Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão rank C - Uma nova praga

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Missão rank C - Uma nova praga   Qui 3 Jul 2014 - 17:43

Titulo da missão: Uma nova praga
Descrição: Um membro da família Aburame estava fazendo experiências genéticas com seus insetos quando algo sai muito errado. Ao que parece, nasceram uma dúzia de insetos voadores com mais de 3 metros de comprimento que fugiram do seu cativeiro e agora estão a arrasar plantações de várias fazendas. Sua missão, é achar esses insetos e neutraliza-los, mas cuidado, eles agora são bem mais fortes e poderosos.
Número de Ninjas: 2 a 3 ninjas de rank gennins
Recompensa: 600 ryos + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento
Pessoas Inscritas: Hiroshi Daisuke (Orochi), Hikaru Nagisa (Annatar)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 61
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4011

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Sab 9 Ago 2014 - 19:58

Inscrevo-me. Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 61
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4011

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Dom 10 Ago 2014 - 23:16

Posso começar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3387

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Dom 10 Ago 2014 - 23:43

Estamos agora a esperar 48h horas para a pessoa dá BUMP na missão para começar, depois esperar mais 48h para realmente ter inicio a ela. Pois as missões são para ser realizados em conjunto, se tiver com muita vontade de começar pedimos para fazer uma missão particular. OK  Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Ter 12 Ago 2014 - 1:58

Inscrevo-me também, se algum admin quiser dar a ordem para começar (:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3387

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Ter 12 Ago 2014 - 2:55

podem começar e segue a ordem de postagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 61
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4011

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Ter 12 Ago 2014 - 20:25

UMA NOVA PRAGA!


Citação :

Numa tarde agradável à beira da praia, um garotinho loiro andava pelas areias à procura de algo. Correndo com suas pernas curtas, ele atravessava a faixa de areia com rapidez até que adentrou pela vegetação rasteira do litoral, quando finalmente encontrou o que queria. Protegido por um círculo de vegetação ressequida, o formigueiro era um dos maiores que o garoto já vira. Com sua estrutura similar a um pequeno vulcão, por onde uma grande fileira avermelhada escorria com suas perninhas ligeiras, seguindo na direção de uma mangueira há quase dez metros dentro da floresta. - É isso aí! - Comemorou o garoto, levantando uma peça de cor opaca, quase transparente, que prendia firmemente a lente. Ansioso para estrear seu novo brinquedo, o pequeno Daisuke caminhou até a lateral da fileira de formigas, posicionando a lente a favor do astro solar, criando um fino feixe de energia. - Queimem, suas belezinhas! - Sussurrava o sádico, dividindo a fileira de formigas com seu raio de calor. Desesperados, os insetos não sabiam para onde correr, divertindo o garoto que se sentia como um deus a escolher quem viveria e quem morreria de maneira horrível. Essa brincadeira durou poucos minutos, quando o menino sentiu duas ferroadas em suas pernas. Com o susto, o jovem saltou instintivamente e caiu por sobre a fileira de formigas que o atacaram sem perdão. A cena que se seguiu acabou marcando o resto da vida do garoto. Sua dor, seu choro, sua corrida até o mar...
 

- Elas são resistentes e se movem rápido. - Comentou o Aburame, através de seu pesado manto.
- Ok. Vocês entenderam? Daisuke, você entendeu? Daisuke? - Indagou o chuunin, vendo a distração do garoto.
- Você disse que formigas VOADORAS estão atacando as plantações?! - Retrucou, com olhar assustado.
- Sim, são formigas voadoras. Algum problema? - Comentou Hikaru, já percebendo o incômodo de seu colega.
- Claro que não! Só perguntei por que achei estranho. - Mentiu o sunanin, tentando esconder seu trauma.
 
Atrás de sua mesa, o homem fez uma careta e só então deu de ombros para voltar a explicar o restante da missão. Segundo ele, os agricultores do leste, próximos à divisa com o País dos Rios, estavam em grande perigo por causa de uma nova praga que caiu sobre eles. Literalmente. Os informes eram que formigas gigantes voadoras atravessaram a fronteira e começaram a arrasar plantações, casas, animais e pessoas por onde passavam. Levantando-se da cadeira, o chuunin retirou sua antena do bolso e a esticou para mostrar a exata posição dos primeiros ataques no grande mapa que tinha às costas. - Aqui, aqui e aqui. - Indicou os locais já dentro do País dos Ventos. Seguindo a trajetória, parecia que as formigas seguiriam até o deserto, onde não havia nenhuma população por perto. Sem entender direito, Daisuke olhava para os lados onde viu seus companheiros, Hikaru Nagisa e Kou Aburame. O kirinin sempre sorridente o olhou de volta com confiança, acenando positivamente. O Aburame, por outro lado, nem sequer se virou, ficando escondido na sua túnica que só deixava transparecer seus óculos escuros. Sujeito estranho. Mas mesmo assim, como não ouviu o lógico de seus companheiros, Daisuke resolveu interromper o chuunin. - Mas se elas estão indo para o "nada". Porque não as deixamos morrer de sede e fome? – Perguntou curioso, louco para evitar enfrentamento com sua fobia. Só então o Aburame olhou para ele. Levantando os óculos com o dedo do meio - que Daisuke interpretou como uma ofensa - o estranho ninja de konoha comentou que elas procuravam um local para um ninho. Um local seguro para procriar.
 
Procriar. Aquele verbo fez o rapaz de Suna tremer, começando a imaginar milhares de formigas gigantes a aterrorizar os céus do País dos Ventos. - Ok! Vamos matar alguns insetos! - Comemorou Hikaru, arrancando Daisuke de mais um flashback. O chuunin então entregou a pasta contendo o mapa e a direção por onde passariam ao Aburame, quando finalmente os três genins se levantaram para iniciar sua jornada até a área da infestação. Já do lado de fora do prédio da administração, onde o sol já estava alto no céu, os três conferiram seus equipamentos ninja e partiram em disparada pela entrada principal da Vila da Areia, ganhando a imensidão do deserto com passos rápidos, direcionando seus chakras para os pés e assim começarem a deslizar pelas primeiras dunas que os separavam do destino. Seria uma viagem puxada, afinal, boa parte da jornada seria atravessando o deserto, porém, com o mapa, os três conseguiram se reabastecer e descansar nos oásis pelo caminho, quando finalmente começaram a perceber que a vegetação começava a mudar. O deserto começou a ganhar uma vegetação rasteira até que se aproximaram da fronteira do País dos Rios, onde desviaram para o norte para perseguir o caminho de destruição dos insetos. Não demorou muito para que vissem os primeiros efeitos dos ataques. Passando rapidamente, eles conseguiram ver as plantações arrasadas e os destroços das construções que antes abrigavam os animais. Mesmo assim, os três não conversaram muito durante a primeira parte da viagem, mas quando a noite caiu, resolveram acampar perto de uma campina de onde podiam ver toda planície destruída.
 
- Vou tirar á água do joelho. Precisam de alguma coisa? - Brincou o sunanin, para quebrar o gelo.
- Aproveita e trás a lenha para a fogueira. - Pediu Hikaru, estendendo seu saco de dormir.  
 
O garoto então entrou na densa floresta que circundava a campina. Cerrando os olhos para não cair, o jovem procurou algumas moitas para se aliviar. - Elas são resistentes e se movem muito rápido... - Imitava o Aburame numa careta de desdém. Daisuke sabia que estavam ali por culpa de algum parente daquele estranho ninja. Não lhe agradava limpar a sujeira de outra pessoa. Mas mesmo assim era uma missão. Sua primeira missão após seu ano à margem da lei. Precisava completá-la com louvor para mostrar que tinha condições de continuar. Esses pensamentos inundaram sua consciência, distraindo-o por poucos momentos enquanto terminava suas necessidades. Espreguiçando-se na escuridão, o genin da areia se virou para começar a procura por madeira quando um vulto silencioso chamou sua atenção. Usando chakra sobre a tatuagem que levava no pulso, Daisuke invocou uma kunai e logo se pôs em posição de combate. - Quem está aí?! - Gritou para intimidar o vulto, quando aquela carapaça avermelhada brilhou sob a luz da lua. Suas mandíbulas afiadas se abriram enquanto suas antenas buscavam a origem do cheiro de amônia que tinha sentido. Sem perceber, o rapaz com cabelos descoloridos havia atraído seu maior medo. A formiga gigante percebeu sua presença e avançou derrubando árvores e troncos velhos que insistiam em ficar no seu caminho. Daisuke gelou e correu em disparada, gritando como uma menininha, na direção da campina onde acampavam. Todo aquele barulho chamou a atenção dos dois ninjas que se levantaram e viram o sunanin saindo da vegetação, sendo perseguido por uma formiga gigante que tinha apenas uma das asas nas costas.


Última edição por Orochi em Sex 15 Ago 2014 - 14:35, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Qui 14 Ago 2014 - 16:06

A formiga irrompeu pelas árvores no ímpeto desmesurado, quebrando ramos e folhas enquanto Daisuke tentava fugir desesperadamente. Hikaru não esperou. Cruzou as mãos em alguns selos o mais rápido que podia observando a destruição causada pela formiga. Fechou as mãos numa concha e voltou a abri-las, soltando um corvo negro. Com um sinal de chakra e um movimento de mãos dirigiu o corvo até à formiga alada, mas já não era um corvo, nem dois, nem três. Uma multidão de corvos sobrevoava a formiga, impedindo-a de avançar e turvando-lhe a visão. O Aburame não tardou ele próprio a enviar os seus insectos voadores, procurando através dos corvos restringir os movimentos do insecto.

- Daisuke! - gritou Hikaru - estás bem?! Recompõe-te! - exclamou. Na realidade costumava gostar de insectos, mas este era um pouco demais para o seu estômago e apesar da calma aparente, não se sentia demasiado bem. - Preciso que o imobilizes!
O ninja de Suna recompôs-se.
" Provavelmente conseguimos derrotá-la sem me aproximar", pensou enquanto as suas mãos já se moviam velozmente enquanto moldava o seu chakra numa fina corrente. Hikaru moveu as mãos aos seus corvos para que se afastassem. Daisuke saltou agilmente para se posicionar sobre a abertura e lançou a corrente, atando duma feita todas as patas da formiga. Hikaru cruzou as mãos num selo e espalhou chakra na sua proximidade. Os corvos que restaram reuniram-se em dois clones seus que correram sobre a formiga. No entanto, o insecto zangado não se ficou por aí. Com um guincho que fez tremer a clareira quebrou a corrente eléctrica de Daisuke e as suas mandíbulas cravaram-se no primeiro clone. Que se desfez em corvos. Hikaru sorriu. As Kibaku Fuudas que tinha deixado com os clones explodiram e a clareira bramiu toda ela como uma tempestade. Esperaram que o fumo acalmasse para perceber o que acontecera. O vulto da formiga mexeu-se do meio do fumo e lançou-se contra Hikaru, lançando-o alguns metros a voar contra uma árvore próxima. O som seco do tronco contra as suas costas fê-los acordarem. A criatura estava viva e bem viva e a sua carapaça rija parecia apenas rachada. 

- É impossível - balbuciou o Aburame - depois de tudo isto ainda assim...
Daisuke enfrentou a criatura, amedrontado... Mas algo não estava certo. As bombas de Hikaru pareciam não ter ferido a criatura. No entanto algo não estava bem. Havia sangue no chão. E o sangue vinha de... A clarificação atingiu-o como um raio. Claro que a carapaça do bicho era rija, mas por baixo não passava de uma camada lisa, à espera de ser atacada. Um grito da criatura despertou-o, a formiga gigante avançava para Hikaru como um tractor e esmagá-lo ia, sem dúvida. Daisuke engoliu em seco e por momentos parou de pensar. As suas mãos cruzaram-se num selo enquanto o seu chakra explodia. O Kage Bunshin surgiu e já Daisuke avançava a alta velocidade. O clone moldou o seu chakra numa rajada e com alguns selos expeliu-o numa rabanada que formou um colchão sob o insecto, travando o seu avanço. 

Num shunshin como os Genins nunca tinham visto, Daisuke colocou-se sob o insecto e concentrando chakra no punho direito soltou um Okashõ sobre a sua pele flácida. A sua mão enterrou-se na carne mole do insecto, pulverizando-o. Com uma cambalhota desviou-se agilmente do sangue que caía, mas encontrou-se subitamente junto das mandíbulas da besta. Um estouro soou-lhe aos ouvidos como um revólver, enquanto o tiro de Hikaru o rasava e acertava na boca da criatura, que decidiu levar a sua agonia de morte para outro lado.

- Obrigado - agradeceu ele ao genin de Kiri.
- Acabaste de me salvar a vida e estás-me a agradecer? - inquiriu Hikaru, ferido mas bem-disposto, enquanto o colega o ajudava a levantar. 
A expressão do Aburame era indecifrável perante toda esta confusão. Verdade seja dita, as suas habilidades não eram tão úteis na luta contra insectos como contra pessoas. Hikaru parecia feliz com a vitória, mas Daisuke sabia que isso era apenas fruto da inexperiência. Na próxima não seria apenas uma formiga e não se podia esquecer que as próximas voariam... provavelmente. 

- O ninho delas é por aqui - informou o Aburame.
- Como sabes disso? - inquiriu Hikaru no seu tom de curiosidade habitual.
- Mandei os meus insectos à frente em todas as direcções e detectaram 
- De que estamos à espera então? - inquiriu Daisue.

O Sunanin e o Kirinin saltaram sobre a árvore mais próxima com chakra sob os pés, enquanto o Aburame recolhia os seus insectos, antes de se dignar a liderar o caminho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 61
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4011

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Sab 16 Ago 2014 - 3:09

Subindo em direção ao norte, por onde o chuunin havia indicado, os três saltaram das árvores com agilidade até atingirem um terreno pedregoso por onde correram em velocidade moderada, jogando seus braços para trás numa posição aerodinâmica já conhecida. Ninguém se lembrou de acampar depois do recente susto. Afinal, quem iria conseguir dormir, depois de um encontro aterrorizante com aquele inseto gigante? Daisuke não era exceção. Ele ainda estava apavorado. Sua fobia da infância se transformara num terror gigante. "Preciso me controlar." - Pensava à medida que ele avançavam por um cânion de onde vários pilares de rocha avermelhada subiam até a altura das margens da depressão, formando um labirinto escuro, escavado à milhares de anos quando ali existia água. - Vamos subir. - Apontou o Aburame, indicando a elevação que levava à saída do cânion, mesmo sabendo que precisavam descansar. Aquela estratégia arrojada do menino-inseto fazia os outros dois genins estranharem sua posição como líder. Mas mesmo assim, Hikari e Daisuke se entreolharam e acenaram positivamente ao mudar de trajetória até alcançarem o paredão inclinado de rocha lisa. Olhando para o alto, Hikaru não conseguiu esconder sua insatisfação com um suspiro de impaciência. Levando chakra às mãos, os três ninjas começaram a forçar seus corpos numa subida íngreme e perigosa. O konohanin foi à frente. Seus braços se contraíam e relaxavam num esforço coordenado para subir na rocha quando, de repente, o Aburame gemeu e escorregou, deslizando para se chocar com os outros dois.

Atingidos pelo corpo, Daisuke conseguiu manter a concentração de chakra, deslizando alguns centímetros abaixo, terminando por ralar os dois joelhos. Porém, Hikaru não teve a mesma sorte e apesar de seus esforços, o choque com o corpo do outro ninja o fez perder o controle, começando a rolar numa confusão até alguns metros abaixo, quando seu pé foi amarrado por uma linha shinobi que Daisuke invocara e arremessara com grande velocidade. Desesperado, Hikaru esticou o braço para conseguir agarrar a roupa esvoaçante do Aburame, que exausto, ofegava pensando que já havia chegado ao chão. Gemendo de esforço, o sunanin segurava a linha com um braço, utilizando sua força descomunal para mantê-lo fora de perigo até que os dois ninjas pudessem se recompor. - Não poderei ficar assim por muito tempo! - Gritou com impaciência. Com escoriações pelo corpo, o jovem de Kiri aprumou o corpo ao girar em seu próprio eixo, conseguindo grudar-se novamente à parede. O Aburame repetiu a manobra e também se segurou. Faltava pouco para que alcançassem a borda do cânion. Esforçando-se mais uma vez, os três recomeçaram a escalada quando finalmente chegaram à planície rochosa. - É melhor descansarmos aqui. - Concluiu o Aburame, sentando-se pesadamente no chão. Um pouco machucados, Hikaru e Daisuke fizeram-no uma careta como se dissessem que já sabiam daquilo, mas mesmo assim obedeceram e começaram a organizar uma rápida fogueira. O kirinin logo buscou alguns arbustos secos, enquanto o outro de Suna já juntava chakra raiton no dedo indicador e criava uma pequena corrente elétrica após um rápido selo, acendendo o fogo.


- Será que essa missão demorará muito? - Reclamou Hikaru, esticando-se no colchão.
- Não. Estamos há poucos quilômetros do local. - Explicou o Aburame.
- Ahhhh, então a princesa resolver tagarelar agora. - Provocou Daisuke.
- Não costumo falar com idiotas com medo de formigas. - Retrucou.

Aquele konohanin tinha ido longe demais. Daisuke se levantou furioso, pronto para encher a cara do sujeito de bolachas quando Hikaru intercedeu. - Calma. Calma. - Apaziguou os ânimos. O sunanin suspirou e notou que sequer o Aburame tinha se movido. Com suas experiências na sua breve vida como nukenin, ele tinha aprendido que quando alguém age assim, é porque já tinha uma “carta-na-manga”. Aquilo acendeu sua luz de alerta, fazendo-o tatear pelo corpo freneticamente. Hikaru ficava observando a atitude estranha do colega até que o ninja apertou os dedos em pinça e retirou um inseto de sua nuca. Hikaru ficou surpreso e olhou para o Aburame ao mesmo tempo em que seu companheiro esmagava o inseto com os dois dedos. - Nunca mais faça isso. - Ameaçou o ninja de Suna. Ultrajado, o kirinin praticamente empurrou Daisuke de volta para seu colchão e retornou ao seu, começando a distribuir as porções da breve janta que teriam antes do nascer do sol. A inabilidade do garoto-inseto em tratar com pessoas tornou o ambiente pesado entre os três. Afinal, estávamos ali para limpar a sujeira de um deles. Nada mais natural do que parecer mais simpáticos. Mas mesmo assim, o konohanin permanecia concentrado com seus pensamentos. - Como acabaremos com uma dúzia daquelas coisas? - Inquiriu o genin de Suna, com seus olhos vidrados na silhueta do menino-besouro na fraca luz da fogueira. Levantando a mão a favor da fogueira, o Aburame espalhou alguns insetos negros no ar, além de um vaga-lume entre eles. - Precisamos encontrar a rainha. - Disse o rapaz. Segundo ele, matando a rainha, os outros se atacariam até permanecer um.

- Ok, e como entraremos no formigueiro? - Desafiou Daisuke.
- Nós, não. Você. Agora tens o cheiro delas. - Lembrou o ninja da folha.

O sunanin suou frio ao se lembrar das gosmas do inseto que espirraram por todo seu corpo, e num movimento instintivo, ele cheirou seu uniforme, mas não soube distinguir o feromônio da formiga com o próprio cheiro de suor. - Então terei que entrar sozinho num formigueiro e matar a rainha antes de ser trucidado pelas outras. - Concluiu com uma careta de desapontamento. Hikaru também achou o plano estranho, mas resolveu esperar que o konohanin terminasse sua explicação. Segundo ele, aquelas formigas enxergam mal e se reconheciam pelo odor de seu ninho. Com um henge bem feito, o rapaz poderia se esgueirar ninho adentro, até chegar à rainha. Nesse momento, os outros dois arranjariam uma boa distração para que as formigas saíssem de seu esconderijo. Era uma boa estratégia. - Ok, então vamos descansar. - Animou-se o ninja de Kiri, jogando-se sobre seu colchão de dormir. Preocupado com a manhã seguinte, e como estava melhor fisicamente, o Hiroshi resolveu ficar de vigília até o sol aparecer. Juntando os lençóis junto com o travesseiro, Daisuke se recostou numa pedra e logo ouviu os roncos dos outros genins. Olhando para o horizonte, ele já conseguia notar a luminosidade alaranjada que começava a se espalhar rapidamente. Em algumas horas estariam na aproximação final do formigueiro. "Que plano idiota." - Pensava ainda chateado com a atitude do misterioso genin. Afinal, assustara-se tanto com apenas uma delas, imagina entrar num formigueiro com alguma dezena de voadoras. Sinistro. E com esses pensamentos o jovem se deitou, cruzando os braços atrás da cabeça para apreciar o firmamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Dom 17 Ago 2014 - 19:36

“Tenho quase a certeza que isto é uma péssima ideia”, pensava o Kirinin para si mesmo, na certeza porém de que Daisuke pensava exactamente o mesmo. Era noite escura quando finalmente se aproximaram do ninho.
- Chegámos – anunciou o Aburame em voz baixa. A silhueta de duas formigas que voavam em torno da pirâmide de areia tapava a luz da lua por curtos espaços de tempo - Está na altura de avançares, boa sorte – disse o Aburame naquilo que poderia ser um tom de sarcasmo.
Daisuke espalhou chakra pelo corpo e com um selo apenas transformou-se num exemplar perfeito da mais nojenta criatura que Hikaru alguma vez vira. Agora cabia-lhes a eles causar a distracção, mas tinham de ser cuidadosos.

"O ideal era levar aquelas duas sentinelas mal causássemos a distracção. Independentemente das que saírem, sempre são menos duas", concluiu.
- As tuas formigas têm feromonas iguais àquelas? - perguntou ao Aburame num sussurro. 
- Não são iguais, mas poderiam disfarçar algum tempo - explicou - o que tens em mente?
- É suficiente - assentiu Hikaru explicando o seu plano em seguida - Daisuke, segue-me... e tu, cobre-me - pediu com um sorriso escaninho. Concentrou chakra enquanto fechava as mãos num selo. Um corvo surgiu e rapidamente se multiplicou, unindo-se numa cópia perfeita de Hikaru.
O Aburame assim fez, cobrindo o rapaz de Kiri e o seu clone num casulo de formigas voadoras, a versão mais pequena e menos assustadora da história.

Daisuke e ele desataram a correr em direcção ao ninho. As formigas sentinela, como planeado, continuaram o seu voo rodopiante em torno da base, sem suspeição alguma. Era a altura. Hikaru concentrou chakra enquanto fazia selos e estacou. Ele concentrou chakra num dos dedos da mão esquerda, enquanto o clone moldava chakra em torno do indicador da mão direita. Como que reconhecendo a sua vontade, as formigas afastaram-se e abriram-lhe o campo de visão. Os dois tiros do seu Shotto Chakra no Jutsu atingiram as sentinelas como um raio, furando-lhes a pele mole da carapaça inferior. Hikaru lançou vários shurikens atados pelas Harigane, numa tentativa de puxar as formigas para baixo. Enquanto isso o seu clone saltava alto e lançava duas kunais com Kibaku Fuuda. A explosão concentrada no ponto fraco desfez as formigas em pedaços e... gosma. Daisuke precipitou-se para o ninho, enquanto a miríade de formigas começava a sair, sentindo as perturbações à superfície. 
- Agora é que são elas - disse Hikaru para ninguém enquanto se afastava em sucessivos shunshins, procurando afastar-se das formigas. O Aburame condensava as suas formigas num bloco, como tinham combinado, atraindo umas cinco formigas vivas para perto de Hikaru. Este movia as suas mãos em selos rápidos enquanto corria, emitindo chakra para o clone que corria a seu lago. Estacou num local, esperando que as formigas o apanhassem e quando duas se lançaram a ele, tentando abatê-lo entre as mandíbulas, substituiu-se por uma rocha próxima e libertou o jutsu. O seu clone desfez-se em corvos que, com o seu Sanzengarasu se espalharam e multiplicaram, prendendo as cinco formigas dentro da sua parede. Hikaru puxou então a Harigane que tinha plantado antes e uma série de Kibaku Fuudas rebentou, levando consigo corvos e formigas sem excepção. 

Mas não era o fim, apenas tinha morto três das formigas, embora as outras se achassem em mau estado. Mas entretanto já outras duas avançavam na sua direcção. Saltou alto, tentando esquivar-se do ataque, mas foi ainda assim abalroado por uma das  criaturas, que o mandou contra o chão num embate sonoro. Sem tempo para pestanejar, levantou-se e soltou do cinto a sua foice. Rodopiou no ar, saltando sobre a formiga mais próxima e com um Kage Buyo colocou-se nas duas costas às quais se colou firmemente com um Kinobiri. Em sequiga odopiou a sua corrente para que a foice atingisse a parte interior da formiga, rasgando-a sem misericórdia. 
- Próxima. - resmungou entre dentes. E como se as suas palavras ecoassem, já uma outra se aproximava de si, veloz... demasiado veloz. Eis que, inesperadamente, uma almofada de insectos se colocou sob a formiga, fazendo-a mudar de trajectória e voando directamente sobre a cabeça de Hikaru. Este não teve senão que lançar a sua foice, segurando-a pela corrente para trespassar a formiga e trazer-lhe um fim. Mais duas se aproximavam a zumbir na sua direcção. Hikaru não teve tempo senão de cruzar as mãos nalguns selos enquanto concentrava chakra, espalhando os corvos numa multidão enquanto fugia das formigas em saltos ágeis.
"Raios Daisuke, de quanto mais tempo precisas?!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 61
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4011

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Qua 20 Ago 2014 - 20:56

Fantasiado da formiga gigante sem uma das asas, Daisuke se esgueirou entre alguns pedregulhos que os insetos utilizavam para criar a estrutura de sua morada e escalou cuidadosamente até chegar ao topo, quando foi rodeado por duas das sentinelas. O rapaz tremeu imediatamente. "Acalme-se" - Pensava logo ao perceber que após uma rápida verificação em seu corpo, as duas formigas voadoras o deixaram passar. Usando as pequenas garras que a fantasia de chakra lhe permitia, ele desceu o gargalo do formigueiro, por onde seguiu a fraca luminescência natural que as formigas deixavam ao secretarem seu muco. Nojento e profundo. Por diversos túneis ele caminhou e encontrou várias câmaras pequenas onde uma variedade de alimentos era armazenada. "Demorarei um século para investigar tudo." - Reclamou para si, mas logo seus instintos se aguçaram ao ouvir uma pequena explosão que ecoou túnel adentro. O sunanin sabia que eram seus colegas que agora chamavam a atenção de todos os insetos para lhe dar uma chance de matar a rainha. Com o ruído, todo o formigueiro se movimentou. Enfileirando-se, as formigas gigantes dispararam para fora do túnel querendo proteger seu ninho, quando finalmente o loiro encontrou a câmara principal. Agora precisava correr. Deslizando entre as retardatárias que ainda saíam, o jovem fantasiado caminhou como quem não quisesse nada na direção da entrada quando uma formiga atravessou em seu caminho, impedindo sua entrada. Parecia que seu status na colônia lhe permitia atravessar daquele ponto. "Ok, não conseguirei argumentar com uma formiga." - Concluiu ao desativar seu henge.

Sem enxergar direito, a sentinela só percebeu que se tratava de um ataque quando Daisuke saltou e jogou o punho com toda força na direção da cabeça da formiga, que ainda fez menção de balançar as asas para avisar do ataque, mas era tarde demais. Levando chakra para aumentar sua força, o sunanin atingiu diretamente para parte lateral do alvo, terminando por estourar a cabeça do inseto com um estalo característico, espirrando sangue de formiga por toda parede. - Não posso demorar. - Sussurrou ao ouvir os ecos de combate que vinham do lado de fora. Seus pés ligeiros saltaram com agilidade sobre o corpo do inseto morto, rodopiando pelas paredes até que enfim adentrou na câmara da rainha. - Masqueporra! - Exclamou alto quase sem perceber. A câmara era gigantesca e a rainha, deitada confortavelmente no centro do salão sobre algumas gramas empilhadas em forma de almofada. Com seu abdome amarelado distendido por mais de cinquenta metros, beirando a câmara, ela depositava ovos esbranquiçados seguidamente como numa linha de produção. Enquanto isso, auxiliando sua cria, pupas de formigas tateavam e indicavam o caminho de seu abdome para utilizar ainda mais o espaço. Aquela cena de filme de ficção quase fez o coração de o ninja sair pela boca. Nesse momento, os quatro pares de olhos da rainha giraram e encontraram o invasor, fazendo-a abrir e fechar suas presas desesperadamente num gemido aterrorizante. Daisuke ainda vacilou e recuou o pé esquerdo, porém, a ideia de que seus companheiros estavam morrendo do lado de fora lhe deu coragem suficiente para ficar.

Usando chakra nas tatuagens, ele invocou duas kunais com tarjas explosivas e as arremessou com toda força na entrada do túnel. - Agora estou pronto. - Temeu ao invocar seu bastão e avançar num veloz shunshin na direção da rainha. Os filhotes rapidamente intervieram e fecharam o caminho, obrigando-o a saltitar por cima de alguns deles quando foi interceptado por uma pupa que, do tamanho de um grande cachorro, saltou com suas afiadas mandíbulas na sua perna. O ninja gritou de dor e acabou cercado entre os filhotes. Sem esperar, o ninja de Suna rolou para aprumar o corpo e juntou as mãos num rápido selo para criar um bolsão de ar com seu chakra fuuton. O bolsão logo o expulsou para o alto, deixando-o livre para rodopiar com agilidade e usar chakra para cravar os pés no teto, começando a correr de ponta-cabeça na direção da rainha. Sem asas, os filhotes não alcançavam o inteligente genin que já preparava para executar sua aproximação final contra a cabeça gigante da rainha. Os gritos animalescos da rainha começaram a incomodar os ouvidos do genin que percebeu a aproximação de uma formiga gigante que descia pelo túnel. Juntando as mãos num rápido selo, Daisuke acionou uma das tarjas explosivas depositadas e logo a formiga gigante fora despedaçada com uma explosão. - Agora você morrerá! - Gritou assim que deixou seu corpo cair enquanto rodopiava seu bastão condutor. Os grandes olhos da rainha fitaram os do loiro, que estranhamente começou a perder força aos poucos até cair num sono profundo e se chocar dolorosamente contra a carapaça dura do animal.

Enquanto isso, Hikaru e Kou lutavam por suas vidas na superfície. Em menor número, os dois circundavam o formigueiro em grande velocidade, esquivando-se com agilidade das investidas mortais dos inúmeros insetos gigantes que zuniam em suas cabeças. Saltando lateralmente, o kirinin fingiu escorregar no chão para escapar da mandíbula da formiga que lhe cortou de raspão às costas, só então quando rolou e agitou sua foice num corte lateral, abrindo o abdome de mais uma formiga. - Droga, estas coisas não param de vir! - Gritou entre as fortes inspirações. Ele já ofegava e o mais recente ferimento não lhe ajudava na velocidade. Já o ninja de Konoha formava uma barreira de insetos para proteger os dois de mias duas investidas. Ambos estavam no seu limite, pensando em onde estaria o loiro infiltrador que agora estava entregue à mercê dos insetos. Daisuke nem percebeu o que aconteceu. Perdendo os sentidos rapidamente, ele só lembrou que bateu em algo muito resistente quando sentiu dores agonizantes em seus membros, o que acabou por despertá-lo do genjutsu. Abrindo os olhos, ele estava cercado pelos filhotes de formigas que acabavam de beliscar braços e pernas, sentindo seu sangue escorrer pelas pinças. - Argh!! - Gritou desesperado, tentando usar sua força para se libertar dos animais que insistiam em querer despedaçá-lo. Sem alternativas antes de perder a consciência novamente, o ninja de Suna resolveu tomar uma decisão que não fazia há alguns meses. Concentrando-se como podia, o jovem sentiu o chakra acumular nos portões internos de seu corpo, rompendo-se um a um numa enxurrada de poder.

- Ok, acabou a brincadeira! - Exclamou em fúria quando a explosão da energia espalhou os insetos pelo ar. - Quinto portão! KAI! - Denunciou sua estratégia. Partindo numa velocidade incrível, Daisuke atravessou o acúmulo de filhotes que queriam comer sua carne, esmagando-os numa linha reta como se abrisse um caminho gosmento até a rainha. Sumindo mais uma vez com toda velocidade, o jovem rodopiou em seu eixo e atingiu a rainha com ferocidade inimaginável. Suas mãos atravessavam a resistência da carapaça à medida que se enfiava no inseto gigante a cada cadeia de socos diretos que esmagavam grande quantidade de tecido até que a rainha urrou de dor e estourou numa descarga nojenta de gosma. E no centro daquela confusão melequenta, o loiro ressurgiu saltando com agilidade para fora da barriga do inseto morto. Os filhotes já sabiam o que a morte da rainha acarretaria e começaram a se matar mutuamente. Só poderia existir um. Há alguns metros lá em cima, Hikaru era ferido mais uma vez pela pinça voadora que atravessara seu ombro e o levava para o alto antes que Kou pudesse interromper. Debatendo-se com extrema dor, o rapaz usou a força restante para escorregar pela pinça ensanguentada e cair. Saltando para se esquivar de mais uma ataque, Kou moveu as mãos e formou outro colchão de insetos para amortecer a queda do colega que só teve forças para unir as mãos e usar o restante do chakra para espalhar corvos ao redor deles e assim confundir as formigas restantes. - Estamos acabados. - Gemeu o kirinin, vendo que estavam cercados mais uma vez. Foi então que eles ouviram o chão tremer e logo as formigas começaram a se digladiar.

Lá no alto, os zumbidos passavam por eles e a cada passagem, somente os pedaços dos insetos gigantes caíam do céu. Uma carnificina violenta. - Ele conseguiu! Ele conseguiu! - Comemorou Kou, saindo de seu estado de seriedade pela primeira vez. Ferido e ofegante, Hikaru poupou chakra e comandou o sumiço de seus pássaros negros, sentando-se numa pequena elevação para assistir ao show de combate aéreo. Foi quando um rastro de energia irrompeu pela estrutura do formigueiro e disparou na direção deles, matando algumas formigas que ainda se debatiam no chão com vários giros do bastão. E quando viu que não mais faltava nenhuma formiga de em condições para brigar, fechou os portões de chakra e se sentou pesadamente ao lado de Hikaru. - Agora é só esperar o sobrevivente e terminamos com ele. - Comentou o Aburame, feliz pela estratégia bem sucedida enquanto espalhava seus insetos para investigar o último sobrevivente da colônia. Não demorou muito para que eles encontrassem e começassem a devorar seu chakra e carne. "Insetos canibais." - Pensou o loiro, vendo o acúmulo de bichos por cima da carcaça da última formiga viva. Missão terminada. Então, esforçando-se para levantarem, os três começaram a fazer seus curativos e descansaram pelo resto da noite, viajando de volta para Suna assim que o dia amanheceu. Foi uma missão difícil que exigiu muito dos três genin, agora poderiam descansar em suas casas.


FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ireturn

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Localização : Algarve
Número de Mensagens : 1660

Registo Ninja
Nome: Miki Kuran
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 750
Total de Habilitações: 85,5

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Qua 20 Ago 2014 - 23:51

Excrutínio 

Daisuke
HN
Ninjutsu: 31 + 1,25 = 32,25
Taijutsu: 53,75 + 0,75 = 54,5
Kenjutsu: 49,5 + 0,75 = 50,25
Genjutsu: 3,5
Selos: 20,25 + 0,5 = 20,75
Trabalho de Equipa: 3 + 0,5 = 3,5

HC
Força: 59,25 + 0,5 = 59,75
Agilidade: 67,75 + 0,5 = 68,25
Controlo de Chakra: 70,25 + 1,75 = 72
Raciocínio: 13,5 + 0,25 = 13,75
Constituição: 62,75 + 0,75 = 63,5

Total: 7,5/7+1
Total Habs: 434,5 + 7,5 = 441,5

Hikaru
HN
Ninjutsu: 12,25 + 1 = 13,25
Taijutsu: 5,25 + 0,25 = 5,5
Kenjutsu: 6 + 1,25 = 7,25
Genjutsu: 1,75
Selos: 5,75 + 0,75 = 6,5
Trabalho de Equipa: 2,25 + 0,5 = 2,75

HC
Força: 4 + 0,25 = 4,25
Agilidade: 7,25 + 0,75 = 8
Controlo de Chakra: 13,5 + 1,5 = 15
Raciocínio: 5,5 + 0,5 = 6
Constituição: 7,25 + 0,75 = 8

Total: 7,5/7+1
Total Habs: 70,75 + 7,5 = 78,25

RECOMPENSA TOTAL
ACTUALIZADO!


REACTUALIZADO


Última edição por Ireturn em Ter 26 Ago 2014 - 0:29, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 61
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4011

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Qui 21 Ago 2014 - 0:25

Solicito uma nova avaliação por outro membro da Staff. Nada pessoal, é que acho que seus critérios de avaliação estão muito diferentes das do restante da staff. Por isso que discordo da avaliação e já coloco os trechos como exemplo abaixo:

NINJUTSUS: (1,25) Ganhei 0,5 na avaliação.
Spoiler:
 

TAIJUTSUS: (0,75)  Ganhei 0,5 na avaliação.
Spoiler:
 

KENJUTSUS: (0,75) Ganhei 0,25 na avaliação.
Spoiler:
 

CONSTITUIÇÃO: (0,75) Ganhei 0,25 na avaliação.
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 61
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4011

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Sab 23 Ago 2014 - 2:50

Bump
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 61
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4011

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Seg 25 Ago 2014 - 14:38

2º Bump
Voltar ao Topo Ir em baixo
Brian$

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Brian Borges
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 279
Total de Habilitações: 758,5

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Ter 26 Ago 2014 - 0:11

Reservo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ireturn

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Localização : Algarve
Número de Mensagens : 1660

Registo Ninja
Nome: Miki Kuran
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 750
Total de Habilitações: 85,5

MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   Ter 26 Ago 2014 - 0:31

Re-avaliado! 

Orochi, peço desculpa porém esqueci-me totalmente que as missões dão até 7 de habilitações! E visto que estive fora devido a um compromisso profissional não soube desta situação atempadamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: Missão rank C - Uma nova praga   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão rank C - Uma nova praga
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Sunagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }