Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Icha Icha NRPG/Yamanaka Hana] Desejos à Flor da Pele

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hana

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : In your mind ;)
Número de Mensagens : 3255

Registo Ninja
Nome: Hana Yamanaka
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7945
Total de Habilitações: 362,5

MensagemAssunto: [Icha Icha NRPG/Yamanaka Hana] Desejos à Flor da Pele   Qui 3 Out 2013 - 0:07

Um quarto amplo iluminado apenas pela lua cheia cuja luz trespassava as janelas e a fina cortina branca de algodão, assim a claridade chegava à cama em que Hana dormia com sua camisola branca da mais leve seda. O lençol deixava à mostra as coxas da garota que parecia bem a vontade em seu confortável leito, até que ouve um barulho.

_ Cara, não acredito naquilo, você viu o – dizia Jow ao entrar no quarto com Kyo, porém percebe que sua namorada dormia, ou melhor, agora acordava com o som de sua voz.

_ Yagami-san? – pergunta ela a coçar os olhos e esticar o corpo de modo que tirasse ainda mais o lençol de si.
 
_ Hana-chan, pensei que só chegarias de viagem pela manhã, desculpe acorda-la. – desculpa-se o namorado que teve uma noite de treino com seu melhor amigo.
 
_ Kusanagi-san... – falava ela docemente ao ver que ambos os ninjas tinham o tronco nu e suado, era possível ver algumas gotas de suor a escorrer por entre os músculos a delinea-los e a luar causava um leve brilho. Logo a mente da garota era dominada por pensamentos impuros, ver dois homens altos e tão bem constituídos provocava em si desejos ocultos a fazer com que ela mordesse os lábios.
 
_ Hana-chan? Estás a me ouvir? – pergunta o namorado ainda a pensar que ela dormia. _ Só viemos ao quarto para eu pegar a carteira do Kusanagi, coloquei aqui. – dizia Jow que após pegar os pertences do amigo se despede dele.

_ Até mais, Kusanagi-san. – sorriu Hana e ao ver o amigo do namorado dar as costas ficou ainda mais instigada, eram ombros largos e fortes, também suados e queimados pelo sol da tarde, mas logo é trazida de volta à si pela voz de Jow.
 
_ Hana-chan, devias tomar mais cuidado perto do Kusanagi. – fala Jow a olhar para as coxas da namorada à mostra, ela fica corada de vergonha e faz com que ele ria. _ Vou tomar um banho e já volto. – dizia ele a dar um beijo na testa da garota, mas antes que pudesse voltar sente que ela o segura pela mão. _ Estou suado e sujo, já venho, princesa. – fala ele, mas vê os olhos de Hana a parecerem ondas que queriam afoga-lo.

_ Não vá. – sussurra ela a começar a tirar o cinto que segurava as calças do namorado.
 
*Espera começar a música*

_ Hana-chan... – diz Jow a ver que ela estava diferente do usual, era sempre ele que tomava a iniciativa, mas não teve tempo de pensar muito, logo ela se levantava a se colocar de joelhos sobre a cama de modo que o rosto ficasse muito próximo ao dele.
 
_ Quero você, assim, aqui, agora. – fala ela com olhar sedutor a passar as mãos nas costas de Jow e com suas unhas apertar de modo que o fizesse dar um gemido de dor e olhar para o alto. Ao voltar seu rosto para Hana, Jow se mostrava a sorrir e do mesmo modo fez a garota com um sorriso de canto, ainda com o olhar sedutor.
 
_ Ai, querida, não faz assim que não aguento. – murmura Jow com uma voz grave e selvagem a deitar a namorada na cama e se colocar entre suas pernas, um pouco do suor pingava na seda branca de Hana a deixa-la transparente, Jow beijava todo o corpo da moça e mordia de leve alguns lugares. O vento balançava as cortinas e à luz da lua o casal tinha uma longa e prazerosa noite.

(...)

*Para a música*
 
_ Já vais querida? – fala Jow ainda nos lençóis enquanto a namorada já estava de pé e pronta, passava um agradável perfume floral a espalhar no quarto um cheiro de primavera.
 
_ Sim, sim, levantei cedo, tomei banho e acabei de buscar isso aí. – e mostra ao lado da cama um belo café da manhã, com grande jarra de suco de laranja, torradas, patê, queijo, pães, bolo e frutas.
 
_ Depois de ontem, acho que isso tudo será necessário. – sorriu o namorado a se sentar na cama.
 
_  Queres que eu te espere? Vais me acompanhar? – pergunta ela a sorrir enquanto se sentava ao lado dele e receber um beijo na testa.

_ Acho que não consigo me mexer direito, você conseguiu me levar ao limite, na verdade além do limite... – falava ele a abraça-la.

_ Embora queira mais um pouco, vou te dar descanso. – riu a garota a se levantar. _ Ontem depois daquele momento na banheira eu percebi que estavas exausto. – ela olha o relógio na cômoda. _ Oh céus, tenho que ir, até mais amor. – ela dá um beijo de lábios fechados no namorado e sai do hotel que Jow estava hospedado em Konoha.
 
Nada como uma boa noite com o namorado para deixar uma mulher bem disposta, Hana caminhava pelas ruas de Konoha com um grande e belo sorriso estampado, ao se aproximar da loja de flores Yamanaka encontra Nara Tora e Midori Ayame a discutir algo.
 
_ Já falei que deveria ser dessa forma, ficas muito mais linda assim. – diz Tora a arrumar uma fita no cabelo de Ayame.

_ Mas aqui é o lugar dela. – reclama a Midori.
 
_ Ohayou, garotas. – sorriu Hana, mas sequer recebe atenção.
 
_ Já disse, gata, coloque aqui e vais conseguir o homem que quiseres. – diz a astuta garota Nara.

_ Como se eu estivesse a procurar um homem. – fala Ayame em resposta.
 
_ Vestida assim é o que parece, ho ho ho. – ri maleficamente Tora sobre a garota que vestia calções azul-marinho um pouco largos e dobrados embaixo e um top amarelo claro com alças no pescoço, seus seios e corpo estavam muito bem desenhados.
 
_ Hoje é meu dia de folga e estou a passear, não queres que vá de qualquer forma né? Além do mais, você também está bem diferente do comum. – sorriu Ayame a erguer uma sobrancelha para Tora que também vestia calções um pouco largos, mas da cor branca, uma blusa justa da cor verde que fazia suas mamas parecerem mais fartas ainda.
 
_ Garotas, o que estão a discutir? – pergunta Hana em seu vestido azul claro de algodão, apertado na cintura e de comprimento pouco acima do joelho. Elas ainda discutiam sem dar atenção à Hana, mas a Yamanaka entra no meio das duas de modo a ficar de frente para Ayame e de costas para Tora.
 
_ Hana-chan... – percebe Tora a presença da amiga. _ Olha gente, tá em dia hein. – sorriu ela a dar um tapinha na bunda da loira, fazendo-a virar rapidamente.

_ Gomenasai, Hana-chan, estávamos a discutir por algo tão bobo... tínhamos saudades sua. – falava Ayame agora de costas para a loira.
 
_ Vem cá, fofita. – diz Tora a abraçar a amiga e da mesma forma fez a jovem Midori atrás. _ A propósito, estás com uma carinha muito boa, o que houve hein? – pergunta a Nara a se aproximar do rosto de Hana, fazendo os seios de ambas se tocarem.
 
 

Citação :
_ Hmmm gata, estou a sentir que teve uma prazerosa noite, danadinha... – diz Tora com o rosto muito próximo ao de Hana.
 
_ Hana-chan, seu perfume é tão gostoso, estás mais atraente que o normal. – fala Ayame ao ouvido de Hana praticamente agarrada à ela.
 
_ Ei, garotas... – diz Hana a suar, visivelmente nervosa a temer algo.
 
_ Não tenhas medo, gata. – e Tora lambe o rosto da amiga. _ Sua pele está tão sedosa... e suas coxas... – fala a Nara enquanto acariciava as pernas da loira.
 
_ Ai Tora, não faça isso com Hana-chan, coitada. – Ayame defende a amiga, porém toca os seios dela para ‘defende-la’. A Yamanaka no meio, entre a Midori e a Nara, não sabia o que fazer.
 
_ Tora-san... Ayame-san... – sussurra Hana a fechar os olhos e mirar o alto, enquanto sentia as mãos de Tora entre suas pernas e as carícias de Ayame em seu corpo.
 
*Para a música*

_ Hana-chan? Hana-chan? – fala Ayame a se posicionar ao lado de Hana que antes parecia estar a sonhar acordada. _ Estás a tomar algum hormônio diferente? – pergunta ela a olhar para os seios da amiga que pareciam maiores.
 
_ Não, não, é meu sutiã, mandei fazer alguns personalizados para o meu corpo. – sorriu ela a estufar o peito para mostrar melhor, as garotas estavam em um local pouco movimentado então não teriam problemas.

_ Nada mal. – diz Tora a meter a mão em um dos seios. _ Parecem até mais macios. – diz ela enquanto Hana estava a se corar.

_ TORA! – briga Ayame ao ver a cena.
 
_ Só estou a fazer o que tens vontade. – ao dizer isso Ayame balança o rosto negativamente, sequer passara pela sua cabeça tocar as mamas de Hana, mas com o comentário de Tora ficou com certa curiosidade. _ Olha, tão macio e redondinho, amei. – falava a Nara sem o menor pudor, mas não via problema, eram amigas afinal.

_ Com licença Hana-chan. – diz Ayame a tocar com o dedo indicador. _ Realmente, onde mandou fazer esse sutiã? – pergunta a Midori já a parar de tocar.
 
_ Foi naquele médico que chegou na vila, super aconselho. – sorriu Hana, mas logo percebe que Tora ainda tocava em seus seios, agora com as duas mãos. _ TORA-SAN! – briga a loira que já estava incomodada com aquilo.
 
_ Melhor parar mesmo, já estás com os mamilos durinhos ho ho ho. – riu Tora de olhos cerrados.

 _ BAKA!
– e Hana dá um leve soco na cabeça da amiga. _ Ayame-san, o que é isso? – pergunta Hana a se abaixar e tocar nas coxas da kunoichi.

_ O que? – pergunta a Midori sem entender. Hana alisava lentamente a parte lateral da coxa esquerda de Ayame, uma mancha escura estava a ser tirada.

_ Tem uma manchinha aqui. – fala Hana a umedecer com a língua a ponta do dedo polegar e passar na garota enquanto com a outra mão segurava firmemente a coxa dela. _ Não saiu tudo, mas já não dá para ver. – diz ela a se levantar.
 
_ Vou desconsiderar a saliva que passou em mim... mas obrigada, acho que o banco que sentei mais cedo estava sujo. – agradece Ayame.

_ Garotas, tenho que ir. Depois tenho que contar algumas coisinhas da minha noite de ontem. – sorriu Hana a tampar a boca com uma das mãos.

_ Pelo seu bom humor já imaginamos. – ri Ayame acompanhada de Tora.

_ Hahaha, vocês são terríveis, não perdem uma. Bem, até mais tarde. – sorriu Hana para as belas amigas. Com o intuito de pegar um atalho a garota decide entrar em um beco, mas assim que cruza à direita bate em um homem e ambos caem, ela sobre ele, com o vestido bagunçado a mostrar toda a perna da garota.
 
_ Gomenasai. – desculpava-se ele enquanto a garota estava deitada sobre seu forte torso, mas logo reconhece a desastrada.

_ Kusanagi-san? – pergunta ela que o olha depois de reconhecer a voz.

_ Você não estava ali agora com Ayame e Tora? – pergunta ele sem entender. _ E Hana-chan, acho melhor sair de cima de mim antes que sinta algo a mais. – pede ele em respeito à Jow.

_ YAAAHH! – grita ela a se levantar rapidamente, talvez por sentir algo que não devia, ou apenas por pensar nisso. _ Mas que raios fazes aqui nesse beco e ainda... 'nesse estado' a essa hora da manhã? – pergunta ela a bater as mãos no vestido para arruma-lo.

_ Estava a passar por aqui quando vi as duas garotas discutindo, depois você chegou, ficou no meio delas... levou tapinha na bundinha... Tora acariciou gentilmente seus seios... até Ayame não resistiu... aí você se abaixou a passar a mão nas coxas de Ayame... hmm... – falava ele a olhar para cima enquanto se lembrava. _ Tive que me esconder aqui até a ‘euforia’ passar, aí entra você com essa agressividade, cuidado que gosto de brutalidade hein. – brincou Kyo com a garota.

_ Kusanagi-san! – brigou Hana a dar um soco no braço do tarado.

_ Hana-chan, pare com isso, sabes que gosto de agressividade e ainda fazes isso? – pergunta ele a brincar, não tinha interesse em Hana, mas gostava de se divertir às custas dela.

_ Você... Você... – dizia ela com o punho preparado para outro soco, mas se batesse talvez ele gostasse. _ AARRGGH! – sonoriza ela a empurra-lo na parede para que assim abrisse passagem.

_ Bem que Tora falou que estás em dia, hein. Jow deve estar a ter trabalho para aguentar tudo isso. – brinca Kyo ao ver Hana caminhar pelo beco, de costas para ele.

_ KUSANAGI-SAN! – grita ela a levar as mãos atrás para tampar a visão que ele tinha. Kyo ria muito pela facilidade de provocar a garota.
 
Hana passou o dia a ajudar na loja de flores Yamanaka, no fim da tarde estava sozinha, sua prima tinha ido embora e deixado aos cuidados dela. A cabeça repousada em sua mão direita, apoiada no balcão, estava entediada.
 
_ Princesa... – diz uma voz que desperta Hana das lembranças da noite anterior.
 
_ Yagami-san. – sorri alegremente a garota a correr até os braços do amado.
 
_ Trouxe esses chocolates para você. – diz ele após dar um beijo na namorada e entrega-la uma caixa. _ Pensei o dia todo sobre ontem, adorei ver você daquele jeito. – sorriu ele a agarra-la, tinha acabado de deixar os chocolates no balcão.
 
_ Yagami-san... – murmura Hana a gostar dos fortes braços do namorado a envolvê-la, mas não era momento para aquilo. _ Tenho ainda que fechar o caixa. -  diz ela a dar as costas, mas o namorado ainda não a largava.

_ Ninguém mandou me despertar desse jeito. – fala Jow a beijar o pescoço da garota enquanto a agarrava pela fina cintura.
 
_ Hahaha, acalme-se, hahaha. – ria Hana a se contorcer. _ Já estás animado mesmo. – sorriu ela a virar um pouco o rosto para beija-lo.
 
_ Podíamos sair logo daqui e irmos ao hotel, o que achas? – pergunta ele a aperta-la ainda mais forte sem conseguir controlar a vontade.
 
 

_ Seria uma ótima ideia, mas por que esperarmos até lá? – diz a moça a se virar, agora de frente para o namorado o olha nos olhos e mostra um belo sorriso. Logo ela puxa Jow pelo braço até os fundos da loja, entram em uma sala. _ Se alguém chegar vamos ouvir o sino da porta tocar. – fala ela a morder os lábios enquanto despia o torso do namorado.

Jow sorri a colocar a garota sobre uma mesa e subir o vestido dela, a mostrar as belas e macias coxas cujas grandes mãos do Yagami tomavam para si. A moça acariciava o corpo do rapaz sem esquecer das unhas, e levava seus lábios até o pescoço do namorado, entre chupões e mordidas ela sobe lentamente até se beijarem intensamente.

(...)

*Parar a música*

_ Prontinho, tudo certo. – sorriu Hana a fechar um caderno com os cálculos do dia. _ Vamos amor? – pergunta ela para o namorado que estava sentado quase a dormir.

_ Com certeza. – diz ele a se levantar rapidamente ao lembrar que iam ao hotel.

_ Yagami-san, eu não sei o que está a acontecer comigo, sinto como se meus hormônios estivessem a acender um fogo sem igual... – dizia ela enquanto fechava a loja.

_ Não se preocupe, estou a amar essa sua fase. – riu Jow, mas logo completa. _ Amo tanto quanto amava antes, é divertido te ver assim. – sorriu por fim.

_ E tem uma coisa, se disser para alguém sobre como estou a agir... vais ver comigo. – briga ela a mostrar o pulso. _ Nem mesmo para Kusanagi-san, não conte à ninguém o que fazemos entre quatro paredes. Você sabe que não pode esconder nada de mim, né? – pergunta ela em tom ameaçador a dar medo em Jow.

_ Sim, sim, não quero correr o risco de perder você, não se preocupe. – fala ele a dar um beijo na testa da namorada e abraça-la.
 
No caminho o casal encontra Haruno Sakura, sensei de Hana. A médica carregava várias pastas e cumprimenta a aprendiz.

_ Olá Hana-chan. – sorriu Sakura.
 
_ Sakura-sama. – sorri Hana, Jow por sua vez cumprimenta com a cabeça. _ Parece que estás com muito trabalho. – comenta a loira ao olhar para as mãos de Sakura.
 
_ São os relatórios da sua última missão, acabei de buscá-los no laboratório. Aquela substância que o inimigo usava era uma união de extratos vegetais e hormônios animais, todos com intuito de aumentar o desejo sexual. Só não entendo porque aquele pervertido criou isso, mas fico feliz que tenhas detido ele. – sorriu a mestra médica.

_ Aumentam os desejos sexuais? – pergunta Jow a encaixar os fatos mentalmente.
 
_ É, mas não temos nenhum dado sobre vítimas, Hana-chan o capturou antes que pudesse testar. – fala Sakura a olhar as horas. _ Gomenasai, tenho uma cirurgia para daqui 30 minutos e ainda preciso entregar isso no prédio do Hokage. Até mais. – sorriu a médica a correr.
 
_ Até... mais... – diz Hana em voz baixa a não acreditar no que tinha ouvido.
 
_ Então creio que já sabemos o que está a acontecer. – fala Jow um pouco decepcionado.
 
_ Sim... – a garota também parecia chateada.
 
_ O que houve, gatinha? – pergunta ele de frente, a colocar a mão no queixo da namorada.
 
_ Eu pensei que eu tinha amadurecido nesse assunto e que era um desejo meu... mas tudo foi por causa de uma substância. – responde Hana.
 
_ Não se preocupe, já falei que amava o modo de antes tanto quanto esse modo de agora. E também não sei se eu aguentaria você assim todo o tempo, não tens ideia o quanto é cansativo para nós homens. – riu Jow a causar um sorriso na garota.
 
_ Bobo. – diz ela a olhar nos ohos do namorado. _ Tenho uma ideia, que tal irmos ao hotel, eu uso meu escudo da cura para tirar qualquer resquício dessa substância, então namoramos um pouco, mas eu farei tudo. O que achas? – pergunta ela.
 
_ Acho ótimo, porém você fará tudo primeiro, para ser justo devemos repetir e eu dou as ordens na segunda vez. O que achas? – pergunta o namorado a rir.
 
_ Combinado. – sorri Hana a dar um abraço no namorado a ficar pendurada em seu pescoço.
 
(...)



_ Yagami-san... - fala Hana a sair do banheiro com uma linda e pequena lingerie vermelha. Ela se posiciona na porta com uma mão na cintura e a outra ao alto a segurar na porta, sua cintura formava uma bela e sinuosa curva. Sua boca estava pintada com um batom vermelho e os olhos tinham uma sombra escura que marcava ainda mais o olhar sensual.
 
_ Hana... -chan...? – pergunta Jow sem acreditar que a namorada tão ‘menina’ tinha se tornado aquela mulher sedutora. Ele estava com boxer branca, sem camisa a mostrar seu corpo muito bem definido, sentado na cama que tinha jogado algumas pétalas de rosas e acendido um incenso para perfumar o local ele sente um desejo sem igual.
 
_ Acho que não faz mal variar de vez em quando. – sorri Hana enquanto caminhava lentamente com seu salto alto até o namorado. _ Então Yagami-san... – e nesse momento coloca o pé sobre a cama, entre as pernas de Jow, e aproxima o rosto. _ Estás pronto? – sussurra ela a fazer seu nariz tocar no dele, a garota então afasta o rosto, com o pé empurra o peito do Yagami fazendo-o deitar, depois ela gentilmente senta-se sobre ele e aproxima o rosto novamente enquanto segura os dois braços de Jow bem esticados, eles se beijam de forma intensa com direito à mordidas.
 
_ Mostre-me o que podes fazer. – sorri Jow deitado quase sem se aguentar de tanta vontade, agora com as mãos a alisar, apertar e mexer a cintura da amada já a se estimular, nesse momento a garota sentada sobre ele tira duas algemas que estavam presas à calcinha.

_ Let’s go! – sorri Hana com um olhar safado.


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3387

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: [Icha Icha NRPG/Yamanaka Hana] Desejos à Flor da Pele   Sex 4 Out 2013 - 2:52

Na verdade acho que isso são os verdadeiros desejos de Hana e não apenas as substâncias, mas achei estranho a Hana sentir prazer até mesmo com o toque de uma mulher, realmente devia está bem “feliz” onde até um toque de mulher a atiçava. Apesar de que ela já foi homem um dia, ainda pode ter algum vestígio do gosto para mulheres também.
 

Boa historia.  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Icha Icha NRPG/Yamanaka Hana] Desejos à Flor da Pele   Sab 5 Out 2013 - 15:29

A única coisa que não gostei foi o exagero das OST`s. Quando usas uma OST, tenta usá-la para mais do que três parágrafos, assim nem dá para apreciar bem o momento e a música :/.

Gostei do texto. Foi o mais leve que li até agora, até porque decidiste passar as partes "importantes", mas é sempre bom ver a vida normal de Hana e Jow. Já agora, há quanto tempo está o Kusanagi e o Jow em Konoha? Eles não querem voltar para Iwa? xd
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [Icha Icha NRPG/Yamanaka Hana] Desejos à Flor da Pele   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Icha Icha NRPG/Yamanaka Hana] Desejos à Flor da Pele
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers :: Fillers Arquivados-
'); }