Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3387

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Dom 28 Jul 2013 - 15:00

Rank da missão: C
Titulo da missão: Briga Entre Irmãos
Descrição: Dois jovens garotos acabaram de se formar na academia, e por isso querem se tornar ninjas. O pai, preocupado, quer que seus primeiros treinos sejam supervisionados por ninjas de verdade, e também pede que os ensine alguns golpes para que possam lutar entre si, e ver qual deles é o melhor.
Recompensa: 600 ryo + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento
Número de Ninjas: 2 
Pessoas Inscritas: 

  • Murakami Kiyoto (Darksoldier)

  • Kaori (personagem secundária)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kylo Soldier

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 97
Localização : Algum lugar do mundo.
Número de Mensagens : 874

Registo Ninja
Nome: Uchiha Sekai
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Qui 2 Jan 2014 - 22:40

Inscrevo-me ( Se possível gostaria de levar Kaori(Personagem Secundaria) comigo.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Sex 3 Jan 2014 - 0:32

Estás inscrito, espera para ver se mais alguém está interessado, senão podes levar a namorada ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Dark_Akira

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Mafra
Número de Mensagens : 1493

Registo Ninja
Nome: Zehel Matsuri
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5225
Total de Habilitações: 359

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Dom 5 Jan 2014 - 17:37

Bem já passou 24 horas e ninguém se acusou... Acho que podes começar a missão Soldier Smile 
Leva a Kaori contigo e Boa sorte!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kylo Soldier

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 97
Localização : Algum lugar do mundo.
Número de Mensagens : 874

Registo Ninja
Nome: Uchiha Sekai
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Seg 6 Jan 2014 - 14:52

Prólogo

Lá estavam Kiyoto e Kaori, aguardando na sala de recepção para entrarem na sala do Kage. Eles estavam falando pouco nos últimos dias, parece que quanto mais intimidade adquiriam, menos tinham o que falar. Eles estavam nervosos, pois era a primeira missão juntos que iam cumprir. O silencio só foi interrompido quando a assistente do Kage chegou ao local para comunicar que podiam entrar na sala.

Bem, é agora. – Disse Kaori, estava um pouco nervosa, pois já fazia bastante tempo que não saia em missão, e ainda mais sair em missão com a pessoa por qual estava apaixonada.

O ruivo nada disse apenas seguiu a passos largos até a porta do gabinete do Raikage. A assistente abriu a porta para que eles pudessem adentrar o cômodo. Era uma sala grande e bonita, tinha uma mesa grande ao canto esquerdo da sala, onde provavelmente ocorriam importantes reuniões, do outro lado uma estante com livros e pergaminhos por toda ela. No fundo da sala tinha uma mesa menor com algumas coisas jogadas por cima dela e ao lado um sofá verde, o qual o Kage encontrava-se sentado polindo sua espada. A parede do fundo da sala era inteiramente de vidro, uma imensa janela que permitia ver toda a vila perfeitamente, era o local ideal para o Kage monitorar os acontecimentos de Kumo.

- Bom Dia, Raikage-sama. – Cumprimentou Kiyo, enquanto ele e Kaori faziam uma reverencia ao homem.

- Bom Dia. – Cumprimentou Darui, o Kage, deixando a espada de lado e levantando-se. – Então vocês devem ser Murakami Kiyoto e Yamada Kaori, certo?

- Exatamente senhor. – Respondeu a jovem morena.

- Certo, aqui está a missão de vocês. – O homem de cabelos brancos e pele morena pegou um pergaminho sobre a mesa ao lado do sofá e entregou para os jovens. – Apenas tomem cuidado para não se machucarem ou machucarem as crianças.

Kiyo e Kaori entreolharam-se, já estavam achando que teriam que virar babás de crianças levadas e que poderiam causas sérios problemas. Mas não era bem isso, assim que abriram o pergaminho perceberam isso. A missão aparentemente era fácil, teriam que supervisionar um treino de dois jovens recém formados na academia, ensina-los algumas coisas e eles teriam que lutar para ver qual era o melhor dos dois.

Após o recebimento da missão os jovens se despediram do Kage com uma reverencia. Darui desejou-lhes uma Boa Sorte e retornou a polir e afiar sua arma. Os dois saíram da sala e permaneceram em silêncio até a saída do prédio, onde começaram a discutir sobre a missão enquanto deslocavam-se para a zona sul da vila, onde moravam os garotos que teriam que receber o treinamento.

- Parece que será fácil de cumprir essa. – Falou Kaori na tentativa de puxar assunto.

- Não conte com isso, não sabemos como são essas crianças. – Kiyo estava um pouco vago aquela manhã, estava distraído e parecia perturbado com algo em sua mente.

- Eu sei disso, mas acho que podemos dar conta disso tranquilamente. – Kaori percebia o quanto seu amigo estava triste e estava tentando faze-lo falar mais, pois sabia que uma hora ele voltaria ao normal.

- Logico que podemos, afinal por que o Kage nos daria uma missão que sabia que não poderíamos cumprir? – Disse o ruivo com rispidez.

- Certo, não aguento mais você assim, vai falar o que aconteceu logo ou vai passar o dia emburrado? – A morena foi direto ao ponto vendo que tentar distrair o Murakami não estava funcionando muito bem.

- Eu tive mais um pesadelo, sabe como fico quando lembro do passado. – Respondeu o jovem, agora mais calmo.

- Entendo, mas não pode deixar que isso comprometa nossa missão. – A garota se aproximou do amigo e lhe deu a mão. – Eu estou aqui para te ajudar no que precisar, então fique tranquilo, faremos a missão e em seguida iremos direto para algum restaurante comer e jogar conversa fora, ok?

- Tudo bem então. – O rapaz agora sorria, mas não pelo fato de saírem e coisas do tipo, mas sim por que ela havia segurado a sua mão.

A conversa entre os dois não durou muito mais. Eles seguiam calmamente pelas enevoadas ruas de Kumo, ainda era bem cedo, mas as ruas já estavam começando a lotarem. Kiyo viu que se continuassem a andar pelas ruas normalmente demorariam mais do que o comum para chegar até a casa dos garotos e então poderiam chegar atrasados para começar a missão. O jovem observou as casas ao seu redor, notou que todas tinham o mesmo tamanho ali naquela área e teve a ideia de saltar sobre os telhados, o que lhes pouparia tempo e já aqueceria um pouco seus corpos.

- Siga-me. – Falou o ruivo saltando para o telhado da casa mais próxima.

A rapariga de olhos azuis saltou junto ao parceiro. Kiyo começou a correr velozmente sobre as casas, dando saltos quando necessário, Kaori estava logo atrás tentando acompanha-lo, mas sua agilidade era inferior à do ruivo. As casas começaram a ficar de tamanhos irregulares o que exigia mais saltos em maiores distancias dos jovens. A corrida durou pouco mais de um minuto até chegarem ao local desejado.

Era uma casa grande, com três andares, feita de pedra com detalhes em madeira escura. A entrada tinha uma grande varanda que rodeava o primeiro andar inteiro, tinham muitas plantas espalhadas pela varanda e pelo jardim de entrada. A pessoa que morava ali parecia ter bastante dinheiro. Os jovens aproximaram-se da porta, uma grande porta dupla de madeira rustica com uma maçaneta prateada brilhosa, e tocaram a campainha. Um som estridente ecoou dentro da casa e poucos segundos depois a porta foi aberta por um homem. O homem era corpulento, cabelos castanhos, olhos escuros e uma barba rala. Ele vestia uma espécie de Kimono vermelho com uma faixa preta amarrada a sua cintura.

- Bom Dia senhor, nós estamos aqui para ajudar com o treinamento de duas crianças recém formadas na academia. – Kaori tomou a frente tentando ser simpática, visto que seu companheiro de equipe estava um pouco nervoso aquela manhã.

- A sim, entrem. Meu nome é Matsumoto Fushida, o pai dos garotos. – Apresentou-se o homem, demonstrando educação e sendo amigável.

- Muito prazer. Eu sou Yamada Kaori e esse aqui é... – Começou a morena até ser interrompida pelo rapaz.

- Murakami Kiyoto. – Disse o ruivo tentando ser gentil.

- Pelo visto o Kage escolheu bem quem faria essa missão. Já lutei ao lado dos pais de vocês dois, ótimos shinobis. – Falou Fushida, estava com uma expressão entranha como se estivesse a lembrar todos os momentos que havia passado na companhia dos pais dos jovens. – Bem, mas não estamos aqui para falar de passado, estamos para viver o presente. Podem ir indo lá para trás, só seguir aqui no corredor direto que saíram no quintal. Irem chamar os garotos, eles estão arrumando-se.

Sem contestar os dois Kumonins foram para o quintal da casa. Era um local amplo, a grama baixa, algumas árvores envolta, bonecos de treino e tudo que se precisa para um bom treino, aquele local era perfeito para ensinar dois jovens recém formados a usarem algumas técnicas e melhorarem as que já sabiam. Aquela missão seria boa para Kaori e Kiyo também treinarem um pouco. Eles aguardaram sentados nas escadas da varanda, enquanto os garotos se preparavam para iniciar o treino.

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kylo Soldier

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 97
Localização : Algum lugar do mundo.
Número de Mensagens : 874

Registo Ninja
Nome: Uchiha Sekai
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Qua 8 Jan 2014 - 21:25

Parte I – Os gêmeos em ação

Alguns minutos passaram-se, e então dois garotos gêmeos vieram de dentro de casa acompanhados pelo seu pai. Se não fosse pelas roupas que eram diferentes, seria praticamente impossível distinguir os meninos. Kiyoto e Kaori colocaram-se de pé quando perceberam a presença do pessoal.

- Bom Dia. – Os gêmeos cumprimentaram juntos.

- Bom Dia. – Disse a morena em resposta.

- Esses são Yamada Kaori e Murakami Kiyoto, eles serão seus tutores hoje. – O pai dos garotos apresentou os dois jovens. – Eles são meus filhos, Ryko e Shizo. Agora eu irei sair, no final da tarde retornarei para ver a batalha entre os dois, minha esposa voltara logo e ela que tratara da alimentação de vocês. Até mais. – Despediu-se o homem com um sorriso no rosto.

Os gêmeos eram perfeitamente iguais, a altura, os cabelos, os olhos, tudo parecia perfeitamente idêntico. As suas roupas que os diferenciavam. Ryko utilizava uma blusa vermelha de mangas curtas, uma bermuda preta, sandálias ninja e uma bolsa de equipamentos amarrada a cintura que ficava em suas costas. Já seu irmão, Shizo, usava um casaco branco com mangas cumpridas e uma calça preta, as habituais sandálias ninja e a bolsa de equipamentos no mesmo local que Ryko. Ambos seguravam uma folha em mãos.

- Bem, vejo que vocês tem algo em mãos, o que é isto? – Perguntou o ruivo, curioso como sempre.

Kaori lhe deu uma cotovelada e olhou com cara feia para ele, como se o rapaz tivesse cometendo uma tremenda falta de respeito. Kiyo apenas deu de ombros e esperou a resposta de um dos loirinhos.

- Isto é uma folha de informações, nosso pai pediu para que entregássemos para vocês. – Começou Shizo.

- Aqui contém informações sobre nós, dadas pelo nosso professor na academia. Ele disse que pode ajudar vocês a decidir o que faremos no treino. – Completou Ryko.

Os garotinhos estenderam as mãos e entregaram para seus tutores os papeis. Kiyo e Kaori analisaram as informações ali contidas por alguns instantes. Kiyo releu todo o relatório novamente, então olhou para Kaori. Eles trocaram os relatórios. Quando terminaram de analisar tudo voltaram-se para os gêmeos.

- - Certo, faremos da seguinte forma: Faremos um alongamento e alguns exercícios inicias para aquecer. Iremos fazer um treino conjunto e em seguida vamos para a batalha de vocês. – Planejou o ruivo.

Todos assentiram com cabeça, concordando com o tudo que o rapaz havia acabado de falar. Kiyo podia estar sempre se confrontando com o passado e acabando se perdendo, mas quando tratava de pensar e planejar era com o rapaz mesmo. Todos seguiram para o centro do quintal onde iriam dar início ao treinamento.

Começaram com um simples alongamento. Esticando os membros e os relaxando. Kiyo deu início ao aquecimento. O ruivo começou uma corrida em círculo pelo perímetro da cerca que envolvia a área da casa. Kaori e os gêmeos estavam logo atrás dele, sempre mantendo uma certa distância um do outro. Até que o jovem começou a acelerar os passos e correr mais velozmente. A morena conseguia acompanhar tranquilamente, mas os gêmeos começavam a ficar para trás na corrida. Os tutores gritavam incentivos para que eles continuassem correndo. Durou mais alguns minutos aquela corrida e quando pararam os dois garotos caíram no chão, os rostos molhados pelo suor, a respiração ofegante e expressões de cansaço.

- Mas já estão cansados? Ainda nem começamos. – Dizia Kiyo fazendo com que os garotos se entre olhassem e fizessem caretas. – Venham, vamos para alguns abdominais, mas de uma forma diferente.

O rapaz de olhos amarelos seguiu para perto de uma árvore que tinha no fundo do local, não era muito grande, mas era o suficiente para que realizassem o exercício com perfeição.

- Creio eu que vocês conheçam o Kinobori no Jutsu. – Falou o jovem na esperança de que os garotos conhecessem.

- Aprendemos na academia, mas não dominamos ele perfeitamente, temos dificuldade de manter a quantidade de Chakra correta. – Respondeu Ryko.

- Não posso lhes dizer exatamente a quantidade de chakra que devem utilizar, isso é algo que devem aprender por si só. Eu e a Kaori iremos demonstrar como se faz e em seguida vocês executaram o mesmo processo. – O rapaz posicionou-se ao lado direito da árvore enquanto sua parceira ao lado esquerdo.

O rapaz juntou as mãos e fez um selo. O chakra dentro dele fluía como um rio, mas logo o rapaz começou a concentra-lo. Uma parte de seu chakra estava sendo movida para base de seus pés, os quais usaria para subir a árvore. O processo era rápido, não durou mais que cinco segundos. Então o ruivo aproximou-se da árvore, e colocou o pé direito nela, logo em seguida o esquerdo, e então estava subindo a árvore apesar utilizando os pés e sem a preocupação de cair. Ele foi até um galho grosso o suficiente para aguentar com seu peso e ficou de cabeça para baixo no galho, ainda mantendo a mesma quantidade de chakra em seus pés para mantê-lo de cabeça para baixo sem ter problemas. A jovem de olhos azuis estava do outro lado da árvore, na mesma posição que Kiyo.

- Agora é a vez de vocês dois tentarem. Tomem um pouco de distância da árvore e corram em sua direção, facilita um pouco. – Explicou Kiyo. O rapaz parou com a concentração de chakra nos pés e deu início a uma queda, mas ele girou no ar e caiu com os pés no chão. – Podem começar.

Kaori também desceu da árvore, dando espaço para que os garotos tentassem executar a técnica. Ryko ficou ao lado direito da árvore e Shizo, consequentemente, ao esquerdo. Os dois garotos loiros fizeram o mesmo processo que seus tutores, mas acrescentaram uma pequena corrida até a árvore. Ryko conseguiu subir bastante de primeira, mas começou a ficar nervoso e perdeu o controle, caindo da árvore de costas no chão. O garoto se contorceu de dor, mas logo estava de pé novamente, ainda demonstrava a dor que sentia, mas estava tentando resistir a ela. Já seu irmão, Shizo, mal conseguiu subir na árvore, mas por sorte foi mais ágil e aterrissou com os pés no chão. As tentativas prosseguiram, foram poucos minutos, mas para Kiyo era quase uma eternidade, vez dois garotos ficarem tentando subir no tronco de uma árvore tantas vezes já estava o entediando. Após várias tentativas os garotos conseguiram, e o ruivo voltou a animar-se.

- Pois bem, pelo visto vocês estavam cansados de tanto tentar, mas isso não vai impedir que continuemos. Agora para as abdominais. Aproveitem que já estão prontos e podem começar, três series de trinta. Elevem seus corpos o mais próximo das pernas, sem dobrar seus joelhos. – Instruiu o rapaz enquanto começava a concentrar chakra na sola dos pés para subir novamente a árvore.

Kiyo e Kaori voltaram a subir na árvore concentrando chakra na sola dos pés. Ficaram de cabeça para baixo nos galhos e começaram o exercício. O Murakami erguia o corpo com um pouco de dificuldade, não era um exemplo de força física, mas não era de todo fraco. Com as mãos na nuca o jovem forçava seu corpo para cima, com movimentos precisos e lentos para não prejudicar a musculatura. Elevava o tórax o mais perto das pernas e então retornava com calma, sem deixar a gravidade fazer o trabalho lançando o para baixo, manteve o ritmo durante a primeira serie inteira.

- Podem descansar, trinta segundos. Segurem-se no galho e sentem-se nele para retomar o folego. Ainda aguentam mais? – Perguntou Kiyo sentando-se no galho que agora pouco encontrava-se pendurado pelas pernas.

Kiyo nem precisou de resposta, olhou para os garotos e eles estavam exaustos, mal conseguiriam concentrar chakra novamente para segurar-se nos galhos. Eles tinham tentando muitas vezes subir na árvore o que desgastara bastante eles. Ainda tinha o fato de serem recém formados, não estavam acostumados a treinar assim. Apesar de seu pai aparentemente ser rigoroso quanto a treinos, ele não parecia ter exigido tanto dos moleques quando eram menores. O olhar o rapaz dirigiu-se a amiga, esperando obter ao menos uma resposta dela.

- Acho melhor darmos uma pausa Kiyo. – Respondeu Kaori.

- Mas se eles querem ser grandes shinobis precisam se esforçar. – Falou Kiyo com rispidez. – Então faremos, mais uma serie de abdominais e então mais um exercício rápido e fazemos uma pausa.

Todos concordaram com o que o jovem de olhos amarelos sugerira. Eles voltaram a concentrar chakra na sola dos pés e ficar de cabeça para baixo e deram início a mais um serie de abdominais. Os garotos demoraram um pouco para voltar a fazer os exercícios, continuaram descansando mais uns dois minutos. O ruivo repetiu os mesmos movimentos do início. Elevou o corpo lentamente até o mais próximo de suas pernas que se mantinham esticadas. Os movimentos calmos e precisos para não se machucar e para exigir o máximo do seus músculos. Assim que terminaram o exercícios todos desceram da árvore e seguiram para o centro do quintal.

- Pessoal, o almoço está quase pronto. – Gritou uma mulher loira que encontrava-se próxima a porta para entrar na casa pelos fundos.

- Vocês ouviram, o almoço está quase pronto, então iremos terminar logo essa parte, depois iremos descansar um pouco e comer. E depois retornamos ao treinamento. – Falou o Murakami com ânimo.

- Então vamos terminar com as flexões. – Concluiu Kaori.

Kiyo nada disse a respeito, era isso mesmo que ele iria dizer, então apenas aceitou e preparou-se para o exercício. Todos deitaram com o abdômen no chão, braços separados em um certo espaço e pernas juntas.

- Duas series de vinte. – Disse Kiyo.

Então iniciou-se o exercício. O ruivo ergueu o corpo lentamente, com dificuldade, e então, com calma, foi descendo. Desceu o corpo até ele ficar próximo ao chão, mas não toca-lo, forçando seus braços a aguentarem seu peso, com esforço voltou a erguer o corpo, sempre controlando sua respiração para não cansar-se facilmente. E foi assim que fez toda a atividade, com precisão e calma, como sempre fazia, para ter sempre o melhor resultado possível.

- Agora vamos descansar e comer. – Falou Kaori ao termino do exercício.

Os gêmeos estavam cansados, suando muito, a respiração descontrolada, mas responderam quando sua mãe os chamou para entrar e comer. Kiyo e Kaori logo atrás dos pequenos. Os jovens também estavam um pouco cansados, não tanto quanto os garotos, mas estavam.

Todos entraram na casa e seguiram até a maravilhosa sala de jantar. Uma mesa cumprida feita de uma madeira escura tomava o centro do cômodo. Os loirinhos haviam ido a um banheiro para lavar suas mãos e rostos. Os dois jovens também passaram por lá para se limpar um pouco. Então quando estavam prontos, foram para a mesa e sentaram-se para deliciar-se com a comida preparada pela mãe dos seus “pupilos”.

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kylo Soldier

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 97
Localização : Algum lugar do mundo.
Número de Mensagens : 874

Registo Ninja
Nome: Uchiha Sekai
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Sab 11 Jan 2014 - 22:03

Epílogo

O sol estava em seu auge, no topo do céu brilhando intensamente. Toda a neblina matinal que cobria Kumo havia desaparecido, dando lugar a um intenso e desagradável calor. Enquanto muitos estavam em suas casas tentado se refrescar, ou trabalhando, quatro Gennins treinavam fervorosamente para melhorarem suas aptidões como shinobis.

Após um belo almoço e um descanso razoavelmente longo, Kiyo e Kaori voltavam para o quintal da casa dos Matsumotos, juntos aos dois filhos do dono da casa, Shinzo e Ryko. Os garotos precisavam de um treino antes de terem uma luta para decidir quem é o melhor, e os encarregados eram os dois jovens. Agora que já haviam feito o aquecimento eles foram para a parte mais importante, o treinamento individual e preparação para a batalha. Onde Ryko treinaria com Kiyo e Shinzo com Kaori.

- Então garotos está na hora da parte final. – Disse o ruivo ficando ao centro do quintal. – Ensinaremos duas técnicas básicas que podem ser uteis em uma luta. Uma delas é o Kawarimi no Jutsu. Vocês a conhecem, certo? – Perguntou o rapaz.

- Sim, conhecemos. – Responderam os gêmeos, juntos.

- Ok. Mas não custa fazer uma vez para demonstração. Kaori, arremesse uma Kunai em mim. – Pediu o rapaz.

Como pedido a jovem morena de olhos azuis sacou uma Kunai de sua bolsa de equipamentos. Ela aguardou alguns instantes, observou tudo a sua volta, estava prolongando o arremesso propositalmente. E quando rapaz ia pedir que fosse lançada a arma ela o fez com toda força que podia, fazendo a arma atravessar o espaço de seis metros em menos de cinco segundos. O rapaz foi tecnicamente surpreendido pelo movimento com tanta velocidade, mas conseguiu utilizar a técnica tranquilamente. Fez dois selos com as mãos, o necessário para utilizar o jutsu, e então quando a arma estava para tocar seu corpo o jovem desapareceu deixando em seu lugar um tronco de árvore.

O cabeça de fosforo, como Kaori o chamava as vezes, havia trocado de lugar com um tronco que estava encostado na cerca logo atrás da rapariga. Ele voltou andando ao local onde encontrava-se anteriormente e assumindo a sua posição.

- Agora, nós dois arremessaremos em vocês e vocês terão que fazer o jutsu. – Explicou o ruivo ao garotos loiros.

Eles se distanciaram, ficando a dez metros de distância. Kaori pegou uma Kunai e emprestou uma a Kiyo, já que o jovem não despunha de uma naquele momento. Os jovens ficaram brincando com as Kunais, ameaçando arremessar, para que criasse uma tenção em cima dos garotos, e quando eles se acostumaram com as brincadeiras, arremessaram as Kunais para tentar pega-los desprevenidos.

Foi por pouco que os gêmeos não foram atingidos, conseguiram fazer a troca no último instante. Kiyo até teve medo de que eles se machucassem com as armas, mas depois recordou que para aguentar a dor nada melhor que bons ferimentos.

- O outro jutsu é o Bushin no Jutsu. Ele não é um clone seu, mas sim uma ilusão da sua forma, que pode te ajudar a distrair seu oponente em uma investida. – Explicou Kiyoto enquanto via os garotos aproximando-se.

- Também conhecemos essa, mas nunca vimos muita utilidade para uma técnica que não pode ferir o oponente. – Disse Shinzo. Ele sabia que a sua opinião era a mesma que a do irmão, por isso falara com tanta certeza.

- Lembrem-se garotos, não importa o quão forte você bate, mas sim como bate. Existem diversas técnicas que são extremamente poderosas, só que elas são mal utilizadas. O Bushin pode ser uma técnica que não machuque fisicamente seu oponente, mas causara uma ferida temporária em sua mente. – Disse o rapaz, com sabedoria e convicção. – Vocês sabem como faze-la, mas tem que aprender como usa-la.

- Então nos ensine. – Falou Ryko, estava admirado com as palavras do seu “tutor”.

- Pois bem, Kaori poderia tomar distância. – Pediu Kiyo.

A garota saltou para trás tomando distancia de seu parceiro. Kiyo também o fez. O ruivo então deu início a uma corrida em direção a morena, em conjunto ao passos largos e rápidos o jovem movimentava sua mão, produzindo uma rápida sequência de selos. Uma quantidade de seu chakra se expandiu para fora do seu corpo e então duas imagens idênticas do rapaz apareceram ao seu lado. Um movimento de ziguezague dos ruivos foi feito, se embaralhando e não permitindo que Kaori tivesse a certeza de quem era o verdadeiro. Quando aproximou-se o jovem apenas parou ao lado da rapariga, e ela ficou com uma cara de surpresa.

- Viram, você brinca com a mente do inimigo, com jutsus básicos. – Falou o rapaz. – Bem o sol já está quase se pondo, o que significa que seu pai deve chegar logo.

- Na verdade eu já cheguei jovem. – Disse Fushida ao adentrar o quintal. – Eles já estão prontos para a luta?

- Sim estamos. – Disseram os gêmeos em união.

- Então podem começar. – O homem deu a ordem para que as crianças começassem a luta.

Kiyo e Kaori foram para o lado do homem e sua esposa, que estavam sentados nas escadas da varanda. Quando todos estavam sentados e atentos os garotos se posicionaram em um local que desse para ver perfeitamente o que acontecia. Ao sinal de seu pai os meninos deram início a batalha.

Como eram bem jovens e tinham tido pouco treinamento, a luta dos dois foi até calma. Com socos e pontapés, alguns jutsus básicos, alguns cortes superficiais com armas. Não fora uma luta de verdade, apenas uma rápida disputa entre irmãos. Mas não era a violência que importava na luta, eles agiam com mais cautela, observavam os movimentos. Eles não queriam ferir um ao outro, mas sim acabar com a luta em um único golpe. O que levou ao pai dos garotos a sorrir quando percebeu que eles estavam buscando o melhor desempenho e não o golpe mais potente.

Quando a luta acabou Ryko estava de pé, seu irmão caído com as costas no chão. Ambos cansados e suados. A respiração de ambos era pesada e descontrolada. Aparentemente fora difícil para ambos, mas finalmente tinham um vencedor.

- Não tenha vergonha Shinzo, agora é mais um motivo para você se esforçar mais. – Falou Kiyo quando o garoto aproximou-se dele. – E Ryko, meus parabéns.

Os garotos agradeceram pela ajuda e supervisão do treinamento e prometeram que um dia fariam uma batalha em dupla. Kiyo e Kaori contra Ryko e Shinzo. O rapaz ruivo aceitou a proposta e disse que estaria esperando. Quando os garotos entraram para tratar dos ferimentos e se prepararem para dormir o pai deles foi até os jovens para a agradece-los pela ajuda.

- Vocês ensinaram uma boa lição a eles. – Disse Fushida.

- Só ensinamos aquilo que nós aprendemos. – Respondeu Kaori.

- Ensinaram o maior poder de todos, a força de vontade. Até hoje quando sai esses garotos não queriam saber de nada, e notei que eles mudaram quando lutavam, que mostravam empenho em vencer e não apenas acabar com essa história de luta. – Fushida estava feliz por ver que dois jovens Gennins podiam ter a cabeça lucida o suficiente para saber o que realmente vale a pena, e que eles podiam ensinar isso aos outros. – Pois bem, obrigado. Até mais. – Despediu-se o homem.

Kiyo e Kaori ficaram felizes por terem cumprido uma missão. Assim que saíram da casa dos Matsumotos eles seguiram para casa. Precisavam de um bom descanso. Eles despediram-se e seguiram para seus respectivos lares.

FIM!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4010

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Sab 11 Jan 2014 - 22:10

Reservo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4010

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Briga Entre Irmãos   Seg 13 Jan 2014 - 12:57

Avaliação de Murakami Kiyoto

Habilitações Ninja:


Ninjutsu: 5,25 + 0,75 = 6
Taijutsu: 1,5
Kenjutsu: 5 + 0,25 = 5,25
Genjutsu: 1
Selos: 4,5 + 0,75 = 5,25
Trabalho de Equipa: 1


Habilitações Físicas:

Força: 4,25 + 0,75 = 5
Agilidade: 4,25 + 0,75 = 5
Controlo de Chakra: 3,75 + 0,75 = 4,5
Raciocínio: 4 + 0,5 = 4,5
Constituição: 5,25 + 0,25 = 5,5


Avaliação: 4,75/7

Total de Habilitações: 39,75 + 4,75 = 44,5

Comentários:

Não sei porque esta missão seria considerada como Rank "C'. Colocaria como Rank "D" pela falta de possibilidade do ninja em desenvolver o enredo para lhe garantir bons pontos. MESMO ASSIM, você conseguiu extrair o máximo do mínimo. Por isso tens meu respeito, por que conseguiu realmente ganhar bons pontos apesar da missão não cooperar. Para mim, este tipo de missão é muito mais difícil do que missões diretas de rank superior. Meus parabéns. Escrita perfeita e ótima descrições, principalmente do comportamento das crianças. Recompensa completa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Missão Rank C] Briga Entre Irmãos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kumogakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }