Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Treino 9 - Invadindo Wutai#2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
BigBoss

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Número de Mensagens : 1654

Registo Ninja
Nome: Kride Uchiha
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 296,5
Total de Habilitações: 291,25

MensagemAssunto: Treino 9 - Invadindo Wutai#2   Seg 25 Mar 2013 - 19:10

Duas noites haviam passado desde o primeiro contacto com Wutai. A notícia do massacre de minha autoria havia se espalhado pelo clã que não tardou em ripostar, enviando um pequeno grupo atacar o nosso acampamento. E no seu ataque surpresa falhado deixaram-nos uma mensagem. Qualquer que fosse o plano de Kinju, ele não conseguiria o que queria sem uma luta. A guerra estava declarada.
A minha equipa tinha fora destacada para um ataque a mais uma residência, levando condições de rendição, caso estes desejassem evitar conflito. Passávamos despercebidos pela floresta, mas eu afastaram-me e apressara-me. Haveria conflito, sem sombra de dúvida, e eu não queria partilhar a diversão.
Aproximei-me da muralha, sorrateiramente, e subi-a. Não havia iluminação. Provalvemente, já estão à minha espera,pensei. Não vou lutar às escuras, meus caros. Tendo em conta que a estrutura da residência era semelhante à anterior, calculei, mentalmente, a localização das tochas de iluminação. Enchi o peito, inspirando profundamente, e reuni algum chakra no mesmo. Abri a boca e libertei uma pequena bola de fogo para uma das tochas, virei-me para outra e cuspi mais uma pequena esfera de chamas. Expulsei o restante chakra fazendo dois Endans que acabaram iluminaram outras duas tochas. Ainda não tinha olhado para a área, quando recebi um murro em sentido ascendente em cheio no queixo, vindo de um Wutai, que pulou acima da altura da muralha. O murro elevou-me no ar e este rodopiou e tentou um pontapé rotativo, ao qual me esquivei, usando um Kawarimi.
- Vou te perguntar isto uma vez. Rendam-se ou todos os que me fizerem frente vão cair! - avisei.
- Nunca! - retorquiu - Nós não somos como os outros. Somos a Elite Wutai!
Agarrou na lança que tinha às costas e, no topo da muralha, começou o duelo. Ele tentava espetar-me uma e outra vez com a ponta da lâmina e eu, com o meu doujutsu, evitava os ataques. Juntei as mãos e fiz alguns selos. Deixei o chakra fluir pelo meu corpo e depois parei de me mover, libertando-o. O soldado avançou para me trespassar com a lança, apenas para ver o meu corpo desfazer-se em corvos, uma nuvem deles, que se espalhou.
- Um clone? - perguntou, olhando em volta, tentando perceber algum movimento entre os corvos.
Os clones uniram-se, novamente, formando o meu corpo novamente, atrás dele. Saquei a Zanbatou e corri.
- Não... Uma ilusão! - respondi-lhe, enquanto separava o seu torso das pernas. O sangue voou e espalhou-se, mas não tinha tido tempo para saborear a primeira morte e já estava sobre ataque. Duas lanças voavam, em direcções contrárias, disferindo-me cortes nos dois braços. Os dois Wutai, agarraram as armas arremessadas, trocando-as, assim. Preparam-se para as fazer atravessar-me o corpo e para mim correram. Formei vários selos e concentrei chakra e na altura certa, libertei-o, criando um clone de corvos para me substituir e afastei-me do local. Ao ser perfurado pelas lanças, este começou a desfazer-se em várias aves negras como a noite.
- Ele está a tentar o mesmo truque outra vez, isto é uma ilusão - disse um deles.
A alguns metros de distância aproveitava a distracção, inundava os pulmões de chakra, enquanto o moldava com ajuda dos selos. Agarrei algumas kunais com papéis explosivos e atirei-as para o chão perto dos homens. Estes pularam imediatamente, vendo-as. Abri a boca e expeli o chakra, numa enorme bola de fogo que os carbonizou. Tomei posse da minha espada e saltei do muro e apontei-a para baixo, mantendo o cabo preso entre os pés. Ainda no ar, executei alguns selos e criei um Karasu Bunshin na mesma posição que eu, alguns metros ao lado. Dilaceramos e esmagámos os últimos guardas, dividindo-os em dois e banhando o chão de sangue.
- Não irás mais longe, assassino! - declarou uma voz, vinda da escadaria que dava para a porta da mansão.
- Diz quem? - perguntei, soltando uma gargalhada.
- Eu! - saiu das sombras e mostrou-se. Era o Lord Wutai daquela residência.
- Ora, mas que rude da minha parte. Peço desculpa, mas não tinha conhecimento de que estava na presença de um Lorde Wutai - discursei, fazendo uma vénia - A sua presença honra-me.
- Falais muito eloquentemente para um assassino - elogiou, tentando insultar-me.
- Lorde Wutai, as suas palavras não me afectam. Aliás, assassino é a única palavra que me assenta como uma luva! Acabemos a conversa fiada, o seu fim chegou! - e a batalha começou.
Deslocamo-nos para um mesmo fim, eu com uma kunai de três pontas em cada mão e ele com duas lâminas de chakra. Tentámos atacar, mas antecipávamos e evitávamos os ataques um do outro. Reuni algum chakra e cuspi uma pequena bola de fogo entra a luta de lâminas, tentando apanhá-lo desprevenido, mas este criou uma barreira de chakra, protegendo-se. Este esticou o braço, tentando cortar-me e com o auxílio do Sharingan, esquivei-me. Baixei o meu centro de gravidade e elevei a perna esquerda, acertando-lhe com pé na cara, e depois rodopiei, disferindo um pontapé rotativo nas pernas, fazendo-o perder o equilíbrio, terminando o Konoha Daisenpu. Quase a cair, o velho meteu as mãos no chão e fez duas vezes a roda para a esquerda e impulsionou-se o seu corpo no ar, usando a força dos braços, e atirou-me três kunais. Previ os ataques e evitei-os, mas por pouco. O velho é mais forte do que julguei.
Mais uma vez, fiz com que os pulmões se enchessem de chakra e formando os selos necessários, expulsei uma nuvem de gás e depois uma pequena esfera ardente. A explosão daí resultante apanhou o Lord Wutai, mas não em cheio, este conseguira afastar-se a tempo, ficando apenas com o seu braço direito com danos mais graves. Recompôs se rapidamente e fez surgir um monte de lâminas de chakra e arremessou-as todas, ao mesmo tempo contra mim. E foi rápido, demasiado.
Puxei mais algum do fluxo de chakra e fazendo vários selos, apressadamente, libertei a energia na forma de um clone. Agarrei-o e usei-o como escudo humano.
- Quase! - disse o Wutai, sorrindo, orgulhoso.
- É um bom lutador. Não lhe retiro o mérito... mas sim a vida!
Atirei-lhe o clone para cima, que se desfez em corvos, bloqueando o seu campo de visão. Saquei as correntes, com kunais e shurikens associadas e enlacei-o. Mas quando os corvos se dissiparam, um tronco ocupava o seu lugar. Uma mão envolta de chakra acertou-me em cheio na cara, e um pontapé, projectou-me. Dando cambalhotas no ar, puxei as correntes e o tronco nelas amarrado. O homem corria na minha direcção para me tratar da saúde, mas ficou desta vez preso pelas correntes e sofrendo um golpe forte pelo pesado tronco. Caiu no chão e voltou a erguer-se. Antes que eu conseguisse puxar as correntes para provocar mais dor, o homem formou uma lâmina de chakra no braço e amputou a própria perna, do joelho para baixo. E a seguir, quase ignorante à sua própria dor, criou uma prótese de chakra. Este era um verdadeiro oponente.
- A força de vontade é admirável - disse - Mas essa força não vencerá o combate por si própria.
Sem sequer me dar resposta avançou. Disferiu um pontapé com a sua nova perna que me vez voar contra a muralha. A sua nova perna era muito mais forte que a anterior. Levantei-me e gastando mais um pouco de chakra, lancei-lhe três esferas de fogo. Uma acertou-lhe no braço esquerdo, mas o dano não era grande e as outras tinham sido deflectidas pelo seu membro inferior feito de energia. Acertaram-me no torso, queimando-me um pouco e dando cabo das minhas vestes. Removi o sobretudo de manga curta, feito de cabedal, e com um pequeno puxão a camisa chamuscada, rasgou-se, saindo facilmente.
- A brincadeira foi divertida, mas isto acaba agora - declarei.
- Falas demasiado - retorquiu o velho, começando o próximo ataque.
Agarrei em algum do chakra que me restava e olhei-o.
- Estava a falar a sério!
Metera-o numa ilusão, onde este via as várias formas como eu o poderia matar. No entanto, ele recusara-se a ficar paralisado.
- Eu não temo a morte! - afirmou.
- Então obedecerás às minhas ordens!
Foquei o chakra nos meus olhos e o meu olhar nos dele. Avistei e observei bem fundo a alma dele e paralisei-o. Usei mais um pouco de chakra e comecei a manipula-lo, com o Sharingan.
- Deverias ter aceitado os termos de rendição, não pretendíamos matar-vos.
- Men... - forcei o meu pensamento no dele - Pois devia...
- Agora, teme-a. A morte.
A ordem dada através do Doujutsu, impulsionou o anterior genjutsu, fazendo-o ver as várias facetas que o acto da sua morte poderia ter. Elevei o no ar com um pontapé no queixo e com a Zanbatou cortei-o, uma e outra e ainda mais outra e mais umas tantas vezes. E antes que os seus bocados tocassem o chão, atirei a espada para o lado e reuni o chakra suficiente para um Goukakyu. Executei os selos necessários, movendo rapidamente as mãos e incinerei os seus restos mortais. A luta acabara.
Deitei um joelho no chão. Tinha me excedido com este final e o meu corpo sentia agora o desgaste da batalha. Os danos da perna de chakra tinham sido devastadores. Em breves momentos, os meus colegas chegaram, apenas para me ver a caminhas com a ajuda da minha espada gigante, Zanbatou.
- Mas que raio? - inquiriu Fujin - Outra vez?
- Foi divertido. O Wutai era um oponente à altura.
- E tu não te soubeste controlar - Kuja deixou sair as palavras - Sempre o mesmo.
Continuei o caminho com ajuda deles e voltamos ao acampamento.



Creio que com este treino atingirei os 50 pontos na soma de Controle de Chakra + Ninjutsu + Constituição, portanto, peço, que nesse caso, a quando da avaliação e actualização da ficha, me actualizem a KG para Sharingan - 2º Tomoe e removam no Kopí Gijutsu a parte entre parêntesis, que diz que eu não o posso utilizar. Penso que é tudo ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Amaterasu

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Número de Mensagens : 2627

Registo Ninja
Nome: Nakamura Kanzaburō
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Treino 9 - Invadindo Wutai#2   Ter 26 Mar 2013 - 21:00

Ninjutsu: 16.5+1,25=17,75
Taijutsu: 6.25+0,25=6,5
Kenjutsu: 7+0,25 =7,25
Genjutsu: 8.25 +0,5 = 8,75
Selos: 12.25+0,75 = 13
Trabalho de Equipa: 1.5

Força: 3.5+0,25 = 3,75
Agilidade: 8.25+0,25 = 8,5
Controlo de Chakra: 22.25+1,5 = 23,75
Raciocínio: 2.5+0,5 = 3
Constituição: 8.25 +0,5 = 8,75

Total: 6/7,5

Tudo actualizado
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Treino 9 - Invadindo Wutai#2
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }