Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Missão Rank B] Estranho Dojo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Sex 9 Ago 2013 - 18:49

Descrição: Uma escola de artes marciais abriu recentemente numa aldeia no nordeste do País da Água. Apesar de não parecer hostil ou perigosa, os instrutores e alunos seniores parecem ser um pouco qualificados demais para serem civis, apesar de não haver registros de qualquer actividade shinobi, samurai. Investigue o dojo e, dependendo das suas conclusões, tome as medidas adequadas, mas, devido à falta de qualquer evidência sólida, tente evitar chamar a atenção.

Os objectivos são:

  • Investigar o dojo, os instrutores e o estudantes séniores.
  • Tomar as medidas necessárias e evitar serem descobertos o máximo tempo possível. Se forem mercenários ou nukenins numa missão secreta, é necessário dete-los. Se forem simplesmente talentosos, evitem ser detectados. No caso de serem extremamente talentosos, avaliem a possibilidade de serem recrutados. 


Recompensa: 900 ryos + 1 Scroll de Novo Jutsu + 1 Ponto de Cumprimento
Número de Ninjas: 2 a 3 Ninjas

Pessoas Inscritas:

  • Dorou
  • Dark_Akira
  • Killer999


Última edição por killer999 em Dom 13 Out 2013 - 20:48, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Dom 13 Out 2013 - 20:12

Inscrevo-me
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dark_Akira

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Mafra
Número de Mensagens : 1493

Registo Ninja
Nome: Zehel Matsuri
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5225
Total de Habilitações: 359

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Dom 13 Out 2013 - 20:32

Inscrevo-me! calhou mesmo bem!!! o avô de Zehel é o mestre de um dojo e eu já sou avançado em kendo! parece me uma grande mais valia ahaha
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Dom 13 Out 2013 - 20:47

Inscrevo-me

Começa pela ordem de inscrição Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Qua 16 Out 2013 - 22:38

Estavam as três figuras estavam ali lado a lado, todos ajoelhados de postura impecável. O loiro, mais alto que os outros, estava no meio daquele grupo olhando confiantemente para os outros homens naquela sala. O ruivo estava na direita, ele mantinha os olhos vidrados no vazio, entediado, e tinha a face coberta pela máscara(como sempre). Já o moreno era o da esquerda, disciplinado e acostumado com aquele procedimento, ele mantinha no olhar a obstinação de um espadachin.
- Então vocês são os enviados dos Zetsubo? - Um homem alto, robusto e deveras barbado entrou na sala. O local era espartano, paredes de madeira, piso de madeira, duas portas tradicionais japonesas, um típico Dojo tradicional. Ao menos parecia um.
- Hai! - Zehel adiantou-se. - Meu avô mandou-nos cá para nos aperfeiçoar no caminho do Kendo. Conto com a vossa orientação! - O High gennin puxou de um bolso interno um pergaminho e ofereceu ao homem.
Todos os três shinobis vestiam as típicas roupas de kendocas, calções folgados azuis com um detalhe parecido a aberturas nos lados (onde ficariam os bolsos) e camisas de algodão do estilo tradicional.
- Entendo… - O mestre daquele Dojo coçou a barba enquanto lia. - Então temos aqui Angelus, Zehel e Azura, todos alunos intermediários, não?
- Sim, senhor. - Angelus estava gostando de como aquilo estava andando. Havia sido convocado para liderar uma missão de infiltração acompanhado de um chuunin e um gennin, Okashii ordenou que investigasse um estranho Dojo que estava se destacando… As suspeitas eram macabras, teorias mirabolantes de nukenin ou mercenários, não faria mal investigar.
- Então vamos, sigam-me. - O homem sorriu a todos e, com um aceno, deu a ordem.

O grupo atravessou a porta e adentrou ao Dojo, o local era amplo, no centro da grande casa havia um jardin e em volta deste, vários corredores com portas escondendo quartos misteriosos.
- Veem? - O mestre apontou para o centro do pátio, onde iniciantes treinavam. - Não aceitarei em meu Dojo qualquer um. - Olhou aos três com olhos de águia. - Você! - E apontou para azura.
- O que? - O rapaz respondeu imediatamente. Todos que estavam na área olharam, o velho havia falado alto demais.
- Quero que enfrente um dos meus, entendeu? - Apontou o dedo para o ruivo. - Se perder, não aceitarei nenhum de vocês aqui, se ganhar, pensarei na possibilidade de fazê-lo.
- Hã… Ok. - O chuunin respondo indiferente.
- Sim, claro que ok! Esperem-me aqui que buscarei o adversário. - E virou-se apenas para sumir em uma das muitas portas a procura de alguém.
- Ouça-me Azura, somos apenas convidados intermediários em kenpo, não somos shinobis, então não se exponha demais. Entendido? - Angelus falou rápido, obetiva e seriamente.
- Entendido. - O rapaz retrucou, sabia dos seus deveres, iria fingir o máximo possível não matar o adversário.
Segundos depois o mestre do Dojo retornou, vinha consigo uma rapariga de aparentemente 20 anos, alta e de cabelos negros, curtos e alinhados.
- Esta é Nina, uma das minhas melhores kendocas… Se você conseguir derrotá-la em batalha…
- Ele irá. - Zehel interviu, senti-se no direito de servir de juiz naquela batalha, afinal, seu avô tinha cedido o disfarce para a missão.
Azura foi conduzido ao centro do pátio, um local aberto e gramado. O local tinha cerca de 30m², alguns bancos de praça e postes de iluminação, apenas um modesto pátio interno. Um aluno qualquer jogou-lhe uma shinai, a característica espada de madeira, e uma para Nina.
- Ok, as regras são as costumeiras do kendo. - O mestre ficou entre os dois, Azura e Nina, então levantou a mão para o alto.
Angelus estava assistindo do lado de fora do pátio junto de Zehel, ambos sabiam que Azura era um bom lutador, mas temiam que o rapaz acabasse usando movimentos shinobi, isso com certeza destruiria o disfarce…
- Comecem! - O mestre abaixou a mão e saiu do pátio rapidamente.
A kendoca estocou Azura tão rápido que nem mesmo Zehel conseguiu acreditar, e ele entre os shinobis era o mais acostumado ao kendo. O ruivo teve de desviar como pôde, usou a espada para fugir do golpe. Deu um passo instintivo para trás e assumiu a posição defensiva.
Os dois se olharam por alguns segundos, Azura já tinha lido seus movimentos com o primeiro ataque, era simples. Ela deu um passo, pretendia usar outro golpe e o ruivo sabia disso a partir do momento em que o centro de gravidade da kendoca moveu-se. Ele adiantou seus movimentos, desviou completamente do golpe adversário e, tomando extremo cuidado para não aplicar força demais, acertou o ombro do inimigo e antes de qualquer outro movimento, posicionou a ponta da shinai ameaçadoramente no pescoço dela.
- Ippon…
- Ora seu trapaceiro de merda… - Ela largou a arma, cerrou os dentes e olhou o shinobi como quem quisesse matá-lo.
- Hey hey! Parece que acabamos por aqui! - o mestre do Dojo bateu palminhas e tirou os dois combatentes do pátio. - Parece que temos três novos alunos do Dojo, então sejam sentis com nossos novatos. Hahaha. - O homem sorriu e acompanhou os três para um dormitório, já era noite lá fora.

-x-
- Bom, pelo menos estamos dentro. - Angelus cruzou os braços e olhou pela janela daquele quarto. O jardim lá fora estava extremamente calmo. - Mas não pensem que o pior passou, ainda temos muito que investigar…
- Sim. - Azura se pronunciou, ele aprontava o Futton para deitar. O dormitório era pequeno, mas o suficiente para os três.
- Eu não sei se foi impressão minha, mas vocês olharam bem para a garota que lutou contra Azura? - Zehel estava pensativo num canto, ele provara-se ser bem mais sério que Angelus pensara. - Posso estar me enganando, mas quando ela ficou perdeu-
- Eu também senti aquele chakra. - Angelus concluiu a ideia do High Gennin. - E você Azura? Estavas mais perto, sentiu algo especial?

- Sim, senti… Mas não sei dizer se foi dela que aquilo veio... - O ruivo parecia pensativo. - Seja o que for, definitivamente tem algo de errado neste lugar…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dark_Akira

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Mafra
Número de Mensagens : 1493

Registo Ninja
Nome: Zehel Matsuri
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5225
Total de Habilitações: 359

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Dom 20 Out 2013 - 11:22

Os três rapazes permaneciam deitados olhando o tecto do quarto, a lua no céu tinha já alcançado o seu ponto mais alto, mas havia algo que os estava a inquietar e deixá-los acordados. Na sua mente estava todos os acontecimentos do dia, a partida para a missão e o estranho fim da batalha de Azura mantinham-nos acordados, alerta para qualquer tipo de movimento.

- Será que havia algo em baixo daquele lugar? - questionava Zehel aos dois shinobis mais experientes. - Será possível que debaixo do pátio estivesse qualquer coisa?

Exactamente a mesma pergunta invadia a mente dos três rapazes e mantinha-os acordados tentando decifrarem aquele mistério. Pegando numa folha e num lápis o jounin que acompanhava os dois kirinin's começou a rabiscar no papel com os seus olhos vermelhos a acompanharem o movimento lendo as suas palavras...

- Acho que a resposta a isso é a principal razão pela qual aqui nós estamos. Se existe algo com um chakra forte suficiente aqui nós temos de descobrir... - escreveu Angelus passando o papel pelos seus dois companheiros de missão. Era a melhor forma de comunicar em território inimigo.

- Penso que o melhor a fazer será planear-mos cuidadosamente os nossos movimentos, - rabiscava o shinobi escondido por trás da máscara. - Alguma outra qualquer sugestão acerca de comportamento no Dojo Zehel?

Zehel havia sido criado desde pequeno no dojo de seu avô adoptivo, a familia Matsuri sempre tinha mantido uma forte ligação no seu pequeno dojo e o rapaz havia conseguido um bom disfarce para aquela missão.

- Na verdade não posso acrescentar muito mais ao que vocês devem saber, amanha é para nos apresentarmos nos respectivos kimonos e aquilo que posso apenas aconselhar é que tentem não se destacar em demasia... De resto estou aqui tão à toa quanto vocês, apesar de termos vindo por um estágio de Kendo a verdade é que estamos numa escola de artes marciais, por isso amanha não tenho muito bem a certeza de que tipo de arte nos possa aparecer, estejam preparados... - terminava o kirinin de cabelos negros alertando os seus companheiros de possíveis mudanças.

-------------------------

A manhã raiou, trazendo consigo um dia bonito onde seria decisivo para os shinobis investigarem tudo o que pudessem. Assim que o ponteiro maior do relógio que repousava no chão tocou nas 12, 3 cabeças se levantaram rápidamente para calarem o mais rápido possível o irritante barulho que mal tinha começado. o silêncio imperava no amplo Dormitório da escola de artes marciais, nem uma alma se movia.

- Conseguiram dormir alguma coisa de jeito? - perguntava o mascarado ruivo olhando para os seus companheiros que retiravam as mantas do topo do seu corpo.

- Mais ou menos... - respondia Zehel coçando os seus olhos tentando fazer as suaves olheiras dos seus olhos desaparecerem. Pelo corredor a voz de uma mulher passava anunciando o pequeno almoço com o bater de metal em metal. Num movimento de cabeça o konoha nin e o gennin de kiri focaram a sua atenção em Azura. O chunnin não retirava a sua máscara, iria ser preocupante a sua presença se ele não comesse.

- A minha proposta é dizermos que o Azura não pode encontrar-se presente por razões do seu treino pessoal, é comum no mundo das artes marciais um individuo ter um treino personalizado, não será estranho ele ter ido treinar e nós guardarmos a comida para ele. - afirmou o kendoca da vila da névoa, improvisando uma história para justificar a ausência do seu companheiro.

- Entendido, se é assim normal penso que não terá problema em justificarmos dessa maneira. - referiu o jounin sorrindo e elevando o seu corpo do chão.
Assim sendo os 3 shinobis sob disfarce pegaram nos seus kimonos brancos e equiparam-se para o dia, mantinham dentro das suas malas a armadura de treino de kendo pronta a ser usada. Os dois "kendocas" precisavam de partir para a primeira refeição do dia e deixaram a divisão seguindo a corrente de pessoas que havia no corredor, levava-os directamente para o refeitório onde as refeições eram servidas. Assim que alcançaram o local logo rapaz alto começou a analisar os arredores, era um salão amplo que possuia várias mesas rectangulares, no seu lado direito havia quase encostado à parede o local onde as refeições eram entregues e na parede do fundo várias portas de vidro davam acesso ao pátio exterior que podia ser usado também para tomar as refeições. Os 2 olhos vermelhos, em conjunto com os dois azul-acinzentado, varriam o local analisando todas as possíbilidades, tudo o que se passava não podia escapar aos dois shinobis, dirigiram-se em conjunto para a fila recebendo a comida e com um olhar mútuo entenderam-se os dois sem necessitarem de palavras dirigindo-se para o exterior, ainda naquele ponto precisavam de algum espaço para se organizarem, não era no meio daquela confusão toda no interior que iriam avançar na sua procura, era demasiada gente confinada num só sitio.

Ao alcançarem a porta que dava acesso para o exterior os olhos do loiro moveram-se com extrema agilidade e fixaram uma figura, era o homem que os tinha recebido, também ele olhava os dois rapazes que paravam, num só movimento o gennin de kiri pegou o tabuleiro do jounin e disse-lhe:
- Explica-lhe a situação de Azura e vem-me encontrar lá fora. - declarou o rapaz tendo em mente a diferença de experiencia que havia entre eles, o facto de Angelus se aproximar do homem podia ser que captasse algo, além de que parecia a Zehel que a atenção do konoha nin também havia sido atraida.
Passado poucos minutos o loiro alto regressou à mesa onde o kirinin se repastelava com um pequeno almoço, sentou-se calmamente com o rapaz de cabelos negros e começou também a comer o seu alimento.
- Estava só intrigado com o facto de Azura não ter vindo connosco. - sussurrou Angelus a Zehel colocando o pão à frente da sua boca. Afinal de contas não tinha sido nada de mais, apenas simples curiosidade. Em silêncio passaram os dois jovens o resto da refeição, terminando o seu alimento e arrumando o seu tabuleiro. Pegando na comida de Azura caminharam ambos de volta para o quarto.

- Voltamos, - anunciava o jovem alto de olhos rubi entregando a parcela de comida que pertencia ao chunnin. - alguma coisa de estranho?
Angelus notara imediatamente que algo se passava com Azura que olhava distraido para o vazio, a cabeça de Zehel logo se virou para eles atentamente por ouvir o que eles estavam a dizer.
- Senti-o de novo, vinha do corredor, porém quando coloquei a cabeça de fora não vi nada, algo de estranho passa aqui e nós temos de descobrir o que se passa... - afirmava o rapaz mascarado.
Interrompendo o momento de conversa entre eles uma voz sonora de uma mulher encheu todo o silêncio dos dormitórios enquanto anunciava que todos os alunos se deveriam dirigir para o dojo esperando ter uma aula de Karaté. Todos olharam uns para os outros, na noite que passara as palavras do high gennin tinham sido claras e justificadas, tudo podia acontecer. Pelo menos iriam ter contacto com outro dos sensei que lecionava na escola, podia ser que a investigação estivesse à beira de mudanças.
- Karaté... - suspirava o gennin de kiri um pouco em baixo. - são sempre uma cambada de idiotas que só querem esmurrar uns corpos, nunca gostei nem nunca irei gostar... Para mim é a arte daqueles que só se interessam por atacar... Estejam atentos, se algo realmente ocorrer aqui, será muito provávelmente nesta arte que vamos encontrar a resposta.
Um desafio novo apresentava-se aos 3 shinobis, teriam de estar atentos a tudo o que pudesse acontecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Ter 29 Out 2013 - 22:50

Escrevi isto agora em mais ou menos vinte minutinhos, foi um pouco a despachar para não nos atrasar mais. Peço imensa desculpa, mas tem sido difícil. Prometo que irei compensar no próximo post!

---------

Todos os estudantes do dojo aqueciam antes do sparking que estava reservado, seria uma aula diferente do habitual, fazendo alongamentos, de modo a prepararem os seus músculos para movimentos mais rápidos e difíceis, sem causarem qualquer lesão.

O gennin de Kiri era o primeiro a avançar, contra um rapaz do dobro do seu tamanho, o sorteio assim o tinha ditado. Todos os outros elementos, rodearam o tapete, fazendo praticamente um círculo perfeito, onde aqueles dois iriam iniciar um pequeno sparking.

O oponente do kirinin deu duas passadas e tenteou atingir o pequeno shinobi infiltrado de kendoca, com um murro esquerdo. Num rápido movimento com o seu braço direito, puxou-o para cima, bloqueando a investida do seu oponente com o antebraço. Realizando força afastou o punho do seu oponente, e com um pequeno balanço levou o seu punho esquerdo dando um golpe na barriga do mesmo, fazendo ao mesmo tempo uma pequena rasteira, levando o gigante a cair no chão, levantando algum pó dos tapetes, onde combatiam.

- Muito bem! - exclamou um dos chefes do dojo, dando os seus parabéns pela rápida vitória do novo pupilo, que ele pensava vir de outro dojo.

Vários combates foram acontecendo... o grupo estava inquieto com a rapariga do outro dia, queriam descobrir mais, mas tinha pouca manobra naquele preciso momento, precisavam de uma boa oportunidade para fazerem os seus movimentos na altura certa. O destino parecia estar do lado do grupo da Aliança Shinobi, com Angelus a ser chamado ao mesmo tempo que a rapariga para um sparking de Karaté. No momento em que se levantava Angelus e Azura sentiram uma presença extra na sala, ao lado daquele que seria o grande chefe do dojo. Os dois trocaram olhares e Azura percebeu rapidamente que tinha de avisar o seu companheiro de vila.

- Zehel, reparaste no homem que entrou, assim que a rapariga foi escolhida? Ele está por detrás de algo que envolve a rapariga, fica atento – sussurrou o mascarado chamando a atenção do seu companheiro, que redobrava a analise ao ambiente. Com a rapariga a levantar-se surgiam alguns ruídos, por grande parte dos outros estudantes, deixando Zehel e Azura curiosos.

Angelus e a rapariga encontravam-se no meio do circulo, baixando os seus corpos, cumprimentando-se antes do sparking..., enquanto o líder pedia silêncio depois de umas palavras proferidas pelo homem misterioso ao seu ouvido.

A rapariga tentava acertar em Angelus com vários murros seguidos, levando o loiro a limitar-se a desviar-se dos mesmos o mais lentamente que conseguia, quase caindo para cima daqueles que estavam sentados fazendo o círculo, com tanto desvio, obrigando-o a dar uma cambalhota, levantando-se em seguida, bloqueando um murro que vinha na direcção da sua cara, pondo os seus braços em forma de cruz.

A velocidade da rapariga havia aumentado drasticamente, Angelus voltava a sentir aquele chakra, assim como Azura e Zehel, porém ele parecia familiar ao Chuunin e ao Jounin, como se já tivessem encontrado antes.

O loiro saltou para trás, e colocou-se em posição de ataque, pronto para ver reacção da sua oponente, que levava as mãos a sua cabeça, como se algo estivesse dentro dela, deixando-a cair de joelhos.

- Levanta-te! - ordenou o homem misterioso, levando a rapariga a levantar-se quase instantaneamente como se nada tivesse acontecido, os seus olhos estavam diferentes, e a sua força estava a aumentar cada vez mais, aquele chakra era sem dúvida algo pelo o grupo não estaria a espera.

Tomando uma rápida decisão, Angelus movimentou-se para a rapariga com um pontapé rotativo, que fora facilmente bloqueado, assim como ele esperava, tentando dois murros bem rápidos de seguida, acabando por ter os seus punhos agarrados, olhando a mesma directamente nos olhos.  - Parece que nos iremos encontrar de novo – murmurou Angelus, fazendo do nada uma energia amarela aparecia a volta da rapariga, enviando ondas de choque para Angelus, atirando-o para longe.

A energia que provinha da rapariga parecia estar fora de controlo, fazendo uma chuva de raios surgir da mesma, criando uma enorme confusão na sala onde acontecia a aula de karaté, com os shinobis a aproveitarem a situação. O homem misterioso saltou junto da rapariga, e levando a sua mão à sua barriga, uma aura vermelha surgiu, começando a acalmar o corpo e a energia da mesma. Os encarregues do dojo, mandavam todos para os quartos, enquanto levavam o corpo da rapariga , que parecia ser inocente para algum sítio especial.

- Quero saber, porque isto aconteceu devido a este rapaz – disse um dos homens, pronto para pegar também no corpo de Angelus, que se fingia estar inconsciente depois de ouvir várias frases durante a confusão, para que o levassem juntamente com a rapariga.

- Vamos! - exclamou Azura para Zehel
- Mas... - respondeu o mesmo, sendo logo interrompido
- Não temos tempo a perder – disse o chuunin indo para o quarto com o seu companheiro de missão

- Azura-san, não percebi porque deixamos o Angleus ali indefeso? - questionou o Genin
- Ele estava a fingir para conseguir receber informações, ele deixou-nos um papel especial dele com um selo (Fuuin Kumori). Assim como eu reconheci aquele chakra, ele também o reconheceu, e o mesmo percebeu quem realmente era o Angelus, provavelmente sentiu a sua força... - sussurrava Azura, estando pronto para dizer a Zehel o que realmente era aquilo, mas também sabendo que tinham de começar a agir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Dark_Akira

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Mafra
Número de Mensagens : 1493

Registo Ninja
Nome: Zehel Matsuri
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5225
Total de Habilitações: 359

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Qua 13 Nov 2013 - 17:45

- Mas o que raio está dentro dele? - questionou Zehel mostrando-se confuso e com uma certa insegurança. Aquela instabilidade toda não faziam o rapaz ficar muito contente, assim do nada a rapariga podia explodir de novo e sabe-se lá o que aconteceria a Angelus. O Chunnin e Jounnin já se tinham encontrado com a besta, no entanto Zehel não fazia ideia do que esperar daquilo. Os dois rapazes entraram no quarto que lhes fora dado no dojo para decidirem o que se iria fazer a partir dali, Angelus inha-lhes dado a oportunidade de apanharem aquela organização.

- Aquilo que viste... - começou Azura a falar mantendo-se bastante sério. - Aquilo é um chakra de um inimigo bastante forte que o mudo shinobi teve de enfrenta à algum tempo. 
Á medida que o Chunnin de kirigakure falava com seriedade sobre aquele facto histórico do mundo shinobi.
- Foi a Quinta Grande Guerra, surgiram 4 lobos, cujos chakras não tinham paradeiro, eram de tal modo fortes que teve de o mundo todo se juntar para combater a ameaça. Angelus já na altura era dos shinobis mais talentosos que existem e por isso a sua presença é mais facilmente notada pelos lobos. Aquele que nós vimos parece-me que será o de Raio, existem mais 3, um de água, um de fogo e, o mais poderoso de todos eles, o de terra. - explicava Azura ao Gennin que não estava a par daquele facto. 

- Não seria lá muito bom se eles tivessem mais deles. - concluia Zehel ao colocar as suas Impact guns no coldre e a senshi no ken nas suas costas. Azura também se aprontava para sair do dojo preparando-se para partir, deixara de ser necessário ficarem ali. Guardando tudo nos sacos que trouxeram, os dois jovens saíram do seu quarto em direção ao exterior do dojo. No meio de toda aquela confusão os dois rapazes de kirigakure conseguiram passar despercebidos no meio da multidão que se movimentava nos corredores alcançando o exterior sem qualquer percalço. 
- Agora resta-nos esperar. - afirmou o rapaz da mascara pousando o seu saco no chão e sacando o Fuin que o jounin lhe tinha dado. - Temos de ser bem sucedidos, o destino do mundo está nas nossas mãos... 

-------------------------------------

Angelus mantinha os seus olhos fechados, enquanto era transportado no ombro de um dos homens. Tinha de manter o seu disfarce até chegar ao esconderijo dos bandidos que pelo que dava a entender não faltava muito, os homens penetravam numa gruta esculpida numa montanha, haviam dois guardas junto à entrada para manterem o local seguro e com passagem interdita. 
- Levem-no para a choldra. - ordenou o homem que liderava o pelotão. Com um puxão Angelus foi retirado do ombro do homem e atirado para dentro de uma sala quadrada de metal coberta com uma porta blindada que se fechou com um rangido bastante audível. Os dois olhos encarnados do rapaz abriram-se no local fracamente iluminado por uma lâmpada, estava na altura de continuar com o plano. Concentrando o seu chakra o jounin de konohagakure foi capaz de libertar o selo que havia dado aos seus companheiros criando um kage bushin onde os dois estavam. 
--------------------

-Mas que raio! - amaldiçoou Zehel ao ver do selo sair uma cópia exacta do rapaz loiro e alto. 
- Não há tempo para espantos, - falou o kage Bushin com pressa. - ouvi-os falar em moverem-se, não temos tempo a perder! 
Perante tal informação os dois shinobis aprontaram-se no momento e concentrando o seu chakra nas pernas respiraram fundo e partiram em corrida atrás do clone penetrando na húmida e densa floresta verdejante. O tempo não estava propriamente agradável, com bastante humidade e nuvens que ameaçavam chover, avançando a grande velocidade pelo solo molhado e lamacento os shinobis mantinham o ritmo da corrida não querendo perder tempo, porém os dois shinobis mais experientes possuíam mais velocidade que Zehel fazendo que este ficasse um pouco mais para trás. Vendo os dois a correrem à sua frente um pensamento de admiração alcançou a mente do kendoca, era naquele nível que ele queria estar e iria lutar por isso.
Sem demorar muito tempo chegaram ao local onde Angelus estava aprisionado, a sede do grupo que possuía o chakra perigoso para o mundo shinobi. 
- Estou aprisionado a 15 metros da entrada que ali vêm, só estes dois guardas e outros dois que guardam a minha cela se encontram nas imediações, boa sorte, quando me aperceber da vossa presença irei rebentar a porta, certifiquem-se que estamos sozinhos. - explicou antes de desaparecer o clone. Olhando-se mutuamente os shinobis da mesma vila prepararam-se para fazer o primeiro ataque ao esconderijo inimigo. Focando o seu chakra Azura realizava uma série de selos preparando a primeira fase do ataque, combinando um Doton: Dochū Senkō com um Doton: Iwagakure no Jutsu, o mascarado moveu-se quase instantaneamente por dentro do solo até ao rochedo que estava nas costas dos dois guardas. Analisando o panorama estavam em vantagem, os guardas apenas tinhas lanças e eles tinham a surpresa. Saindo velozmente da rocha com uma kunai em punho, o kiri-nin espetou-a no peito do guarda puxando-o contra a parede, um golpe mortal directo. À medida que esta ação se passava Zehel aproveitara para concentrar o seu chakra e disparar o seu corpo com um shunshin no jutsu para o lado do guarda que sobrara, este, captado pela morte inesperada do seu companheiro virou o seu corpo com um passo para enfrentar o assassino. Conseguindo o timing correcto o corpo do kendoca materializou-se para o ponto cego do homem, com um rápido desembainhar, a fina lâmina prateada da sua espada separou o pescoço do segundo guarda do resto do corpo. 
Os dois rapazes acenaram um para o outro como que congratulando-se pelo bom trabalho e partiram para o interior da caverna. Lâmpadas longas iluminavam o local onde os raios de sol não chegavam e os homens que se mantinham ao lado da cela de Angelus olharam espantados ao verem dois shinobis a aproximarem-se, as suas bocas abriram-se para gritarem em alarme, mas foram antecipados pelos selos e rápida concentração de chakra do user de hariton, já este havia electrificado uma área de 5 metros de terra fazendo inúmeras agulhas voarem em direção aos guardas, Zehel corria pela parede dando cobertura ao seu companheiro e evitando ser apanhado na area de 5 metros do Arashi ni hirei do seu companheiro, no meio da chuva de bocados de vidro os olhos do Zetsubõ captaram uma kunai a dirigir-se perigosamente para a cabeça de Azura e então com uma reação rápida o rapaz sacou da sua arma e concentrou o seu chakra para o cano e premiu o gatilho numa fração de segundo, os seus olhos focaram o alvo e os seus músculos ajustaram a trajectória com uma precisão de milésimo de segundo projectando uma chama de chakra que colidiu com a arma defendendo o seu companheiro.

Um estrondo seguiu-se ao ruído da impact gun levantando alguma poeira e partindo rocha, a porta de metal blindado que confinava Angelus foi partida das suas junções com o poderoso Dynamic Entry do loiro. Os 3 ninjas estavam de novo juntos. 
- Vamos! - exclamava apressado o konoha-nin correndo para o interior do complexo. Das laterais do corredor principal, inúmeros homens com armas investiam desalmadamente com as suas kunais, bastões e katanas sendo todos os seus ataques ineficazes contra os três shinobis. Angelus na frente desviava-se com bastante habilidade das investidas inimigas enquanto disferia golpes fortes com os seus punhos e pés, na linha de trás estava Zehel que concentrava o seu chakra para dentro dos canos das suas armas e ia atingindo esporadicamente alguns dos homens que se elevavam quando Angelus estava ocupado com outro oponente, com bastante mira atingia-os em pontos mais fracos queimando-os e nocauteando-os, Azura em conjunto com o gennin dava apoio ao Loiro estando rodeado das suas pequenas lâminas azuis criadas com a mistura de raiton e doton, lâminas e balas iam reduzindo os números dos inimigos enquanto iam avançando no corredor, quando sem aviso prévio uma forte corrente de água invadiu o corredor todo atingindo tanto os guardas como os shinobis. Com um tempo de previsão e reflexos excepcionais o chunnin mascarado fez os selos necessários libertando uma quantidade considerável de chakra formando uma circunferência de vidro em redor deles através do Hariton: Chou Hari Kabe. 

- Finalmente as coisas começam a aquecer. - afirma sorrindo Angelus preparado para uma luta de shinobis e não de simples guardas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Seg 25 Nov 2013 - 23:40



- Venham… - O corredor era escuro, o fim, indeterminado, mas a voz ecoava e indicava que ele levava sim a algum lugar. A parede de vidro cedeu ao ordenar de Azura e o grupo seguiu em frente, sem hesitar ou pensar duas vezes. Ninguém sentiu medo ou qualquer vontade de voltar, todos ali eram shinobis de alto nível, seja em habilidades ou em profissionalismo.
O corredor levou-os a uma sala, ampla sala, cheia de grades nas paredes e correntes pelo chão. No teto, gaiolas em tamanho humano balançavam nervosamente.
Zehel contemplou o local e, boquiaberto, sussurrou:
- Isso são… - Ele olhou para o interior das celas escuras da sala.
- Pessoas? - uma voz ecoou de todos os lados. - Sim! São meus queridinhos, meus ratos de laboratório, se voce achar melhor este termo. - Antes que o grupo pudesse dar um passo mais para dentro da sala, cinco seringas voaram e fincaram-se no chão, a centímetros dos pés de Angelus.
- Quem esta ai? - O loiro perguntou, sacando uma kunai santtotan rapidamente ao mesmo ritmo que Zehel puxava uma kunai e Azura preparava as mãos para fazer selos.
- Ninguém em especial, hehehe, apenas eu! - Na saida da sala, que dava acesso ao corredor seguinte, surgiu um homem. Ele usava um jaleco branco que cobria-o quase todo, com excessão da cabeça e as pernas. - Yohohoo! Meu nome é Go. Aliás, Dr. Go, mostrem algum respeito! - Ele limpou o pó do seu jaleco. - Eu sou subordinado chefe do mestre e, bem, gosto de fatia carne, de comer soma de miso e adoro bebidas geladas no verao, nao é lindo como as estrelas se comportam pela manhã?
- É, confirmei, ele é doido de pedra. - Angelus girou um dedo ao lado da cabeça. - Vamos apenas ignorar este retardado, não temos tempo a perder. - O loiro fez menção de que voltaria a se mover, quando foi parado por outra saraivada de seringas que voaram no ar e passaram muito próximas de sua face, quase atingindo Zehel que vinha logo atrás.
- Não tão rápido, crianças… Sabe como é, eu posso nao ter uns parafusos, normal, mas preciso pará-los aqui, entendem? - Ele disse pondo as mãos nos bolsos do jaleco e tirando uma dúzia de seringas. - Qual veneno vocês acham que seria melhor para matá-los? Preferem morte agonizante ou paralizia e esquartejamento posterior?
- Ouçam. - Zehel respondeu. - Vão os dois na frente, eu fico e seguro esse cara. Tenho a impressão que ele dará trabalho, e tempo é tudo que eles querem para se organizarem e planejarem uma defesa eficiente. - Ele falou confiante, com a mão na katana e os olhos vidrados no cientista louco. - E eu tenho de libertar estas pessoas…
- Entendo. - Azura respondeu seco. - Sua morte será lembrada, soldado. - E pegou no ombro do kirinin. - E não faça nada estúpido, entendido? - Falou olhando-o nos olhos.
- Cuide-se, garoto, tenha certeza que voltará vivo, precisamos beber juntos. - O loiro deu um tapinha no ombro do shinobi e olhou para azura. - Vamos!
Ambos avançaram, azura pela direita, Angelus pela esquerda.
- Não pensem que vão passar por mim tão fácil! - O Dr. Gritou e gargalhou enquanto lançava suas seringas contra os dois shinobis, mas foi atrapalhado por uma lâmina que o atacava sem aviso prévio.
- Não esqueça de mim, seu maldito.
- Hohoo. - Dr. Go sorriu. - Então temos de nos divertir, não?


-x-


Angelus e Azura corriam pelo próximo corredor, um local escuro e úmido cujo teto alto escondia-se sob as sombras, desagradável estrutura aquela.
- Parece que estamos só nós dois denovo, rapaz. - Angelus falou enquanto corria.
- Tem razão. - Azura respondeu. - Acho que dever- Ugh!
Antes que pudesse completar o que dizia, algo o atingia no braço criando um corte. Um projétil surgiu da frente, de um futuro corredor escuro e invisível aos olhos comuns, alguém se ocultava ali.
- O que foi isso?! - Angelus parou de correr e sacou sua arma. - Mostre-se!
O corredor permaneceu em silêncio, as raras luzes se apagaram, a escuridão total se fez.
- mostre-se! Cobarde! - O loiro tentou provocar o adversário.
- Shhh… - Azura pressionava o ferimento e sentia algumas dores, mas aquilo não iria pará-lo. - Esqueça isso. Você sente? Há um chakra enorme mais a frente… É melhor voce avançar, o nosso objetivo deve de estar lá. Eu cuido das coisas por aqui, vá!
- Ponha-se no seu lugar Azura, você não é burro e sabe que este campo de batalha é o menos favorável para você, não deseje a própria morte! - O jounnin sacou uma kunai santottan e preparou-se para o pior. - Você sabe que se ficar, irá morrer?
- Vá agora. - O ruivo falou. - A missão não pode ser atrasada por culpa de um simples shinobi. Eu quero ficar, vá vá!
Angelus hesitou, olhou para o corredor escuro que o esperava e para o ruivo que desejava ficar.
- Esteja vivo até eu voltar, rapaz.
- Entendido.
O loiro voltou a correr, desta vez em sua velocidade monstruosa, pelo caminho que os esperava e logo sumiu nas trevas do ambiente.
Azura estava só, em um completo silêncio e envolto em sombras.
- Você é corajoso… - Uma voz ecoou. - Na verdade é o primeiro louco a ter este tipo de reação a minha abordagem, parabéns… - Palmas ecoaram. - E para celebrar sua decisão, prometo matá-lo rápido e sem dor, prepare-se!
Azura fechou os olhos sob a máscara, seus sentidos se aguçaram, a escuridão em sua volta pareceu parte de si, como se ele fosse o próprio ambiente, aquela sensação de uniformidade…
- Ugh! - O ruivo virou-se para a esquerda dando um soco com seu braço marionete e, por sorte talvez, acertou! O punho de ferro e madeira acompanhou o corpo do shinobi adversário até a parede e, como consequência, abriu um buraco grande o suficiente para criar uma passagem! Ainda estava escuro, mas o pouco que dava para ver ajudava naquela situação. Azura estava certo, atrás daquela parede havia uma sala, um espaço oco, perfeito para uma batalha.
- Seu… Como?! Como soube desta sala? Apenas EU tenho acesso a este lugar, então como?! - Um humano envolto em escuridão e trevas falou dentro da sala recém descoberta.
- Simples… Enquanto corria com Angelus sentia vibrações na parede que uma parede sólida não teria… Apenas um palpite. - Ele disse estalando os pescoço.
- Hahahahaha! - Seu adversário oculto sorriu. - Não tão rápido, rapaz, ainda estou em vantagem. Não vê? A escuridão me favorece… Acho que está na hora de lhe ensinar o porque de ser o assassino mais caro desta região…

-x-


Angelus corria rapidamente, mais a frente a luz voltou ao corredor e o seu caminho o levou até uma câmara final, uma espécie de laboratório medieval. A sala era ampla, acolchoada, no centro havia uma jaula envolta por desenhos feitos no chão, selos de contenção, deduziu o jounnin. Dentro da Jaula estava a moça, Nina, presa por correntes e aparentemente desacordada… Parecia estar cansada, como quem tivesse doente, mas ainda assim, uma quantidade imensa de chakra vasava de si.
- Oraoraora… - O mestre do dojo estava ali, com os braços cruzados, olhando o loiro chegar. - Eu sempre desconfiei dos meus prodigiosos alunos transferidos… Mas não pensei que estaria frente a frente com o famoso Angelus… É de fato um evento inédito… Algo que meu mascote irá adorar imenso… - Ele disse com um sorriso de canto de boca.
Caminhou até a frente da gaiola e, com um movimento lento, abriu a porta dela. A moça acordou de imediato, os olhos negros como o de um cão, dentes afiados e garras longas. Seu chakra explodiu, a moça foi envolta em uma luz azul escura, raios surgiram em volta da mesma e, de repente, o loiro sentiu medo…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dark_Akira

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Mafra
Número de Mensagens : 1493

Registo Ninja
Nome: Zehel Matsuri
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5225
Total de Habilitações: 359

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Dom 1 Dez 2013 - 17:05

O estranho Dr. Go olhava para o rapaz que ficara para trás com um sorriso bem aberto nos seus lábios, preparava nas suas mãos mais um set de seringas prontas a atirar e avaliava os movimentos possíveis do seu oponente.
"O que raios fui eu fazer..." amaldiçoava Zehel a sua decisão impulsiva de ficar ali a lutar com o lunático, o rapaz tinha pavor a seringas e por isso estava de certo modo em desvantagem, respirava fundo não tirando os olhos do homem chanfrado que o olhava.
- Vamos começar a sério então... - declarava o homem executando um rápido shunshin investindo com as suas armas improvisadas na direção de Zehel.
-Vamos nessa chanfrado! -exclamava o kendoca protegendo-se da investida do seu oponente com um rápido movimento da sua Senshi no Ken. O choque entre os metais soltou um suave tinir soltando algumas faiscas, empurrando com força o cabo da sua arma o kirinin quebrou as 3 seringas que tinham embatido na sua espada inutilizando-as. Porém era a reação exacta que Go esperava, ainda no ar a bata branca do doutor deu uma volta dirigindo um pontapé ao corpo do kirinin projectando-o uns metros.
- Bem jogado. - felicitava Zehel para o homem com qualquer problema mental.
- Obrigado, não tinha intenção de o fazer, mas surgiu-me aquela ideia, sabes como é, uma luz acende-se na nossa cabeça e... - o homem parecia entusiasmado a falar sobre aquela tese de como a ideia lhe tinha surgido na mente e de como perfeito tinha sido o seu timing, " Mas que raio, ele tem a noção que está no meio de uma batalha!?" perguntava interiormente enquanto sacava sorrateiramente a sua impact gun. Controlando o seu chakra encheu o cano da arma com o projéctil e disparou-o contra a cabeça do seu oponente, o estrondo encheu o local e a cabeça do homem foi projectada com força para trás fazendo-o cair de costas no chão.
- É rude interromper uma pessoa. - falou Dr.Go com uma voz diferente, estava irritado e o seu intuito assassino era facilmente notável no seu tom de voz. - Tens de ser castigado. - E proferindo o seu juízo libertou o seu chakra retirando os selos que prendiam cada uma das celas fazendo os criminosos que estavam aprisionados saírem para fora das suas celas.
- Quem conseguir castigar este miúdo ganha a liberdade eterna! - declarava o maníaco das seringas levantando-se do chão coçando a cabeça no local da queimadura. Urros de batalha soaram quando 5 homens saíram das suas celas e 3 desceram das suas gaiolas agarrando em tudo o que apanhavam e investindo contra o jovem, à sua volta Zehel via todos a aproximarem-se em 360 graus, Baixando o seu tronco esquivava-se das 3 seringas que lhe passavam perto das costas e seguia rapidamente para uma meia volta à direita desviando um bastão de metal que investira contra si, com a sua mão livre pegava na sua outra arma e controlando o seu chakra encostava o cano ao pescoço do homem que o tentara atacar e disparava um projéctil contra a pele. À sua esquerda um pontapé foi direccionado contra ele, mas com um movimento rápido o bastão de ferro coberto por uma onda de fumo substituiu o lugar do rapaz que saltara bem para o alto onde nenhum dos homens o conseguia alcançar. Focando o chakra nos seus pés colou-se a uma gaiola com o kinobiri e foi apanhado de surpresa por uma corrente de água que lhe fora lançada pelo Dr. Go.

Chocando contra a parede Zehel sentiu os seus ossos tremerem dentro do seu corpo e desejou ter treinado mais tempo com a sua nova arma, estava mais habituado ao peso de uma katana e aquilo deixava-o de novo em desvantagem.
- Vamos mudar um pouco a coisa. - afirmou o rapaz de cabeça baixa e com água a escorrer-lhe pelo cabelo. Levantando o seu braço direito com força o rapaz atirava a sua Senshi no Ken contra o tecto cravando-a na pedra, nas suas mãos só haviam agora as suas duas armas prontas a investir, mantendo-se baixo conseguia sentir e ouvir as passadas dos 7 homens que corriam na sua direção, o Dr. estava a deixar eles fazerem o seu trabalho sujo, " homem nojento." considerava o kendoca aguardando o momento certo. "Ichi, ni, san." contava os passos que sentia conforme os seus oponentes se iam aproximando, subitamente desapareceu deixando um rasto de ar no seu lugar e atingindo um dos homens com um potente soco na barriga que o fez soltar um urro de dor misturado com saliva e sangue enquanto era projectado para trás, em redor do jovem de olhos azuis uma aura de chakra azul-arroxeado rodeava o chão enquanto do seu pulso marcas tribais negras se espalhavam para o corpo. Nos seus olhos os quartos de lua brilhavam encarnado como o sangue enquanto o poder dele se espalhava, na sua face uma expressão calma e sem emoção imperava não ligando aos inimigos que se aproximavam a uma elevada velocidade, a aceleração do seu sangue pelo doujutsu e o cursed seal davam-lhe sentidos tão apurados que este conseguia ver tudo num plano mais lento. Então moveu-se, com uma velocidade inacreditável, enquanto se desviava de uma nova chuva de seringas lhe passava junto ao corpo falhando-o este certificava-se que dois dos seus projécteis de chakra nocauteavam oponentes deixando-os caídos no chão, de seguida os seus dois quartos de lua desapareceram dos seus olhos fazendo uma enorme quantidade de chakra ser focada nos seus pulmões atirando as suas armas para junto de onde as seringas tinham vindo o rapaz planeava uma estratégia que podia vir a resultar bastante bem, realizava os selos no momento em que se desviava do corpo de um dos criminosos aprisionados e libertava um poderoso e grande katon:Gokkakyu no jutsu contra os 4 criminosos que estavam no seu alcance. No meio de toda a ação os olhos de Zehel não conseguiram ver uma série de seringas que fora lançado na sua direção e a agulha de uma delas espetara-se directamente na carne do rapaz quando este já estava no ar, sem possibilidade de se esquivar, terminando o seu pontapé aéreo rotativo na nuca do criminoso que se inclinava sobre ele terminando assim com todos os ratos de laboratório do Dr.
- Yes! Atingi-te hehehehe. - ria o homem correndo com as armas de Zehel na mão fazendo uma dança estranha de felicidade. - Agora vais ser castigado por teres sido um menino mal comportado!
O veneno paralisante tinha tido um efeito tão rápido no Kirinin que ele nem passou o estado de dormência. Ficou instantaneamente paralisado, o facto da sua corrente estar mais acelerada não ajudava nada no espalhar do veneno, porém mesmo os seus músculos não conseguindo sorrir, por dentro o jovem de kirigakure sentia-se vitorioso.
- Agora que estás à minha mercê as coisas que te vou fazer! - risava maleficamente o homem. - e começou a descrever tudo o que planeava fazer para castigar o shinobi, coisas horríveis e nojentas que não precisam ser citadas, mas a mente do rapaz estava calma, mantendo todo o seu corpo paralisado, mas ao mesmo tempo em estado acelerado até o homem parar de falar, só tinha uma hipótese para o fazer e precisava de se concentrar.
- Estás pronto para morrer às mãos das tuas próprias armas? - questionava o homem precipitado pela emoção de ter um novo rato de laboratório. - Huh!? Mas que raio seu medroso de merda! - gritava o homem ao ver o rapaz diante dele a urinar sentado no chão. - Seu nojento agora é que morres!
E sem hesitar Dr.Go pressionou o gatilho das Impact guns desejando matar ali o rapaz com dois projécteis no crânio, mas a realidade foi diferente, agarrado ás armas o chakra do homem foi rapidamente drenado pelos dois canos deixando-o num estado deplorável, nesse momento os dois quartos de lua que se haviam reenchido desapareceram novamente e ganhando de novo movimento nos seus músculos o kendoca encostou as duas palmas das suas mãos gritando com todas as suas forças:
- Katon Hakkei! - uma explosão enorme fez o homem ser projectado de um lado ao outro contra a parede partindo costelas e deslocando-lhe a coluna vertebral deixando-o paraplégico. Levantando-se vitorioso porém com as calças molhadas, o kirinin vitorioso aproximou-se do homem próximo da inconsciência e paraplégico e falou.
- Se tivesses perdido menos tempo com conversa, o veneno não tinha saído do meu corpo idiota. - afirmava orgulhoso o rapaz por ter tido sorte de o seu metabolismo acelerado ter conseguido expulsar o veneno mais rápido do seu corpo saindo pela urina que lhe banhava as calças.

------------------------------------------------------

Na escuridão total da sala escondida Azura Inugami fechava os seus olhos por baixo da mascara que cobria o seu rosto, tentando sentir a aproximação do seu oponente, segundo ele era um assassino muito conhecido na região e o ruivo iria ver se ele fazia jus a esse nome... Conseguia ouvir os passos que o seu oponente dava, apesar de não conseguir vê-lo conseguia perceber onde ele iria atacar e começou a adiantar-se concentrando chakra no seu corpo preparando uma possível reação rápida, um ligeiro zumbido anunciou a vinda a grande velocidade de um projéctil assim que embateu no corpo do kirinin um som de metal soou e uma nuvem de fumo surgiu do embate, o Henge no jutsu em conjunto com o kawarimi tinham tido o efeito desejado e uma kunai jazia no lugar de Azura. Perdido na escuridão o rapaz de cabelos ruivos concentrava o seu chakra realizando os selos com uma mão enquanto mantinha os seus ouvidos alerta aos passos do seu oponente que continuavam a ecoar na sala estranha.
Embateu fortemente com a sua palma no chão libertando o Raiton: Oonami Tenka que estava a preparar e à volta do corpo do mascarado a electricidade percorreu o chão atingindo o estranho oponente oculto nas trevas... Um urro de dor soou seguido de um estrondo de alguém a cair, tinha o conseguido apanhar e só isso já diminuía o ego do "assassino mais caro da região". Aquele era um momento de viragem que o chunnin podia aproveitar para fazer justiça...

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Sab 14 Dez 2013 - 22:23

Azura poderia atacar, poderia fugir, poderia usar seus jutsus para isolar-se, mas não o fez. O inimigo havia caído e o chuunin não fez nada, apenas permaneceu calado, imóvel e estável na escuridão fria.
- seu… Pensa que isto é uma vitória?! - Na escuridão, após se recompor, o inimigo falou. - Não iluda-se tanto. - E sorriu confiante. - Você morrerá dolorosamente nas minhas mãos, isto é certeza, mas não antes de sofrer! 
O ruivo de kiri estava com as mãos vazias, mexeu os dedos, controlou a respiração para nãa fazer tanto barulho e relaxou. Decidiu que desistiria de desviar, se limitaria a simplesmente perceber o que se passava a sua volta.
- E então? É isso? - O homem falou na escuridão. - Desistiu? - E sorriu maliciosamente.
Uma lâmina voou na escuridão e cravou fundo na coxa do ruivo. 
“Ele quer impedir que fuja.” Azura pensou. A dor subia por sua coxa como fogo e impossibilitava de movê-la. 
O rapaz sentiu um formigamento na superfície do braço direito e, antes que pudesse imaginar o que seria, um corte desenhou uma linha vermelha na sua pele. Sangue escorreu forte por todo o membro e a dor espalhou-se como um verme.
- Está gostando, criança? - O homem sorriu novamente, mantinha-se sádico, porém calmo.
O braço mecânico de azura vasculhou a bolsa ninja até encontrar três projéteis estrelados, “isto deve servir.”, ele pensou.
Os projéteis voaram, um em cada direção, somente não para trás de si, e passado menos de um segundo após o ruivo tê-las jogado, o seu som batendo contra a parede pôde ser ouvido. “Ele desviou…”
- O que foi isso? Huahahahahaha! Uma tentativa desesperada de ataq- 
E antes que o homem pudesse falar, azura jogou outro projétil, desta vez seguindo o som de sua voz que vinha do alto, no teto. A shuriken bateu no concreto fazendo uma pequena faísca, mas ainda assim não acertou o adversário.
“Entendo…”
O ruivo nunca teve o senso de direção mais aguçado de todos, mas tinha um bom instinto quanto a isso. Sabia que atrás de si estava a parede que quebrara para entrar, sabia também que a abertura era pequena, cabia uma pessoa só. Deu alguns passos para trás e esperou. Mexeu os dedos para saber se ainda tinha esta liberdade, a dor dilacerante no braço direito dificultou o movimento, mas em compensação o braço mecânico estava intacto.
O rapaz cuspiu uma bela quantia de sangue atrás da máscara quando uma katana atravessou sua barriga e perfurou-lhe a carne. “Ugh!…” Ele sofreu em pensamento. 
- Hihihhihihih. - O som da risada adversária era constante, ele estava ali, a centímetros talvez, escondido na penumbra, mas o ruivo não se arriscou a estragar a batalha já ganha por um deslize. - O que acha de ser fatiado? Eu não atingi nenhum orgão vital, portanto você não morrerá agora, porém morrerá de qualquer jeito pelo sangramento depois! Não é incrível?! Mesmo que fuja, você está na minha mão!
- Você… Ugh! - O sangue em sua boca tinha gosto de ferro e dificultava a fala, mas ele insistiu. - Você tem razão… Eu morrerei em breve, porém não deixarei um lixo como você vangloriar-se por esta vitória. A batalha ja está ganha. - O ruivo sussurrou e, ao mesmo tempo, liberou exponencialmente seu chakra, de forma a explodí-lo. 
- O que?! - O adversário recuou para a escuridão e o som de seus passos foram ouvidos. 
- Hmm, 2 metros, não? - Azura falou pesaroso de dor, porém calmo. - Percebeu que esta sala possui apenas nove metros quadrados? As paredes laterais tem 3, o as do fundo e da frente possuem mais 3, a altura nao ultrapassa 2 metros e provavelmente há uma comporta pequena para a saída, fora a que está nas minhas costas. isto prova que eu aprisionei você aqui.
- Hhuhuhuhuhuh… hhuahauhaua! Você só pode estar delirando antes da morte. Sim! Esta sala é pequena, mas grande o suficiente para me mover, para que eu consiga desviar de qualquer golpe seu! Você está sob meu território, criança! Huahauhauahuahau!
- É ai que você se engana. - Azura moveu o braço mecânico até a correia de scrolls e puxou um especial, o azul com um kanji diferente escrito. - E o que acontece se. - Abriu o scroll e pressionou seu chakra na superfície. - Eu usar uma arma com dois metros de comprimento? Me pergunto o quão bem você consegue desviar… Disto
- Ora seu-
E o Kirinin jogou-se no centro da escuridão. 
É claro que seus ferimentos doiam e impediam movimentos mais precisos, mas o chuunin não precisava de precisão, e sim de força e ritmo, uma hora ele cortaria o alvo. Os golpes foram horizontais, verticais, diagonais, amplos e fechados, girados e retos. Azura ouviu gritos, ouviu coisas caindo no chão. Poderiam ser membros ou qualquer outra coisa. Sangue espirrou em si, mas não fez diferençe, já que ele estava banhado com o próprio sangue dos seus ferimentos. 
Quando acabou, azura ofegava e pressionava o corte na barriga que sangrava sem parar, sob seus pés sentia o corpo do adversário fatiado.
- Seu erro… Arf… Foi brincar em uma missão… - Ele concluiu exausto e debilitado. Apoiou-se na kubikiri hocho para continuar de pé, o mundo continuava escuro, mas ele sentiu tudo rodar ainda assim.
“Entendo.” Pensou. “Então vou morrer. Entendo.”
E desmaiou.

-x-

Zehel corria pelo corredor escuro, suas calças molhadas já tinham mais ou menos secado. Passara pelo adversário anterior com dificuldade, mas conseguiu sair vivo, esperava que os outros ainda o estivesse também…
 O caminho era unilateral, apenas um corredor escuro o qual mal via-se o chão a frente, mas ele sentia que algo estava próximo. A minutos atrás o kirinin tinha sentido o chakra de Azura explodir e depois de segundos, apagar completamente. 
“Está morto, seu maldito?” Ele pensou. 
O caminho continuava infinitamente, até que chegou a uma parte especialmente escura, tão escura que o rapaz não conseguia ver nada. “Foi mais ou menos aqui que senti o chakra…”
Ele continuou correndo por alguns segundos, quando sem precedentes escorregou em algo que não fora visto em meio aquele manto de treva. 
“Mas que diabos…” Ele pensou.
O moreno sacou suas impact guns e as banhou com seu chakra katon para atirar para cima. Aquilo rendia alguns segundos de luz, mas era o necessário para que pudesse ver. E quando viu, horrorizou-se com a situação.
Havia uma abertura bruta na parede e dela saiam respingos de sangue. O que o fizera cair na verdade era uma poça de sangue no chão, e os respingos levavam para dentro do buraco… 
“Espero que não seja o que eu estou pensando…” Ele imaginou o corpo de Azura todo ferido e talvez dilacerado. 
As impact guns foram acionadas novamente, ele deu tiros contra as paredes para produzir um mínimo de luz, e lá viu, um corpo mortalmente ferido no chão com um braço decepado ao lado. 
- Fogo! Foi bom conhecer você, azura! Seus atos e sua morte serão lembrados pela vila!
- Shhh… Idiota… - A voz do ruivo ressoou ríspida e deu um pequeno susto no gennin.
- Azura! - Ele gritou ao atirar novamente e ver o corpo do ruivo sentado no chão e apoiado na parede. - Pensei que fosse você morto ali. - O rapaz entrou no local para ajudar o chuunin.
- Me deixe, vá ajudar Angelus, eu consigo me cuidar…
- Não digas asneiras! Precisas ver estes ferimentos, eles podem matar-te! 
Azura aconchegou-se na escuridão e recusou a oferta do kirinin de levantar-lhe. 
- Vá, ele precisa da sua ajuda. Eu chego logo depois de você. 
Zehel hesitou, mas decidiu acatar o conselho do rapaz, sentia um chakra monstruoso vindo na direção do corredor e angelus poderia estar com sérios problemas.
- Eu irei, mas cuide desses ferimentos e nos alcance quando tiver melhor. - E virou-se.
- Só… Cof cof! Só uma coisa. - o ruivo falou. - Que cheiro é esse? 
- Que cheiro? Deve ser apenas sua imaginação! Cuide-se, baaai! - E saiu correndo escondendo sua face vermelha na escuridão.


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Dom 22 Dez 2013 - 19:01

Ao mesmo tempo que os seus companheiros lutavam contra os seus inimigos, o jovem jounin de cabelos loiros enfrentava o líder inimigo e uma rapariga possuída por parte do chakra de um dos cinco lobos sagrados.

Angelus sabia que não podia demorar muito na batalha, mas parecia que o líder do dojo recuava para ver a sua criatura em acção, talvez pela primeira vez. O jounin utilizando toda a sua força de pernas, explodiu num movimento e desapareceu num instante reaparecendo na frente da rapariga, pronto para lhe dar um valente murro, talvez dessa forma o lobo adormece-se de novo.

No momento do em que Angelus levava o murro para o inimigo, olhando nos olhos da rapariga, o jounin viu mais além do que aqueles olhos negros, conseguindo aperceber-se do sofrimento da simples rapariga ao ter parte do lobo no seu corpo além do facto, levando o jounin a balançar-se para trás recuando o ataque.

Tenho de arranjar forma de tirar a criatura do corpo – pensava Angelus, quando o inimigo por detrás de tudo avançava para ele. A rapariga controlada pelo lobo, concentrava chakra, criando uma grande bola de chakra, coberta de raios que atirara velozmente contra o jounin.

Angelus rapidamente agarrou numa das suas kunais de três pontas e saltou para cima. A bola de chakra passava por baixo dele, fazendo parecer com que o shinobi estivesse a flutuar. Antes de descer o jounin virava a ponta da kunai para baixo. Tlim.....! Quase um segundo depois a sua kunai embateu contra a katana do verdadeiro inimigo.

O loiro sorriu enquanto fazia aplicava força na sua kunai contra a katana. Como ainda estava no ar, o konohanin colocou os seus dois pés no peito do inimigo, empurrando-se bem para trás numa pirueta que o colocava de seguida sobre o solo com elegância. Mal os seus pés tocaram no solo, este balançou a sua kunai com chakra fuuton, lançando um golpe pelo ar contra o seu oponente, que também balançou a sua katana disparando o seu próprio chakra.

Os dois golpes colidiram violentamente, criando um estouro de energia, como se fossem uma granada de luz. Aproveitando isso o vilão correu com a sua katana pronta para um ataque de investida, pensando aproveitar o clarão.

Mas no momento que faz o movimento de corte onde o corpo de Angelus estava anteriormente, apenas o ar foi cortado. O jounin tinha vários anos de experiência e pensava sempre vários passos a frente. A sua kunai estava cravada no chão, onde o seu corpo estava anteriormente, com apenas um pouco de chakra concentrado, Angelus teletransportava-se para o mesmo local graças ao Hirashin no Jutsu, com uma concentração de chakra esférica numa das suas mãos.

Os olhos do inimigo arregalaram-se do choque, reagindo por instinto colocou a sua espada japonesa a sua frente – Rasengan! - gritou o jounin ao levar o seu poderoso jutsu contra a espada, que se partiu facilmente, atingindo ferozmente o seu inimigo no peito, a força era tanta que os pés de Angelus cravavam-se no chão, enquanto o seu inimigo caia vários metros a sua frente.

-Ahhhh – murmurava o mesmo de dores e cuspindo sangue, ele mal se conseguia mexer – Realmente o que dizem de ti é verdade, mas mesmo que me derrotes a minha criatura vai te matar! - gritou o homem com grande força, levando a contrair-se todo de seguida de cores, causadas pelo impacto do jutsu de Angelus, com um selo ele activa algo no corpo da rapariga que depressa gritou de dores, ajoelhando-se e a gritar, apesar de tudo ela estava a conseguir evitar o controlo do líder, mas o lobo era demasiado poderoso .... Os seus gritos rapidamente passaram a boas rosnadelas e uivos fortes

- O corpo dela não vai aguentar.... consigo perceber o fluxo do chakra... a única forma é libertar aquela parte do lobo – pensava Angelus ao ver a rapariga a sofrer enquanto por outro lado sentia as presenças dos seus companheiros cada vez mais fracas

O jounin começou correr na direcção da rapariga, concentrando chakra em cada um dos seus cinco dedos, criou cinco kanjis azuis – Gogyo Kaiin – proferiu o mesmo ao acertar na barriga da mesma rodando a sua mão. A mesma foi caiu no chão inconsciente enquanto um poderoso chakra saia forçadamente do corpo da rapariga, começando a ganhar a forma de um lobo, não tão grande como depois da guerra, afinal era apenas uma parcela do seu poder que tinha sido roubado.

Ao destruir o fuinjitsu que mantinha o lobo no corpo da rapariga, Angelus rapidamente agarrou na mesma e saltou para trás, até a colocar em segurança. O líder inimigo estava incrédulo o seu selo tinha sido destruído deixando a sua criatura a solta. Ao verificar os vitais da rapariga Angelus apercebeu-se que ela estava viva apesar de muito ferida.

Um forte uivo ouviu-se até na parte de cima do solo... - Lobo, mata esse miserável – grungunhava o líder ainda incapaz de se movimentar. O lobo caminhou para o mesmo como se lhe ainda lhe obedece-se, mas ao chegar junto dele, espetou a sua cauda pela barriga a dentro, libertando uma enorme descarga eléctrica sobre o corpo, deixando um cheiro a churrasco no local.

- O chakra do Azura baixou imenso... Tenho de me derrotar o lobo o mais rapidamente possível – dizia Angelus quando Zehel se juntava ao líder da equipa

O cheiro de repente ficou esquisito e pouco tempo depois mais intenso... provavelmente Zehel tinha voltado a molhar-se da cintura para baixo ao ver o lobo, ou digamos parte dele.

O lobo abria a sua boca para o ar, concentrando chakra e enviando raios com a sua cauda para a mesma, parecia criar algo semelhante a uma bijuudama.

- Zehel pega nesta kunai e corre no momento em que ele atirar aquela bola de chakra – ordenou Angelus atirando uma das suas kunais de três pontas para o genin – Não seria melhor começarmos a fugir antes que ele atire a bola na nossa direcção? - questionou o gennin
-Se não tivesse um plano sim, seria melhor mantermo-nos em movimento, mas vamos apanhá-lo assim - declarou o jounin

A enorme bola foi atirado contra os dois shinobis, Angelus retirou outra das suas kunais e esticou os seus braços, deixando a mesma numa posição horizontal ao mesmo tempo que dizia para Zehel correr, focando uma boa quantidade de chakra para kunai.

- Jikukan Kekkai – proferiu Angelus no momento em que a bola se aproximava, fazendo várias inscrições aparecerem através da kunai, criando uma barreira de teletransporte.

Zehel corria com a kunai, e com o que conhecia de Angelus rapidamente percebeu o porque de ele lhe ter dado outra kunai, focando chakra nos seus pés deu um forte impulso para o ar, ganhando mais força devido ao impulso atirando de seguida kunai contra o lobo. Segundos depois, o golpe do lobo era absorvido e direccionado de volta para a criatura através da segunda kunai, apanhando a criatura desprevenida atirando-a para bem longe, causando uma espécie de super trovoada em cima da criatura mítica.

Os uivos do lobo de seguida foram enormes... sendo ouvidos a enormes distâncias.

- Angelus, imobiliza esta parte do lobo, que nós trataremos de o selar – ouviu Angelus telepaticamente
-Tezema, ao tempo que não falavamos, sentiram o poder da criatura? - questionou o jovem shinobi falando telepaticamente com uma das suas kuchy
-Sim, antes que aumente ou tente chegar ao seu verdadeiro corpo e destruir o selo, teremos de a selar já, quando puderes invoca um dragão qualquer, todos estamos preparados para o selar – respondeu Tezema, o pequeno dragão da sabedoria

Zehel saltava para perto do jounin – Temos algum plano de como iremos matar esta criatura? - questionou o jovem de Kiri.
-Será difícil matar algo de chakra e mítico como este lobo, apesar de ser só uma parcela do verdadeiro, mas sim o plano está traçado teremos de o imobilizar o mais rapidamente possível e o nosso companheiro está a chegar – respondeu o loiro

O lobo levantava-se com alguma dificuldade, mas a raiva que demonstrava era cada vez maior e parecia aumentar o seu poder cada vez mais. Com um forte rugido, enormes relâmpagos sairam disparados da sua cauda, tentando atingir os dois shinobis, que eram obrigados a desviar-se velozmente, mas a velocidade daqueles relâmpagos era incrível, a forma como caiam sobre o chão para os fritar, obrigava Angelus a utilizar o Shukuchi para se movimentar cada vez mais rápido e a Zehel a concentrar cada vez mais chakra nas suas pernas, mas o jovem gennin ainda tinha muito de aprender e Angelus estava a tentar chegar até ele, mas o lobo havia-se apercebido disso cuspindo várias bolas de electricidade contra Angelus, obrigando o jounin a reagir, senão seria atingido.

-Raikiri!- exclamou o jounin concentrando uma enorme quantidade de chakra raiton na sua mão direita e atacar directamente as bolas que haviam sido atiradas contra ele, cortando-as e eliminando-as.

No mesmo segundo que o lobo atirou as bolas, havia feito dois movimentos com as suas patas, enviando garras de chakra contra o gennin, que colocava os seus braços em forma de uma cruz para tentar defender-se e aguentar o impacto. Pouco antes do impacto, uma nova força ruiva apareceu a frente de Zehel, era o chuunin de kiri, Azura, com a sua Kubikiri Hocho cortava as garras de chakra ao meio, colocando o seu próprio chakra na espada.

A equipa estava reunida, e a criatura sentia-se cada vez mais irritada e encurralada, começando a movimentar todo o seu chakra, começando a criar uma espécie de energia concentrada, como se fosse um ataque de um só flash. A gruta começava a dar conta de si, com a tamanha energia que estava a ser concentrada.

Preparem-se para o imobilizarem, com aquela concentração e movimentação de chakra é como se fosse atacar com um relâmpago supersónico, é a nossa oportunidade. - disse o líder da equipa que começou a focar chakra num só ponto do seu corpo - Rozan Sho Ryu Ha Ken- proferiu libertando uma chakra verde que cobria a o seu corpo e que fazia o chão e a gruta ceder a libertação de tanta força.

Mas o jounin não parou por aí, concentrando uma alta quantidade de chakra na sua mão, formando um raikiri que ganhava uma tonalidade verde, devido ao chakra que estava a se utilizado.

O jounin olhou para o lobo nos olhos e vice-versa, num ápice, os dois desapareceram na direção um do outro, ouvindo-se só o som de um relâmpago a cair do céu. De um lado via-se Angelus a sofrer de uma descarga electrica e dos efeitos do seu jutsu que havia desaparecido.... enquanto do outro lado via-se a criatura de chakra cortada ao meio separada.

-É por isso que a técnica tem o nome de Cortador de Relâmpagos – falou Azura, com a mão sobre a sua ferida.

O loiro levantou-se e saltou de novo para perto do lobo – Zehel, Azura, imobilizem uma das partes! - exclamou o jounin, levando os dois companheiros a reagir de imediato.

O ruivo concentrou chakra e com uma rápida sequência de selos criou um dragão a partir da terra do solo que atacava uma parte do lobo. O mais novo membro da equipa também ajudava ao focar uma enorme quantidade de chakra, cuspindo uma grande bola de fogo contra o lobo. A combinação dos dois shinobis, quase aparecia fazer um dragão de lava a cair sobre o lobo. Ao mesmo tempo que isto acontecia, Angelus no ar realizava alguns selos focando chakra para as suas mãos - Kuchiyose Seishin no Jutsu – invocando um dos seus enormes dragão, neste caso Niiro-Kesshou, que espetava as suas garras numa das partes da criatura. As suas escamas começaram a cobrir a criatura de chakra e em apenas cinco segundos a mesma encontra-se coberta e selada pelo fuinjutsu do dragão.

A combinação dos shinobis de kiri havia atrasado a outra parte do lobo de se levantar, danto tempo para o dragão cair sobre essa mesma parte, utilizando novamente o fuinjutsu para selar o resto do corpo. Com o lobo derrotado e selado, o dragão desaparecia com o lobo, para que os dragões sagrados tratassem de enterrar aquilo para sempre.

Azura caiu de imediato, as suas feridas e a utilização dos seus últimas jutsus tinham causado o desmaio do Chuunin que precisava de cuidados intensivos. Angelus agarrou nele e na rapariga que também estava a salvo, criando um clone de sombras que se teletransportou-se juntamente com os dois directamente para o hospital de konoha para serem rapidamente socorridos.

Enquanto Angelus ficava com Zehel, tratando do resto. Pouco depois uma equipa de ajuda chegou ao local, para ajudar os dois shinobis e levar todos os presos e pessoas que iriam ser realojadadas na vila de Kirigakure sendo que algumas iriam frequentar vários dojos. Depois de regressarem a Kirigakure, Angelus reportou a missão ao Mizukage e explicou para onde foi aquela parte do lobo e para dar notícias sobre o estado de Azura que já se encontrava fora de perigo.

FIM


Peço desculpa por ter utilizado pouco os vossos personagens neste post e mais o meu, mas da forma como nos separamos tornou-se mais dificil fazer isso e acabar a missão neste post.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3387

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Seg 23 Dez 2013 - 21:53

Avaliação do Ruivo que se irritou com o uivo do ruivo que a cada vez que o ruivo uivava o ruivo ficava com raiva do uivo do ruivo xd
 
H.N
 
Ninjutsu: 38,5 + 1 = 39,5
Taijutsu: 10
Kenjutsu: 25,25 + 1,5 = 26,75
Genjutsu: 2,75
Selos: 19 + 0,75 = 19,75
Trabalho de Equipa: 9,25 + 1 = 10,25
 
H.C
 
Força: 10,25
Agilidade: 17,75 + 0,5 = 18,25
Controlo de Chakra: 27,75 + 1,5 = 29,25
Raciocínio: 12,25 + 0,75 = 13
Constituição: 21,75 + 1 = 22,75
 
Avaliação: 7/7 + 1 T.E
 
Total de Habilitações: 194,5 + 8 = 202,5
 
Avaliação do Calça Molhada:
 
H.N
 
Ninjutsu: 22 + 1,5 = 23,5
Taijutsu: 12 + 0,25 = 12,25
Kenjutsu: 16,75 + 1,25 = 18
Genjutsu: 7
Selos: 10,25 + 0,25 = 10,5
Trabalho de Equipa: 4 + 1 = 5
 
H.C
 
Força: 13 + 0,25 = 13,25
Agilidade: 21,25 + 0,5 = 21,75
Controlo de Chakra: 28 + 1,75 = 29,75
Raciocínio: 6,5 + 0,5 = 7
Constituição: 18,25 + 0,75 = 19
 
Avaliação: 7/7 + 1 T.E
 
Total de Habilitações: 154,5 + 8 = 162,5
 
Avaliação do Vovô do Fórum:
 
H.N
 
Ninjutsu: 96 + 1,75 = 97,75
Taijutsu: 61,25 + 0,75 = 62
Kenjutsu: 28,5 + 0,25 = 28,75
Genjutsu: 63,5
Selos: 35,5 + 0,75 = 36,25
Trabalho de Equipa: 24,5 + 1 = 25,5
 
H.C
 
Força: 26,5
Agilidade: 64 + 0,5 = 64,5
Controlo de Chakra: 93,75 + 1,75 = 95,5
Raciocínio: 25,75 + 0,5 = 26,25
Constituição: 40 + 0,5 = 40,5
 
Avaliação 7/7 + 1 T.E
 
Total de Habilitações: 559 + 8 = 567
 
Comentários:
 
Morri de ri com a parte que o Zehel acelera seu metabolismo e acaba por urinar nas calças, depois Killer coloco que ele urina novamente ao ver o Lobo Deus do Trovão.
Teve uma hora que vocês colocavam que sentiam chara, sendo que o único que tem essa habilidade é o Ângelus, até entenderia vocês sentirem a pressão de chakra já que era forte, mas sentir o chakra de outro e saber exatamente onde está, para mim precisaria ter essa habilidade o qual só o Killer tem quando virou Caçador.
Azura me fez lembrar os chars de Orochi que só se ferra e vive todo machucado xd
Só não gostei dessa historia de se separar para cada um pegar um isso atrapalhou o Trabalho de Equipe, pelas minhas contas iriam ficar com 0,75, mas pelo espirito de natal de 1 ponto em T.E mesmo.
 

Foi uma boa missão e por isso tem recompensas completas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   Seg 23 Dez 2013 - 21:59

Obrigado brunão! xd
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [Missão Rank B] Estranho Dojo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Missão Rank B] Estranho Dojo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }