia e prever nossos ataques. Temos que acabar com isso a qualquer custo, entendeu? A qualquer custo. Por isso vamos usar o que temos a nosso favor. _ dizia o guerreiro de Iwa ao seu parceiro de combate que acena com a cabeça mostrando que entendeu o recado.
 
Ambos começam a correr à direção do Imagawa se preparando para atacá-lo, Kyo por sua vez puxa um pergaminho de seu bolso e retira dele sua Berserk (Frenética), uma grande espada de duas mãos que estava selada dentro dele. Já o ruivo executa o selo do rato com aas suas mãos deixando seu chakra Raiton fluir por ele, em seguida faz os selos do pássaro liberando toda a energia em um grande clarão de luz como se fosse um dos relâmpagos da grande tempestade que caía. Essa técnica foi suficiente para cegar o possuidor do sharingan o impedindo de usar seus doujutsu por um tempo, aproveitando dessa brecha dada pelo amigo o castanho parte para cima com sua Berserk em mãos para tentar finalizar seu oponente. Só que o foragido não estava sozinho e tinha uma companheira com ele, mesmo sem conseguir ver nada ela consegue sentir a movimentação do chakra do seu adversário e procura avisar seu companheiro.
 
Ele está vindo pela sua direita Katsu, tome cuidado! _ dizia aos gritos avisando o local que vinha o perigo. 
 
Ouvindo sua parceira ele se prepara para a investida inimiga a retirar das costas seu Gunbai para lhe proteger do ataque. Aproveitando de um jutsu que estava selado em sua arma ele o ativa já criando uma grande cúpula de terra que o protege. Vendo que seu oponente criou uma barreira o iwanin se prepara para quebrar a mesma, por isso deixa seu chakra fluir pela sua espada deixando a lâmina da mesma numa coloração vermelha, esse jutsu era o Burēdodesutoroiyā (Lâmina Destruidora). Então ao realizar um corte vertical descendente consegue quebrar a barreira feita de Doton, só que seu golpe é bloqueado pelo grande leque e o desertor segurava em mãos. Agora o combate virou um jogo de força em que um tentava empurrar a arma do outro contra si, só que nesse quesito o shinobi da pedra levava uma vantagem perante o seu adversário. O Uchiha se viu em uma situação desfavorável pela primeira vez no combate, ele sabia que uma hora não iria suportar o peso da grande lâmina do seu rival. Ele decide usar mais um jutsu que estava selado em sua arma, só que ao tentar lançar percebe que nada acontece. Pelo jeito o corte da lâmina escarlate conseguiu de alguma forma destruir o chakra que tinha em sua arma e consequentemente os jutsus selados nela.
 
Yagami agora! _ grita o iwanin para seu companheiro que se mostra um pouco relutante em agir por já entender o que ele precisa fazer _ O que está esperando faça agora! _ o segundo grito foi ainda mais forte mostrando sua convicção.
 
Seu amigo tinha razão, não podia hesitar agora, pois essa era a vontade de seu companheiro e a oportunidade que o mesmo lhe deu para acabar com o Imagawa. Sacando suas duas katanas ele reúne o máximo de chakra possível para realizar seu ataque, se aproveitando das nuvens carregadas que sobrevoavam o seu une suas lâminas e ativa seu Ikazuchi no Kiba (Presas de Trovão). Um grande raio corta ao céu como se o tivesse o dividir ao meio, o ataque Raiton do ruivo foi aumentado consideravelmente por causa da tempestade que caia em Cha no Kuni. Os olhos de Katsu abriram quando se surpreendeu depois de entender o que eles pensavam em fazer, era algo insano e de certo modo masoquista. Kyo estava disposto ao segurar para que ambos recebessem o ataque, com seus corpos molhados do jeito que estavam à descarga seria ainda maior que o normal, sendo assim poderia trazer risco a vida de ambos.
 
Mas que porra! Você é maluco? Desse jeito ambos vamos receber o ataque, essa luta irá acabar para você também. _ dizia o Akatsuki saindo de sua calma ficando de certo modo desesperado vendo o que lhe aguardava.
 
Isso é verdade amigo, dessa forma irá acabar para nós dois. Só que tenho plenas convicções que meu parceiro vai continuar e vencer essa batalha. Se para lhe tirar esse sorriso sínico da cara eu precisar me sacrificar é algo que faço de muito bom gosto. _ o sorriso no rosto do Kusanagi era notório, realmente ele parecia satisfeito com a situação e já tinha se decido e nada o faria voltar atrás _ Sayōnara “Emogawa”.
 
Após dizer essas palavras os dois recebem a forte descarga elétrica, o golpe era tão poderoso como se fosse o próprio Susano’o o Deus da Tempestade tivesse a liberar o raio para levar os dois shinobis a perderem a coincidência. Com o ataque toda arena ficou calada perante tal ato, alguns achavam loucura, outros um ato nobre para derrotar o inimigo e um gesto de confiança que seu parceiro venceria o duelo depois do sacrifício dele. Essa realmente foi à pintura mais marcante dessa obra prima, uma assinatura de sangue e dor do sacrifício para conquistar a gloria dos vitoriosos. Até a própria tempestade se calou com o ocorrido, a chuva que caia parecia mais as lágrimas de emoção por ver algo tão majestoso e puro como sacrifício para bem maior. Ninguém conseguiu se atrever a dar as primeiras palavras como se as vozes estivem presas na garganta com medo de sair por não saber se seriam tão grandiosas para responder a tal ato. O silencio só foi quebrado pela kunoichi de Konoha que corre em direção ao seu companheiro se mostrando bem preocupada tanto com ele como com o seu rival, mas que acima de tudo seu amigo.
 
Como pode? Como pode fazer isso? Ele é seu amigo, essa batalha para vocês é tão importante assim que arriscam sua vida para vencer. _ a voz dela se mostra tremula como se estivesse a segurar o choro. Logo se prepara para começar os primeiros socorros para ambos os caídos.
 
Ele é meu amigo e por isso respeitei a sua vontade, não é algo que me orgulhe machucar um companheiro. Só que se não fizesse isso ele não iria me perdoar por hesitar em um momento como esse. _ nessa hora consegue se perceber que os olhos do Yagami estavam vermelhos, fato que demonstravam que além da água da chuva lágrimas escorriam pelo seu rosto _ Levante-se Ayame, essa luta ainda não terminou enquanto nós dois estivermos em pé. Não sou do tipo que atacaria alguém pelas costas despreparada.
 
Essa luta acabou sim, antes de ser uma guerreira sou uma médica. Pelos meus princípios a vida de alguém vale mais que meu orgulho, se for para escolher eu então desisto da luta. Podem ficar com a vitória, o importante para mim é mostrar que sou forte e não fazer de tudo para vencer. _ a jovem se mostra bem irritada com a atitude dos meninos, realmente ela não entendia esse orgulho masculino que para defendê-lo arriscavam a própria vida. Dessa forma ela continua o tratamento para proteger a vida de seus amigos.
 
Ao ouvir as palavras da jovem Midori o Juiz dá como vencedores os irmãos Sol e Lua, somente nessa hora que o silêncio acaba e todos se levantam e começam a aplaudir a grande luta que presenciaram. Até o sol apareceu em meio às nuvens misturando seus raios solares com a chuva que ainda caía, por causa disso um lindo arco-íris se formou logo acima da arena. Era algo lindo para contemplar o grande espetáculo que foi proporcionado naquele local. Mostrando que do sangue e do suor se consegue criar as mais diversas cores.
 

FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
BigBoss

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Kride Uchiha
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 346,5
Total de Habilitações: 292,25

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Seg 4 Ago 2014 - 4:16

Duelos adicionados e votação iniciada! Têm 3 dias (até à próxima quarta-feira, dia 7) para votar no duelo que consideram que merece ganhar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12264

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Ter 5 Ago 2014 - 0:13

Reservado (não me lembro quando avaliei pela última vez ) XD
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Dark_Akira

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Mafra
Número de Mensagens : 1493

Registo Ninja
Nome: Zehel Matsuri
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5225
Total de Habilitações: 359

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Ter 5 Ago 2014 - 16:21

Bem passando aqui para dar minha opinião.

Foram ambos combates muito bons ^^ Vocês têm bastante jeito para isto ahah (coisa que me falta cof cof)
Gostei bastante dos dois combates e ambos colocaram boas demonstrações de honra shinobi (e também masculina XD)

Não me alongando muito mais basearei o meu voto naquele texto que mais me prendeu pela sua ação.
Achei o texto do Katsu e da Shibi bem mais dinâmico e mexido, senti-me bastante puxado para dentro da ação do texto deles.
Isto não quer dizer que o da dupla de Iwa também não me tivesse puxado, foi só que senti uma melhor pitada de ação no texto do Tsu e Shibi.
Outro facto que ajudou para tal decisão foi o crescendo que deram nos textos. Senti que no do Jow e do Bruno houve um uso demasiado cedo de algumas técnicas trunfo (oni mode) enquanto no texto do Tsu e da Shibi eles usaram o tal trunfo de uma maneira tão fluída que lhes garantiu o meu voto.
Outro facto que parte um pouco da minha opinião é os finais de batalha. Eu gosto que a batalha acabe mesmo, até ao fim com um golpe final entusiasmante. Como disse isto é muito da minha opinião, mas sinto sempre que se há uma desistência ou um facto que parece muito corrido para terminar a batalha sinto que quebra muito o combate, aquele final hit dá sempre bastante emoção e no texto do Criminoso e a Botânica isso aconteceu muito bem, aquele uso do kamui para deixar o Kyo knocked Out foi bem emocionante.

Quero reforçar que é a minha opinião nisto ^^ terminando assim dando o meu voto para o Tsu e a Shibi.

Off: Se as coisas se desenvolverem como estou a prever vamos ter um remake ahahah Angelus e Zehel vs Jow e Kyo pt.2) Let's go!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Qui 7 Ago 2014 - 12:10

Votação estendida até Sábado (9/08)!
Aproveito para dizer que apenas são válidos os votos justificados...
Voltar ao Topo Ir em baixo
BigBoss

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Kride Uchiha
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 346,5
Total de Habilitações: 292,25

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Qui 7 Ago 2014 - 22:50

Bem, aproveito para dar os parabéns a ambas as equipas pelos duelos, estava bastante bons ^^
Fiquei bem preocupado com o lado para que iria o meu voto ao longo da leitura, pois ambos foram bem estruturados e dinâmicos, e uma boa experiência de leitura. No entanto, os finais de cada duelo foram o meu quesito de desempate, sendo que o do Tsu e da Shibi foi mais excitante e impactante e por essa razão o meu voto vai para eles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12264

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Qui 7 Ago 2014 - 23:41

Jow

H. Ninja

Ninjutsu: 61,5+1=62,5
Taijutsu: 34,25+1=35,25
Kenjutsu: 32,5+0,25=32,75
Genjutsu: 6
Selos: 18
Trabalho em Equipa: 16,5+1=17,5

H. Corporais

Força: 21+0,25=21,25
Agilidade: 31,75+0,5=32,25
Controlo de Chakra: 65,75+1=66,75
Raciocínio: 11,5+0,25=11,75
Constituição: 33,25+0,75=34

5/7 + 1 TE

Pontos: 331,75+6=337,75

Kyo

H. Ninjas

Ninjutsu: 93,5+1,25=94,75
Taijutsu: 47+0,25=47,25
Kenjutsu: 44,75+1=45,75
Genjutsu: 27
Selos: 40,75+0,25=41
Trabalho de Equipe: 28,75+1=29,75

H. Corporais

Força: 34
Agilidade: 50,25+0,25=50,5
Controle de Chakra: 120,25+1=121,25
Raciocínio: 27,5+0,5=28
Constituição: 46,25+0,75=47

5,25/7 + 1 TE

Pontos: 560+6,25=566,25



Katsu Imagawa

H. Ninja

Ninjutsu: 110,75+1,5=112,5
Taijutsu: 37,25
Kenjutsu: 61,75+0,5=62,25
Genjutsu: 49,25+0,25=49,5
Selos: 60,25+0,25=60,5
Trabalho de Equipe: 17+1=18

H. Corporais

Força: 29,75+0,25=30
Agilidade: 58,75+0,25=59
Controle de Chakra: 121,5+1,5=123
Raciocínio: 20,25+0,5=20,75
Constituição: 62,5+0,75=63,25

5,75/7(Cool + 1 TE

Pontos: 639,5+6,75=646,25

Passaste o Angelus parabéns

Ayame Midori

Ninjutsu: 41,75+1,25=43
Taijutsu: 5,25+0,25=5,5
Kenjutsu: 9
Genjutsu: 7
Selos: 21,5+0,25=21,75
Trabalho de Equipe: 11,5+1=12,5

H. Corporais

Força: 4
Agilidade: 15,25
Controle de Chakra: 39+1,25=40,25
Raciocínio: 12,75+0,75=13,5
Constituição: 12,25+1,25=13,5

5/7 + 1 TE

Pontos: 179,25+6= 185,25



Peço desculpa pela demora. Qualquer problema na avaliação digam, já passou algum tempo desde da última vez que avaliei algo.

Amanhã comento o duelo, mas estão os quatro de parabéns. Dormi apenas quatro horas, tenho de ir dormir, que estou mais para lá do que para cá.

Se alguem puder actualize, ou eu faço isso amanhã.


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Rods

Conselheiro | Kumo
Conselheiro | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Nas nuvens
Número de Mensagens : 236

Registo Ninja
Nome: Kou Mitsukubane
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7360
Total de Habilitações: 158,25

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Sex 8 Ago 2014 - 2:38

Eu confesso que estava esperando para ver como esse duelo se desenrolaria. Os personagens envolvidos são conceitualmente muito bem trabalhados, e as equipes possuíam um equilíbrio interessante. É sempre uma maravilha ver a dobradinha Kyo/Jow agir, assim como foi surpreendente o trabalho de equipe de Ayame/Katsu. As duas lutas foram bastante fluídas e boas de se ler, pois detalhavam muito bem não só a fotografia que se tinha do cenário como também os movimentos e atitudes de cada personagem. Ponto pra vocês.

Foi muito satisfatório ver também como cada dupla soube utilizar as personagens oponentes. Tanto que em ambos os textos temos uma Ayame a explodir um Kyo que se protege endurecendo sua resistência. Sensacional!

Decididamente, a escolha de um final diferente do habitual pelo Bruno e pelo Jow se mostrou um vacilo em meio a tantos movimentos bem pensados e estratégias tramadas. Não que não tivesse sido coerente ou algo do tipo, mas ver Jow fritar Kyo, e na sequência observar uma Ayame desistir de lutar deixou um gosto desagradável na boca.

Por este motivo, meu voto vai para o duelo da Shibi em parceria com o Tsu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12264

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Sab 9 Ago 2014 - 21:51

Os dois duelos foram bons. As escritas são diferentes, mas ambas são boas o que torna a leitura fácil e apelativa. Na minha opinião a utilização dos personagens oponentes foram bem utilizadas, quer em termos de técnicas quer em personalidade.

Shibi e Tsu penso que podiam ter dados uns espaços no texto para não ficar tudo seguido. O meu voto vai para os dois devido ao final, achei o vosso mais emocionante, foi graças a isso que me decidi.

PS: Contudo, com um golpe desses seriam desqualificados Smile xd

Parabéns aos quatro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Seg 11 Ago 2014 - 19:49

Bom, não sei se o meu voto ainda conta mas de qualquer forma cá vai o veredicto. 

Achei que o texto da Shibi e do Tsu estava mais dinâmico. Para mim foi um pouco confuso o uso dos nomes familiares em vez dos nomes próprios, mas isso é por eu ser retornado e não conhecer os personagens, mas no geral achei que estava bastante bom e apesar da disparidade de habs, acho que se esforçaram por dar "um bom espetáculo" e conseguiram-no, sem dúvida.

Quanto ao segundo texto tenho-vos a dizer que gostei bastante. Não conhecia a vossa escrita e é um registo diferente do que estou habituado. Gostei principalmente da atitude das personagens, no sentido de levarem as coisas a sério desde o início por saber que estavam em desvantagem. Fiquei rendido por este parágrafo.

Citação :
Essa realmente foi à pintura mais marcante dessa obra prima, uma assinatura de sangue e dor do sacrifício para conquistar a gloria dos vitoriosos. Até a própria tempestade se calou com o ocorrido, a chuva que caia parecia mais as lágrimas de emoção por ver algo tão majestoso e puro como sacrifício para bem maior. 

Creio que não fará a diferença mas o meu voto vai para o Tsu e o Shibi, apesar de tudo. Parabéns aos quatro (:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 27
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   Qua 13 Ago 2014 - 17:48

Votação terminada!
Resultados: 5-0 (para a equipa Katsu + Ayame)

Cada voto neste torneio equivale a 20 habs adicionadas à média da equipa (as médias são obtidas a dividir por 3, visto que o número máximo de combatentes numa equipa é 3).
Média de Katsu e Ayame: 285,33
Média de Kyo e Jow: 301,33

Resultados:
Katsu e Ayame: 285,33 + 100 = 385,33
Kyo e Jow: 301,33

Vencedores: Katsu e Ayame!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Torneio de Todos os Ranks - Ronda 2] Katsu + Ayame vs Kyo + Jow
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Mundo Ninja :: Exames & Torneios :: Torneio de Todos os Ranks :: [Arquivo] Julho 2014-
'); }