Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Filler 1]- Inuzuka Tsubo- Funeral

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Nunoks300

Membro | Konoha
Membro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Número de Mensagens : 65

Registo Ninja
Nome: Inuzuka Tsubo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 33

MensagemAssunto: [Filler 1]- Inuzuka Tsubo- Funeral   Qui 28 Mar 2013 - 18:56

O telefone tocou. Tsubo esticou o braço e atendeu. Rapidamente percebeu quem era. Era a sua avó, a chorar. Algo de muito grave se passava:
-Podes passar à tua mãe?-Disse a avó, a chorar e a assoar-se repetidamente.
-Sim.- Respondeu Tsubo, ainda sem saber o que se passava.
Passou à sua mãe e foi para o quarto. Deitou-se na cama com uma mão atrás da cabeça e outra a fazer festas a Tomodachi.
-Tomo, passa-se alguma coisa. Alguma coisa muito má.
Ouviu o telefone a ser pousado e seguidamente a sua mãe a chorar. O seu pai aproximou-se da mãe, e passado breves momentos foi ter com Tsubo. Tsubo põe os pés no chão, ficando sentado:
-Tsubo, tenho que te contar uma coisa. O teu avô, faleceu. O funeral é amanhã. Não podes levar o Tomodachi, o único cão que pode estar lá é o do avô, e é uma exceção. A avó vem cá dormir. Não fales do avô, amanhã vai haver suficiente disso. Eu vou buscar a tua avó.
O pai de Tsubo saiu do quarto e este voltou a deitar-se:
-Eu sabia que era algo mau, mas isto é… horrível. Podes subir Tomo, hoje preciso mesmo de ti.
O cão subiu para a cama e passado algumas lambidelas na cara do dono, deitou-se, olhando o dono nos olhos, vendo cada lágrima a formar-se. “Ele era quem me ensinava as técnicas, não sei com quem vou jogar xadrez, não sei com quem vou passar as tardes livres de treino, não sei com quem vou ver o pôr-do-sol. Não sei o que hei-de fazer.” Fechou os olhos e deixou-se cair num sono. Num sono de tristeza, de solidão, de melancolia. Acordou algumas horas mais tarde, com o cão a sair da cama para ir receber a avó, também em lágrimas. Comeram em silêncio, com os olhos a olhar para um horizonte inexistente no prato.

[No dia seguinte.]

Tsubo acordou com os passos na sala. Abriu a porta e viu a avó, quieta, chorando, limpando a camisa de lágrimas. Os anjos choravam também, era a explicação que o seu pai lhe tinha dado para a chuva, quando Tsubo tinha 6 anos. Agora a família chorava também. Reconfortava a avó saber que os anjos ficam tristes com a morte de uma pessoa tão bondosa, como o avô Inuzuka. Tsubo vestiu roupa negra. Assim como o resto da sua família. Saiu de casa, a olhar para o céu, cinzento. A cor companheira do negro, e essa sim, a cor da morte. Foram a pé até ao cemitério, cada um usando um guarda-chuva para não se molhar. A terra transformava-se em lama nas covas recentemente tapadas. A primeira parte do funeral foi dentro de um edifício. Estava um caixão aberto, com o familiar falecido de Tsubo. Tsubo foi prestar a sua homenagem. Falar uma última vez com o seu querido avô. Ao dar um beijo na face ao avô, reparou num corte que este tinha um corte na mão. Devia ter sido em casa, a cortar qualquer coisa. Não ligou muito. O caixão foi fechado, e depois transportado para a rua, com imensas flores depositadas em cima do caixão. Tsubo era um dos homens que transportava o caixão. Ao transportá-lo, reparou que no fundo do caixão, mais ou menos onde estão as pernas acumulava-se um líquido. Não ligou, até cair uma gota deste misterioso líquido no chão. Era vermelho. Era sangue. Tsubo fechou os olhos durante um momento, pensando que estava a alucinar. O que o ia fazendo cair, devido ao cão do seu avô, que seguia junto às pernas dos transportadores do caixão. Depois de pousarem o caixão sobre umas cordas, afastaram-se. Agora diferentes pessoas iam dando corda, deixando cair lentamente o caixão na terra, mais parecida com lama devido à chuva. O resto do funeral foi rápido, deixar flores na terra e olhar para o céu, imaginando o avô Inuzuka subir as escadas para o Paraíso. O funeral acabou e todos se dispersaram. Tsubo seguiu com a família, até ver dois homens, ao longe. Parecia que tinham prestado homenagem, de longe. Ambos vestidos com uma longa capa negra:
-Mãe, eu vou dar uma volta, espairecer um bocado.
-Ok… mas não apanhes frio. Não tires o casaco!
Tsubo assentiu com a cabeça e seguiu, agora sozinho, atrás das misteriosas personagens. Já na rua, os indivíduos apressaram-se. Começaram a dar passadas mais rápidas e maiores. Tsubo apressou-se também, mas quando virou a esquina, atrás dos perseguidos, apenas um estava lá. “Fizeram uma armadilha, e tu caíste que nem um patinho!” Tsubo já só teve tempo de ver o primeiro homem a virar-se. Depois a outra personagem desconhecida pôs-lhe um braço no pescoço encaixando na dobra do cotovelo do outro, que fazia força para trás. Rapidamente desmaiou e foi levado para um edifício abandonado. Acordou com dois homens na sombra da sala:
-És corajoso, dou-te isso- Disse o primeiro. Era alto, não muito musculado, com o cabelo negro.
-Não sabes o que enfrentas, não abras portas que não consegues fechar!- Este sim, era musculado. Cabelo loiro, mas baixo. Era uma mini caixa cheia de músculos, pronta a abrir descontroladamente:
- E se eu vos seguir?- Respondeu Tsubo.
-Não conseguirias, e mesmo assim, putos como tu só têm garganta. -Disse o mais pequeno.
Tsubo levantou-se para atacar o homem que tinha dito a frase mas este num murro bastante forte na barriga do Inuzuka empurrou-o para longe e destruiu a hipótese de vingança no momento:
-Acabaste de começar o jogo. E acredita, não vai ser fácil de o acabar!- Depois de dizer isto, o mais alto riu-se maliciosamente e seguiu caminho. O mais pequeno cuspiu para o lado e riu-se também.
Mal os dois saíram, Tsubo correu para fora do edifício, para os tentar localizar. Vendo que eles não estavam por perto, Tsubo gritou:
-Isto ainda não acabou. Principalmente contigo baixote!
Os homens observavam de longe, e o mais alto teve que por o braço à frente do mais baixo, pois se o mais baixo não se controlasse, o assunto ia ficar feio. Tsubo seguiu para casa, sussurrando palavras para si mesmo. Palavras que irritavam qualquer homem que fosse alvo delas. Então aí, num clique, tudo começou a juntar-se. A ferida, o sangue, e aqueles dois “pacóvios”, como lhes chamava Tsubo. Só faltava o porquê, e essa era a pergunta mais difícil, pois ninguém quer sujar a honra de um falecido. Tinha que ser Tsubo sozinho, a resolver o assunto…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1773

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630 + vale de 200ryos na loja de armas
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: [Filler 1]- Inuzuka Tsubo- Funeral   Qui 28 Mar 2013 - 22:49

Gostei deste filler introdutório. Achei-o muito interessante as tuas descrições e escrita ajudaram bastante. Já te conhecia do CW, mas agora vejo-te noutro registo, no qual acho que te vais sair muito bem. Continua e Bem-vindo Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
Nunoks300

Membro | Konoha
Membro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Número de Mensagens : 65

Registo Ninja
Nome: Inuzuka Tsubo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 33

MensagemAssunto: Re: [Filler 1]- Inuzuka Tsubo- Funeral   Qui 28 Mar 2013 - 23:03

Obrigado. Vou tentar fazer com que o segundo saia rápido Very Happy !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5771

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: [Filler 1]- Inuzuka Tsubo- Funeral   Sex 29 Mar 2013 - 20:06

Wait, telefone? Tha hell? Acho que não há telefones em Naruto `-`

Hmm, cometeste alguns erros e as tuas descrições são muito apressadas. Podias para descrever mais os sentimentos e eventos, para que assim o leitor tenha uma melhor visão sobre tudo o que está a acontecer com o Tsubo.

A história, em si, ainda está muito verde. Além disso, acho estranho como aqueles dois homens agiram. Do nada atacam um rapaz. Mas acho que isso só cria uma óbvia conexão entre eles e a morte do avô, esperar para ver.

Continua ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Nunoks300

Membro | Konoha
Membro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Número de Mensagens : 65

Registo Ninja
Nome: Inuzuka Tsubo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 33

MensagemAssunto: Re: [Filler 1]- Inuzuka Tsubo- Funeral   Seg 1 Abr 2013 - 20:26

Telefones daqueles de parede. Tipo isso, de uma maneira ou de outra, acho que já não vai haver mais interação com telemóveis
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [Filler 1]- Inuzuka Tsubo- Funeral   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Filler 1]- Inuzuka Tsubo- Funeral
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers :: Fillers Arquivados-
'); }