Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [T2-Harima] - Estrangeiro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Eve

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 25
Localização : Hellcife
Número de Mensagens : 3285

Registo Ninja
Nome: Harima
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 3350
Total de Habilitações: 106,25

MensagemAssunto: [T2-Harima] - Estrangeiro   Dom 4 Maio 2014 - 4:54

Meu teto, branco como sempre. A primeira imagem que eu via todos os dias, e hoje não era diferente: era o sinal de que mais uma vez, eu acordara. Relutante, saí de minha cama; a névoa matutina fazia um doce convite para permanecer no calor de minha cama, mas a sede que sentia era maior que tudo. Calcei minhas sandálias e arrastei-me até a cozinha, onde logo enchi um copo com a água da torneira. Minha visão periférica detectava um papel esverdeado por cima da mesa, à minha esquerda, e como não lembrava-me de ter deixado "sujeiras" antes de ir dormir, peguei-o para ler seu conteúdo - para provavelmente jogá-lo fora logo em seguida. O susto foi tão grande que minha mão vacilou, deixando escorregar o copo (ainda bem, aparado pela pia). Um novo bilhete envolvendo o nome de Miku-san. Mas desta vez, era realmente tentador:

Citação :
"Harima-chan, sei que talvez não acredites neste bilhete, visto que a última promessa feita por este tipo de correspondência não foi concretizada. Porém, devo dizer-te que há alguém que poderá treiná-la; ele é estrangeiro, porém tenho certeza que hão de dar-se muito bem, dada a semelhança entre vocês. Se quiseres mesmo ser uma kunoichi, siga este conselho: procure o sunanin de nome Brian Borges. Ele deve estar esperando-te às 8 da manhã, no local onde costumava levar-te para ver as borboletas que amavas tanto"

Fiquei atônita. Quando menor, havia realmente um local um tanto secreto, que detinha as mais lindas borboletas que já vira em minha vida - algo inusitado, dada a atmosfera rígida e fria da vila. E não era muito longe de minha casa. Deveria confiar uma vez mais nesses bilhetes que diziam-se ser de Miku-san - apesar da trágica história dela? Bem, que mal faria olhar as borboletas uma vez mais? Já havia um tempo que não fazia isto mesmo...

Após concentrar meu chakra em minhas pernas e efetuar alguns rápidos shunshins, logo cheguei a uma cerca de arame farpado, com várias instruções e avisos para não avançar para além dela. É claro que ignorei aquelas placas tolas, dirigindo-me com alguma ansiedade para o oeste dali. Subi com esforço por entre as pedras e troncos apodrecidos ou ainda vivos a íngreme montanha, gastando vários minutos e suor. Meus músculos estavam bastante rígidos dada a força com que trabalhavam para impulsionar meu corpo sempre para cima; já fazia um bom tempo que não fazia aquele caminho, estava desacostumada, e logo o ácido lático acumulado causava-me intensas dores. Para meu alívio, o topo já encontrava-se próximo, já mesmo podia avistar a pedra onde eu descansava com Miku-san enquanto admirávamos a beleza do lugar. Mas em vez dela, havia um homem, no mínimo extravagante: usava um sobretudo negro que contrastava com sua alva pele, trazendo nos olhos uns estranhos óculos de lentes esverdeadas, e possuía cabelos curtos e negros. Era tudo o que conseguia enxergar de onde estava.

Citação :
Em pé perante a jovem, Brian começa a observá-la com seu olhar distante; dada as circunstâncias, ela deve ser a pessoa a qual ele deve treinar. Assim, o jounin se aproxima calmamente da garota, sua foice tombando nas costas assim como sua máscara Anbu que vem pendurada no seu ombro direito:

-Presumo que seja a Harima... Meu nome é Brian Borges e eu fui designado para ser seu tutor. Então, se tiver algo a perguntar seja breve, pois tempo é algo que um shinobi não dispõe em grande quantidade! _ dizia ele de maneira fria enquanto alinha seu óculos com a mão direita.

- Nada, nada. Então... Miku-san está mesmo viva? - inquiria, com uma ansiedade crescente e difícil de conter.

- Sinto, mas nunca ouvi falar nesta tal Miku-san, eu estou aqui a mando do Kazekage Gaara para poder treiná-la. Você tem mais outras perguntas ou podemos começar? _ diz o jovem de forma arredia e indiferente.

Sua forma de falar chega a soar um tanto arrogante. Mas não era aquilo que incomodava-me, e sim o fato do Kazekage ter mandado aquela pessoa. Afinal, o único Kage que conhecia minha vida era o Okashii-sama, não? Um turbilhão de pensamentos invadiu-me a cabeça, mas foram interrompidos pela voz forte do rapaz à minha frente:

-Bem, se não tem nada mais a dizer podemos começar! _ esboça o jounin, que após pegar sua foice das costas com as duas mãos investe na direção da jovem e lhe desfere um corte descendente de cima para baixo.

Saquei o mais rapidamente possível a minha katana, e por milésimos de segundos, não fui cortada ao meio por aquela assustadora arma. Eu não tinha força suficiente para continuar segurando, então baixei minha lâmina e movendo-me para a direita, tentava desferir algum golpe em suas costelas. Em meu íntimo sabia estar num nível muito inferior, e minha intuição não falhava: num fechar e abrir de olhos, a imagem dele sumiu, ao mesmo tempo em que senti algo colidir com a boca do meu estômago. Não fora muito forte... Quer dizer, para ele, já que logo o ar faltou-me e custei alguns segundos para recuperá-lo.

Citação :
Usando o cabo da foice, Brian dá uma estocada bem na boca do estômago da jovem; ele não havia aplicado muita força, mas fora o suficiente para desestabilizá-la por alguns momentos. Então, aproveitando este instante de desleixo, o jounin apoia sua foice no chão para pegar impulso e desferir um chute aéreo de direita bem no tórax da jovem, a projetando alguns metros para trás e quase a fazendo cair penhasco abaixo.

A queda seria inevitável para um cidadão comum, mas a tempo consegui concentrar rapidamente uma pequena quantidade de chakra na sola dos pés, prendendo-me frouxamente ao solo com o kinobiri, apenas o suficiente para não colidir com as rochas do sopé da montanha. Parecia que eu não tinha a menor chance contra aquele estranho misterioso, mas eu precisava tentar. Na Academia, era comum ouvirmos histórias de shinobis lendários que venciam criaturas poderosíssimas, graças mais à inteligência que necessariamente poder. E eu precisava provar que apesar de fraca, uma kirinin ainda pode ser vista como perigo. Enquanto realizava um shunshin para a esquerda, movi agilmente minhas mãos de forma a originar selos, reunindo em seguida uma boa dose de chakra.
Com minha movimentação rápida, um pouco de poeira era formada, e no meio dela surgia um clone meu, que soprei com meu soprador de bolhas. Ele não pareceu surpreso, apesar de possuir agora 50% de chances para errar. Concentramos chakra nos olhos para lançar o Shikumi no jutsu, a fim de paralisá-lo com o genjutsu. Claro que eu esperava ele livrar-se com facilidade dele - apesar de consumir uma grande quantidade de chakra da minha parte, que já tinha gasto outra grande fatia para criar o clone -, mas tinha que apostar na distração

Citação :
Mesmo com aquele chute, a jovem se provou ser bem resistente e rapidamente ela recobrou o equilíbrio. Então, Harima usa seu soprador de bolhas para criar um clone seu com o seu soprador de bolhas, fato que Brian acha interessante, visto que ele nunca presenciou o uso de tal hijutsu. Logo, a gennin fixa seus olhos vermelhos nos do sunanin e faz uso de um genjutsu que faz o jovem ter visões terríveis de sua própria morte, com base no instinto assassino da própria Harima.

Contudo, ao contrário do que a kirinin previra, Brian solta uma gargalhada doentia e depois aponta sua foice na direção dela, como se estivesse decepcionado:

-Hahahahahahaha! Isto é um piada? Garota, eu já vi o inferno com meus próprios olhos e não vão ser essas ilusões dignas de um pesadelo infantil que vão me parar. _ esboça Brian de maneira rude, para logo depois segurar sua foice com as duas mãos e arremessa-la na direção do clone de bolhas, que conseguiu desviar-se a tempo com um ágil pulo para a esquerda. Logo após arremessar sua arma, o jovem desaparece num turbilhão de areia (Suna shunshin) e reaparece atrás da jovem para lhe desferir um chute rasteiro, a fazendo cair de costas no chão rochoso, lhe causando dores consideráveis.

-Usar genjutsus é um boa estratégia, mas se realmente quiser que eles façam efeito você deve querer me matar! _ diz Brian de maneira fria, enquanto fica esperando a jovem se levantar.
O chão duro machucava minhas costelas, mas estava revoltada comigo mesmo. Minha cópia de bolhas não tinha sido ágil o bastante para interceptar o golpe, libertando assim o Baburu Genwaku, para dar-me tempo suficiente para sacar minha katana e dar um xeque-mate. Mas percebia o quanto estava sendo infantil: aquele rapaz tinha um nível ninja extraordinário, provavelmente um chuunin ou jounin. Apesar de tudo, minha teimosia falou mais alto: levantei-me, e mesmo com dores horríveis e uma ligeira dificuldade para falar, ou mesmo respirar, sorria cinicamente. Tardiamente, minha cópia juntou-se a mim, e fiz-lhe um sinal com a cabeça: entendendo, ela usou sucessivos shunshins para aproximar-se do rapaz, que visivelmente estava confuso com aquele aparente suicídio.

Citação :
Ao que parece, o ataque com sua foice não fora rápido o suficiente para destruir a cópia de bolhas da jovem Harima. Porém, a garota parece fazer um movimento aparentemente estúpido ao mandar a cópia vir direto na direção do tokubetsu.

-Achei que você poderia ter feito algo melhor... Isto é decepcionante! _ diz o jovem, para depois sacar da sua cintura sua pistola Ebone e dar um tiro certeiro na cabeça da copia, a destruindo.

O clone havia sido desfeito, mas as bolhas de sabão que tinham sido originadas estavam explodindo, libertando uma cortina vermelha. Embora ele tenha percebido a tempo que aquilo poderia ser perigoso, uma pequena parte daquilo invadiu os olhos do sunanin, fazendo-os arder como fogo. Aproveitando a minúscula brecha, e tendo previamente fechado os olhos, boca e nariz, saquei minha arma com a mão esquerda livre, preparada para mesmo matar. Um sorriso involuntário invadiu-me os lábios, mas ele logo sumiu quando ouvi um barulho metálico assim que minha katana chocou contra algo sólido, que parecia uma ninja-ken. Sim, esse rapaz era realmente irritante e cheio de surpresas.

Não pensei muito mais - creio que meu corpo praticamente agiu por instinto. Apoiando-me com a lâmina, dei um impulso com meu corpo para cima; logo cheguei ao ápice do que podia, e quando estava a descer, fechei meu punho direito, acertando o que parecia ser o rosto dele. Não estava minimamente acostumada a usar taijutsu, mas havia sido obrigada. Minha mão doía bastante, mas estava com uma sede tão grande de vitória que larguei minha katana, e com a outra mão livre, desferi outro golpe - que para minha surpresa, foi amparado por uma palma masculina. E então, a voz do sunanin ecoava:

- Calma garotinha, ou acabarás com essas delicadas mãozinhas quebradas.

Citação :
Com uma atitude inesperada, a gennin pega Brian numa esperta artimanha, fazendo o jovem ficar temporariamente cego quando suas retinas são atingidas pela estranha fumaça vermelha. Porém, o jounin fora bem treinado para não depender exclusivamente dos seus olhos e, de forma instintiva ele bloqueou o ataque da jovem com sua ninja-ken, a típica arma dos membros da Anbu.

Então, quando a adolescente se viu obrigada a apelar para o taijutsu ela não esperava literalmente "bater de frente" com sua proteção arenosa, que se trata de uma segunda pele feita de areia (Suna no Yoroi) capaz de defender ataques deste tipo. Assim, com o nervosismo veio a impaciência, fato que facilitou a Brian segurar o segundo soco da jovem com sua mão direita e depois puxa-la, fazendo a jovem se aproximar dele e perder o equilíbrio, possibilitando ao ceifero fazer um corte rápido com sua ninja-ken mirando na trança da jovem, liberando seus longos cabelos brancos e também cortando alguns fios.

-Talvez com seu cabelo livre você consiga pensar num plano melhor que este! _ diz o jovem de maneira sarcástica.

Suspirei longamente. Não tinha mais como lutar, embora ainda tivesse uma ligeira e quase imperceptível vantagem: eu conhecia todo aquele terreno. Era uma pena não ter alinhamento doton, mas ainda tinha outra coisa. Levantei minhas mãos em sinal de rendição, com cara de contrariada - e acho que meu teatro fazia efeito, quando o vi sorrir e abaixar sua guarda. Esperei um pouco mais pelo momento perfeito - que não tardou a vir: ele estava suficientemente perto da beira do precipício, e tudo o que bastou-me foi empurrá-lo. Não fora tão fácil quanto eu deduzira, ele era ainda mais forte que o que imaginara. Mas meu elemento surpresa aliado à sua guarda baixa foram o bastante: minha força tinha sido capaz de jogar aquele rapaz montanha abaixo. Gomen, mas não ia perder para um estrangeiro.

Citação :
Com um plano "sujo" - mas efetivo - Brian é projetado para fora da montanha, indo em queda livre até o solo, dando uma aparente vitória para sua aprendiz. Porém, antes que seu corpo tocasse o solo, o jovem flui seu chakra por todo seu corpo, fazendo seus ossos e carne assumirem uma forma arenosa (Suna karada) e depois sair voando como uma leve tempestade.

Depois, quando Harima pensou ter ganho, o rapaz de vestes negras se recompõe a sua forma original logo atrás dela e, após um leve suspiro ele diz:

-Nada mal, uma estratégia não muito honrada mas extremamente útil! Você foi muito bem no seu treinamento de hoje, Harima. Agora, vamos voltar para sua vila, creio que você precisa descansar pois amanhã teremos outros treino. _ diz o jovem de forma séria, para depois ir pegar sua foice e coloca-la de volta nas costas.

Mal podia acreditar naquilo. Além disso, não conseguia me aguentar de pé. Depois de suas palavras, encarei-o com ar de "Quem disse que mandas em mim?". Ele olhou-me com desdém e pôs-se de volta à trilha, andando devagar. Eu realmente teria um estrangeiro como tutor? Bem, ao menos o bilhete não mentiu. Um meio sorriso formou-se no meu canto esquerdo da boca, afinal não tinha muita escolha, dada as condições em que encontrava-me. Apesar de tudo, algo dizia-me que eu tinha que confiar nele. Ele tinha uma aura parecida com a minha... Qual seria sua história? Será que um dia teria coragem de perguntar? Estava perdendo-me nestes pensamentos, quando sua voz subitamente trouxe-me à realidade:

- A propósito, você fica melhor de cabelo solto! _ diz o jounin, ainda mantendo a típica postura séria.



Nota da Eve:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [T2-Harima] - Estrangeiro   Dom 4 Maio 2014 - 17:24

Avaliação de Mata-Gatos:

HN:
Ninjutsu: 3,75+0,5=4,25
Taijutsu: 1,75+0,25=2
Kenjutsu: 2+0,5=2,5
Genjutsu: 3+0,25=3,25
Selos: 2,25+0,25=2,5
Trabalho de Equipa: 1

HC:
Força: 1,5+0,5=2
Agilidade: 3,5+0,75=4,25
Controlo de Chakra: 4,5+1=5,5
Raciocínio: 1,25+0,75=2
Constituição: 3,25+0,75=4

Total avaliado: 5,5/7
Total de Habs.: 27,75+5,5=33,25


Avaliação de Forever Alone:

HN:
Ninjutsu: 83,75+0,5=84,25
Taijutsu: 18,75+0,5=19,25
Kenjutsu: 44,5+0,5=45
Genjutsu: 8,75
Selos: 25,5
Trabalho de Equipe: 12

HC:
Força: 17,5
Agilidade: 35,5+0,5=36
Controle de Chakra: 85,25+0,5=85,75
Raciocínio: 15,5
Constituição: 32,25

Total avaliado: 2,5/2,5
Total de Habs.: 379,25+2,5=381,75

Comentários: Apesar de ter sido um bom treino, a ideia de misturar as duas escritas, muito diferentes entre si, foi horrível. Até entendo que são personagens algo diferentes, com uma diferença de poderes e formas de agir nada paralelas, mas isso de dividir treinos por perspetivas diferentes confunde muito o leitor. Houve partes em que eu pensava que o Brian tinha feito um movimento, dando-lhe pontos em Taijutsu (por exemplo), para depois vir Harima a dizer que ele tinha feito algo totalmente diferente, tendo de retirar pontos em Tai por Ken. Não digo que isto é muito trabalhoso, é apenas para vocês entenderem o quanto me confundi.
Éve, se queres ter mais pontos em Nin, vai colocando os nomes das técnicas. Não precisas de pôr a tua personagem a dizer os seus nomes, apenas as coloca como descrições do estilo “Harima usou o Kage Bunshin como meio de distração, que serviria como ocultação para o uso da técnica X que visaria ferir Brian”, ou algo assim. Recebeste aqueles pontos em Nin por que ainda fui adivinhando que o que fazias eram Ninjutsus, nem todos os avaliadores são assim.
Depois expliquem-me essa história de um Jounnin de Suna treinar uma Gennin de Kiri. Isso é tão aleatório Xd.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Brian$

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Brian Borges
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 279
Total de Habilitações: 758,5

MensagemAssunto: Re: [T2-Harima] - Estrangeiro   Dom 4 Maio 2014 - 17:59

Obrigado por avaliar Tsu, de fato isso foi algo bem diferente mas foi bem mais divertido que as convencionais, claro que teve erros por ser o primeiro treino desse tipo mas depois vemos se conseguimos resolver.

Quanto ao Brian treinar ela não tem muio problema, ele já foi varias vezes a Kiri e é um lugar "razoável" para ele. Além do mais, não custa nada ajudar uma amiga que quer treinar Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [T2-Harima] - Estrangeiro   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[T2-Harima] - Estrangeiro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }