Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Bingo Book rank S - Kahiro e seu lobo Yo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Brian$

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Brian Borges
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 279
Total de Habilitações: 758,5

MensagemAssunto: Bingo Book rank S - Kahiro e seu lobo Yo   Sex 30 Maio 2014 - 0:19

Spoiler:
 

Shinobis escolhidos para a caça: Brian$ e @Shibiusa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: Bingo Book rank S - Kahiro e seu lobo Yo   Dom 1 Jun 2014 - 18:50

Recentemente, Brian recebeu do Kazekage Gaara uma mensagem do Hokage Naruto, que estava requisitando que o jovem fosse até Konoha, para uma missão de alto nível. Então, após dois árduos dias de viagem, que deixaram Brian com os músculos do corpo bem desgastados, tornando necessário que o jovem ficasse um dia hospedado em um dos hotéis de Konoha, para poder se recuperar. Então, no segundo dia de estadia em Konoha, o rapaz se dirige até a sede do Hokage, onde Naruto o recebe com um grande sorriso.

-Bem vindo de volta, Brian! Eu soube que você foi promovido a jounin tokubetsu e que é atualmente um dos shinobis mais fortes de Suna. Meus parabéns, você evoluiu muito em muito pouco tempo.

-Fico honrado em ouvir tais palavras de um Kage tão famoso! Mas, acho que ainda tenho muito a aprender ainda. - diz o jovem com modéstia.

-Ainda modesto, isto é uma boa qualidade! Mas, vamos deixar isto de lado no momento, eu tenho uma missão muito importante para você. - diz o Hokage, agora com uma postura séria.

-Qual o objetivo da missão? - pergunta o Borges.

-Você deve caçar um nukenin rank S que se encontra atualmente nas imediações do país do fogo, o nome dele é Kahiro! Este nukenin é originário de Yukigakure e, embora tenha tentado começar uma nova vida, ele matou o seu mestre, um membro do clã Inuzuka, e voltou a vida de criminalidades, agora estabelecendo seu ponto de crimes pelo nosso país. - diz o Hokage de maneira séria. - Eu escolhi você pois de todos os shinobis você é aquele que fará o que necessário, por mais difícil que possa ser! Aqui está os documentos com os detalhes sobre Kahiro, porém eu posso adiantar que há suspeitas que ele se encontra escondido na pequena vila das orquídeas. - termina o Kage, enquanto entrega os papéis nas mãos do jounin.

-Eu irei imediatamente, mas eu gostaria de solicitar ajuda, de preferência alguém com maestria nas artes médicas! Pois, devido a periculosidade, alguém com capacidade curativas é essencial. _ diz o Borges.

-Bom, eu posso solicitar algum médico para lhe acompanhar. Mas, você já tem alguém em mente? - pergunta o Kage, como se já soubesse de que o jovem estava a falar.

-Sim, eu gostaria do auxílio de Ayame Midori! - fala Brian de maneira firme e direta.

----

Kazuma entrou na estufa com alguma pressa, chamando pela irmã do meio, que estava a ajudar os pais a transplantar algumas plantas.

- Ayame. Foste chamada ao gabinete do Naruto – disse ele da porta. – E parece que com alguma urgência.

A rapariga olhou para ele, sacudindo as mãos, à espera de mais informações.
- A Mirai acabou de sair do edifício e foi ela que me pediu para te passar a mensagem. Não te sei dizer mais nada.

Ele não sabia mais nada. Boa. Tinha que se preparar para ir até lá e nem sabia o que esperar. Foi até casa, tirou o avental e equipou-se com algumas coisas básicas para missões, incluindo a sua bolsa de utilidades, para o caso de ser enviada a fazer alguma tarefa.

Em alguns minutos, chegou ao seu destino. Subiu ao andar do topo, onde se situava o gabinete, e bateu à porta, entrando sem esperar ordem para isso. Se estava com pressa, não ia perder tempo com pormenores educativos. Não tardou a reconhecer os presentes na sala. Naruto estava de pé, a olhar seriamente para a janela (algo pouco típico dele), e Brian, o seu shinobi amigo de Suna que herdara o poder do actual Kazekage, sentado em frente da secretária do kage.

- Hokage-sama – cumprimentou ela. Acenou para Brian em jeito de cumprimento para não chamar muito a atenção.

Naruto voltou-se para os dois jovens shinobis e disse:
- O Brian pediu para o acompanhares numa missão de alto risco. Ele poderá explicar-te tudo pelo caminho. A situação é grave e requer alguma urgência. Contamos convosco.

- Hai – confirmaram os dois, saindo do escritório.

---

Brian explicou rapidamente o conteúdo da missão enquanto os dois ninjas caminhavam já fora de Konoha em direcção à pequena aldeia onde tinham sido encontradas pistas sobre o paradeiro de Kahiro.

- Então… Tu queres mesmo que eu vá contigo numa missão de captura? De um criminoso de rank S?! – questionou Ayame, chocada. No fundo, estava até preocupada com a situação. Nunca fora naquele tipo de missões antes e perguntava-se se tinha calibre para o semelhante.

- Para meu conhecimento, já estiveste na presença de dois Akatsuki numa missão de rank S. E acabaram por os matar. Qual é a diferença? – argumentou ele, ajeitando os óculos. Ele provavelmente não tinha noção do seu próprio tique e do que ele significava, pensava a rapariga. Ayame já reparara que ele fazia sempre aquilo quando se preparava para lançar uma das suas explicações. Ela desviou o olhar, hesitante.

- A diferença… A diferença é que estava na companhia de três jounins…

- E eram dois Akatsuki, criminosos de rank elevadíssimo. Aqui temos um criminoso de rank S que tenho bem a certeza que não chega ao nível de um único Akatsuki. Achas que não damos conta do assunto?

- Tu provavelmente dás, eu não… Não fazia sequer um arranhão a pessoas com esse nível… Só vou atrapalhar…

- Ayame… - ele pausou por um momento. - Vai correr tudo bem, vais ver. Escolhi-te para vires comigo e não haveria ninguém mais adequado para isso. Confia em mim.

- Se tu dizes…
- E tenho a certeza.

- Então eu não questiono o “grande” Brian – declarou ela em tom de brincadeira, fazendo inclusive o sunanin soltar uma pequena risada.

De forma a agilizar as coisas, tanto Brian como Ayame concentram chakra nas suas pernas para executarem rápidos e sucessivos shunshins. Então, após aproximadamente trinta minutos de “corrida”, os jovens conseguem avistar a pequena vila no horizonte.

-Aquela é a vila das orquídeas? - pergunta Brian, não se mostrando muito cansado.

-Sim, pelas informações dadas por Naruto só pode ser ela. Além disso, estas a ver aquela bela vegetação? São orquídeas silvestres, características deste vila! - diz a jovem, mostrando seu vasto conhecimento sobre botânica.

-Bom, não vamos mais perder tempo indo andando, vamos agilizar as coisas! _ diz o ceifero, para depois executar uma pequena sequência de selos enquanto concentra seu chakra na areia contida em sua cabaça, fazendo uma pequena parcela dela levitar e formar uma nuvem na sua frente (Kodona sasupenshon sabaku), a qual o jovem rapidamente pula em cima. -Suba, iremos mais rápido voando! _ diz o Borges.

-Agradeço o convite, mas agora eu tenho meus próprios meios para voar! _ diz a bela jovem, para depois concentrar seu chakra e fazer com que surjam pétalas de rosa no ar, que logo se fixam nas suas costas formando belas asas (Kurobara no Tsubasa).

“Bela e imponente, como um verdadeiro dragão!”_ pensa o Borges, para depois sair voando até a vila juntamente com Ayame, mesmo que ele tenha tido que diminuir um pouco a velocidade de sua nuvem, para que a Midori pudesse acompanha-lo com mais facilidade.

Assim, após poucos minutos o casal chega até a pequena vila. No entanto, ao sobrevoarem o local eles percebem que as pessoas parecem correr deles, como se estivessem assustadas. Então, quando os jovens pousam na praça central da pequena vila eles são recebidos com várias facas e garfos de arado, que são projetados na direção deles por várias pessoas com aspecto raivoso.

Diante da cena, Brian concentra seu chakra na areia de sua nuvem para depois levantar seu braço direito, usando de sua elevada manipulação de areia (Suna no zettai-tekina kontorōru) para transformar sua nuvem em grande muro que defende tanto ele quanto Ayame das armas lançadas.

-Por que estão nos atacando? _ pergunta Brian enquanto mantém a parede de areia.

-Eu... Não sei, talvez estejam estressados com algo! _ diz Ayame, se mostrando um pouco preocupada.

Então, enquanto mantinha seu controle sobre a areia, Brian sente como se uma faca tivesse passado pelo seu braço, fazendo um corte considerável. Logo, ao olhar para trás, o rapaz nota que um homem alto, de aproximadamente vinte anos, pele clara e com cabelos negros curtos, que parece ter jogado a faca no jovem.

-Saiam daqui, nós não vamos ser explorados um shinobi renegado mais uma vez! _ diz o homem que jogou a faca no ceifero, para logo em seguida jogar outra.

Ao ver a faca, Ayame usa seu chakra para criar bolsões de ar a sua frente, que com um movimento do braço o vento deflete a arma para longe (Kamaitachi no Jutsu). Depois, Ayame retira sua bandana e a joga no chão frente do homem, para que ele pudesse olhar.

-Por favor, nós não somos inimigos! Olhe a minha bandana, ela não está riscada e isto prova que nós somos shinobis honestos. _ diz a garota, conseguindo fazer com que a onda de ataques cesse por alguns momentos. -Meu nome é Ayame Midori e este aqui é meu amigo amigo Brian Borges, nós viemos aqui porque soubemos que um certo nukenin pode estar neste local! _ termina a jovem, não dizendo a correta identidade do nukenin, para não dar informações desnecessárias e que possam atrapalhar a missão, visto que Kahiro pode estar ouvindo.

Depois de ouvir as palavras da jovem, o homem que jogou a faca da o sinal para que seus compatriotas abaixem as armas e depois ele caminha até Brian e faz um reverência na frente do jounin.

-Me desculpe, senhor Brian! Nós temos sofrido muito e eu não podia arriscar a segurança do meu povo mais uma vez. Meu nome é Kolder, eu sou o prefeito da vila das orquídeas e lhes desejo uma boa estadia, nós somos um povo humilde, mas tentamos ser hospitaleiros com nossos visitantes! _ fala o homem, para depois entregar a bandana de volta a Ayame, se mostrando estar realmente arrependido

-É... eu reparei bem a hospitalidade! _ diz Brian, enquanto fica a olhar o corte considerável no seu braço esquerdo.

-Brian, não seja rude! O pobre homem já disse seus motivos e este corte não é um grande problema. _ fala a chuunin, enquanto concentra seu chakra nas mãos que agora estão sobre o ferimento de Brian, criando uma esfera de chakra de cor verde e que rapidamente cura o ferimento (Chiyu Kyuutai).

- Mais uma vez, as nossas desculpas! – repetiu Kolder, que já não sabia que mais dizer em sua justificação. – Estejam à vontade. Todos nós estaremos ao vosso dispor para ajudar, nem que seja com informações.

Informações! Era o que eles mais precisavam de momento. A obtida do scroll de captura não fora suficiente para conseguirem ter pistas acerca do seu paradeiro.

- Bem, na verdade… - iniciou a jovem Midori, dirigindo o senhor para uma área mais recatada da aldeia para lhe pedir autorização para recolha de testemunhos, seguidos por Brian, que se deixara ficar para trás para vigiar possíveis intrusos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: Bingo Book rank S - Kahiro e seu lobo Yo   Dom 1 Jun 2014 - 18:50

Não tardou para terem autorização de Kolder para falarem com os residentes, nomeadamente aqueles que tinham sido assaltados. Segundo ele, tinham sido unicamente os mercadores e o dono da farmácia.

- Hum… Então ele está a cingir-se a roubos de mantimentos neste momento – concluiu o sunanin enquanto caminhavam para o mercado.

- Até mesmo um criminoso de alto nível tem que se alimentar e tratar – disse Ayame, embora entendesse o ponto de vista de Brian. Era estranho que um criminoso daqueles estivesse a cometer apenas pequenos delitos.

Quando chegaram ao mercado, dividiram-se pelos mercadores para recolherem informações acerca de Kahiro. Todos os pormenores poderiam ser úteis. Voltaram a reunir-se uma hora depois junto da praça principal da vila, após terem terminado de falar com todos.

- Segundo o que recolhi, os roubos não ocorrem de forma consistente. É indiferente o dia em que vêm até cá. No entanto, os crimes ocorrem mais ou menos a cada duas semanas, acontecendo com maior frequência na época da lua cheia – explicou Brian, pensativo. – Levam comida para vários dias e desaparecem.

- Hum-hum. Isso bate certo com o que me foi dito. O farmacêutico manteve um registo dos assaltos e reparei que, pelo menos, esse local tem roubos consistentes. Apenas durante a lua cheia.
- É um facto que ele tem um lobo a acompanhá-lo e talvez o lobo se envolva com outros animais selvagens durante essa altura para necessitar de cuidados médicos.

A kunoichi concordou. A linha de pensamento fê-la lembrar dos instintos animais e, consequentemente, de um que lhes poderia indicar a localização actual de Kahiro.
- O lobo é da família dos cães, certo? – perguntou ela, embora não necessitasse da confirmação. Ao ver o aceno de Brian, prosseguiu: - E se o lobo fez marcação de território?

- É o mais certo. Mas como é que isso nos poderia ajudar? Nenhum de nós tem o olfacto canino para seguir o cheiro.
- Nós não. Mas eu sei quem tenha.

Com isso, ela fez selos rápidos, mordeu o seu dedo e sentiu o chakra a fluir pelo seu corpo enquanto colocava a mão no chão para chamar uma das suas invocações. Fuu, a raposa cinzenta dos ventos, surgiu no meio do fumo e Ayame rapidamente lhe fez uma carícia no focinho.

- Assim os pratos da balança podem virar para o nosso lado – reparou ele, analisando a bela invocação da konohanin. – Bem pensado.
Ela sorriu e explicou rapidamente a situação a Fuu, que se prontificou a ajudar.

Como tinham previsto, o lobo tinha marcado território pela aldeia toda, o que, por si, não era um indicador da localização de Kahiro. No entanto, havia marcações que seguiam para fora da vila, existindo em maior quantidade numa direcção. Pela lógica, seria nas proximidades do seu esconderijo. O ar humedeceu à medida que se afastavam da vila em direcção a norte, um sinal de que estariam próximos de uma fonte de água. O som não os traiu, revelando que se aproximavam de uma cascata. A raposa cinzenta deixou de lhes seguir o rasto ao chegar à clareira onde se encontrava a cascata.

- Usar a água para esconder o rasto. Inteligente – notou Brian. Não conseguia sentir o chakra dos adversários, mas, tendo em conta a localização onde estavam, era um possível esconderijo. Eles estariam a uma distância segura para evitarem ser rastreados pelo chakra. Meteu a mão na sua foice, embora não a tivesse retirado. – Ayame, prepara-te para uma eventual luta.

Então, Brian concentra seu chakra na areia contida em sua cabaça, fazendo com que ela (em totalidade), levite e depois caia ao seu redor como uma chuva (Suna Shigure), porém não sujando Ayame, visto que ela parecia não gostar de ser sempre atingida por aquela areia. Depois, o jounin executa uma mediana sequência de selos enquanto concentra seu chakra numa pequena porção da areia, criando um pequeno globo ocular (Daisan no Me), que substitui a visão do olho esquerdo do ceifeiro.

-Eu irei averiguar esta caverna mais a fundo usando este olho. Enquanto isto, melhor você se preparar para uma possível ameaça, Ayame! _ diz o ceifeiro, enquanto controla seu olho voador para passar por debaixo da cachoeira, adentrando numa escura caverna.

Ouvindo isto, Ayame executa uma breve sequência de selos, para depois focalizar seu chakra para transformar as folhas das árvores, que caiam ao seu redor, em uma estranha criatura humanoide, um curioso homúnculo (Bane no Homunkurusu).

Após alguns metros, o sunanin conseguiu ver o brilho de luz vinda do fundo da caverna, seguido de um grande monte de pelo branco, e ouviu-se um rosnar súbito. O lobo, Yo, aparecera para proteger o seu dono, mostrando os seus dentes ao olho flutuante. Brian puxou o olho devagar, procurando atiçar o lobo até ao exterior, estratégia que funcionara. O grande lobo branco surgiu à entrada da caverna, destruindo o olho como era planeado.

Um rapaz jovem, de cabelos negros, apareceu por trás dele, caminhando devagar com uma katana ainda embainhada nas mãos. A sua calma era desconcertante. Dirigiu o seu olhar para os shinobis e perguntou:

- Quem são vocês e o que fazem aqui?

Brian não respondeu, esperando que o seu silêncio funcionasse como intimidação. Ayame, embora tivesse como impulso responder, seguiu o exemplo de Brian, que tinha bem mais experiência que ela naquele tipo de situações.

- Volto a repetir. Quem são vocês e o que fazem aqui?

Enquanto falava, Kahiro desembainhou a katana, atirando a bainha para o chão. Passou um dedo pela lâmina, abrindo um pequeno corte no dedo, suficiente para algumas gotas de sangue, e lambeu-o. Ayame arrepiou-se com a situação.

- O nosso nome não importa – retorquiu o ceifeiro. – O que importa é o que viemos aqui fazer.

- A sério? Não me vão dar o gosto de saber o vosso nome? Eu gosto de saber o nome de quem mato – ele pausou e olhou para o seu lobo. – Bem, veremos se continuam com essa conversa quando derrubar um de vocês.

Yo rosnou mais um pouco e lançou-se para a frente, pronto a atacar o duo de Konoha e de Suna.

Ayame fez então alguns selos rápidos e, com um rápido impulso de chakra, libertou o uso do seu Gaihi pelo seu homúnculo, fazendo com que ela usasse esse mesmo jutsu em si e em Brian para aumentar a defesa de ambos.

Ao ver que o enorme lobo vem em sua direção já lhe preparando uma mordida, Brian retira rapidamente a foice das costas e a coloca na sua frente, fazendo com que o animal morda o cabo da arma enquanto cai sobre o rapaz, o derrubando e o fazendo cair de costas no chão pedroso.

Quando estava prestes a ajudar seu amigo, Ayame é surpreendida com um movimento ágil do nukenin que lhe desfere um forte pontapé aéreo, lançando a jovem alguns metros para o lado, mas como sua resistência estava maior, o dano acabou não sendo tão grave.

- Antes de se preocupar com seu amigo, se preocupe com você! _ fala o terrível nukenin.

- Tenho preocupação que chegue para os dois, obrigada – retrucou ela.
Aproveitando que estava no seu elemento, no meio da floresta, sabia que podia utilizar as folhas em redor e assim poupar chakra ao não ter que as criar. Com selos rápidos, soltou mais um impulso de chakra e, utilizando folhas do próprio ambiente, utilizou o seu Shizen Sōsa: Bakuyaku. Uma onda de folhas voou das árvores rapidamente em direcção ao nukenin, que mal teve tempo para se desviar da explosão, sendo apanhado parcialmente nela.

Enquanto Ayame luta com poderoso nukenin, Brian faz força nos braços para poder empurrar o lobo alguns centímetros para trás, para que finalmente pudesse se levantar. Então, o rapaz coloca a foice nas costas e retira do seu sobretudo suas pistolas gêmeas, Ebone e Ivory, para em seguida dar dez tiros sucessivos na direção da fera, mirando em pontos importantes como as patas, o tronco e a cabeça. O animal tenta desviar, mas dois dos tiros atingem o seu tronco, liberando uma estranha fumaça negra das perfurações, uma fumaça feita do chakra do animal que está a ser liberado.

O animal solta um urro de raiva e dor, fazendo com que seu dono olhe com raiva, tanto para Brian como para Ayame. O nukenin então coloca as mãos entre a boca e assovia, fazendo seu animal ficar ao lado dele, para depois ele fazer seu lobo adquirir sua aparência e então o rapaz executa o Shikyaku no Jutsu (Técnica da Imitação da Besta), ficando igual a um animal.

Kahiro lançou-se em velocidade para Ayame, que considerava que seria a mais fraca dos dois. Enquanto saltava, mostrando as suas unhas afiadas, Brian utilizou o seu chakra para manipular a areia que trazia na sua cabeça e formou um braço gigante com ela (Suna no Menbā) que colocou à frente da rapariga para apanhar o nukenin e o mandar para trás. Ayame, por sua vez, tinha feito os selos necessários para utilizar o Hijou Kaihi e assim tentar escapar do ataque.

O criminoso voou alguns metros lançado pelo braço de areia, derrapando com os pés no chão, e voltou novamente a correr. O seu lobo juntou-se a ele para fazerem um jutsu em conjunto.

- Gatenga! – gritou ele, rodopiando com o seu lobo em direcção ao alvo.

Ao presenciar o incrível golpe, Brian percebe que Ayame está na mira do ataque. Então, vendo que ela não conseguiria desviar a tempo, Brian concentra chakra nas mãos e projeta dos seus dedos finos fios de chakra, que se fixam no corpo da jovem (Sõem: Hitomi Goku), fazendo com que a agilidade do ceifeiro fosse transferida a Midori.

Percebendo uma súbita melhora na agilidade, Ayame rapidamente move seu corpo alguns metros para a direita, desviando do golpe mortal. Porém, o nukenin e lobo dão uma curva no ar e mais uma vez tentam atingir a garota, só que agora com ainda mais velocidade e brutalidade. Porém, por estar com acesso a certas habilidades de Brian, Ayame consegue executar alguns selos de mão com grande velocidade, fazendo com que seu homúnculo lhe proporcionando ainda mais velocidade (Hijou Kaihi) e possibilitando que a garota desvie do novo ataque, dando uma ágil corrida para a direita.

Frustrado com os falhanços de ataque à kunoichi, que se esquivava de todos com uma velocidade que não seria de esperar, Kahiro voltou-se para Brian, gritando:
- Não te metas no meu caminho!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3515

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: Bingo Book rank S - Kahiro e seu lobo Yo   Dom 1 Jun 2014 - 18:51

O nukenin desapareceu num shunshin para se aproximar rapidamente do sunanin e preparou-se para o atacar com o Kusakage-Ryu Happa Sho enquanto Brian terminava alguns selos para usar um jutsu. Um latido de dor parou o originário de Yukigakure e fê-lo voltar-se.

Ayame tinha usado o seu Chikurin, tentando apanhá-lo pelas costas, e Yo tinha saltado para o caminho do jutsu, impedindo o progresso das canas afiadas com o seu próprio corpo. O lobo levara com uma cana de lado do seu corpo, apanhando-o de raspão, mas ainda fazendo um golpe.

Após termina de executar os selos, Brian concentra chakra nos pulmões e expele pela boca uma enorme esfera de vácuo (Fuuton: Shinku Taigyoku), no intuito de destruir o oponente, que agora se encontrava distraído com a situação do seu cachorro e amigo. Contudo, o adversário não é ingênuo e rapidamente ele concentra seu chakra para disparar várias lâminas de ar (Zankūkyokuha) na direção da esfera de vácuo, não para pará-la (pois ele não possui tal poder) mas para retarda-la e permitir que ele execute uma fuga rápida.

Não perdendo tempo, Brian desaparece num rápido shunshin e aparece um pouco a frente do renegado, lhe desferindo um corte descendente com sua ninjaken, o qual o oponente defende com a lâmina de sua katana. Enquanto estão emparelhados, Kahiro assovia para que se lobo vá em seu auxílio, para dar um pulo no ar e liberar grandes quantidades de urina, mirando em Ayame e também no rosto do ceifeiro, o fazendo perder brevemente a concentração.

Assim, o nukenin aproveita a oportunidade e dá um forte soco de esquerda bem na face de Brian, o projetando alguns metros para trás, pois mesmo que o sunanin estivesse com uma resistência maior, graças ao jutsus de sua amiga, seu oponente ainda é bem forte.

Kahiro uniu-se rapidamente ao seu lobo com o Jinjū Konbi Henge: Sōtōrō, formando um lobo gigante e imponente com duas cabeças.

Ainda antes que o seu adversário usasse qualquer jutsu, Ayame preparou alguns selos rápidos e, sentindo o chakra a sair do seu corpo, utilizou o seu Soutei nela mesma e em Brian, repetindo a dose de Gaihi em ambos para aumentar duplamente a defesa na esperança que pudesse ajudar. Estava a prever que o nukenin fosse utilizar um dos seus jutsus mais poderosos e tanto ela como Brian poderiam sair bastante mal, mesmo sem que o jutsu lhes tocasse.

Percebendo o grande perigo que corriam, Brian começa a executar alguns selos de mão enquanto concentra seu chakra na areia. Então, rapidamente o cão de duas cabeças começa a girar em grande velocidade usando o Garōga, criando um golpe extremamente letal e rápido enquanto parte na direção de Ayame, se guiando pelo cheiro.

Ao terminar os selos, Brian cria na frente da jovem uma poderosa defesa arenosa (Suna no Tama), que consegue defender a garota da poderosa investida do nukenin.

-Ayame, sai daí! - grita o jounin, enquanto fica manetendo o escudo de areia.

Vendo que não tinha muita escolha, Ayame flui seu chakra por todo o corpo e se desfaz sem folhas (Habilidade da KG do clã Midori), saindo da vista do nukenin e desaparecendo entre as árvores.

Após ter feito o primeiro uso do golpe e percebido que falhou, o enorme lobo de duas cabeças parte na direção de Brian enquanto este se concentrava, o pegando por uma das mandíbulas na região do tórax e depois o jogando longe, fazendo o ceifeiro bater de costas numa árvore, extremamente machucado.

Felizmente, o rapaz estava protegido por sua armadura de areia (Suna no Yoroi), fato que o impediu de ser morto, mas não de ficar extremamente machucado e debilitado.

Ao ver seu amigo num estado deplorável, Ayame percebe uma coisa, agora que seu oponente adquiriu uma forma animalesca que se guia pelo olfato, isto significa que este sentido agora é muito mais aguçado nele. Então, a garota volta a sua forma humana estando a apenas alguns metros da “criatura”, para depois concentra seu chakra pelo corpo e liberar um agradável aroma floral com capacidades alucinogénias (Kōsui Seishinbyō). Assim, devido ao olfato altamente apurado, este genjutsu teria uma grande efetividade sobre o oponente.

Não tardou para que o grande lobo se apercebesse do cheiro adocicado no ar, embora não entendesse de onde vinha. Poderia ser uma armadilha ou simplesmente o vento. Era difícil de perceber isso no meio da floresta.

Aproveitando a confusão do lobo, Ayame usou um Hana Kage Bunshin, deixando a sua cópia no seu lugar e aproximando-se de Brian para lhe dar suporte médico.
Os poucos segundos que Kahiro e o seu lobo estiveram expostos ao aroma foram suficientes para os fazerem entrar no genjutsu. No seu ponto de vista, ele estava agora a ver a Ayame-clone como sendo Inuzuka Ushiro, o homem que se compadecera dele e o ajudara só para acabar morto às suas mãos. A sua hesitação era um claro sinal de culpa. Aquela foi a única morte que ele duvidara.

- Falhaste-me, Kahiro – disse a Ayame-clone. Metros à frente, a verdadeira Ayame concentrava chakra nas mãos para usar o seu Chiyu Kyuutai com urgência nos ferimentos de Brian. A mordida do lobo deixara cortes um pouco profundos e, se ele perdesse muito sangue, poderia perder a consciência.

- Eu confiei em ti. Amei-te como um filho – continuou a Ayame-clone. – Para me pagares assim? És um monstro.
O lobo continuou a hesitar e começou a separar-se. Kahiro voltou à forma humana para poder falar.
- Eu matei-te… Tu não estás aqui… - murmurava ele.

- Pois mataste. Tens as tuas mãos sujas com o meu sangue – dizia a Ayame-clone. – És um monstro.
- Está calado! Tu não sabes nada! NADA! – gritava Kahiro, quase a atingir a insanidade. – Tu estás morto! MORTO!

Com aquelas palavras, voltou a unir-se ao seu lobo com o Jinjū Konbi Henge: Sōtōrō e, seguidamente, usou o Garōga no clone que ele via como sendo o Inuzuka. O clone desfez-se em pétalas, terminando ali a ilusão.

- Brian… - murmurou Ayame, ao ver o amigo a querer mexer-se. – Não podes... Espera.
A konohanin sacou de um Zoketsugan da sua bolsa e deu-a ao colega, esperando que aquilo parasse a hemorragia tempo suficiente para terminarem a batalha. No mesmo instante, o sangue parou de fluir, estancando os ferimentos.

-Eu preciso... Por um fim nisto! _ diz o jovem, que mesmo com o corpo alquebrado ainda tinha muita energia e força de vontade para usar. Então, após se levantar, ele tira a foice das costas para depois concentra chakra nos seus braços, executando em seguida um rápido corte ascendente com sua foice, criando uma lâmina de areia tão forte que consegue partir o solo ao meio (Koya no ken). Assim, por estarem enfraquecidos por terem usado o segundo Garōga, o nukenin se vê impossibilitado de escapar do golpe, contudo, seu fiel companheiro lupino o empurra para longe e acaba sendo vítima da lâmina de areia, que destrói completamente o pobre animal.

-Yo... Nãooooooooooooo! _ grita o nukenin, enquanto lágrimas ininterruptas escapam por seu rosto.

Ayame levou as mãos ao rosto, chocada. Até ao seu último momento, Yo fora fiel ao seu companheiro, mostrando mais amor por ele que provavelmente qualquer outra pessoa na vida dele.

- O que é que fizeste…?! O QUE É QUE FIZESTE?! – gritava o nukenin no seu momento de loucura, desesperado ao ver o seu lobo morto. Levantou-se a custo, com as lágrimas a toldarem-lhe os olhos em puro desespero, e queria vingança. Nenhum outro humano fora capaz de ser o que Yo fora para ele. Fez selos rápidos e lançou o seu Fuuton: Teitama aos dois ninjas que provocaram a morte do seu melhor amigo.

Sem esperar tal reacção, Brian viu-se obrigado a evadir um ataque desesperado e vingativo de Kahiro e das suas balas de ar, escapando no último momento.

A kunoichi, pelo contrário, foi apanhada parcialmente por uma das balas quase invisíveis, embatendo contra uma árvore com a violência do jutsu. Uma das balas atingiu o seu ombro e outra atingiu a sua barriga, roubando-lhe até o ar com o choque. As balas deixaram ferimentos um pouco profundos, que lhe restringiam os movimentos com a dor. Para terminar com ela, fez alguns selos e, concentrando um pouco do pouco chakra que lhe restava, utilizou o seu jutsu Kougousei para recuperar tanto quanto podia para o caso de Brian precisar do seu apoio.

Vendo que sua amada está bastante ferida, Brian fica claramente furioso e, concentrando o restando do seu chakra na areia ao redor, o rapaz faz uma grande montante dessa areia forme uma onda gigantesca (Ryusa Bakuryu), que engole boa parte da floresta a sua frente como também soterra o nukenin em centenas de toneladas de areia. Ainda não satisfeito, o rapaz coloca seus dedos sobre a areia e diz:

-Sabaku Taisõ! _ então o rapaz usa seu chakra para criar uma onda de choque que comprime toda a areia, esmagando qualquer coisa enterrada sobre ela.

O choque foi bastante violento, provocando também um ligeiro tremor de terra, que desequilibrou a kunoichi que se tentava levantar e usou a árvore onde estava encostada como apoio.

Brian, por sua vez, ressentiu-se do chakra utilizado e dos ferimentos ainda abertos, apesar de estancados, caindo de joelhos no chão. Deixou a foice cair ao seu lado, colocando as mãos à volta do ferimento, como se a compressão pudesse ajudar a parar as dores. A areia à sua frente começou a ficar ensanguentada em dois pontos específicos. Os seus adversários estavam mortos.

- Brian? – chamou ela, caminhando até ele. Os seus ferimentos estavam quase fechados, apesar de ainda ter dores e ter algumas dificuldades em mexer-se.


Ele olhou para ela e nada falou. Já sabia o que ela iria dizer ou não fosse ela uma grande adepta da vida, que acreditava na redenção das pessoas.

- Lamento… - murmurou ele. – Este não era o final que imaginavas.
Ela baixou-se, recomeçando a tratar dos ferimentos dele. Tirou ligaduras da sua bolsa e começou a liga-lo onde era necessário, usando também o Chiyu Kyuutai para fechar outros ferimentos ainda urgentes.

- Suponho que não – respondeu ela, com um semblante sério. – Mas não há nada a fazer agora.

Uma flor surgiu na sua mão, uma rara rosa preta, à qual tinha acesso devido à sua kekkei genkai. Levantou-se e foi até junto da areia ensanguentada, pousando-a lá com cuidado. Demorou-se mais alguns segundos para se despedir e voltou para junto de Brian, que tentava levantar-se, estendendo-lhe a mão.

- Vamos. Vamos voltar para Konoha. Temos novidades a reportar – disse ela, com um sorriso.

FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Bingo Book rank S - Kahiro e seu lobo Yo   Seg 2 Jun 2014 - 0:22

Avaliação de Tsutao Uchiha with xtyle!:

HN:
Ninjutsu: 95,5+1,5=97
Taijutsu: 21
Kenjutsu: 52+0,75=52,75
Genjutsu: 9,25
Selos: 29,25+1=30,25
Trabalho de Equipe: 13,5+1=14,5

HC:
Força: 19,75+0,25=20
Agilidade: 40+0,75=40,75
Controle de Chakra: 99+1,5=100,5
Raciocínio: 19,5+0,25=19,75
Constituição: 36,5+1=37,5

Total avaliado: 7/7 + 1 T.E.
Total de Habs.: 435+8=443


Avaliação de Fantasia sexual de qualquer homem:

HN:
Ninjutsu: 28+1,5=29,5
Taijutsu: 4,5
Kenjutsu: 7,75
Genjutsu: 6,25+0,25=6,5
Selos: 12,25+0,75=13
Trabalho de Equipe: 8,5+1=9,5

HC:
Força: 4
Agilidade: 10,75+0,75=11,5
Controle de Chakra: 24+2=26
Raciocínio: 9,5+0,75=10,25
Constituição: 9,25+0,75=10

Total avaliado: 7/7 + 1 T.E.
Total de Habs.: 124,75+8=132,75
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
 
Bingo Book rank S - Kahiro e seu lobo Yo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Sunagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }