Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [A Flor e o Tigre de Konoha] 13 - O Espelho (Parte III)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hana

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : In your mind ;)
Número de Mensagens : 3255

Registo Ninja
Nome: Hana Yamanaka
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7945
Total de Habilitações: 362,5

MensagemAssunto: [A Flor e o Tigre de Konoha] 13 - O Espelho (Parte III)   Sab 30 Mar 2013 - 22:02

Filler
Título com Link
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
[url=]Hanami High School (Parte Final)[/url]
11
12
13


A Flor e o Tigre de Konoha
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Saga Conjunta - Yamanaka Hana e Nara Tora

Filler 13 - O Espelho (Parte III)

Citação :
Hana = Hana Original
HanaF = Hana Falsa
Citação :
“Sabes que essa será a luta mais difícil de sua vida, não sabes? – diz HanaF telepaticamente para sua adversária enquanto flutuavam em busca de uma boa área.

“Não sei, depende de muita coisa. Ninguém me conhece melhor do que eu mesma, por isso será a luta mais difícil e ao mesmo tempo a mais fácil.” – responde mentalmente a Yamanaka original.

“Não deixa de ser verdade... Escuta, não preferes desistir logo e deixar que eu vença? Assim evitamos lutas desnecessárias. Ainda posso te deixar viva.” – pergunta Hana F.

“Queres roubar minha mãe, meu namorado, meu trabalho, minha família, meus amigos, minha vida toda e acha que vou ficar parada?” – respondeu Hana com determinação em proteger aquilo que ama.

“Não digas que não avisei, quando estiveres à beira da morte não poderei voltar atrás.” – diz HanaF a diminuir a velocidade e descer numa área próxima a um rio.

“Pois bem querida, agora eu te faço a mesma proposta. Queres desistir de tentar roubar minha vida e ser livre para ter a sua própria? Mesmo que fique com minha aparência para sempre... “ - pergunta Hana.

“Aff, acho que nós falamos demais, ou melhor, pensamos demais. Melhor acabarmos logo com isso e ‘the winner takes it all’ (a vencedora leva tudo).” – finalizou HanaF já a levitar algumas senbous.

“Ok, let’s go!” – disse Hana um pouco triste por não ter outra solução, mas perder não era uma opção.

_ Hari no Arashi! (Tempestade de Agulhas) – diz HanaF a mandar dezenas de senbous na direção da verdadeira, mas esta cria um escudo simples que a defende.

_ Shibari! – falou Hana a aprisionar a inimiga num genjutsu e dar um impulso de chakra nos pés a deixar um rastro de flores enquanto se aproximava da adversária.

_ Não tão fácil. – sorriu HanaF a concentrar chakra na mão e dar um forte soco no chão, a quebrar uma grande área.

_ Eu devia saber que genjutsus não funcionariam já que temos o mesmo nível e técnicas. – dizia Hana enquanto criava um escudo rosa em seu braço ferido por uma grande pedra.

_ Você sabe bem que com essa ferida no teu braço eu posso te derrotar agora mesmo, tenho a vantagem. – fala HanaF.

_ Então por que ao invés de me matar estás a esperar que eu me cure? – questiona a Yamanaka.

_ Bem... eu quero me divertir, se estiveres ferida não terá graça. – respondeu a outra.

_ Vejo que nossa semelhança vai além da aparência física. Por favor, vamos resolver isso na conversa, não quero lutar e tenho certeza que também não queres. – falou Hana a sorrir e se aproximar da inimiga.

_ Não se aproxime! Onde está toda aquela determinação em defender o que é seu? – diz a adversária visivelmente nervosa.

_ Eu quero defender o que é meu, isso inclui minha personalidade a qual você também possui. Fico muito triste quando sou obrigada a lutar, então se você sente o mesmo não há razão para ambas ficarmos tristes a lutar, podemos ser amigas, ou até irmãs. – sorria Hana enquanto se aproximava.

_ Amigas...? – perguntava em voz baixa HanaF com os olhos cheios de lágrimas. _ Gomenasai, Hana-chan, não tenho essa opção. – fala a garota a enxugar as lágrimas e adquirir uma aura rosa.

_ Ela está a utilizar o Tasuke no Tate (Escudo de Ajuda) para aumentar a força e a agilidade. – murmurou Hana a constatar que a adversária utilizara seu jutsu, o que demonstrava que a luta era inevitável. _ Eu realmente não quero lutar comigo mesma, quero proteger o que é meu, mas não queria ter que me derrotar para isso. – fala com pesar e logo depois também adquire uma aura rosa.

_ Que tal corpo a corpo? – propõe a inimiga.

_ Pode ser. – respondeu a loira.

_ Que vença a melhor. – e as duas se aproximam com um hana shunshin e o som de metal ecoa por todo o local.

_ Ambas tivemos a idéia de usar a rapieira Ryuusaki, fazia tempo que não a utilizava. Pelo visto também não é fã de taijutsu. – dizia a Hana verdadeira enquanto tentava manter a força.

_ Cale-se, já sabes que somos idênticas em tudo, pare de fazer análise das minhas atitudes, é desnecessário. Vamos acabar logo com isso. – ao terminar de falar HanaF concentra chakra em sua rapieira e a lâmina cresce, curvando-se a perfurar o ombro da original. _ Por que não tenta lutar de verdade? – pergunta HanaF enquanto uma lágrima escorria em seu olho.

_ Acho que você sabe mais do que ninguém o porquê. – respondeu Hana a abaixar sua arma e colocar a mão com brilho esverdeado do ninjutsu de cura no ombro.

_ Mas eu não tenho opção, preciso matar ou morrer. – diz HanaF.

_ Se realmente és minha cópia você sabe a opção mais óbvia para nós... – fala Hana com rosto de pesar.

_ PARA COM ISSO!!! – grita HanaF a largar sua rapieira e colocar a mão na cabeça. _ Por que não consigo mata-la agora? Por que? Está com a guarda abaixada, seria fácil, mas eu não consigo. – falava consigo mesma a cópia que estava em pânico.

_ Você não consegue porque você é boa, você sabe que eu não tenho culpa de nada, logo eu não mereço a morte, você prefere morrer que me ver morta, você morre por um inocente. Bem-vinda ao meu mundo. – sorriu Hana a se aproximar da adversária e colocar a mão em seu ombro.

_ Eu não quero lutar... Não quero... – murmurava HanaF em prantos enquanto a original a abraçava, de repente os olhos da garota ficaram completamente roxos.

_ O que houve? Posso sentir alguma freqüência de chakra a ser emanada de algum lugar, será que – cochichava Hana quando cospe um pouco de sangue causado por uma kunai que perfura sua barriga. _ Mas... – dizia ela sem entender a reação de sua cópia.

_ Matar. – falava HanaF com os olhos roxos, parecia um robô programado para matar, seus olhos não paravam de escorrer lágrimas.

_ Hana-chan, por favor, pare, você é mais forte que isso. – dizia Hana para sua cópia.

_ Ma... tar... – murmurava HanaF a tremer, como se tentasse resistir. _ Ma... tar. Ma... PARA!!! – gritou ela e por um instante seus olhos voltaram à cor normal, mas depois de um grito de dor adquirem tal coloração novamente e ela corre para cima da Yamanaka com a kunai em punhos.

_ Está a ser controlada. – constatou Hana a criar um escudo triangular à sua frente. _ Quem está a fazer isso deve ser alguém mau, está a deixar que ela veja tudo o que faz para sofrer depois com a culpa. – dizia a loira para si mesma enquanto defendia dos ataques que a adversária dava no escudo.

_ Hana-chan, me ajude! – gritou HanaF em mais um momento que conseguiu readquirir o controle. _ Você precisa me... – tentava dizer à original, mas logo os olhos voltaram à cor roxa e ela continuou os ataques.

_ Não... – negava Hana ao entender o que a sua cópia ia dizer. _ Tem que haver outro meio. Hana-chan, seja forte, você pode se controlar, você precisa se controlar, não deixe ninguém te obrigar a fazer o que não quer. – chorava Hana a implorar para a outra.

”Não consigo me controlar, se ao menos eu pudesse me matar, mas há alguma proteção que impede que eu suicide, não sei o q fazer”, sofria HanaF consigo mesma enquanto se via a tentar matar Hana contra sua vontade.

_ Eu sei que sua mente ainda está aí dentro, infelizmente não consigo chegar à ela, algo bloqueia minha telepatia, mas por favor, lembre-se que nossa mente é nossa força. – dizia Hana a lançar mão de todos escudos que podia.

”É isso! Esse jutsu de controle está no meu corpo, mas minha mente continua intacta, só há um meio de salvar Hana... só preciso adquirir controle do corpo por 3 segundos.”, pensava HanaF a utilizar de toda sua força de vontade para tentar sair daquele jutsu até que seus olhos perdem a cor roxa e a garota sorri para Hana. _ Shintenshin no Jutsu! – falou ela rapidamente após realizar o selo oval e assim fazer sua mente ser projetada para o corpo de Hana.

”Sabia que você conseguiria pensar em algo”, diz Hana dentro de sua própria mente agora dominada pela adversária.

”Gomenasai, Hana-chan, não tenho muito tempo, mas só quero te agradecer por tudo, foi bom conhecer sentimentos assim, acho que a melhor coisa que me aconteceu foi ter adquirido sua personalidade, espero que sejas muito feliz”, falava HanaF a sorrir enquanto se dirigia com uma kunai em punho ao seu corpo caído no chão.

”Espere, não faça isso, podemos dar um jeito de resolver esse problema”, falava Hana a retomar por alguns momentos o controle do seu corpo.

”Gomenasai, isso é impossível, enquanto eu estiver viva tentarão me obrigar a te matar, nunca poderei ser feliz”, respondeu HanaF a tentar pegar o controle do corpo de Hana outra vez, mas a jovem resistia.

”Eu já tive uma vida feliz até agora, por favor aceite esse presente, sua vez de ter uma vida feliz. Te entrego minha vida pois sei que estará em boas mãos”, fala Hana agora a tentar trazer a kunai para seu próprio pescoço.

”És uma boa pessoa, mas não posso aceitar esse presente Hana-chan. Por favor, sejas feliz e lembre-se que carregarás sempre um pouquinho de mim dentro de ti, isso foi engraçado vindo de um clone haha. Obrigada por tudo e desculpe o transtorno.”, após dizer isso HanaF abre um pergaminho e o ativa, criando uma nuvem de fumo que induz ao sono, mas antes que fizesse efeito atinge seu corpo com uma kunai no pescoço. Agora a dormir, Hana não poderia tentar salvar sua inimiga, era o fim de HanaF.


Última edição por Lipe-sensei em Seg 8 Abr 2013 - 21:53, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eve

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 25
Localização : Hellcife
Número de Mensagens : 3285

Registo Ninja
Nome: Harima
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 3350
Total de Habilitações: 106,25

MensagemAssunto: Re: [A Flor e o Tigre de Konoha] 13 - O Espelho (Parte III)   Qui 4 Abr 2013 - 3:05

Devia imaginar batalha entre duas Hana's é tão... Estranho. É quase pedir para dois monges se matarem para salvar algo do interesse de ambos D=
Mas apesar de pacifista, esta luta durou um pouco... E Hana com sua maldita mania de salvar a tudo e todos, o mundo é cruel my friend. Ótimo filler, continuemos \oo/
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[A Flor e o Tigre de Konoha] 13 - O Espelho (Parte III)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers :: Fillers Arquivados-
'); }