Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Treino 3] - Os criminosos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Haetae

Conselheiro | Outras Vilas
Conselheiro | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Terra
Número de Mensagens : 990

Registo Ninja
Nome: Hayato Isao
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1000
Total de Habilitações: 34

MensagemAssunto: [Treino 3] - Os criminosos   Sab 8 Jun 2013 - 17:53

Os criminosos

Citação :
Local: Cidadela
Horário: 23:00
Clima: Fresco

A noite já dominava Kumogakure e devo dizer que estava esplêndida, lua, nuvens e estrelas e um clima fresco que chegava a dar sono. Estava em cima do telhado de meu Dojo, deitado sobre as telhas pensando sobre aquela noite. Katsumoto já surgiria lá no solo pronto para me repreender sobre o horário e as tarefas de amanhã, decidi sumir. Juntando as mãos e realizando um rápido shunshin desapareci, com auxílio de meu chakra.

Apareci no centro da pequena aldeia, pulando de telhado em telhado sem nada para fazer apenas matando o tédio que surgira repentinamente. De repente um grito estridente irrompeu o assovio do vento em minhas orelhas e parei, o que seria aquilo me perguntava em minha mente, novamente e não menos baixo o grito novamente e o barulho de vidraças estilhaçando, o segui, por sorte tinha uma boa audição que sempre me ajudava. Pulei de um prédio descendo a pequeno pulos pelas paredes, absorvendo o impacto caí no chão.

Observei a cena por poucos instantes e logo percebi, um assalto e caso não fizesse nada um homicídio. Dois homens, um alto portando uma zambatou e um pequeno com armas ninjas, o grandalhão ameaçava a mulher enquanto o pequeno fazia a limpa em seu comércio roubando tudo: dinheiro, itens, qualquer coisa que fosse valiosa. Me escondi, por sorte não me virão. — Vamos logo com isso não temos a noite toda, logo aqueles malditos ninjas vão estar aqui._ Gritou o Lerdo para o Ligeirinho, sim chamarei eles assim. A mulher gritou novamente mais logo foi interrompida por uma ameaça. Executei alguns selos e concentrando chakra fiz um clone de névoa que avançava, o Lerdo percebeu e girou o pulso para a direita manejando com certa destreza atravessando a espada contra o clone que se desfez com meu comando. — Hey, temos companhia._ Proferiu inseguro examinando qualquer sombra da rua.

Concentrando chakra e usando o Kinobori subi uma parede e retirei algumas kunais de três pontas – aquele design eu adorava – e as lancei, ao todo dez, fora rebatidas e logo saquei a minha katana pulando com um shunshin para cima do homem, confrontando-nos com nossas lâminas, sabia que com o tamanho de minha lâmina quem estivesse no alto teria a vantagem e ficar embaixo contra uma zambatou não seria uma grande ideia. Rebati a lâmina com esforço e pousei no chão, concentrando chakra desapareci em um shunshin e indo ao chão realizei um corte ascendente, que foi bloqueado com uma defesa mal feita. — Apenas isto? Espadachimzinho._ Vociferou com um sorriso de escárnio acompanhado de uma face desprovida de qualquer senso de inteligência, apenas instinto habitava aquela mente e esta era minha vantagem. O homem também desapareceu, parecia conhecer alguns jutsus de academia e logo golpeou com a zambatou por cima, desviei para o lado e tentei cortar seu braço, sucesso, ele era lento devido ao peso de sua arma.

O Ligeirinho havia chegado com dinheiro escapando-lhe o saco de linho que tinha ryous roubados, ele me encarou e encarei ele. Realizei alguns selos e fiz uma substituição saindo da linha de tiro das kunais dele, que quase atingiram seu próprio parceiro. Desimbanhei a katana pulando contra o Ligeirinho afim de cortá-lo ao meio. ” Não tenha medo do seu inimigo, seja cauteloso. Não avance sem pensar, analise sua postura e ataque o ponto fraco. “_ Foram estas as palavras de Katsumoto em nossos treinos. Ligeirinho bloqueou com um kunai e girou no ar direcionando-me um chute, interceptei com a katana na parte lateral da lâmina, pressionei e empurrei.— É o melhor que pode fazer, Ligeirinho?_ Zombei avançando e golpeando com seguidos cortes verticais e horizontais contra sua kunai o pressionando cada vez mais contra a parede, uma hora iria cair sua defesa e eu o mataria por tal crime. O Lerdo avançava atrás de mim posicionando a lâmina horizontalmente com esforço, se pegasse me cortaria ao meio, virei com um giro de 360 º abaixando e realizando uma rasteira no Ligeirinho, o Lerdo passou reto, parecia um touro e eu o toureiro. Me recompus e logo desci a lâmina da katana contra o estômago do Ligeirinho tentando matá-lo, mais a zambatou se chocou impedindo facilmente o corte, comparar ambas as lâminas era comparar uma katana a uma espada de bambu.

Pulei para trás e saquei cinco kunais da bolsa de armas jogando com a mão esquerda contra o corpo caído, novamente um movimento brusco e a zambatou foi fincada no chão a frente das kunais bloqueando quase todas, uma não fora evitada e acertou a perna do Ligeirinho debruçado. — Seu inútil, não sabe defender seu parceiro? Argh._ Bradou o debruçado se levantando e retirando a kunai, uma ideia me veio a mente, e falei. — E então qual dos dois é o chefão, chega de aquecimentos quero ir pra valer, então venha o chefão seus idiotas!_ Agarrei o cabo de minha katana deixando-a em riste com uma expressão feroz. Os dois se olharam e o Lerdo proferiu. — Eu acabo com isso._ Falou empurrando o menor com certa atitude de desprezo, talvez, devido a fragilidade física. — Você não é o chefe, eu sou o chefe, eu sou inteligente e rápido._ Falou Ligeirinho.

Dei um sorriso em meio a sombra que cobria toda minha face menos meu rosto. Um vento bateu e meus cabelos voaram ao vento e meu kimono também. ” Uma casa dividida não se mantém, huhuhu, idiotas. “_ Desapareci com um movimento rápido e apareci no ar mais não golpeei, pisei na lateral da lâmina com minha sandálias de madeira e me impulsionei para cima lançando cinco kunais contra o brutamonte que mal teve reação devido a velocidade que executei os movimentos, e todas o acertaram, causando danos nos ombro, por infelicidade minha nenhuma na cabeça, urrou de dor como um urso selvagem e retirou as kunais a força se apoiando na empunhadura da espada. Ligeirinho ao ver a situação aproveitou, e apareceu a minha frente com um shunshin, bloqueei o golpe e girei com um chute em sua face que arrancou apenas saliva, e por fim cai no chão sem impacto. Arfei de cansaço, avancei contra o Lerdo golpeando sua perna e urrou de dor novamente, já não se aguentava de pé e o sangue escorria pelo seu corpo como um fluxo de água correndo por uma cachoeira e caindo no lago.

Deixei o brutamonte ali morrendo por falta de fluídos vitais, por mim que morra, escória da vida que se aproveita dos fracos. Limpei o sangue do filete da lâmina com um movimento e comecei a andar na direção do Ligeirinho que executava selos, sacando outra kunai as juntou e uma torrente de chakra Raiton emergiu das lâminas, não entendi nada, estaria ele se sacrificando? Pouco provável, de repente uma torrente de raios me atingiu.— Aaaaarrrghhhhhhhhhh, aaaaaaaaaaargggggggggggggh! Arrrrrgh! Grrrrrrrr,aaaaaaarghh._ Gritei deixando a katana cair enquanto me contorcia no chão de dor. — Foi inteligente nos separando, mais vais perder ninjazinho._ Juntando novamente as lâminas e criando uma corrente de eletricidade o golpe me atingiria em pouco segundos, realizando alguns selos de mão e concentrando chakra criei um clone de névoa e me afundei ao chão, me escondendo como um topeira. A torrente de chakra Raiton atingiu o clone que encenava, e devido ao clarão do ataque nem Ligeirinho foi capaz de identificar se era clone mesmo, e se aproximou enquanto o clone encenava seus últimos segundos sem falar nada. Examinou o clone que se contorcia, fez um barulho com a boca. — Tsc, tsc, tsc. Lixo, achava que ia me vencer? O idiota ali talvez, nem jutsus conhecia direito apenas alguns de academia mais eu, eu sempre estive em um patamar elevado ao dele._ Chutou o clone e o atravessou, olhou para os lados e para o clone surpreso, indagou desesperado com a reviravolta. — Um Oboro Bunshin? Konearo, vou te matar não, onde está vo..._ Agarrei o tornozelo de Ligeirinho, sacando uma kunai de três pontas o puxei para baixo e submergi da terra o prendendo como um topeira. — Maldito! Maldito! Maldito! Você me enganou com um truque desses?_ Vociferou imóvel como um pé de feijão recém plantado. — Seu trunfo era a inteligência, mais também foi sua maldição. Achou que era mais inteligente que eu e que essa batalha já estava ganha e baixou a guarda, não raciocinou direito e perdeu, fui ensinado a nunca abaixar a guarda e usar os recursos a minha volta para vencer e você, seu merda, perdeu e vai morrer agora. HAHAHAHAHAHAHAHAHA!_ Ri em escárnio com uma face completamente desprovida de senso ou bondade. Lixos como esses dois não mereciam minha compaixão, continuei com a risada de escárnio pegando minha katana e...— Por favor, não me mate, deixe que os ninjas me capturem não me mate!_ Suplicava desesperadamente, meu ego sendo massageado, como era bom. — Pede misericórdia, mais não a merece, tratou como lixo seu parceiro e o insultou mesmo ele estando no abraço da morte, não pensou em ajudá-lo, isto é horrível até mesmo para criminosos, que se julgam “humanos”, isto o condenará ao abraço da morte...Sayonara..._ Desci a katana contra seu crânio o trespassando completamente e matando o meliante instantaneamente, retirei a katana e a limpei posicionando na bainha.




Considerações: O Katsuo não é horrível e sádico, é que ás vezes ele adota certas posturas para esconder o que sente e digamos que ele seja radical quando o assunto é justiça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.google.com
Eve

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 25
Localização : Hellcife
Número de Mensagens : 3285

Registo Ninja
Nome: Harima
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 3350
Total de Habilitações: 106,25

MensagemAssunto: Re: [Treino 3] - Os criminosos   Sab 8 Jun 2013 - 21:01

Ninjutsu: 4,25 + 0,75 = 5
Taijutsu: 3,75 + 0,25 = 4
Kenjutsu: 4,5 + 1 = 5,5
Genjutsu: 0
Selos: 3 + 0,5 = 3,5
Trabalho de Equipa: 0

Força: 3
Agilidade: 3,5 + 0,75 = 4,25
Controlo de Chakra: 5 +1 = 6
Raciocínio: 2
Constituição: 3 + 0,25 = 3,25

Total avaliado: 4,5/7
Total das habs: 32 + 4,5 = 36,5

Comentários: Não tenho muito o que comentar, teu char é um bocado malvado '-'. Só achei que exageraste um pouco em quase não apanhares, estavas lidando com dois homens, sendo que pelo menos um sabia técnicas ninja de nível maior que o teu. Atualizado Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Treino 3] - Os criminosos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kumogakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }