Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão rank D - Ilusionista

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Missão rank D - Ilusionista   Sab 16 Mar 2013 - 9:50

Titulo da missão: Ilusionista
Descrição: Os moradores têm vindo a queixar-se que um homem, provavelmente residente da vila, engana os transeuntes com ilusões para depois roubar grande parte das suas posses. Já tentaram capturá-lo antes, porém os seus Genjutsus concediam-lhe constantemente rotas de fuga. Assim, os moradores decidiram recorrer a força ninja. A missão é capturá-lo vivo.
Recompensa: 300 ryo + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento
Número de Ninjas: 1 a 3
Pessoas Inscritas:

  • Mitsugi Akai (Tio Tsu)
  • Haetae (Haetae)
  • Brian Borges (Brian$)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Sab 16 Mar 2013 - 10:08

Inscrevo-me ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Haetae

Conselheiro | Outras Vilas
Conselheiro | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Terra
Número de Mensagens : 990

Registo Ninja
Nome: Hayato Isao
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1000
Total de Habilitações: 34

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Sab 16 Mar 2013 - 16:30

Haetae se apresentando para a missao.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.google.com
Brian$

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Brian Borges
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 279
Total de Habilitações: 758,5

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Sab 16 Mar 2013 - 20:34

Me inscrevo, vamos ver como e fazer uma missão com o Tio Tsu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3387

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Dom 17 Mar 2013 - 11:46

Estão inscritos, podem começar a missão. A ordem é:

Mendiga Akai
Haetae
Ceifador do Deserto
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Dom 17 Mar 2013 - 21:12

Primeiras "amizades" em Suna


O dia para um Kage começava sempre atarefado. Desde a matina que incontáveis montanhas de papéis se aglomeravam por cima da secretária vindos de diferentes Nações. Pedidos de ajuda, diplomacia, comércio ou educação, qualquer destes papéis exigiam grande cuidado e leituras redobradas caso fossem necessárias. Um Kage não tinha descanso, uma posição que, mesmo desejada por muitos, seria provavelmente a mais complicada...
Nesse aglomerado de papéis, nesse aglomerado de trabalho que a porta do gabinete foi batida. Gaara, o Kazekage, já havia sentido a aproximação do seu local de trabalho, mas deixara que batessem à porta, unicamente por questões de “educação”.
- Entrem, por favor. – Pediu educadamente, soltando um suspiro de fatiga a meio da fala.
Viu então dois jovens a entrar na sala. Um vestia um sobretudo negro a cobrir-lhe por completo o corpo, culminando a sua ocultação com uns óculos verdes a esconderem-lhe os olhos. O seu companheiro, que caminhava respeitosamente ao seu lado, possuía um ar mais infantil: também vestia um sobretudo, contudo esta veste já apresentava uma presença menos carregada que a do seu amigo, não tendo a sua cara coberta. Nele distinguiam-se os cabelos lisos e castanhos como os olhos, mostrando a clássica aparência de um habitante de Suna.
- Bom-dia. – Cumprimentou o líder da vila, secamente, não esperando a resposta dos Gennin`s para buscar algo no seu monte de papéis.
- Bom-dia. – Retribuíram o cumprimento, mantendo uma pose fixa e tentando transparecer o máximo de respeito para com o seu líder.
- Akai-san ainda não chegou... – Os Gennin`s entreolharam-se, quem era Akai-san? Não foram informados de um terceiro membro na missão – Enquanto ela não chega vou-vos passando alguns detalhes da missão...
O Kazekage debruçou-se para cima da sua mesa, pousando ambos os cotovelos na superfície de madeira e encarando os seus ninjas com um olhar sério, num tom assustador devido às suas olheiras tão conhecidas.
- Um senhor têm andando a roubar o meu povo com esquemas e batotas com os seus Genjutsus – Haetae, o rapaz de cabelos castanhos e olhar inexperiente, admirava como o discurso do seu líder apresentava um tom tão confiante, proveniente das longas experiências que Gaara vivera pela sua vida – Ele não irá apresentar perigo, pelo menos para três Gennin`s, e peço-vos que o capturem vivo. Quero falar com...
A porta abriu-se sem prévio aviso e uma rapariga de cabelos e olhos vermelhos entrou na sala. Todos se calaram aquando a sua entrada, fixos na sua aparência estranha e no seu olhar, embora inexpressivo, sedutor.
Brian, observador por natureza, não pôde deixar de estranhar a aparência dela. As roupas descuidadas, rotas em alguns locais como na meia-calça, os pés descalços (unicamente cobertos pela tal meia-calça) e inúmeras correntes agarradas a diversas zonas do corpo da Gennin. Apesar da aparência estranha, nem mesmo a personalidade séria dele podia evitar de pensar o quanto a rapariga era linda. Haetae, por seu lado, exprimia o quanto achava Akai linda numa descrição mais pormenorizada do seu corpo.
- Akai-san! – Gaara cumprimentou-a com alarido, apesar da voz não representar qualquer emoção perante o atraso da menina – Chegaste a tempo de participar na tua primeira missão.
Brian ajeitou os óculos, não os deixando deslizar pelo nariz. Fantástico, mais uma inexperiente à qual teria de tomar cuidado. Só gostaria que esta pelo menos se mostrasse mais forte que Haetae, para não ter a obrigação de ensinar-lhe o básico...
- Desculpe... – Limitou-se a rapariga a dizer, nas poucas vezes que falava, fingindo embaraço na sua voz quando o olhar e semblante só mostravam inexpressões.
- Não interessa – O Kage olhou desnorteado para a sua secretária, cada vez mais confuso com as montanhas de papéis – Não tenho tempo de explicar novamente a missão. Brian, serás o líder, então terás como primeira tarefa explicar à Akai-san o que têm de fazer. Dispensados!
Os Gennin`s nem pensaram em refutarem as ordens do Kazekage, despedindo-se com uma rápida vénia e apressando-se a saírem da sala antes que o líder se enervasse com os papéis, algo improvável contudo.
Fora do gabinete, voltando a respirar os ares quentes de Suna e mesclados com alguns grãos de areia (Mitsugi aprenderia a lidar melhor com este clima que tanto odiava), Brian explica a missão para o novo membro da missão, esta que atenta em cada pormenor, limitando-se a anuir com a cabeça para da-lhes a certeza que estava atenta à descrição. Haetae limitava-se a observar, ainda incerto como iria lidar com a adolescente.
- Estão todos prontos para a missão? – Questionou o líder da equipa antes de começarem qualquer ação, fitando ambos à espera da resposta.
Haetae deu uma rápida olhada no seu equipamento e na sua marioneta, anuindo com a sua cabeça e apresentando ainda um pequeno embaraço com a presença misteriosa de Mitsugi, mesmo já estando acostumado à de Brian.
- Marioneta... – Sussurrou Mitsugi, sem que ninguém ouvisse, focalizando chakra num ponto específico, desconhecido aos seus companheiros de equipa.
Uma marioneta, vindo detrás de uns edifícios não muito longe dali, aproximou-se do grupo a levitar. Haetae assustou-se, estupefacto pela aparição, mas depressa percebeu o que era. Tentou entender quem controlava a marioneta, mas, para sua maior confusão, concluiu que não haviam fios de chakra a controlarem-na. O boneco pousou tenuemente ao lado de Mitsugi, esta fitando-o sem nada dizer.
- Podes sair... – Voltou a murmurar, outra vez sem os outros poderem ouvir, vendo a sua mancha de chakra, o fantasma, a sair de dentro da marioneta e pousando no seu ombro sem cerimónias – Obrigada...
Os Gennin`s fitavam a adolescente, enquanto esta focalizava chakra nos dedos e criava pequenos fios para se conectar à marioneta, dedilhando com os dedos para perceber se estava operacional. Ela era inexperiente, sim, mas dava sinal de saber alguns truques e possuir um segredo ou outro.
Logo de manhã a treinar os seus Ninjutsus, Mitsugi estava satisfeita com a utilidade que Konpaku: Furyoku e o seu fantasma lhe davam. Poder carregar a marioneta sem peso algum, simplesmente fantástico e sem problemas de fatiga...
- Então... – Brian, como líder, viu-se na obrigação de cortar o ambiente tenso onde a equipa fitava a estranha Gennin – Por onde vamos começar?


CONTINUA...


Citação :
Dei especial ênfase à minha personagem só pelo facto de ser a sua primeira missão e rigorosamente ninguém em Suna a conhecer Não se preocupem, não me focarei unicamente nela nesta missão nem lhe darei protagonismo exagerado.
Outra coisa, ela simplesmente não irá falar com os vossos personagens. Mais tarde é capaz de fazê-lo, quando tiver maior confiança, mas por agora as suas únicas falas serão com o seu fantasma. Tenham cuidado com isso Wink (ELA NÃO É TÍMIDA!)

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Haetae

Conselheiro | Outras Vilas
Conselheiro | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Terra
Número de Mensagens : 990

Registo Ninja
Nome: Hayato Isao
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1000
Total de Habilitações: 34

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Dom 17 Mar 2013 - 23:46

Os três shinobis saíram do gabinete de Gaara-sama e pararam em uma rua pouco movimentada, Mitsugi era uma jovem linda aos olhos de Haetae que timidamente olhava de canto de olho para ela, maravilhado. Dois já se conheciam apenas a jovem de cabelos vermelhos e correntes pelo corpo não era conhecida, o silêncio predominou por alguns segundos e a timidez do castanho e a personalidade da menina não colaboravam isto somado a personalidade do ceifador, que parado observava, até que...Iniciou perguntando se todos estavam prontos e por onde começariam sua caçada ao ilusionista de Suna, a menina como era esperado não deu sequer um sinal ou uma única palavra observava quieta com seus pensamentos e com seu fantasma a lhe fazer companhia no ombro, o manipulador de bonecos fez algo inesperado até para ele mesmo e iniciou um pequeno discurso.Haetae: Não seria melhor recolher depoimentos e mais informações sobre os Genjutsus e o sobre o homem, assim, podemos traçar um plano, não senhor Brian?_Parou seu pequeno discurso tentando impressionar a garota das correntes, que sem reação a tal fala continuava a olhar para o fantasma e para os garotos esperando uma estratégia.

Haetae: “Por que ela não fala nada?”

Brian ficou com um semblante pensativo analisando a declaração do garoto e logo percebeu o objetivo oculto naquele momento repentino de “sem timidez” no canto dos lábios um sorriso foi delineado, um olhar meio safado se fez que em menos de dois segundos se desfez e o garoto dos óculos verdes, proferiu.Brian: Muito bem, faremos isto então jovem Haetae._Brian aproveitou o momento dando uma rápida explicação da missão para a garota que pela primeira vez pareceu demonstrar um pingo de concentração e ouviu, mas como de costume nada falou, o fantasma retornou para o corpo sem inanimado da marionete e esta se foi, aparentemente, esperando a hora para auxiliar sua mestra.

Brian: Tenho aqui no relatório o depoimento e a localização de algumas vítimas do ilusionista, que tal nos separarmos para coletar informações mais rapidamente?

Haetae de repente pensou escutar algum ruído e pensou ser a garota, mais descartou logo, ficou pensando na ideia por um breve momento e concordou com a cabeça acenando, a garota também fez que sim com a cabeça mais nada falou ficava ainda inexpressiva e isto começava a irritar Brian que tentava disfarçar este fato ajeitando os óculos verdes de um em um minuto mesmo eles não estando escapando entre o nariz. Brian entregou o papel para o manipulador de bonecos, falando.Brian: Tome o relatório ai contém a localização das vítimas, cuidarei dos depoimentos da parte baixa da cidade e vocês dois cuidam com os depoimentos da parte alta, vocês dois iram para um auxiliar o outro assim tens mais chances de derrotar algum inimigo caso apareça. Depois de conseguir os depoimentos nos encontramos aqui novamente, vamos!_ Ao escutar isto o manipulador de bonecos pegou o relatório e o ceifador partiu sumindo um Suna Shunshin no Jutsu, analisando o papel disse.Haetae: V-V-Vamos para uma c-casa branca de dois andares na Rua da Areia Sagrada, n º 58, vamos...?

A garota acenou com a cabeça e utilizou o Kinobori no Jutsu para subir a parede do prédio do Kazekage-sama, no alto iniciou a corrida, saltitando pelos telhados até a rua marcada, o garoto foi pego de surpresa mais não deixou barato e utilizando o selo In concentrou o seu chakra distribuindo pelo corpo e pelas pernas realizou um pulo alto usando o Suna Shunshin no Jutsu apareceu ao lado da garota, seguindo-a.

Os dois suna-nin saltava pelos telhados das edificações e como de costume o silêncio tomava conta entre os dois adolescentes.O garoto matutava em sua cabeça centenas se não milhares de formas para iniciar uma conversa com aquela garota, que nem sequer uma vez durante o percurso olhou para ele, a aparência dela o intimidava de tal maneira que nem ele era capaz de imaginar, as correntes pelo corpo da jovem era o algo misterioso assim como seu semblante que sempre era calmo ás vezes até “desligado do mundo” por assim dizer, nada saía da boca da menina então o garoto iniciou uma conversa de forma desastrosa, sua personalidade não contribuía assim como a da acorrentada.Haetae: E-e-então de onde você é? ..._Perguntou em meio a gaguejos e vacilos.Os pés do garoto formigava e uma sensação estranha atingia o estômago dele, o que seria aquilo?

Mitsugi Akai: “ Esse garoto não para de gaguejar nas próprias palavras, sinceramente...Parece que nunca esteve com uma presença feminina...”
Ela continuou a correr e ele fez o mesmo, em segundos já estavam no local.A casa branca de dois andares com o n º 58 estampado na porta de madeira.Mitsugi avançou contra a parte dando três batucadas com o punho fechado retornou ao lado do garoto, isto surpreendeu ele, de repente um homem apareceu na porta.

O homem tinha 1,70 de altura, aproximadamente 80 Kg, cabelos pretos bem curtos com um topete e uma costeleta que parecia ser parte do cabelo.Vestia uma calça câmo, t-shirt preta e um par de botas pretas sujas de areia, provavelmente de tanto andar por Suna. A garota se repreendeu diante da testemunha, Haetae pensou que ela iria falar com ele mais não, suspirou então e iniciou.Haetae: Boa tarde senhor, somos ninjas de Suna e estamos na busca pelo “Ilusionista” que vem atormentando os civis, poderia nos dar seu depoimento?_O homem suspirou com o fato mostrando estar cansado da história.
Testemunha 1: Eu estava andando pelo comércio na parte média da cidade e ele usou suas ilusões em um comerciante e tentou roubar-lhe os ryos de suas vendas, por sorte não apenas eu mais algumas pessoas viram e perseguimos o maldito, porém ele fugiu entre os becos._ Disse ele confuso, coçando a cabeça.

Haetae: Então o mercado é a área que ele costuma atuar?

Testemunha 1: Bem, creio que sim, qualquer ladrão atua no mercado...Sabe comerciantes, muitas pessoas distraídas..É um alvo fácil para batedores e ladrões.._ Falou agora irônico com um sorriso besta no rosto, Mitsugi pareceu gostar da ironia do homem e esboçou um sorriso imperceptível que se apagou em questão de segundos. O jovem ninja não ficou contente com a resposta irônica.Haetae: Sei..obrigado._Falou secamente, dando as costas para o homem e examinando a folha que continha mais endereços, encontrou outro apressando-se e descendo a duas ruas para outra casa, a garota o seguiu.

Bateu na porta da casa. Era uma casa vermelha e branca de um andar apenas e uma janela que estava mal limpa.O gennin se aproximou da porta que de repente se abriu revelando uma mulher de cabelos loiros e olhos azuis, vestia um vestido rosa e branco com pétalas de floresta de cerejeira, a mulher trancou a porta e virou-se fazendo com os seios dela batessem contra o rosto do garoto que caiu para trás surpreso, a mulher ficou surpresa e começou a soltar gargalhadas reprimidas enquanto encarava-o, pediu desculpas perguntando o que queriam...

Brian a aquela altura tinha recolhido o depoimento de três pessoas, os três todos iguais e sem muitas diferenças.O homem agia utilizando seus genjutsus na vítima e a roubava tudo de valor que esta carregava no momento, quando era percebido fugia pelos becos criando ilusões e desaparecendo da vista de seus perseguidores.




Legenda
Falas
Narração
Pensamentos

Citação :
Bem me empolguei demais com a vertente do Haetae e da Mitsugi em sua investigação e acabei esquecendo da vertente do Brian, gomenasai Brian$-san.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.google.com
Brian$

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Brian Borges
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 279
Total de Habilitações: 758,5

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Seg 18 Mar 2013 - 3:31

Após recolher as informações de três pessoas, Brian não descobriu muito coisa, apenas que o homem agia utilizando seus genjutsus na vítima e a roubava tudo de valor que esta carregava no momento, quando era percebido fugia pelos becos criando ilusões e desaparecendo da vista de seus perseguidores, nada que ele já não soubesse.

Foi aí que Brian teve a ideia de tentar a sorte indo num pequeno bar localizado na parte baixa da cidade chamado Drunk Monkey, afinal era um lugar freqüentado por todos os tipos de meliantes e algum deles com certeza saberia alguma coisa sobre este ilusionista.

Então, o jovem ceifador começa seu trajeto rumo ao bar onde procuraria as informações que queria. Para poupar tempo, o jovem concentra seu chakra na sola dos sapatos e usa o Kinobiri no Jutsu para subir verticalmente pela parede da primeira casa que encontra e começa a usar sua agilidade seguida de alguns Suna-shunshin no jutsus para se locomover rapidamente pela superfície das casas, no intuito de chegar rapidamente ao bar.

Depois de alguns minutos, Brian para no telhado de uma casa que está a apenas 10 metros do bar. Ele fica parado onde está e começa a observar o tipo de pessoas que freqüentavam aquele lugar, eram seres humanos mal encarados, com roupas rasgadas expondo os músculos entupidos de esteróides entre outras coisas mais “desagradáveis”.

Por isto, no intuito de ficar mais “familiarizado” com o ambiente, Brian percebe que um homem gordo, de mais de 1,80m, usando uma jaqueta de couro, careca e usando um óculos escuro está almejando entrar no bar. Isto posto, Brian desce pela parede da casa onde estava (ainda concentrando o chakra nos sapatos com o kinobiri) indo na direção do beco no lado direito da casa, ao chegar ao solo, ele concentra seu chakra e faz com que uma grande porção da areia de sua cabaça levite e caia na sua frente o Suna Shigure.

Feito isto, Brian calmamente pega um punhado de areia que colocou no chão com a mão direita e começa a concentrar seu chakra nesse pequeno montante de areia e o molda na forma de um shuriken de areia. Após fazer isso, Brian sai do beco e assim que avista o gordo (que já estava bem próximo da entrada do bar) posiciona sua mão direita na frente de seu rosto e, depois de alguns segundos mirando, ele atira a shuriken mirando bem no pé esquerdo do gordo, que quando o acerta faz este sentir bastante dor e faz ele instintivamente olhar na direção de Brian e ir atrás dele, com raiva em seus olhos.

Assim que o gordo entra no beco, ele vê Brian um pouco a frente dele, alinhando seus óculos com a mão direita e sem demonstrar nenhum tipo de medo ou arrependimento pelo que fez.

- Seu moleque de merda, quando eu te pegar vou enfiar esses óculos no seu rabo! _ fala o gordo furioso enquanto caminha na direção do jovem.

Porém, assim que o gordo deu mais alguns passos, ele se viu em cima de um enorme montante de areia que ele não havia visto por estar distraído com o jovem. Então, Brian concentra seu chackra a faz a areia aos pés do gordo começar a se enrolar ao redor dele terminando por cobri-lo e prende-lo completamente numa prisão de areia com seu Sabaku Kyu, deixando apenas o rosto de fora.

Após prendê-lo, o jovem começa a fechar vagarosamente a mão direita, culminando por aumentar a pressão da areia exercida sobre o corpo do homem, cortando seu suprimento de ar. E, assim que consegue deixar o homem sem ar tempo o suficiente para que este desmaie, o jovem libera a areia ao redor do homem, o fazendo cair inconsciente no chão.

Feito isto, o jovem segura o homem pelo colarinho e começa a arrastá-lo para a parte mais escura do beco, onde não pudessem achá-lo. Por se tratar de um homem gordo, arrastá-lo foi um trabalho pesado e cansativo, levando mais tempo do que o jovem imaginava. Por fim, ao colocar ele num local deveras escondido, o jovem para alguns segundo para recuperar o fôlego e começa a concentrar chakra para poder usar o Henge no Jutsu e assumir a aparência do gordo.

Infelizmente, o gordo usava um óculos escuro, tornando obrigado que o jovem guarde seus óculos verdes e use esta “cópia pirata” de quinta categoria. Ao estar completamente disfarçado, Brian concentra mais uma vez seu chakra para fazer a areia ao chão voltar para sua cabaça com o Suna Shigure, ele não iria se livrar da sua querida foice nem da cabaça pois mesmo sendo artefatos pouco “comuns” para a maioria ele ia para um lugar cheio de marginais de todos os tipos e o uso desse tipo de coisa não era tão incomum neste lugar.

Após estar ter checado se tudo estava em ordem, o jovem começa sua caminhada rumo ao bar, crente de que lá dentro ele iria encontrar as respostas que procura.

......Vertente de Haetae e Mitsugi Akai ......

Ainda meio sem graça pelo “incidente” com os seios da bela mulher de cabelos loiros, o jovem Haetae se levanta e faz algumas perguntas para a moça, com o rosto um pouco vermelho:

- Boa dia... err..... á senhora por acaso não teria nenhuma informação que nos ajudasse na captura do meliante que usava genjutsus para enganar sua vítimas???

A atitude envergonhada do jovem soou engraçada para a bela mulher, que com um belo sorriso no rosto se responde a pergunta lhe feita:

- Bem, da última vez que eu estive no mercado eu pude ver ele por alguns segundos, ele usa uma grande capa preta com capuz e parece estar usando uma máscara branca que contem um estranho sorriso grafado. Isto foi a última coisa que eu vi antes dele roubar meu precioso colar de esmeraldas. Por favor meu jovens, caso você o achem tragam de volta minha jóia, ela possui uma grande valor sentimental para mim. _ fala a mulher com um olhar tristonho.

- Não se preocupe, assim que localizarmos o meliante vamos devolver todos os pertences aos seus respectivos donos. _ fala Haetae decidido.

A mulher solta um leve sorriso e fecha a porta da casa calmamente, deixando Haetae e Akai mais uma vez sozinha na rua.

- Bem, parece que não temos escolha se não procurar no mercado, você... Tem... Alguma objeção senhorita Akai???

A bela gennin se limita a balançar a cabeça levemente para os lados, como se concordasse com o jovem. Sem mais perguntas, os dois jovens seguem caminho rumo a mercado central de Sunagakure, muito conhecido por, segundo relatos, poder se encontrar qualquer tipo de iguarias culinárias.

Ao chegarem ao local, ele estava lotado, havia várias pessoas de todos os tipos fazendo negócios e barganhas. Como eles tinham uma ideia da suposta aparência do meliante, os jovens resolvem se separar para procurar pistas, afinal separados eles cobririam uma área maior.

- Senhorita Akai, eu irei cobrira área esquerda do mercado e você a direita ok?? _ fala Haetae um pouco mais confiante.

Contudo, sem responder a bela jovem de cabelos rubros segue seu caminho rumo a parte direita da cidade, é possível ouvir suas correntes chocarem umas com as outras e pelo chão enquanto ela caminha, causando um som estranho e misterioso, deixando o pobre jovem no vácuo.

Um pouco frustrado, o jovem segue seu caminho e, para facilitar a “caçada” o jovem concentra seu chakra e cria dois clones seus feitos de corvos com o Karasu Bunshin no Jutsu, que seguem caminhos diferentes no intuito facilitar a busca.

Já no lado de Mitsugi Akai, a bela jovem comanda seu fiel fantasma para possuir sua marionete e o comanda para perambular pela cidade atrás do suspeito, a visão de uma marionete flutuando era um pouco assustadora, mas mesmo com esta estranha aparição as pessoas voltam logo a fazer seus respectivos afazeres. Pois no mundo ninja este tipo de coisa fazia parte do cotidiano, mesmo sendo raro.

Enquanto seu fantasma cobria uma área, Akai observava as pessoas na procura de algum sinal do suspeito. Foi neste momento, que ela vê um homem de olhar mal encarado e usando um boina preta olhando para a bolsa de uma senhora de pouco mais de 60 anos, sem dúvidas ele não era o ilusionista. Entretanto, era certo de que ele iria tentar roubar a bolsa da mulher, por isto, Akai focaliza seu chakra e usa o Sushii no Genjutsu no homem para fazê-lo enxergar um pequeno colar de ouro no bolso esquerdo da calça de um segundo homem que estava ao seu lado, sem hesitar perante a beleza do colar, o “trombadinha” não consegue se segurar e coloca a mão no bolso do homem, que agilmente segura a mão dele e, quando o marginal olha para cima, nota que colocou a mão no bolso de um guarda.

- Ahhhh, eu estava atrás de você Marcos dedos leves, agora você vem comigo para a cadeia. _ fala o guarda.

Enquanto via o homem sendo preso, Akai solta um sorriso discreto e pensa algumas coisas consigo mesmo:

“ Esses marginais, são tão idiotas e previsíveis como aparentam. ”

Continua...


Citação :
Não se preocupe Haetae, já compensei nesse post. E tio Tsu, espero ter controlado bem a Akai, a personalidade dela é mais misteriosa e profuando do que a do Brian.


Última edição por Brian$ em Qua 3 Abr 2013 - 23:18, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Kumo
Administrador | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5768

Registo Ninja
Nome: Shikaku Kinkotsu
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Ter 19 Mar 2013 - 15:25

No meio de um mercado, com tanta gente aos empurrões e a gritarem milhares de palavras, numa tarde calorenta como aquela. Mitsugi sentia-se desconfortável. Tanta gente, tanto calor.. A missão não podia piorar mais, colmatando até com um jovem controlador de marionetas que nem sabe falar com mulheres... Todavia, o ilusionista, aparente “mestre” em Genjutsu, mostrava ser um homem digno de caça. A rapariga estava ansiosa para medir força com ele, só para ver quem seria o melhor “ilusionista”...
- Aproximem-se! – Uma voz interrompeu os pensamentos à adolescente, que desviou o seu olhar para uma pequena multidão que se reunia em torno de um homem relativamente baixo – Venha um, venham todos! Aproximem-se e venham ver o melhor truque mágico das vossas vidas!
O pequeno espetáculo barato não despertara qualquer interesse na Gennin. Truques mágicos qualquer ninja sabia fazer. Entretanto, era lógico que este suposto mágico pudesse ser o ilusionista. Afinal, ele para roubar necessitava de gente e atrair uma multidão e depois iludi-la com um Genjutsu era a maneira mais fácil de roubar.
- Fica perto... – Murmurou a Gennin, baixo para que nem um cão ouvisse, mas estranhamente algo o suficiente para que o seu fantasma atendesse o pedido. Uma marioneta flutuante pousou sobre os telhados de um dos prédios ali perto
Aquele sítio era perfeito. Caso aquele fosse o ilusionista, a sua óbvia fuga após o roubo seria pelos becos. Soltar ilusões em locais apertados torna a fuga muito mais fácil, pois a já pouca manobra é ainda mais diminuida por consequentes Genjutsus.
A pensar que já entendera todo o plano do suposto ilusionista, Mitsugi juntou-se aos outros transeuntes. À frente da multidão, um homem, de fato com um laçarote preto, gesticulava como se tivesse num teatro. Na mão esquerda segurava um bastão, nada de especial ao primeiro olhar, e na outra um chapéu grande, muito semelhante a um balde As calças eram justas e igualmente negras, fulminando nuns saptos lisos e intensamente polidos. Parecia vindo de uma festa, ou algo assim.
- Vamos, público! – Gritava o homem, fazendo gestos extremamente expressivos – Estão interessados num truque de magia?
Algumas pessoas responderam e outras simplesmente anuíram com a cabeça. Mitsugi e mais algums limitaram-se a observar, atentas a qualquer pormenor.
O homem começou por abanar com o seu bastão, tocando com a ponta no chapéu Sorria intensamente, mostrando uns dentes perfeitos e brancos. Podia ser considerado bonito, nada de especial contudo, mas o seu olhar não se representava tão lindo quanto o resto da cara...
- “Abra-kadabra”! – Pronunciou num tom emocionado, batendo duas vezes com o bastão no chapéu e intensificando o seu sorriso – Gen no Kirigakure!
Ninguém esboçou reação mas a Gennin percebeu de imediato a intenção Era o ilusionista, ela sabia-o desde cedo! Todavia, era tarde para sequer pensar nisso. Ele soltara alguma espécie de Genjutsu, atraíndo a atenção das pessoas para a ponta do seu bastão para posteriormente soltar um denso nevoeiro de dentro do seu chapéu que começou a cobrir a pobre multidão.
A ilusão era simples. Mitsugi viu-se atormentada por insultos e ações do Kazekage, Haetae e Brian, contudo estes três ainda não erm chegados o suficiente para que as suas tentativas a pudessem afetar. O Genjutsu foi facilmente cancelado por uma rápida descarga de chakra e um Kai e a Akai depressa se encontrou a retornar à realidade.
A primeira imagem que viu foi a do ilusionista a correr exatamente pelo beco que ela previra. A marioneta já desembainhara as suas duas espadas, atirando-se para cima do ilusionista. Este olhou de soslaio para cima, vendo um vulto a tapar-lhe a visão do Sol e ameaçando atacá-lo. Rolou em frente por instinto, deixando que a madeira oca da marioneta colidisse com o solo, mas sem receber algum dano.
- Uma marioneta? – Inquiriu-se o homem, surpreso pela suposta aparição – Os meus Genjutsus não vão resultar nisto!
A marioneta cortou em frente com uma das espadas, vendo-se bloqueada pelo bastão do inimigo, incrivelmente mais resistente do que se pensava. Mitsugi surgiu segundos depois, algo ofegante, vendo o seu fantasma e a presa a defrontarem-se.
- Bastão... – Pronunciou a Gennin de forma a que só o fantasma ouvisse. A marioneta perdeu logo a vida, para depois a recuperar novamente quando fios de chakra se conectaram dos dedos da rapariga às suas costas.
- Mas, quem és tu pequena? – Perguntou o ilusionista, só se apercebendo agora da presença da adolescente – Vai para casa!
O fantasma rapidamente possuíu o bastão do ilusionista, mas nada fez sem prévio pensamento de Mitsugi. Num dedilhar, a marioneta avançou e cortou o ar com as duas espadas, ambas bloqueadas novamente pelo bastão do homem. Aí, numa rápida descarga de chakra, o fantasma obedeceu e esticou o bastão para que saísse das mãos do seu empunhador. O ilusionista não entendeu como foi desarmado, não reagindo aos dois cortes superficiais efetuados no peito. Gemeu de dor e recuou alguns passos.
- Pirralha! – Ofendeu por entre-dentes, ainda gemendo pelos fios de sangue a jorrarem-lhe pelo peito. Fez alguns selos rapidamente e Mitsugi preparou algum chakra – Kohoki no Jutsu!
A Gennin prevera que ele fosse a escapar quando se visse encurralado por uma ninja e uma marioneta. Sabia que ele usaria uma ilusão para disfarçar a sua fuga, preparando também a sua carta. Desenhou os selos, antes que a ilusão dele se formasse, e soltou o chakra até então concentrado. O beco transformou-se de rompante no deserto fora do portão de Suna, mas cópias negras da adolescente surgiam do ar (nas paredes e chão da realidade) e apressavam-se a formar um círculo à volta do oponente.
- Porra! – Gritou o homem, vendo-se cada vez mais encurralado pela sorridente Mitsugi, que apressava um Kai para cancelar a ilusão – Achaste inteligente, não é?
O fantasma da adolescente reagiu ao seu pensamento, levitando o bastão e arremessando-se contra o ilusionista. Este previu o movimento, evitando e preparando outros selos. Mitsugi dedilhou e a marioneta lançou-se para cima dele, afim de prevenir outra ilusão, mas o homem simplesmente atirou com uma pequena bola para o solo. Mal o dispositivo colidiu, eclodiu e soltou uma densa fumaça para o beco. O fumo entrara nos pulmões da Gennin, obrigando-a a tossir. Não o deixaria escapar, dedilhando de novo e vendo a boca da sua marioneta a abrir-se a ativar o mecanismo das senbou, arremessando-as todas de uma vez em linha reta e esperando atingir em algo.
Ficou a tossir por mais alguns segundos, esperando que o fumo desvanecesse, para ver que o beco se encontrava vazio. Não confiante que o último ataque desesperado falhasse por completo, a rapariga avançou. O bastão do ilusionista pairava por perto e marioneta era arrastada pelos fios de chakra nos dedos da Gennin. O fim do beco era uma bifurcação para a esquerda e direita, mas a parede final, que impedia de prosseguir em frente, encontrava-se cravada por incontáveis agulhas, provenientes da sua marioneta.
A adolescente analisou a parede, contando rapidamente as agulhas e concluindo que faltavam algumas das que tinha colocados no mecanismo. Nem sequer pensou que esse mecanismo estivesse avariado, optando por olhar para o chão, tendo aí a marca que precisava. Marcas de sangue, pequenas gotas, que desenhavam um rio pela direita. O ilusionista fora por essa direção.
Mitsugi sorriu por ter apanhado de novo o caminho da sua presa, mas tal sorte não duraria para sempre. O chão à frente dela era um Genjutsu, sem que esta pudesse adivinhar, e depressa a pequena viu-se dentro de um buraco de tamanho médio. Esfolara o ombro e doía-lhe o rabo intensamente, após a queda, mas o que doía mais era a sua mente. Doía-lhe por ter sido tão idiota a ponto de cair em algo assim...

Citação :
Acho que ficaria mais interessante se cada um narrasse um pequeno encontro com o ilusionista onde ele dominaria. Depois no final haverá trabalho em equipa para capturá-lo
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Haetae

Conselheiro | Outras Vilas
Conselheiro | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Terra
Número de Mensagens : 990

Registo Ninja
Nome: Hayato Isao
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1000
Total de Habilitações: 34

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Qui 21 Mar 2013 - 0:05

Em meio aos empurrões, anúncios e gritos suna-nin desviava cautelosamente dos civis o que era algo realmente difícil, esbarrava em várias pessoas e preocupava-se em se desculpar sendo atropelado por mais três pessoas, chegou ao ponto de não ligar para os civis atropelando-os.Uma mulher deixou alguns ryos caírem no chão e uma confusão se formou no mercado, uma disputa, uma luta, uma batalha pela pequena quantidade de ryos, o garoto de cabelos castanhos concentrou seu chakra utilizando um Suna Shunshin no Jutsu se afastando da multidão, olhou para os lados e para trás, já desconhecia a localização de Mitsugi que provavelmente já deveria estar longe a alguns minutos, talvez a algumas horas.

A missão já estava em curso a algum tempo e nada os shinobis conseguiram, pelo menos o manipulador de bonecos, que, conseguiu apenas mais alguns depoimentos sobre a forma de agir e os alvos específicos que o ladrão dos genjutsus usava, sim ladrão dos genjutsus, este seria a nova alcunha do homem até a sua captura que logo não demoraria.

O garoto retirou o papel com alguns endereços a mais e começou a procurar pelo que estava mais próximo de sua localização, pois, queria manter uma certa proximidade daquele mercado para ter um acesso rápido, caso ocorresse outro delito do ladrão dos genjutsus, achou um endereço bem próximo, uma casa cor de areia de dois andares em que vivia um homem e uma mulher de aproximadamente vinte e seis anos, sem filhos. Decidido para recolher mais depoimentos avançou, em direção a casa do casal esperançoso para uma informação nova e que pudesse jogar uma luz sobre o pequeno que já começava a ficar irritado com depoimentos iguais se tornando quase, padronizados.

Chegando na frente da casa o garoto se apressou para dar três batidas de leve na porta esperando pelos moradores virem atendê-lo, mais nada, bateu na porta novamente com mais intensidade nas batidas para alertar os moradores sobre a visita, porém nada novamente.O silêncio tomou conta por alguns segundos e o menino começava a pensar o que estava a acontecer, o tempo parou em sua mente e de repente voltou a si, deu de ombro e ignorou tal ato virando de costas. Começou a caminhar para o outro lado da rua mais algo o impediu, um barulho, na verdade vários barulhos, barulhos de móveis batendo contra parede e contra o chão como se estivessem a sendo revirados.

Uma janela se quebrou no segundo andar da casa e um grito feminino, agudo, forte e longo se ouviu, o manipulador de bonecos virou-se controlado pelo impulso de saber o que estava a ocorrer. Concentrou uma pequena quantidade de chakra na sola de seus pés criando uma espécie de ventosas grudentas que suportariam o peso do garoto no ar ao se grudar a superfície da casa, podendo perambular verticalmente, parou na janela que era provavelmente o quarto do casal, Haetae adentrou observando uma mulher de aproximadamente vinte e cinco anos, cabelos curtos e ruivos, e um corpo bem definido com coxas grandes e seios fartos estava a gritar em um canto do quarto, o garoto analisou o recinto mais ninguém estava ali tirando os dois, a mobília do quarto remexida e a porta entre aberta. Mulher: Não, meu querido, meu querido, quem fez isto com você? Socorro!_ Gritava a mulher. O miúdo raciocinou por alguns segundos e concluiu que aquilo era um genjutsu ou a mulher realmente era louca ou algo do tipo, Haetae decidiu agir, pois tinha que perseguir quem fosse que tivesse feito aquilo.Sacou uma kunai e se aproximou da mulher que estava descabelada, horrorizada e estado de choque.Haetae: Não tenho Genjutsu no Kai, desculpa senhorita esta é a única forma._ Agarrou a mão da mulher trazendo-a para si, espetou o dedo indicador dela fazendo um corte suficiente para lhe causar uma dor que parasse o fluxo de chakra do genjutsu cancelando a provável ilusão que estava a sofrer.
Os gritos de horror cessaram, não por muito tempo devo dizer. A mulher olhou para o garoto, perplexa e atônita, puxou a mão para junto de seu corpo chupando o sangue que escorria, viu a kunai na mão do pevertido que estava a cortar-lhe e gritou assustada com a situação chutando o rosto do garoto que com o impulso caiu pela janela quebrada, se espatifando no chão do térreo da rua.Haetae: K-K-Kisama, isso doeu. Isto é o que eu ganho por tentar ajudar alguém._ A mulher foi até a janela gritando todas as ofensas disponíveis para o menino baseado na situação que se encontravam, porém ela se acalmou.

A mulher logo explicou a situação declarando que fora atacada por um homem de capuz negros assim como suas vestes, tendo seus bens de maior valor roubados, depois disto e declarou que conseguiu feri-lo com uma faca de cozinha no braço com um corte superficial. Depois disto, o garoto avançou para os becos procurando o homem pelo rastro de sangue que sumia e voltava algumas vezes, deixando o suna-nin em becos sem saída as vezes, de repente escutou berros de anúncios. Olhou, era um homem de roupas pomposas e um monóculo ridículo e uma cartola alegando ser um mágico de primeira. As pessoas logo se juntaram e o suna-nin realizou um selo In concentrando seu chakra criou um clone físico feito de corvos que se juntou ao aglomerado, enquanto isto, o verdadeiro se posicionou no telhado mais próximo.

Haetae: “ Não sei se é ele, mais não custa pagar para ver. Se for ele, já o pego e saio como herói para a Mitsugi-chan. “

Aqueles pensamentos eram todos muitos confusos para o jovem adolescente que nunca tivera um pensamento assim antes, mais aquela garota o intrigava, era misteriosa e seus cabelos vermelhos o encantavam e o fato de ela usar marionetas como ele o encantava ainda mais.O homem realizou alguns movimentos bastante expressivos com a mão e logo retirou algumas cartas, pedindo para uma mulher escolher, com a promessa de que o mago encontraria aquela carta ele deixou a mulher retirar sua carta e assim ela a fez, rapidamente a carta foi depositada no deck sem o homem suspeito ver, de repente ele jogou todas as cartas para cima e agarrou uma única, entregou para a moça que impressionada bateu palmas e assim fez a pequena plateia também seguindo a bela moça.Ilusionista: Farei um truque especial para vocês meus caros espectadores!_Ele retirou a cartola.

O homem disse algumas palavras e passou a mão pela sua cartola preta, aos olhos de Haetae nada acontecera, mais aos olhos do clone do suna-nin e dos espectadores lindas pombas, brancas e majestosas começava a brotar do chapéu supostamente mágico e inunda o aglomerado, rapidamente o ilusionista desceu do pequeno palanque pegando todas as carteiras e os pingentes, enfim tudo que via de valor pela frente.

Haetae: “ Maldito! Maldito bastardo! É ele, esse eu não perco!”

O homem correu para os becos mais próximos e sem perceber a presença do suna-nin que o seguia contava os ryos adquiridos desonestamente e depositando os pingentes colares e cordões no bolso esquerdo, o garoto pensou que teria de agir com cautela para não ser pego em um genjutsu. Sacando dez shurikens do porta armas pendurado na cintura o suna-nin arremesou as estrelas ninjas do telhado contra o homem, que habilmente desviou porém fora ferido no ombro direito com um estrela que cravou no local, surpreso tentou fugir pelos becos, porém o caminho foi obstruído por um clone de corvos que o ilusionista atacou rapidamente com um chute forte que jogou o clone para trás, correu pensando ser vitorioso, mais com um selo de mão os corvos do bunshin se duplicaram e duplicaram dispersando-os em volta do homem que golpeava os corvos freneticamente.Haetae: Sanzengarasu no Jutsu !_Rapidamente, o suna-nin sacou mais shurikens ao todo dez, e lançou-as contra o homem e realizou mais selos de mão e canalizando seu chakra duplicou o número de shurikens para vinte.Haetae: Shuriken Kage Bunshin no Jutsu!_ O ilusionista agilmente concentrou seu chakra nos pés e realizou seguidos saltos pelas estreitas paredes do beco subindo para a altura do suna-nin.Ilusionista: Estes ratos...Então o idiota do Kazekage mandou ninjas para me pegar?

O suna-nin sacou sua marionete em meio ao fumo e o ilusionista rangeu entre dentes não ficando feliz com a presença do boneco. Utilizando de fios de chakra que ficaram invisíveis, tamborilou os dedos fazendo com que a marionete avançasse com as duas espadas dando seguidos golpes que eram todos evitados, o ilusionista demonstrava uma boa agilidade e velocidade a reação a golpes diretos.Vendo uma brecha Haetae agitou os anelares e os indicadores fazendo com que dez agulhas saíssem da boca do boneco indo de encontro ao tórax do homem que quando fora atingido desapareceu em meio ao fumo branco e um bloco de areia. O garoto virou-se e o homem focalizou sua visão nos olhos de Haetae.Ilusionista: Magen: Narakumi no Jutsu !

De repente o boneco do garoto apareceu diante dos seus olhos perfurando sua mãe e seu pai nos corações, os dois estavam caídos, sustentados pela lâmina que os suspendiam no ar, Keitarou (o pai de Haetae) levantava sua mão gemendo de dor e sofrimento tentando dizer algo, o garoto desfez o Kugutsu no Jutsu horrorizado e chorando mais a marionete continuava suspensa, começou a correr na direção dos dois mais quanto mais corria mais os dois se distanciavam, desabou no chão chorando e uma kunai caiu do porta-kunais em sua coxa direita, agarrou a kunai aproximando-a do pescoço, o ladrão dos genjutsus sorriu satisfeito com o genjutsu e vendo o garoto que provavelmente iria se suicidar, mais algo ele lembrou, lembrou de uma aula da academia sobre genjutsus e sobre a mulher na sua casa, e sabia que para cancelar aquela falsidade teria de interromper o fluxo de chakra, agarrou a kunai, a mão tremia, e fez um corte mediano na mão e facilmente despertou, olhou em volta.Apenas o boneco, inanimado no chão e o ilusionista fugira da cena de combate.Haetae: (Respiração Ofegante), droga, maldito, maldito! Não vou perdoar, usou minha família contra mim! Maldito!.

O manipulador de bonecos recolheu sua marioneta selando-a no pergaminho e partiu para o mercado, mais antes, cortou uma parte de sua veste amarrando no corte e indo para onde inicialmente se perdera de Mitsugi.




Legenda

Falas
Narração
Pensamentos

Citação :
Fiz um post enorme como podem ver, pelo visto me empolguei demais, fiz no Word, creio que não tenha erros ortográficos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.google.com
Brian$

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Brian Borges
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 279
Total de Habilitações: 758,5

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Sab 23 Mar 2013 - 15:24

Dentro do bar, o jovem ceifador (disfarçado), olha ao redor no intuito de encontrar qualquer suspeito, ideia que logo ele considerou irrelevante pois “todos” naquele lugar pareciam suspeitos. Convencido que não iria sair dalí sem respostas, o sunannin se volta para a única pessoas que com certeza teria algum informação para dar, o taberneiro que,neste momento, estava a limpar um copo de vidro com um pano não muito limpo.

- Como vai Hector? Você não aparece aqui faz algumas semanas. Então que vai ser? O de sempre imagino. _ fala o taberneiro, que parecia conhecer a “aparência” que o jovem adquiriu.

- Dessa vez eu vou deixar passar, estou aqui com um problema, sabe aquele suposto ilusionista? Ele roubou meu dinheiro que eu tive o trabalho de pegar de um otário que me olhou torto enquanto eu caminhava pelas ruas de Sunagakure. _ responde Brian incorporando o personagem.

- Que droga em Hector? Ele realmente tem causado muitos problemas nessa cidade, como se ela já não tivesse problemas o suficiente, principalmente na área do mercado. _ responde o barman enquanto limpa o copo.

- Área do mercado? Pensei que ele estava atuando na parte baixa da cidade. _ responde o jovem de forma cautelosa.

- Não Hector, ele só ficou na parte baixa por pouco tempo, afinal o pessoal daqui é perigoso demais para ele. Por isso ele resolveu enganar o povo do mercado fazendo alguns tipos de... Sei lá... truques de mágica. _ fala o taberneiro.

Ao ouvir aquilo, o jovem finalmente conseguiu a informação que almejava, sim ela era vaga, mas já era melhor que as respostas anteriores.

- Está certo, eu vou agora no mercado arrancar a cabeça daquele infeliz e pegar meu dinheiro de volta. _ responde o jovem enquanto vai se retirando do bar.

- Hector, não se esqueça que o pessoal daqui quer a cabeça dele, por isto caso você o pegue pode trazer a cabeça e ganhar alguns trocados. _ fala o barman sem prestar muita atenção de ida do gordo ”Brian”.

Já fora do bar, o jovem toma certa distância deste (afinal não queria que ninguém o visse) e cancela o Henge no jutsu que estava a lhe consumir muito chakra e finalmente joga fora aqueles óculos escuros baratos e recoloca seus óculos de lentes verdes. Feito isto, o jovem concentra seu chakra e desaparece num turbilhão de areia (Suna-Shunshin no jutsu) e vai seguindo rumo ao mercado da vila.

Entretanto, para poupar caminho, o jovem resolve ir por alguns becos pequenos que, embora não muito usados, eram bons atalhos para o mercado da vila e outras localizações. No trajeto, em que o jovem estava no meio de um beco não muito largo, ele vê uma figura estranha, ele sangrava um pouco, usava uma cartola, uma capa e portava uma espécie de bastão na mão direita.

Ao ver o jovem, ele parece preparar na sua bandana que fica presa no braço direita de seu corpo e demonstra um olhar de raiva enquanto diz:

- Mas que droga! Outro ninja de merda. _ fala o homem de cartola.

Aquele homem só podia ser o tal ilusionista, ele provavelmente seu encontrou com Haetae ou Mitsugi e, por algum milagre, conseguiu sair vivo. Contudo, ele não iria ter a mesma sorte agora, então jovem focaliza seu chakra na mão direita, criando uma esfera de areia com seu Suna no Dandan e a projeta na direção da cabeça do homem, que ao ver a esfera faz um rápido movimento de esquiva, deixando a esfera passar a alguns centímetros da cabeça dele.

- Areia? Isto só pode ser piada. _ fala o homem ainda mas frustrado.

Sem perder tempo, o manipulador de areia corre na direção do homem, agora com sua foice em mãos e lhe desfere um corte lateral da direita para a esquerda, golpe do qual o homem defende posicionando corretamente seu bastão de forma defensiva. Seguido desse golpe, o ceifador desfere um segundo corte agora em diagonal de cima para baixo, golpe que mais uma vez o homem defende, se provando ser um adversário habilidoso.

O homem revida e desferi um golpe em diagonal com seu bastão, golpe que o ceifador desvia movendo seu corpo rapidamente para a esquerda, depois, ele saca duas kunais com a mão direita e as arremessa na direção do jovem, que para esquivar faz um rolamento rasteiro para a direita, desviando das pequenas armas.

Percebendo que desse jeito ele não ia conseguir muita coisa, o estranho homem da um salto para traz e, após concentrar seu chakra ele olha para Brian diz - Shikumi no Jutsu.

Subitamente, o jovem começa a presenciar uma visão horrível em que ele é surrado por aquele homem e depois ele começa esmagar sua cabeça com aquele bastão, dando golpes tão fortes que seu crânio vai se deformando a cada golpe, sendo possível ver seus olhos serem projetados para fora da órbita ocular, sendo seguidos de gritos de dor e agonia.

Achando que o havia derrotado, o ilusionista solta um sorriso maléfico e fala:

- Sabe, você não é muito melhor que seu amigos, pelos menos eles conseguiram fazer alguma coisa, diferente de você.

Repentinamente, o homem escuta uma grande gargalhada macabra vindo do jovem de lentes verdes e depois ele nota que o jovem estava andando normalmente, como se nada tivesse acontecido.

- Você é um idiota cara, você realmente acha que eu ia cair num jutsu lixo como esse? Eu só usei o genjutsu Kai por cortesia, pois sua intenção assassina é patética, bem diferente da minha. _ fala o jovem enquanto retira seus óculos, mostrando todo seu ódio contido pelas grandes tristezas que teve e o desejo de vingança regada a sangue.

Ao ver aquele olhar, o homem fica estático, como se nunca tivesse visto algo assim antes. Aproveitando-se disso, o jovem concentra seu chakra para fazer um pouco da areia de sua cabaça flutuar com o Suna Shigure e a faz cair atrás do ilusionista, que ao ver o jovem manipular areia da alguns passos para trás, ficando exatamente em cima da areia.

Percebendo que o adversário caiu na armadilha, o jovem focaliza seu chakra na areia aos pés do adversário e fecha sua mão direita, fazendo com que ela se enrosque nos pés dele com o Suna no Ejiki, impedindo que ele escape. Feito isto, o jovem agora corre na direção do homem com a foice nas mãos no intuito de cortar fora sua cabeça e, quando já está na distância correta, o jovem desfere o golpe. Porém, antes que o golpe se consumasse, o ilusionista emana um grande flash de luz do seu corpo que (por ter retirado os óculos) teve efeito total no sunannin, deixando-o temporariamente cego.

Sem poder enxergar, o jovem fica vulnerável e, depois de escutar alguns barulhos, ele recebe um forte soco no rosto, o fazendo dar alguns passos para trás e depois recebe um forte golpe nas costas, provavelmente feito pelo bastão do ilusionista, que causa uma dor latejante no jovem forçando-o a ficar de joelhos no chão enquanto coloca a mão direita nas costas no intuito de tentar parar a dor.

Depois desse último golpe, o jovem escuta sons de passos se distanciando de forma rápida e, após alguns segundos, ele recupera a visão e percebe que o ilusionista fugiu, deixando o ceifador bastante frustrado com sua incompetência.

- Mas que droga! Aquele maldito se aproveitou que eu retirei meus óculos e usou aquele genjutsu. Ele vai pagar caro por isto.

Continua...





Última edição por Brian$ em Qua 3 Abr 2013 - 23:25, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Haetae

Conselheiro | Outras Vilas
Conselheiro | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Terra
Número de Mensagens : 990

Registo Ninja
Nome: Hayato Isao
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1000
Total de Habilitações: 34

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Qui 28 Mar 2013 - 2:46

O sol já começava a se pôr no horizonte de Suna e o céu adquiria uma tonalidade laranja pouco a pouco devido ao fenômeno.Os três gennins enfrentaram o ilusionista que, se provou ser um grande adversário e um ótimo utilizador da arte da ilusão, vulgo Genjutsu.

Os gennins já estavam nervosos com a situação especialmente Haetae e Brian, a garota estava nervosa com o criminoso dos Genjutsus porém conseguia disfarçar isto muito bem dentro de si que ninguém suspeitava. Mitsugi estava presa em um buraco de aproximadamente dois metros de altura, o buraco era pequeno tendo um metro de diâmetro e nele tinha restos de água criando um solo semelhante a lama o que irritava a miúda que além deste fato teria ralado o joelho e tido alguns hematomas leves nas nádegas, porém tinha de sair dali, usando do fantasma na marionete atraiu um cidadão inocente que seguiu o boneco flutuante, quando o civil percebeu que a garota estava ali a ajudou, ajudou a donzela em perigo que nem sequer agradeceu e sumiu indo para o mercado enquanto que seu fiel companheiro, o fantasma a acompanhava de modo sorrateiro se escondendo.

O jovem manipulador de marionetes estava ferido em cima de um prédio improvisando uma atadura básica feito de uma parte da blusa dele, firmando o nó, nem muito forte e nem muito fraco partiu para o mercado visando encontrar seus companheiros e relatar o fato. Caminhava a passos apressados pelos becos tomando atalhos para chegar mais rapidamente ao mercado, poupando assim seu chakra para uma eventual briga. Chegou no mercado analisando a multidão e procurando o homem de cartola alta usada por ilusionistas em seus shows de mágica, mais nada encontrou frustado, utilizou o Kinobori no Jutsu (Técnica de Escalagem) criando ventosas grudentas nos pés com o auxílio de um pouco de chakra que concentrou e assim, subiu no prédio afim de obter uma visão mais privilegiada.Haetae: " Mitsugi! "_ O suna-nin observava a multidão e algo se destacara entre o amontado e fora a jovem de cabelos vermelhos e correntes presas ao corpo e uma marionete que flutuava contornando a multidão e se escondendo, Haetae percebeu e desapareceu em um Suna Shunshin no Jutsu (Técnica de Movimentação Rápida pela Areia) aparecendo a alguns centímetros da jovem, que, recuou ficando em posição de ataque. O suna-nin balançou as mãos positivamente e se revelou afim de não levar um chute no rosto e disse.Haetae: Mitsugi encontrei com o ilusionista e lutei com ele, porém ele fugiu e temo que não consigamos encontrar mais ele..._ O garoto analisou o estado da jovem que tinha alguns poucos cortes e ralados que se concentravam mais nos joelhos, sua saia estava suja na parte traseira e logo percebeu que algo tinha acontecido...

O ceifador estava de bruços no chão, de joelhos devido a dor intensa que os golpes de bastão que foram conjurados contra ele. Uma dor latejante o atingia, forçando ficar em tal posição enquanto se lamentava devido a sua incapacidade em capturar o criminoso, mas, não tinha tempo e o luxo para tal ato e logo o percebeu se reerguendo com um pouco de dificuldade e massageando os locais atingidos pelo bastão, começou a caminhar pelos com passos pequenos e ligeiros visando o mercado central de Sunagakure afim de buscar pistas sobre as atividades do criminoso e assim capturá-lo. Demorou um pouco menos de cinco minutos para chegar ao mercado. Adotou um andar mais pesado e ríspido procurando pelo o ilusionista, de repente um choque houve e Brian fora ao chão, massageava as têmporas com os olhos fechados devido ao impacto e os abriu lentamente fitando aquele inútil que lhe causara tal dores e viu Haetae, o garoto dos bonecos, os dois se levantaram e olharam para Mitsugi vendo seus ferimentos e todos deduziram...Eles tinham se encontrado com o homem dos Genjutsus.

Os três caminhava a um passo lento, olhando para todos os lados a procura do homem mais nada encontravam. Brian lhe contou sobre sua batalha e os golpes que o homem usara contra ele, e Haetae fez o mesmo achando que isto seria melhor se compartilhassem as informações que tinham e a experiência em lutar contra o homem porém, Mitsugi estava calada murmurando palavras irreconhecíveis ao fantasma que habitava a marioneta.

Já perambulavam pelo mercado a minutos procurando por rastros do homem mais nada acharam resultando em desapontamento por parte de Brian, onde, a raiva o tomava. Os três pararam diante de uma pequena lojinha de artigos de brinde como, máscaras de ANBUS, relógios para crianças, bonés e outras coisas mais que turistas e crianças compravam... Brian permanecia imóvel com a mão direita apoiada sobre o queixo, olhava para o nada pensando em algo e Mitsugi continuava calada, ao ver dos dois, introspectiva já Haetae estava sentado em cima de alguns sacos de carga que não sabia o seu conteúdo...Haetae: " Este homem é bom, derrotou todos nós... O que iremos fazer?_ O silêncio tomava conta do espaço entre os três ou melhor, entre os quatro. O mercado já estava menos lotado e já era possível caminhar sem se esgueirar e se esfregar nos outros como porcos, de repente um grito agudo e feminino, Mitsugi foi a primeira a escutar se virando na direção de tal grito avançou sem nada falar o que irritou o líder, Brian que já começava a se cansar da atitude da garota.

Brian: Espere...tsc, vamos jovem Haetae vamos com ela, com sorte vamos achar alguma pista...

Mitsugi entrou em um beco que tinha uma mulher caída berrando, a mão da mulher tinha um fino corte de sangue e no rosto um corte mais aprofundado, mais não tão profundo e grave. A suna-nin se aproximou da mulher que investiu com uma kunai - do ilusionista que irá aparecer - contra a garota que interpôs a mão direita pegando de raspão, a garota gemeu de dor e pulou em cima da mulher, atitude que surpreendeu os dois gennins que assistiam a cena. A vítima foi liberada do genjutsu do homem com o auxílio do chakra a pequena quebrou o fluxo de chakra tirando a influencia da mulher... Minutos depois a mulher se recompôs declarando não saber da kunai e alegando que fora atacada por um homem de preto com uma estranha cartola com qual usava técnicas estranhas.

Haetae: Senhor Brian, acho que é ele, não devemos seguí-lo?_ Brian concordou e Mitsugi também acenando com a cabeça e todos seguiram o rastro de respingos que estavam no chão, o rastro era vago e em algumas partes do trajetos sumiam, porém o ceifeiro conseguiu localizar usando de sua experiência...De repente viram o homem. Estava de terno preto, cartola e sapatos elegantes, pouco comuns em Suna e no País do Vento...Ilusionista: Tsc, se juntaram para me pegar huh? Malditos...[/b]_ O homem retirou algumas shurikens, ao todo dez e realizando um movimento rotatório lançou-as contra os três gennins. Mitsugi desviou esquivando-se para trás e evitando todos os projéteis, Haetae realizou os selos necessários e com o auxílio de seu chakra trocou seu lugar por um bloco de areia já o ceifador, utilizou um Suna Shunshin no Jutsu (Técnica de Movimentação Rápida pela Areia) aparecendo atrás do homem.

O ceifador sacou sua foice desferindo um golpe de baixo para cima na vertical, que se pegasse, seria muito doloroso, porém, o ilusionista sacou seu bastão demonstrando ser habilidoso com tal arma interceptou o golpe. O criminoso focalizou a visão e distribuiu seu chakra no sistema nervoso do suna-nin (Brian) utilizando um Genjutsu.Ilusionista: Shikumi no Jutsu (Visão da Morte)!

Brian de repente se viu preso em uma dimensão escura, diferente das outras e estava pendurado em um toco com várias espadas a atravesar-lhe o estomâgo, sorriu, estranhamente realizou o selo In concentrando seu chakra soltou uma boa discarga de chakra desastabilizando seu sistema nervoso e retirando o chakra do ilusionista. O criminoso já dirigia o bastão contra a cabeça de Brian e aí estava o motivo do Genjutsu, distrair para ter tempo suficiente para desferir um golpe fatal, porém uma marionete apareceu na frente de Brian que recuou percebendo que Haetae tinha ajudado, a marionete forçava as duas lâminas duplas contra o bastão (tipo um braço de ferro). Mitusgi viu a oportunidade perfeita para atacar e usando o Kugutsu no Jutsu (Técnica de Marionetas) ligou pequenos fios de chakra tomando o controle de seu boneco que antes estava no controle de um fantasma, tamborilando os dedos a marionete avançou abrindo a boca e lançado senbons, mas, o ilusionista percebeu o golpe e rapidamente recuou com um salto enorme (três metros de altura) com o auxílio de sua reiatsu fazendo com que as senbons atingissem a marionete de Haetae.Haetae: Atenção!_ Alertou com um puxão de orelha para a garota.

" Mitsugi Akai: Droga, errei, esse garoto idiota...sei o que tenho que fazer. "

" Haetae: Eu e Brian já tivemos uma missão e sabemos como agir, conhecemos nossas habilidades e é mais fácil para nós trabalhar em equipa, a Mitsugi não nos conhece e tampouco nós a ela, vamos ter de nos esforçar mais ! "

Continua...




Legenda

Falas
Narração
Pensamentos

Citação :
• O prazo para se continuar a missão é 2 dias, senão passa a vez ao próximo e segue tudo normalmente (não implica que a pessoa receba menos bónus, implica é acabar as missões mais depressa).

Citação :
Fiz o post para contar o encontro dos três e assim começar a luta entre os três gennins e o Ilusionista como o Tio Tsu recomendou. Como o Tio Tsu não postou no espaço de tempo de 4 dias decidi postar. A batalha entre os três ficará a cargo do Brian$. Brian caso não queira isto me avise por MP que eu edito já com a batalha incluída e assim a missão é finalizada, ok?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.google.com
Brian$

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Brian Borges
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 279
Total de Habilitações: 758,5

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Qua 3 Abr 2013 - 22:23

Percebendo a situação delicada que seu grupo se encontrava, Brian tente se posicionar no melhor ângulo para tentar capturar logo o ilusionista, afinal sua nova aliada ainda parecia não compreender bem o que era trabalho em equipe, característica idêntica a dele antes dele fazer sua primeira missão.

A ruiva não perde tempo e corre na direção do ilusionista das trevas, e movendo os fios de chakra com movimentos das mãos, sua marionete a obedece e vai à direção do adversário, tentando cortá-lo com suas espadas. Entretanto, ele defende os golpes com alguns movimentos de seu bastão, para logo depois dar um salto para trás no intuito de recuar um pouco.

Vendo que o ilusionista estava se distanciando o combate, o ceifador concentra seu chakra e, movendo seu braço direito para frente, uma parte da areia de sua cabaça sai em forma de um braço de areia de tamanho maior que o normal (Suna no Membã rank B) que vai voando na direção do ilusionista e o acerta em cheio com um forte soco no seu rosto, o fazendo tombar em direção ao chão para logo se desfazer numa nuvem de fumo.

“ Kage Bunshin? Então ele é mais que um ilusionista comum.” _ pensa o jovem de óculos verde.

Repentinamente, o estranho homem aparece atrás da jovem Mitsugi e tenta lhe desferir um golpe com seu bastão bem em sua cabeça. Porém, antes que o golpe fosse consumado, Haetae atira uma shuriken precisamente na mão direita do homem, o fazendo parar o ataque por alguns segundos e soltar um pequeno grito de raiva e dor.

Aproveitando-se desse momento de distração, a ruiva misteriosa rapidamente gira seu corpo e desfere um soco bem no estômago do homem que mesmo não sendo muito efetivo foi capaz de deixá-lo sem ar por um tempo e o fez recuar alguns passos para trás.

Ainda não satisfeita, a jovem faz alguns movimentos com seus dedos das mãos e os fios de chakra controlam a marionete de forma a ela circundar o homem e atacá-lo pelas costas com um corte em expiral de suas lâminas ocultas. Porém, o cara era ágil e, no último segundo, ele da um salto para a direita e escapa ileso do golpe.

- Seus ninjas de merda, isto acaba agora.

Após falar isto, o homem desaparece e, no céu, é possível ver uma enorme bola de fogo que parecia ser capaz de destruir a vila inteira, tanto Haetae como Mitsugi parecem surpresos com aquele golpe. Por isto, vendo que um simples homem não teria aquela capacidade, Brian concentra seu chakra e depois o liberta com o genjutsu Kai, fazendo aquela bola de fogo sumir.

No exato momento que o genjutsu foi cancelado, Mitsugi e Brian vêem que o mestre de ilusões estava atrás de Haetae pronto para enfiar uma kunai em sua garganta. Se aproveitando da areia deixada no chão pelo seu Suna no Membã, Brian concentra seu chakra e faz um selo de mão, fazendo um escudo de areia se formar atrás de Haeate (Suna no Tate), que defende o golpe o homem de cartola.

- Agora Mitsugi !_ fala o jovem ceifador num tom de voz um pouco alto.

Acenado com a cabeça, a bela jovem move seus dedos e sua marionete voa na direção do “mágico” e lhe desfere um corte com as lâminas ocultas no braço esquerdo do homem, fazendo um corte considerável que o faz se desfazer em fumo.

“Mais um clone?? Tsc, este idiota não é homem nem para enfrentar três jovens.”_ pensa Mitsugi.

Agora, aparecendo de um nuvem de fumo a alguns metros dos três jovens, o homem segura seu bastão com as duas mãos e começa a girar a ponta do cabo com a mão direita, revelando uma espada oculta. Logo, o homem sai correndo em direção a Mitsugi, sem qualquer motivo aparente.

Ao ver aquela investida, Haetae demonstra um pouco de raiva em sua face e, lançando duas shurikens, ele usa o Shuriken Kage Bunshin no Jutsu, fazendo as estrelas ninjas se multiplicarem e virarem dezenas, que vão com velocidade na direção oponente.

Olhando apenas de relance, o homem segura o bastão(neste caso a bainha da espada) com a mão esquerda e o gira com velocidade e habilidades, fazendo ricochetar todas as estrelas enquanto corria na direção da jovem.

Durante o trajeto, o homem se divide mais uma vez, sendo agora três deles correndo com espadas em mãos.

Vendo aquilo, a jovem move seus dedos e sua marionete vai em com velocidade acelerada na direção dos oponentes, executando ataques com suas lâminas no que estivesse na sua frente. Infelizmente, apenas dois clones são destruídos, deixando o terceiro (verdadeiro) tentar lhe atacar com um movimento vertical de cima para baixo com sua espada.

Neste momento, Brian executa mais uma vez um selo de mão criando um escudo de areia que defende o golpe letal do homem e protege a jovem, que depois de ser defendida controla sua marionte pra cortar com o homem, que ao ser atingido se desfaz em fumo.

Assim que vê aquilo, o jovem ceifador sente uma dor aguda nas costas e cai de joelhos no chão, mostrando que o ilusionista estava atrás dele, agora com sua espada banhada em sangue.

- Mitsugi, Haetae, eu acredito em vocês! _ fala o jovem antes de cair de cara no chão com um grande corte nas costas e deixando sua foice cair ao seu lado.

- Que patético, se tivesse usado o escudo em si não estaria morrendo agora, amizade é realmente uma droga. _fala o ilusionista.

Vendo o sacrifício de Brian tanto Haetae como Mitsugi se olham e ambos mexem a cabeça levemente para baixo, como se concordassem em trabalhar como uma equipe.

Então, o manipulador de marionetes concentra seu chakra e usa o Sanzengarasu no Jutsu, criando dezenas de corvos que começam a voar ao redor do adversário, dificultando sua visibilidade. Respondendo a altura, a jovem controla seu fantasma para que ele possua a foice do caído Brian e, enquanto o “mago” se distraia com os corvos, a foice levita no ar e lhe desfere um corte em diagonal da esquerda para a direita nas suas costas, que embora não letal foi grave o suficiente para fazê-lo cair desacordado no chão.

Vendo que o haviam derrotado, a dupla de manipuladores de marionete correm na direção de jovem caído e Haetae o levanta um pouco e tenta falar com ele:

- Brian! Brian! Você está bem? _ pergunta Haetae.

Aquela era um pergunta meio tola devido ao estado que o jovem se encontrava, mas o garoto estava claramente nervoso e até Mitsugi, que sempre parecia estar “distante” parecia um pouco preocupada.

- Eu estou bem Haetae e que bom que trabalharam em equipe. _ fala o jovem de óculos verde enquanto é ajudado pelo manipulador de marionetes a se levantar.

Agora, os três jovens, depois de terem prendido, definitivamente, o ilusionista, eles levam o jovem ceifador até o hospital. No caminho, a bela jovem de cabelos vermelhos se dirige para os dois jovens e diz apenas uma palavra:

- Obrigada! _ esboçando um belo sorriso que é retribuído tanto por Brian como por Haetae.

Fim ...





Última edição por Brian$ em Sab 6 Abr 2013 - 2:53, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Brian$

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Número de Mensagens : 1661

Registo Ninja
Nome: Brian Borges
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 279
Total de Habilitações: 758,5

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Sex 5 Abr 2013 - 1:45

Eu sei que nao se passaram 48h mas esta missão tava parada e eu postei ontem depois de muito tempo. Por isto, Bump simples, so pra lembrar Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3387

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: Missão rank D - Ilusionista   Dom 7 Abr 2013 - 15:36

Avaliação de Mitsugi Akai:

Habilitações Ninjas:

Ninjutsu: 4 + 0,5 = 4,5
Taijutsu: 1 + 0,25 = 1,25
Kenjutsu: 6 + 1 = 7
Genjutsu: 5,75 + 0,75 = 6,5
Selos: 2,75
Trabalho de Equipa: 1 + 0,75 = 1,75

Habilitações Corporais:

Força: 1,25
Agilidade: 2 + 0,25 = 2,25
Controlo de Chakra: 11,75 + 1,5 = 13,25
Raciocínio: 1,75 + 0,25 = 2
Constituição: 3 + 0,5 = 3,5

Avaliação: 5/7 + 0,75 T.E

Total de Habilitações: 40,25 + 5,75 = 46

Avaliação de Haetae:

Habilitações Ninjas:

Ninjutsu: 6 + 1 = 7
Taijutsu: 3,75
Kenjutsu: 6 + 1 = 7
Genjutsu: 0
Selos: 4,25 + 0,5 = 4,75
Trabalho de Equipa: 4 + 0,75 = 4,75

Habilitações Corporais:

Força: 4,25
Agilidade: 5,75 + 0,5 = 6,25
Controlo de Chakra: 6,75 + 1,25 = 8
Raciocínio: 3,5
Constituição: 3,75 + 0,5 = 4,25

Avaliação: 4,75/7 + 0,75 T.E

Total de Habilitações: 48 + 5,5 = 53,5

Avaliação de Brian Borges:

Habilitações Ninjas:

Ninjutsu: 38,5 + 2 = 40,5
Taijutsu: 12,5
Kenjutsu: 18,5 + 0,25 = 18,75
Genjutsu: 7,5 + 0,25 = 7,75
Selos: 9 + 0,25 = 9,25
Trabalho de Equipa: 4,25 + 0,75 = 5

Habilitações Corporais:

Força: 10,75 + 0,25 = 11
Agilidade: 21,75 + 0,75 = 22,5
Controlo de Chakra: 40,25 + 2 = 42,25
Raciocínio: 8,75
Constituição: 17,5 + 0,5 = 18

Avaliação: 6,25/7 + 0,75 T.E

Total de Habilitações: 188,25 + 7 = 195,25


Comentários:

Foi uma boa missão, deixaram esse ilusionista bem forte. Só que vocês esqueceram-se de usar a deixa do Tsu onde um fantasma estava no bastão do inimigo. Não considerei os jutsus repetitivos que vocês usaram, pois poderiam ter focado em outros atributos além dos jutsus. Contudo foi uma boa missão e merecem a recompensa completa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão rank D - Ilusionista
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Sunagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }