Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Kou] Treino V - Gomenasai!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rods

Conselheiro | Kumo
Conselheiro | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Nas nuvens
Número de Mensagens : 236

Registo Ninja
Nome: Kou Mitsukubane
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7360
Total de Habilitações: 158,25

MensagemAssunto: [Kou] Treino V - Gomenasai!   Seg 19 Nov 2012 - 2:51


– Um pedido de desculpas? – indagou Tohru, surpreso, ao menor.

Os integrantes masculinos do Time 9 de Kumo estavam sentados à margem do lago onde costumavam treinar. O vento lhes tocava a face gelado embora o sol se mostrasse esplendoroso no límpido céu. Kou havia convidado o maior para passar uma tarde juntos, já que da ultima vez, tinha levado o garoto para a biblioteca somente com o pretexto de ver a garota que tomava conta dos livros. Quando viu que Tohru tinha se chateado, percebeu o quão aquilo talvez tivesse sido insensível, então resolveu se redimir.

– Sim. Por não ter te dado a devida atenção. – respondeu Kou, sorridente. – Então, o que quer fazer?

O rosto de Tohru adquiriu um tom róseo engraçado, e ele parecia um pouco sem jeito.

– Bom... Ahn... Eu... – gaguejou, desviando o olhar para o lago. – Poderíamos treinar!

– Sim, isso seria bom. Estou um pouco enferrujado, sabe? – gargalhou o menor. – Mas será pra valer, está bem?

– Hai! – concordou o outro, empolgado.

Então os garotos se posicionaram um de frente para o outro, encarando-se. Quando Kou iria sacar sua kunai, Tohru cerrou os punhos e partiu para o confronto. Golpeou com um gancho de direita a mão do genin menor que pegaria a arma, fazendo recuar o movimento. Em sequencia, infligiu outro soco carregado com uma pequena dose de chakra no ombro do oponente, desequilibrando-o, e passou-lhe uma rasteira, fazendo-o cair. No chão, golpeou-lhe o estômago. Kou arregalou os olhos e tossiu, sem ar. A forma que o maior havia começado a atacar o deixara sem ação.

– Estou... – fez uma pausa. Tohru o ajudou a levantar - ...mesmo fora de forma.

– Vou continuar atacando com tudo. Prepare-se.

– Hai. – o menor posicionou-se. Tohru então projetou seu braço esquerdo em direção ao rosto de Kou, que se esquivou agilmente para trás. Levantou a perna e executou um chute a altura do pescoço do adversário, que se abaixou. O maior então girou o corpo em um 360º perfeito e novamente lhe desequilibrou com outra rasteira. Quando Kou ia caindo, golpeou-lhe forte com um soco transbordando chakra no tórax, atirando o menor no lago.

Afundando lentamente, Kou se recuperava a dor que o soco havia causado.

– O primeiro golpe tende a ser um soco e o terceiro, uma rasteira. – pensou. Nadou até a superfície novamente e, canalizando seu chakra nas mãos, executou o Mizu Kinobiri para erguer-se na região aquática. Depois concentrou no pé e subiu. Mantendo um fluxo constante, se firmou sobre a água. Tohru vinha com toda a potência de antes. Como visto, começou com um de seus socos potentes, que foi esquivado facilmente pelo menor. Aproveitando a brecha entre o próximo golpe, Kou o socou no abdômen, mas como estava bastante rígido, teve pouco efeito. O próximo golpe acertou o menor em cheio no rosto, fazendo-o cambalear, mas a rasteira que viria a seguir não o pegou de surpresa. Pulou, e dando sequencia, projetou um chute de calcanhar descendente que atingiu Tohru no ombro, mas este se manteve firme e infligiu mais um soco carregado, arremessando Kou para longe. O garoto golpeado ganhou uma altura considerável, mas ao cair, posicionou as mãos no lago, depois girou o corpo como consequência da velocidade e parou de pé, um pouco sem equilíbrio, sobre o lago. Bambeou por ter perdido a concentração no chakra, mas logo se recobrou.

– Tenho que esquivar desses socos. – comentou para si mesmo, com a mão sobre o abdômen, que latejava. Canalizou sua energia para a ponta dos dedos e com o Chiyute, seu ninjutsu médico, curou sua dor muscular. Colocando-se na uta novamente, tirou duas shurikens da bolsa e as atirou contra Tohru enquanto sacava sua kunai. O garoto desviou as armas com facilidade, e foi novamente para cima de Kou, que mantia a guarda armada.

– O ultimo golpe é o mais potente, e vem sempre depois da rasteira. Tenho que dar um jeito de anulá-los. – pensou o genin. Desviou o primeiro golpe do grandão com sua mão direita, mas foi surpreendido pela cotovelada – Erubō – que levara, cambaleando para trás de leve. Quando Tohru daria a rasteira, Kou, para espanto do oponente, se abaixou, bloqueando com o antebraço direito a invertida lateral do maior e, em seguida, cravando sua kunai na panturrilha deste, que gritou de dor. O atacado então empurrou o menor com sua palma potente, enquanto removia a arma.

– Tohru? Você está bem? – indagou Kou. Era burrice oferecer ajuda para seu oponente, mas seu espírito altruísta falou mais alto.

– Podemos continuar, carinha. – murmurou Tohru, tirando a kunai por completo. Rasgou a manga de sua camisa e amarrou na ferida. Levantou-se. Uma coisa admirável no genin de olhos verdes era sua constituição. Tinha um excelente preparo físico, então era suicídio tentar combatê-lo corpo a corpo. Kou notou isso.

– Preciso deixá-lo o mais afastado possível. Terei assim uma boa área de ataque – maquinou. Enquanto prestava atenção no oponente que se aproximava, iniciou movimentos de mãos com certa lentidão, para que fossem notados, executando selos específicos. Tohru projetou um gancho de esquerda, que foi esquivado com facilidade. Lançou um chute ascendente com a perna direita, mas Kou desviou com um Shunshin no Jutsu. Quando o golpe rasteiro veio, o genin de olhos castanhos pulou para trás, assim esquivando também do soco que seguiria. Tohru então finalmente observou.

– Essa sequencia... São muitos selos... Não pode ser! – espantou-se, saltando para trás o quanto antes. Aquela complexa sequencia de quarenta e quatro selos dariam prosseguimento ao Suiton: Suiryūdan no Jutsu, que o atingiria em cheio se ficasse por perto. Então se afastou. Kou sorriu. Tohru havia caído facilmente em seu plano. Parou de executar os selos e da sua bolsa tirou suas linhas shinobi. Tirou também uma kunai, alguns selos e três shurikens. Prendeu as tarjas explosivas na linha e amarrou essa à kunai. Na outra extreminade, prendeu uma das estrelas ninja. Quando seu oponente havia percebido o equivoco e preparava-se para retornar, Kou arremessou uma das shurikens livres, que cortou o vento e por pouco não lhe acerta a orelha esquerda. O menor então começou a correr para trás e atirou uma segunda, que Tohru rebateu com uma kunai antes de iniciar uma corrida sobre o lago em direção a Kou.

Este então atirou para norte – direção do oponente – a kunai, que puxou a linha shinobi e as tarjas nela amarradas, mas ainda segurando a outra extremidade. Quando o grandão ameaçou esquivar-se para a esquerda de Kou, este projetou a shuriken para noroeste, fazendo com que os selos se encaminhassem paralelos à Tohru. Este pulou para esquivar da linha horizontal que se aproximava, mas Kou ativou as bombas antes disso. A explosão queimou os calçados e as pernas de Tohru, que urrou, antes de mergulhar em queda na água.

Kou manteve a guarda esperando por algum ataque, mas nada surgiu daí. Pode ver o maior saindo às margens do lago, rastejando. Quando começava a andar em direção ao amigo julgando que o treino havia acabado, este apareceu em sua frente de supetão utilizando um shunshin e girando o corpo e usando toda sua força, realizou um forte pontapé, projetando o genin menor bem alto no céu. Aquela pancada havia atordoado tanto Kou que nem dera tempo para este se proteger do golpe a seguir. O genin de olhos verdes pulou então, acompanhando o oponente, e girou o corpo novamente, num chute descendente bem projetado, que acertou Kou em cheio bem no peito, arremessando para terra firme novamente. O choque com a terra fez ralar todo seu corpo, principalmente rosto.

– Acho melhor desistir! – gritou Tohru, do lago, para o menor completamente machucado. Sua pele toda doía, mas os arranhões eram superficiais. Queria pelo menos tentar um último golpe. Seu corpo estava completamente preparado e seu sangue já quente o permitia pensar em mais um ataque. Desenrolou a atadura do braço, sem perder o oponente de vista. Tohru, vendo que o menor ainda atacaria, pôs-se preparado.

Kou então começou a correr debilmente para o lado esquerdo, contornando as margens do lago, liberando de suas mangas pétalas de lírio que iam tomando conta do ambiente. Era o ninjutsu que sua mãe lhe ensinara. As pétalas começaram a rodear o oponente, que não sabia muito bem como agir. Kou, usando novamente o Mizu Kinobiri, se aproximou, e com o Shunshin, começou a se esconder entre as pétalas. Quando se posicionou atrás de Tohru, sequenciou suas mãos em selos e executou o Suiton: Mizurrappa, atirando o maior para frente. Em prosseguimento, com a agilidade do Shunshin mais uma vez, pegou o de olhos verdes ainda no ar, de guarda baixa, e lançou-lhe um chute que o ergueu a uma altura considerável e um outro, descendente e potente, que o atirou o lago. Kou já não tinha mais forças para se sustentar sobre a água, então afundou junto com seu amigo.

Os dois afundaram por algum tempo. O genin menor reparou que o maior parecia não conseguir se mover muito bem devido aos ferimentos. Então segurou suas mãos e o guiou até suas costas, onde posicionou e indicou para que segurasse em sua nuca. Nadando devagar, chegou a margem, exausto. Caiu, e Tohru rolou para o lado. Os dois ofegantes.

– Você foi excelente. – murmurou o de olhos verdes, com a voz falha.

– Arigatou. Desculpe-me pela perna. E pelo outro dia lá na biblioteca. – falou Kou, sentando-se.

Com o resto de chakra que lhe sobrara, utilizou, ao concentrá-lo em suas pequenas mãos, o Chiyute mais uma vez, na perna de Tohru, que era o ferimento mais grave. Curou os ferimentos do próprio braço e rosto, e começou a curar os do peito do maior, ferido pela shuriken que ricocheteara na explosão.

– Ei, Kou... – chamou Tohru. Seu rosto estava rubro. E um sorriso bobo lhe tomava a face.

– Que foi? – indagou o menor, com sua voz suave.

– Ahn... – fez uma pausa – Deixa pra lá.
~~~

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eve

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 25
Localização : Hellcife
Número de Mensagens : 3285

Registo Ninja
Nome: Harima
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 3350
Total de Habilitações: 106,25

MensagemAssunto: Re: [Kou] Treino V - Gomenasai!   Seg 19 Nov 2012 - 3:38

Ninjutsu: 7 + 0,75 = 7,75
Taijutsu: 4,25 + 0,5 = 4,75
Kenjutsu: 3,75 + 0,5 = 4,25
Genjutsu: 1,5
Selos: 3,5 + 0,5 = 4
Trabalho de Equipa: 5,75

Força: 3,75
Agilidade: 7,25 + 0,75 = 8
Controlo de Chakra: 10,25 + 0,75 = 11
Raciocínio: 3,25 + 0,5 = 3,75
Constituição:6 + 1,75 = 7,75

Total avaliado: 6/7
Total das habilitações: 56,25 + 6 = 62,25

Comentários: Os erros que tens são tão poucos que realmente nem lembro xd Senti pena do Kou, apanhou tanto coitado, parecia que estava pagando penitência D= Um bom treino, gostei das descrições, embora tenha me confundido em alguns trechos (mais por conta do sono); don't worry, acho que percebi tudo com uma lida mais cuidadosa ^^ Adorei a trollagem dos selos falsos, até eu pensei, dafuq, como ele vai fazer um jutsu rank A?! Hahaha, pontos muito bem merecidos, parabéns Smile
Tudinho atualizado Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Kou] Treino V - Gomenasai!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kumogakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }