Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão de Rank D - Trio do gelo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
itachi dattebayo

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : No escritório do Kishi
Número de Mensagens : 9439

Registo Ninja
Nome: Kazuki Hitsuyaga
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 12650
Total de Habilitações: 383,75

MensagemAssunto: Missão de Rank D - Trio do gelo   Sab 15 Nov 2008 - 8:38

3 Ninjas da recem fundada Hakugakure no Sato (vila oculta da neve) estão a pilhar nas praças de kiri, perto do Rio Hoshigaki.
Impeçam-nos de levar o dinheiro dos habitantes, e capturem-nos para o interrogatório.
Não tem superiores disponiveis conto com vocês.

Numero minimo de pessoas: 2 Rank Gennin
numero Máximo de pessoas: 3 Rank Gennin
Recompensa: 300 ryo + 1 Scroll + 1 ponto de cumprimento.

Inscritos: Yasumi Suki e Kattomy Mai
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/eddywang
CookieDreams


avatar

Sexo : Feminino
Idade : 22
Localização : NPRPG, amirite?
Número de Mensagens : 273

Registo Ninja
Nome: Yasumi Suki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Seg 1 Dez 2008 - 15:07

...Isto ainda está aberto?

Se estiver, eu inscrevo-me.
x)
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6130

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 240
Total de Habilitações: 318,75

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Seg 1 Dez 2008 - 15:10

Eu entro também!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
Ero Sennin


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : Leiria
Número de Mensagens : 1625

Registo Ninja
Nome: Akio
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Seg 1 Dez 2008 - 15:17

Inscritos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ero Sennin


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : Leiria
Número de Mensagens : 1625

Registo Ninja
Nome: Akio
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Seg 1 Dez 2008 - 16:31

Visto que o Durban não se inscreveu, porque vai ter duelo, podem começar a missão.

Ordem de postagem:

1º - Kattomy Mai
2º - Yasumi Suki

EDIT: Alterei a ordem de postagem a pedido de várias famílias... (A CookieDreams ainda não esteve online desde que dei a ordem de postagem, portanto não vai interferir.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6130

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 240
Total de Habilitações: 318,75

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Seg 1 Dez 2008 - 22:15

< Treino N.5

MISSÃO DE RANK D - TRIO DO GELO

Kattomy Mai estava ainda na cama dormindo virada para cima com um livro em cima da cara, “In The Wild”… No momento em que alguém bate à porta, Mai acorda sobressaltada levantando o tronco, o que fez com que o seu livro caísse no seu colo. Quem quer que fosse que estivesse à porta, voltou a bater. Desta vez Mai apercebeu-se que havia alguém à espera de ser recebido e levantou-se sonolenta deitando cobertores e livro para o chão.
Ao abrir a porta deparou-se com uma cara que lhe era familiar. O individuo começou a falar:
- Gomen, Ohayou! - Era o mensageiro de Okashii. - Trago uma mensagem de Mizukage-sama para si.
- Para mim!? - Mai ficou surpreendida, seria uma missão?
- É, afinal de contas, de momento não está aqui mais ninguém. - O mensageiro sorriu. - Mizukage-sama tem uma nova missão para si, apresente-se o mais rápido possível no seu gabinete.
- Wakatta... - Disse coçando o cabelo despenteado.
Assim que o mensageiro sumiu, Mai fechou a porta e foi-se arranjar, dirigindo-se logo de seguida para o gabinete de Okashii-sama.
- Será que vou ter participar na missão dos meus pais? - Perguntava-se enquanto caminhava, afectada pelo sono...
Chegando finalmente ao seu destino, bateu à porta e recebeu a ordem de entrada.
- Ohayou gozaimas! - Cumprimentou Okashii. Mai retribuiu e perguntou para confirmação:
- Tem uma nova missão para mim?
- Exactamente! Uma missão Rank D, um pouco diferente da anterior. Irei explicar a missão quando a tua parceira chegar...
- Parceira!? - Mai não estava à espera desta. Será que a conhecia? Provavelmente não, nenhuma das suas amigas era shinobi.
Após quase uma hora à espera, Mai virou-se para Okashii perguntando de uma forma menos formal:
- Oi, será que a minha parceira ainda vem!?
As palavras que o Mizukage ia pronunciar foram interrompidas por um abrir de porta. Okashii reformulou então o que ia dizer:
- Suki, finalmente! A tua parceira já chegou à uma hora atrás!
Suki franziu o sobrolho. De repente tinha muita coisa para processar... Parceira? Que parceira? Parceira para a missão? Eu pensava que ia fazer a missão sozinha...
- É... ela a minha parceira de missão? – Perguntou Mai logo de seguida apontando para Suki.
- Hai. - Respondeu o Mizukage.
- O... Olá. - Disse Mai a Suki, mas esta não respondeu e, em vez disso, olhou para Mai perdidamente, como se se estivesse a perguntar porque é que a outra rapariga estava ali.
Para chamar a atenção de ambas, Okashii tossiu propositadamente.
- Passando à missão... A razão que pela qual vos mandei chamar é porque não tenho mais gente disponível de momento, caso o contrário assim o faria.
As duas decidiram então ouvir a explicação da missão.
- ...e é por isso que é necessário ambas trabalharem em equipa. - Terminava. - Entendido?
- Hai. - Respondeu Mai... somente.
- Suki? Entendido?
- Hai... - disse por fim num tom relutante
- Nesse caso, boa sorte e tenham cuidado.
Suki saiu de imediato e Mai foi logo atrás fechando a porta atrás de si, alcançando de seguida a sua parceira de missão. Após alguns segundos de silêncio enquanto caminhavam em direcção à saída do edifício, Mai fez uma segunda tentativa para estabelecer diálogo:
- Mizukage-sama disse que os ninjas estavam a pilhar nas praças. Penso que devemos dirigir-nos imediatamente para lá...
Suki acentiu em concordância.


Última edição por GhosTTerroR em Qua 3 Dez 2008 - 11:41, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
CookieDreams


avatar

Sexo : Feminino
Idade : 22
Localização : NPRPG, amirite?
Número de Mensagens : 273

Registo Ninja
Nome: Yasumi Suki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Qua 3 Dez 2008 - 0:59

Enquanto continuavam a silenciosamente correr pelos telhados de Kirigakure, Mai e Suki ambas se debatiam sobre o que fazer.

Por um lado, Mai perguntava-se como conseguiria fazer uma missão com esta tão inesperadamente silenciosa parceira. Ela não estava muito habituada a fazer missões em equipa, mas pelos vistos a outra rapariga nesse aspecto era ainda pior do que ela. Suki, ligeira frieza e antipatia á parte, nem parecia ser muito má. O único problema era o sempre presente silêncio que Mai não parecia conseguir quebrar.

Igualmente indecisa, Suki também não sabia o que fazer. Ela nunca tinha feito uma missão em equipa, e não sabia como é que tudo iria correr com aquela rapariga de cabelos brancos a empa... a ajudar. Sim, trabalho de equipa, é isso.
Mas como é que conseguiriam fazer alguma coisa de jeito se nem sequer falavam?
Chegando á conclusão que mais valia proferir algumas palavras e socializar um pouco do que falhar a missão, Suki reuniu toda a sua coragem e dirigiu palavra.

- O Mizukage disse que os ninjas andavam a plagear as praças de Kirigakure perto do rio, mas, se bem me lembro, lá existem duas ou três praças... Também não sei o aspecto desses tais ninjas, mas se estiverem camuflados na multidão não sei como os vamos encontrar. – declarou Suki, para grande surpresa de Mai que olhava para com um olhar incrédulo e um ligeiro sorriso nos lábios.

- Bem, com camuflagem não precisamos de nos preocupar! – disse Mai alegremente, depois de alguns segundos a processar a informação que lhe fora dada. – Enquanto tu te atrasaste, o Mizukage explicou-me um pouco melhor a missão... pelos vistos, eles não são muito inteligentes e nem fazem um simples genjutsu para se camuflarem. São é muito rápidos e esquivos, mas ainda só houveram duas tentativas para os apanhar por dois ninjas de rank D. – Mai pausou e aproximou-se de Suki, cobrindo a boca com as mãos como se lhe fosse contar um segredo. Suki instintivamente aproximou o ouvido dela. – Não digas ao Mizukage que eu te contei mas... pelos vistos os genins de rank D eram os dois uns grandes falhados... eram tão maus que os encontraram inconscientes a um kilómetro do rio, ambos presos e enterrados até á boca em neve, uma cenoura enfiada no nariz de cada um! – com isto, as duas quebraram-se em risos histéricos, as figuras dos pobres genins gravadas em ambas as suas mentes. Não admira que uma figura tão estúpida por parte dos ninjas de Kirigakure fosse considerada um segredo.

- Obrigada pela ideia, hei-de fazer isso ao meu sensei! – comentou Suki, limpando uma lágrima no canto do olho. – De qualquer das maneiras, quando os encontrarmos vamos ter de decidir com quem lutar. São três ninjas e nós somos apenas duas.

- Não te preocupes, quando os virmos logo decidimos o que fazer. A descrição deles é dois magros de estatura média e um gordo do mesmo tamanho. Usam óculos de Sol e vestem roupas brancas e azuis claras. – assegurou-lhe Mai, que tinha lido o ficheiro da missão quatro vezes antes de Suki chegar. – Não devem dar grande luta, só temos de ter cuidado para não fugirem.

-Okay. Por onde começamos?

- Vamos tentar a nossa sorte na Praça de Kazukane, é a única perto do rio Hoshigaki que eles ainda não plagearam.

Suki assentiu e continuaram a correr pelos telhados de Kirigakure.

- Já agora, - interrompeu Suki – porque é que eles usam óculos de sol?

-------------------000-------------------


Depois duma conversa sobre óculos de sol, armas e jutsus, chegaram ao seu destino. Aí, Suki concluiu que a praça de Kazukane era muito maior do que pensava.

Mai, que vivia em Kirigakure desde que tinha nascido já lá tinha ido mas Suki, que tinha chegado apenas á um mês, ficou espantada com o tamanho da praça e a sua enorme diversidade de produtos. A praça estava dividida em secções, cada uma delas sendo um conjunto de pequenas tendas onde todos vendiam o mesmo, quer sejam armas, roupas, jóias, frutos, doces, legumes... Apetecia saltar para cima das bancas e esbanjar todo o dinheiro possivel, mas ambas tinham uma missão a cumprir.

Em vez de entrarem pela multidão adentro e procurarem os ninjas, decidiram manter-se no telhado. Se eles lá estivessem, seguramente que os conseguiriam encontrar numa hora. Se não, partiriam para a praça seguinte.

Tanto Mai como Suki não estavam bem talhadas para aquilo.

Foram precisos cinquenta minutos para encontrarem um único ninja da neve, e a busca não fora particularmente fácil. Tanto Suki como Mai tinham confundido pessoas, como um homem cego que mandara o cão guia atacá-las, tomando-as por ladrões. Elas simplesmente fugiram dele e continuaram a busca, mas a confusão era tão grande que dificulmente avistavam algo. O facto do cão estar constantemente atrás delas também não ajudava muito. Suki tinha inclusivamente adormecido em cima do telhado, tendo sido acordada por uma mordidela do animal. Mai não sabia se devia dar-lhe um raspanete ou rir-se. De qualquer das maneiras, após muito esforço haviam encontrado um dos ninjas da neve.

Parecia ser um dos magros, e estava vestido em robes um tanto exuberantes. Usava uns óculos de sol, tal como descrito, e o seu cabelo era comprido e estava em pé. Também era feio como tudo, mas isso não importava.

Já tendo combinado durante o caminho que iriam fazer, Mai e Suki meteram-se em posição.

O plano resumido era este:
Se encontrassem um ninja da neve separado dos outros, iriam tentar capturá-lo fazendo o minimo de algazarra possivel. Por-lo-iam inconsciente e esconder-lo-iam no telhado, revistando as suas coisas e procurando por algo que permitisse a Mai usar a sua Técnica de Rastreamento e encontrar os outros dois ninjas. Com eles repetiriam o mesmo processo e pronto, já está.

Foi com esse plano em mente que Suki e Mai discretamente se aproximaram do ninja. Esconderam as headbands dentro dos bolsos e começaram a disfaçadamente ver fruta , uma cada lado do ninja. Suki deixara o seu bastão no telhado porque dava muito nas vistas, mas Mai tinha trazido as suas shurinkens. Se ele tentasse fugir, ela atacava-o.

Assim que as duas se encontravam apenas a um metro de distância, entreolharam-se e sorriram, prontas para atacar.

Aos três... pensaram em unissono 1...2...

- 3!!!! – gritaram, enquanto se atiravam para cima do ninja.
Tanto as genins como o seu alvo cairam, as pessoas á sua volta surpreendidas, olhando para os ninjas enquanto se debatiam no chão.

- Hyouton, Daibakufu no Jutsu !!! - gritou o ninja da neve. O som duma explosão foi tudo o que Mai e Suki ouviram antes de serem cobertas por neve dos pés á cabeça.

O ninja aproveitou a distracção para fugir, mas Mai agarrou-lhe o pé antes que ele pudesse ir aonde que que fosse.

- Suki! Atinge-o! – gritou ela, a sua mão escorregadia da neve não a permitiria agarrar o ninja por muito mais tempo.

Suki, ouvindo o pedido de Mai levantou-se e pegou na primeira coisa que lhe veio ás mãos – uma melancia. Reunindo toda a sua força, espetou a melancia na cabeça do ninja, que não teve tempo para fazer mais nada senão estupidamente cair para o lado.

Silêncio.

Porque é que está toda a gente a olhar para nós com caras aparvalhadas?
Foi tudo o que Suki conseguiu pensar até que avistou uma figura no meio da multidão.

Era um ninja da neve.

Suki amaldiçoou a sua sorte, concentrando chakra nos pés e correndo atrás do ninja. Não o podia deixar fugir – se ele avisasse o outro eram dois ninjas que lhes ecapavam

- Mai! Ele vai avisar o outro! – foi a última coisa que ela disse antes de desaparecer da vista de Mai.

Ela sorriu, levantou-se e, imitando Suki, correu atrás deles. Mal podia esperar por lhes mostrar o seu kekke genkai.

---
((As palavras em itálico são pensamentos))
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6130

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 240
Total de Habilitações: 318,75

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Qua 3 Dez 2008 - 15:30

Apesar de tudo Suki era um pouco mais rápida que Mai, pois esta não estava muito habituada a correr, e acabou por ganhar alguma vantagem. O ninja do gelo facilitava a perseguição abrindo o caminho com alguns encontrões nas pessoas que estavam na rua. Ao chegar à esquina, dobrou-a. Suki estava logo atrás, dobrando a esquina dois segundos depois. De costas, o ninja fujitivo era bastante parecido com o ninja anterior, tão magro como ele e com a armação dos óculos de sol segura nas orelhas.
Shunshin no Jutsu!
Suki surgiu acima dele caindo-lhe nas "cavalitas" agarrando-o no pescoço.
- Apanheiooore!? Nanda!? - Mais uma vez com a multidão à sua volta a olhar para si, Suki estava em cima de um bocado de neve. O ninja tinha desaparecido. - Um Bunshin? Yuki Bunshin [Bunshin de Neve]?
Lá atrás, junta à esquina que os dois dobraram uns segundos antes, o ninja do gelo ria-se da gennin que ficara furiosa. No entanto não se riu durante muito tempo pois recomeçou a fuga em direcção frontal quando viu Mai mesmo atrás dele. Kattomy Mai parou vendo Suki na rua à sua direita no chão e perguntou:
- Está tudo bem!?
- Hai! - Gritou Suki. - Apanha-o!
- Vai buscar o teu bastão e alcança-nos lá à frente! Este é meu!
- Wakata!
Ao ter confirmado que Suki estava bem, Mai retomou a perseguição. O ninja já tinha ganho alguma vantagem, tinha de haver alguma forma para Mai o apanhar mais facilmente. Agarrou então numa banana de uma tenda que estava ao seu lado...
«Ninpou, Banana no Jutsu!» (!?!?) [disse Mai brincando]
Atirou a banana em direcção ao ninja. Milimetricamente, mais por sorte que por pontaria, a banana aterrou em cheio no local onde o ninja ia dar o próximo passo. O pé dele escorregou a alta velocidade para trás, fazendo com que ele se inclinasse para a frente. Ainda deu aos braços e às pernas tentando nadar e voar, mas por fim percebeu:
- O não... - E caiu de cara no chão. Ainda queixando-se do nariz, viu uma gennin rachada (devido aos óculos) correndo na sua direcção rapidamente. Apressou-se a levantar-se e virou no beco que estava logo à sua frente. Desta vez um bunshin não ia resultar pois Mai estava a um passo de o apanhar, sobretudo quando ambos se aperceberam que aquele era um beco sem saída.
- Parece que vou ter que lutar. - Pensou em voz alta tentando fazer um tom confiante enquanto se virava para Mai.
- Hai... - Disse Mai num tom ainda mais confiante colocando um sorriso e olhar maléfico na sua expressão facial.
O shinobi do gelo pôs-se em posição de combate e Mai decidiu dar uso à sua Kekke Genkai. Ao ver a imagem à sua frente, o ninja do gelo perdeu o ar de confiança que tinha e por cada passo que Mai dava na sua direcção, ele recuava. Sentindo o pé encostar-se ao fim do beco o ninja fechou os olhos e atacou a rapariga.
Kugikame Ryuu!
Desviando-se do soco do ninja dos óculos partidos para a esquerda, Mai arranhou-lhe uma perna e girando cerca de meia volta golpeou-lhe a face com a outra mão. O ninja recuou queixando-se da cara e Mai lançou um ataque furioso fazendo arranhões nos braços e peito com as suas unhas até o encostar a uma das paredes do beco.
- Shyne... - A gennin sentia-se poderosa e com um ar ameaçador preparava-se para dar o golpe de vitória quando foi interrompida.
- Alto e pára o baile!
- O baile!? - Mai virou-se sem perceber muito bem, deixando o ninja cair aliviado e já sem condições para combater de cu no chão. Do outro lado do beco estava um tipo gordo com óculos de sol e roupas brancas e azuis, idênticas às dos outros dois ninjas.
- Ah hah! És o terceiro! Ainda bem que vieste ter comigo porque...
- Calou! - Ordenou o ninja gordo deixando Mai irritada por ter sido interrompida. - Ninguém se mete com os três ninjas do coração de gelo! - Dizia numa expressão heróica apontando em direcção aos céus... o seu dedo desceu em direcção a Mai. Por teres atacado um de nós, vais receber a fúria dos três!
- Oi, oi! - Chamava Mai.
- Huh? Que foi?
- Não são três, até porque um está inconsciente no meio da praça e o outro está atrás de mim a desejar nunca ter posto cá os pés.
Um estranho brilho surgiu nos óculos do gordo... parecia irritado.
- Vais pagá-las... - murmurou olhando com uns olhos assustadores por cima dos óculos.
Hyouton, Yukiyuu no Jutso (Bola de neve)!
Fez alguns selos e cuspiu pela boca uma bola de neve coberta de chakra de tamanho médio em direcção a Mai.
- Isto é mau! Disse a genin apanhada desprevenida.
A bola de neve desfez-se com o forte impacto!...
- Suki! Sugoi!
A sua companheira saltara do telhado acima do beco e bloqueara a bola de neve com o seu Bo.
- Não brinquem comigo!!! - Gritou o gordo ainda mais furioso.
Hyouton, Yukiyuu no Jutso (Bola de neve)!
Desta vez a bola era maior, da largura do beco.
Em simultâneo as duas fizeram os cinco selos: Bode, Javali, Boi, Cachorro, Cobra!
KAWARIMI NO JUTSU!
A bola de neve espatifou-se contra o fim do beco esmagando algumas telhas não acertando no amedrontado companheiro por pouco.
Kugikame Ryuu!
Mai atacava o ninja gordo vinda de cima enquanto Suki caía à sua retaguarda. Cravando as unhas na face do ninja soltou um gemido:
- Que... que frio!!!!! - Mai olhou para as suas unhas cheias de neve. Atrás das duas genins a voz parva do ninja a rir-se entoou no beco.
- Eu também sei usar o Kawarimi!
Suki parecia ter ficado irritada com a confiança arrogante do ninja do gelo e passou ao ataque!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
CookieDreams


avatar

Sexo : Feminino
Idade : 22
Localização : NPRPG, amirite?
Número de Mensagens : 273

Registo Ninja
Nome: Yasumi Suki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Sab 6 Dez 2008 - 2:25

- Shunshin no Jutsu! – gritou Suki, rapidamente fazendo os selos enquanto equilibrava o Bo no braço. Substituindo-se por névoa, desapareceu do local, deixando Mai a perguntar-se onde raio é que a rapariga tinha ido.

Passaram-se alguns segundos até que foi ouvido um estrondo, e Mai automaticamente virou a cabeça para a origem do som.
Suki tinha praticamente rachado a cabeça do ninja da neve mais magro.

- Um fora do caminho. – ouviu a kunoichi dizer enquanto, mais uma vez, disparava-se na direcção do ninja da neve

- Kawarimi no Jutsu! – gritou ele pela segunda vez.

Mai nem conseguiu pestanejar antes de sentir um enorme peso na cabeça. A sua força era tão grande que caiu no chão.

- AHHHHGHH – meio gritou, meio gemeu. A sua nuca estava espalmada contra o chão e os seus braços tinham ficado presos debaixo do que quer que fosse que a tinha atingido. Demorou algum tempo ter a perceber que estava debaixo do enorme rabo do ninja da neve.

- MAI! – gritou Suki, correndo para ela e ignorando o chapéu debaixo dos seus pés. Nem conseguia imaginar o sofrimento da sua amiga! Debaixo de algo tão pesado, tão nojento e tão... uhhh... imprevisivel. EWWWWW!!!! – MAIIIII!! – berrou desesperadamente, determinada a salvar a sua amiga do possivel destino que a sua mente paranoicamente suja apresentava.

Correndo para o ninja, Suki apontou-lhe o bastão á cara. Ele meteu o braço á frente e bloqueou o ataque, mas parecia ter errado a calcular a força usada porque imediatamente começou a esfrega-lo com a dor. Suki aproveitou o momento e atingiu-o na cara com o pé esquerdo.

Ack! – gemeu ele, desviando-se apenas um pouco para o lado, mas o suficiente para Mai conseguir libertar os seus braços.

Um sorriso malévolo e, ao mesmo tempo, irritado, iluminou as feições de Mai antes de ela mover as suas mãos e fazer dez enormes arranhões no rabo do ninja.

- AHHHHHHHHHH – berrou ele, lágrimas acumulando-se nos olhos. Levantou-se tão imediantamente como gritou e começou a correr, deixando para trás várias tiras de tecido, algumas delas estampadas com bonecos de neve. Tanto Suki como Mai fizeram uma nota mental para se afastarem dessas tiras.

De repente, o ninja começou a dirigir-se para a praça.

- O sacana vai fugir! – gritou Mai, levantando-se e começando a correr atrás dele. Suki imitou-a.
-------------------000-------------------

O ninja correu e correu, passando por lojas de roupa, de jóias e algumas de comida, ocasionalmente atirando coisas para trás, tentando atrása-las. As pessoas olhavam para eles bastante surpreendidas, algumas reconheciam Mai e desejavam-lhe boa sorte, outras tentavam agredir o ninja da neve por lhes derrubar as coisas, mas tinham muito pouco sucesso. Depois de evitarem muitos barris, caixas, peças de roupa e sapatos, Mai e Suki já começavam a ficar cansadas. Tinham dado nove voltas á gigantesca secção de roupas da praça e ainda não tinham chegado perto de o apanhar sequer.

- Se continuarmos assim nunca o vamos conseguir apanhar! – bradou Mai, que já mal conseguia acompanhar Suki, quanto mais correr atrás da ninja. Atletismo não costumava fazer parte do seu regime de treino.

- Pois... – concordou ela, assumindo um ar pensativo. Passados alguns segundos, voltou a falar. – Olha, e que tal se nós nos separarmos? Eu continuo a correr atrás dele, e enquanto damos mais uma volta á praça tu arranjas armadilhas ou coisas para atirar. Pede aos donos das lojas e diz que é uma missão e que o Mizukage paga os prejuizos.

- O Okashii-sama não é capaz de achar muita piada a essa ultima parte... – disse Mai preocupadamente. Só sabia que enfrentar a raiva do Mizukage não era uma coisa particularmente agradável. – Bem, mas não podemos continuar assim. Eu vou tentar arranjar qualquer coisa enquanto vos mantenho debaixo de olho.

Dito isto e sabendo que não se podia demorar, Mai saltou para o telhado e dirigiu-se á única secção perto da de roupa – ironicamente, a secção das frutas.

Rapidamente começou a procurar por algo que pudesse fazer de arma improvisada – as melancias era demasiado duras, as bananas precisavam de demasiada pontaria, castanhas eram demasiado pequenas, era um crime estragar maçãs daquela maneira...

De repente, estacou á frente de uma banca.

Bingo!
-------------------000-------------------

Enquanto isso, Suki perguntava-se porque é que Mai estava a demorar tanto tempo, olhando á sua volta e tentando detectar a sua companheira – podia ter alguma resistência, mas não era capaz de correr para sempre. Será que os tinha perdido de vista? Não, o ninja ainda estava estupidamente a dar voltas ao mesmo sitío.

Ficou surpreendida quando conseguiu avistar a sua companheira – ela estava um pouco mais á frente, em cima do telhado duma loja e arrastando consigo um barril que parecia conter algo muito pesado.

Suki sorriu e, confiando na sua companheira, concentrou-se na perseguição. Não notou no cão do homem cego escondido por detrás de uma chaminé.
-------------------000-------------------

Só mais um bocadinhoooooooooo

Pensava Mai vezes sem conta enquanto arrastava o barril consigo - devia ter escolhido algo menos pesado. Fazendo um pouco de mais força, finalmente conseguiu meter o barril no sitio que queria – á beira do telhado.

Limpando o suor da testa, olhou para Suki e o ninja da neve – estavam quase a chegar. Pôs-se em posição. Eles iam chegar em 10...9...8...7...6...5-

- AI! – berrou, sentido uma dor na perna. Insitintavamente levantou-a, batendo no barril. Este desequilibrou-se e caiu, alguns segundos mais cedo do que planeava. O barril estatelou-se no chão, partindo-se e espalhando sumo de laranja por tudo quanto era sitio.

Raios! Pensou Mai enquanto se desviava do cão do homem cego e evitava outra mordidela.
-------------------000-------------------

Lá debaixo, Suki tinha visto tudo... ou não – estava tão absorvida no seu ódio pelo estupido do cão que não se apercebeu de que, afinal, só tinha visto metade.
Não tinha visto o ninja da neve escorregar no sumo de laranja, não o tinha visto espalhar-se no meio do chão, e não tinha visto o quão lindamente ele estava á sua frente, numa posição perfeita para ela tropeçar e cair em cima dele... e foi isso que aconteceu.

- GAHHHH – gritou Suki, os seus berros abafados pelas banhas do ninja da neve. Esperem... ninja da neve.... – APANHEI-TE! – gritou ela, desta vez triunfantemente. Por sua vez, o ninja não se mexeu. Será que tinha batido com a cabeça nalgum sitío...?

-----------00000---------

- Portanto, basicamente, vocês as duas em pouco mais de uma hora conseguiram levar com quatro queixas de vendedores, meter três ninjas no hospital com traumatismos cranianos e fazer prejuízos no valor de 6000ryo, barril de sumo e contas do hospital excluidas. Há alguma declaração que queiram fazer em vossa defesa?

- Gomen... – murmurou Mai, esfregando a nuca embaraçosamente.

- Não fizemos nada que nos dissessem para não fazermos. E cumprimos o nosso dever. Porque é que-

- Ela quer dizer, - interrompeu Mai, tapando a boca de Suki – que pedimos imensa desculpa e não voltaremos a fazer isto. Não nos importamos de abdicar do pagamento. – disse ela, recebendo um olhar protestador da sua colega.

- Bem, não é preciso chegar tão longe... – disse Okashii, suspirando – No entanto, vou ter de vos dar mais uma pequena missão: levem os ninjas da neve de volta ao seu país. Os seus crimes não foram tão maus como isso, e eles traziam consigo dinheiro suficiente para pagar todos os prejuizos. Simplesmente deixem-nos algures num barco que se dirija ao país da neve e peçam ao dono para os deixar lá. Eu vou pedir aos médicos para lhes darem qualquer coisa que os ponha a dormir durante a viajem. Quando acabarem, venham ter comigo.

- Hai. – responderam as genins. Talvez a ideia de uma nova pequena missão não fosse assim tão má...
-------------------000-------------------

- Achas que está bom? – perguntou Mai, ajustando os legumes um pouco melhor.

- Sim, perfeito - respondeu Suki, limpando o suor da testa. Carregar três ninjas não era NADA fácil. Iam chegar a casa todas doridas... mas ao menos valera a pena. – Só falta o último toque. – disse, tirando algo do bolso.

Dado esse último toque, ambas as genins fecharam a caixa e deixaram para trás três ninjas da neve atados uns aos outros, uma cenoura enfiada no nariz de cada um e um post-it colado na testa do maior. Quem se aproximasse, veria que o pequeno papel continha a receita de uma sopa de legumes.


The End
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6130

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 240
Total de Habilitações: 318,75

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Dom 7 Dez 2008 - 12:43

É possível que tenha passado ao lado da atenção do staff, mas missão já acabou.
Quando pudessem avaliá-la de forma a que possámos continuar o roleplay agradecia.

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Dom 7 Dez 2008 - 12:46

Passou mesmo ao lado. Com a manutenção.

Avaliação:

Yasumi Suki

Força: 2 + 0,75= 2,75
Agilidade: 2 + 1,25 = 3,25
Inteligência (afecta a capacidade de chakra): 3,5 + 1 =4,5
Constituição(afecta a resistência): 3 + 0,5 = 3,5

Ninjutsu:4,25 + 0,5= 4,75
Taijutsu:3,25 + 0,25 = 3,5
Genjutsu:1
Selos (afecta a precisão/sucesso e rapidez da performance):2 + 0,25= 2,25
Trabalho de Equipa:0 + 1 = 1

Kattomy Mai

Força: 3 + 0,5= 3,5
Agilidade: 1,25 +1 = 2,25
Inteligência: 5,75 + 1 = 6,75
Constituição: 2,25 + 0,75= 3

Ninjutsu: 3,5 + 0,5= 4
Taijutsu: 4,5 + 0,5=5
Genjutsu: 0
Selos: 2,5 + 0,25= 2,75
Trabalho de Equipa: 2 + 1= 3

Fichas actualizadas, qualquer problema com a avaliação pm.

Um conselho, escrevam mais vezes juntas, vão ganhar muito com isso. Gostei da missão, ficou algo diferente e cómica.

Parabéns receberam todas as recompensas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Ero Sennin


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : Leiria
Número de Mensagens : 1625

Registo Ninja
Nome: Akio
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Dom 7 Dez 2008 - 13:28

Killer atenção que o Ghost não é uma rapariga xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Dom 7 Dez 2008 - 13:34

Ninguem viu xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   Sab 13 Dez 2008 - 21:44

Arquivada
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: Missão de Rank D - Trio do gelo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão de Rank D - Trio do gelo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }