Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [T2]Um novo Treino

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Inhem

Banido
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Konoha
Número de Mensagens : 87

Registo Ninja
Nome: Uchiha Ronan
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: [T2]Um novo Treino   Qua 1 Ago 2012 - 21:05

“Inimigo ou…?”
Senju Taiki estava a sentir algum incómodo. Sentia-se a sufocar e esse era um
sentimento insuportável. Despertou apressadamente e olhou ao seu redor com os olhos semi-cerrados. Avistou de onde estava a vir aquele sentimento doloroso, o sol entrava pela janela escancarada. Os raios solares entravam a pique e abafavam o quarto. Levantou-se exausta e tapou a janela com o cortinado azul-escuro. Ao menos assim já não sentia-se incomodada com o tempo e a claridade feroz. Olhou ao relógio ao deitar-se de novo na cama e tapar-se com a coberta, era já meio-dia. A
suposta sesta tinha-se tornado numas boas horas de descanso. Mexeu-se
debaixo da manta, os tendões estavam a latejar dentro das suas pernas,
aliás, dentro do seu corpo todo. Até os olhos lhe pesavam. Arrastou-se
da cama e meteu-se dentro da banheira cheia de água fria. Após sair do
banho e vestir-se, saiu da casa de calções brancos, t-shirt branca e com
um cinto à sua volta com as kunais e a espada atrás das costas. O dia
ainda não tinha acabado e ia aproveitar o resto da tarde para ver se
treinava um pouco a sua pontaria e perícia com a espada. Atravessou o
portão e chegou até ao riacho. Preparou os galhos que havia encontrado
no chão e subiu pelas árvores. Após chegar a meio da espessa camada
verde, atirou os galhos que se encontravam nos seus braços. Sacou das
suas kunais, pousou num ramo da árvore elegantemente e saltou em
direcção ao céu. Começou a atirar as kunais na direcção dos galhos,
prendendo-os nos troncos e ramos das árvores. Quando acabou, saltou para
um ramo ali perto, com uma pirueta pelo ar. Desceu até o chão
suavemente. Mal havia se endireitado quando escutou um grito de mulher e
choro de criança ao fundo. Correu na direcção de onde tinha ouvido os
sons. Rapidamente saltou para o caminho claro. Olhou pelo seu lado
direito e avistou dois ninjas. Eles apontavam as kunais na direcção do
pescoço da mãe da criança. A criança, que se encontrava atrás dela,
estava agarrada ás vestes da sua mãe enquanto chorava e tremia.

“Passa para cá o dinheiro, já!”, exigiu um deles.

“Alto!”,
ordenou Yukari. “Antes de poderem fazer algo a essa criança e mãe,
terão de se haver comigo!”, afirmou pousando os olhos nos dois ninjas.

“Como te atreves? Vais pagar caro por essas palavras, menininha!”

Taiki olhou zangada na direcção dos dois homens. Acabavam de ter cometido um
erro grave, insultar-lhe. Agarrou nas suas kunais e correu na direcção
deles. Após aproximar-se de um deles, saltou e deu um pontapé rotativo
na cara dele. Que o atirou para longe. Saltou para trás, e lutou contra o
outro ninja. As duas kunais quando se encontraram, fizeram pressão
sobre ela. Com isso os seus pés avançaram para trás, causando poeira. O
som do metal a bater crescia ferozmente com cada confronto. Rodopiou a
kunai da direita e virou-se de costas para o homem. Deu-lhe um pontapé
pela esquerda ao virar-se. Dirigiu as duas kunais contra a face do
homem, mas ele defendeu com as kunais, com as lâminas para baixo. Ela
saltou para trás e com isso levantou novamente poeira. O seu cabelo
esvoaçava com o vento a levantar-se. Olhou ferozmente para o homem a
curto espaço de si. O homem olhou-a de volta, com o olhar cheio de
rancor e gritou:

“Goukakyu no Jutsu!!, e expeliu fogo da boca na
direcção dela. Ela saltou para cima das árvores, subindo pela copas dela
rapidamente.

Atravessou mais duas árvores, mas escorregou num
ramo. Ao cair virou-se na direcção do chão e agarrou-se a um ramo. Rodou
nele e largou-se. Concentrou chakra nas duas kunais. Deu uma volta pelo
ar, ficando de cabeça para baixo numa órbita de rápida descida. Embateu
com as kunais no chão e largou-as, pousando em pé. Pequenas rachas
sobressaíam do solo. Mais uma vez era a prova de não conseguir controlar
bem o seu chakra. Ou usava a mais, ou a menos, nunca era certo, e nunca
o manejava de maneira estável. Retirou a espada das costas. Já estava
farta de “brincar” com aquele pequeno armamento. Era a altura de agir
seriamente. Mais uma vez correu na direcção donde tinha vindo e saltou
enquanto disse:

“Dai Kamaitachi no Jutsu!”, e com uma roda no ar,
que aumentou a pressão do vento, enviou 4 foices de vento que embateram
na terra. A terra levou o homem contra uma árvore.

Suspirou por
ter acabado tudo em bem. Mas depois ouviu com claridade um som a vir por
detrás de si. Clap, clap, clap, clap. Era o som de alguém a bater
palmas. Voltou-se na direcção de onde vinha o som. Lá estava um homem
com cabelos castanhos-claros e olhos cor de âmbar.

“Bom trabalho”, disse com um sorriso.
“Pensar que agora é preciso usar-se jutsus para meter k.o. dois homens insignificantes…”, suspirou ao acabar de falar.
“Acho que esta geração de ninjas está mesmo perdida.”, troçou com os olhos fixos nela.

“Se
os meti assim através de um jutsu, é porque tinha razão para tal. Você
não é ninguém para se dirigir assim a mim.”, replicou severamente,
tentando manter a pouca calma que tinha. Mas não iria aguentar-se por
muito tempo, se ele continuasse com as provocações.

“Então as crianças já pensam que sabem algo?”, falou desatando-se a rir dela.
Olhou-a fixamente e continuou.
“Então
porque não te provas? Achas realmente que vales algo? Luta contra mim.
Derrota-me. Não. Aliás, aguenta-te num combate contra mim. Mas não
esperes sair viva.”, os olhos dele causaram-lhe arrepios, mas não ia
rebaixar-se perante aquele desconhecido.

“Eu aceito o teu desafio.”, respondeu.

“Hahonryuu”, invocou sem a deixar preparar-se para a luta.

A
corrente de água veio rapidamente e quando se abateu nela, começou-lhe a
sufocar. Não podia perder assim, era um ninja, como tal tinha que estar
preparada para tudo. Pensou: “Kamaitachi”, e com isso largou um forte
vento, que a fez conseguir sair da feroz corrente de água com um pulo.
Mal acabara de saltar quando usou o Konoha Shunshin no Jutsu e apareceu
ao lado daquele desconhecido. Puxou da sua espada e atacou-o. Mal ia
embater nele, o homem olhou para ela e esboçou um sorriso confiante.
Entre olharam-se durante segundos, mas que parecia mais uma luta
psicológica de anos. Mal a sua espada ia entrar no corpo daquele homem,
quando uma torre de água se abateu nela. Lançou-a na direcção do céu a
uma velocidade e com uma força tremenda. Levou as mãos à garganta, não a
podia abrir custo o que custasse, senão iria morrer. Mas a forte
pressão começava a notar-se e abriu-a por fim, engolindo água. “Não
desistas!”, pensou enquanto começava a afogar-se. “Vais-te deixar
perder? Luta! Tu consegues! Acredita! Tu consegues!”, se não lutasse na
sua mente, se não se encorajasse, iria certamente desistir e morrer ali.
Mas não podia, ainda não, ainda era cedo demais. Ainda não tinha
demonstrado a todos, que era melhor do que eles pensavam. Não iria
desistir, não podia, nem queria. “Dai Kamaitachi no Jutsu.” Pensou e
provocou uma fenda na torre de água, conseguindo escapar. Começou a
tossir gravemente ao encostar-se numa árvore, lutou por respirar e
saltou para o chão, procurando por aquele homem. Ainda conseguia sentir a
pressão da água na sua pele, garganta e pulmões. Tinha-o sobrestimado, e
à conta disso, ele quase lhe tinha morto. Voltou a olhar ao seu redor,
mas onde estava ele?

“Para onde estás a olhar, rapariguinha?”, ouviu.

Olhou
para o sítio donde o som vinha. Ao levantar a cabeça viu um dragão de
água. Ele vinha a toda a velocidade para a engolir. Saltou
imediatamente, escapando por um triz. O dragão embateu contra a terra e
ficou desfeito numa poça. Apertou as duas mãos no cabo da espada com
força. Iria morrer ali mesmo se baixasse a sua guarda e continuasse a
sobrestimá-lo. Foi na direcção dele rapidamente e desapareceu num vento
com folhas. Apareceu subitamente ao seu lado. Deu-lhe um pontapé, com o
qual ele bloqueou com uma só mão. Agarrou-lhe a perna e rodopiou-a.
Largando-a logo de seguida. Ela embateu contra o tronco de uma árvore,
expelindo sangue pela boca com o embate. Escorregou até chão pelo tronco
lentamente. Ele foi na sua direcção e puxou-a na sua direcção pelo
cabelo. O embate tinha sido forte, pois Yukari tinha os olhos nublados e
via turvamente.

“Então é só isto que vales?”, questionou-a rindo-se. “Não vales mesmo nada.” e mandou-a contra o tronco.

«Não
valem nada! Não passam de escumalha! Deviam de morrer!» As memórias que
se encontravam no fundo da sua alma, vieram ao de cima abruptamente e
lembrou-se por fim da morte dos seus pais. As espadas a perfurarem os
corpos do seu pai e mãe. Tirando-lhes a vida a pouco e pouco. Os seus
olhos a tornarem-se baços e os seus corpos encharcados em sangue. Dos
seus olhos cor de ametista verteram lágrimas e ela gritou com dor. Meteu
as mãos no seu peito e fechou-o com força. Doía-lhe, doía-lhe
profundamente. As lágrimas não paravam, mas a dor não era a que as
causavam. O que as causavam era o facto de não ter morrido naquele dia. O
facto de desde esse dia não ter ainda demonstrado do que era capaz.
Arrependimento, era isso que a fazia chorar. Agora mais do que nunca
arrependia-se de ter perdido as suas memórias. De ter sobrevivido. De
não ser forte e também porque queria ter agido na altura. mas não tinha
conseguido. Naquele momento o seu corpo tinha ficado imobilizado com o
choque de ver os seus pais a serem mortos. Valeria a pena estar viva,
quando nem sequer os pode vingar, ou agir para os proteger? Levantou-se
devagar, apoiou-se no tronco da árvore e olhou na direcção do homem. A
culpa era dele, ela havia-se lembrado por causa dele. Dirigiu todo o seu
ódio para aquele homem, pois ele tinha-a feito lembrar daquele momento
tão doloroso.

“Eu mato-te!!!” gritou cheia de fúria.

Correu
velozmente contra ele e desferiu a espada. Desferiu uma e mais uma vez.
Estava possessa, literalmente. Avançava centímetro a centímetro contra
ele. Ele avaliava a situação, reparara que ela estava tomada pelo ódio.
Estava num modo que era bastante conhecido. Modo berserk, só conseguia
ver o seu oponente, e não tinha controlo sobre si, senão continuar
lutar. Ele suspirou e saltou pelo ar. Apareceu por detrás dela e
prendeu-a pelo pescoço com os seus braços. Ela agarrou-lhe os braços e
levantou-o ao ar, atirando-o contra as árvores. Depois começou a atirar
correntes de ar, que começaram a cortar tudo à sua volta.

“Pára. Já chega, por favor.”, a súplica dolorosa e triste daquela voz feminina, fez com que ela parasse.

Começou
a chorar e apercebeu-se do que estava a fazer, finalmente. Só teve
tempo de reparar que tinha destruído algumas árvores, que sentiu-se
fraca e desmaiou. O homem apanhou-a a tempo e carregou-a ao colo. Foi em
direcção a Konoha e entrou pelo portão, carregando-a nos braços. Um
homem de barbas brancas chegou perto dele, afagou a barba com a mão
esquerda, enquanto que analisava o que tinha acontecido.

“Ela aguentou-se contra ti, não foi Eiji?”, perguntou o homem, com segurança no que dizia.

“Sim.
Mas foi porque, provavelmente, não lutei contra ela seriamente. Mas não
posso dizer com certeza, mas sei que fui brando com ela. Sei que ela
tem futuro nisto, só precisa de ser polida.”, afirmou.

“Mas mesmo
assim, ela entrou nesse estado, não é seguro. Ela é o que considero de
alguém instável e que pode perder o controlo a qualquer momento. Se não
tiveres cuidado, isto poderá voltar a acontecer.”, falou o homem olhando
para o céu.
“Só espero que a mantenhas em controlo. Já chega de
mortes. Se não fosses tu jounin, certamente que a luta teria sido mais
difícil. Mas suponho que nem tudo correu mal. Ela se descontrolar, só
fez com que deixasse de raciocinar. O facto de ela ter subitamente
voltado aos sentidos, foi porque alguém a fez “acordar”, adicionou
olhando para ela.

“Sim. Mas eu já sei disso tudo, por isso chega
desta conversa. O que preciso agora é de levá-la para casa. Está
esgotada. Talvez mais tarde debata contigo acerca deste assunto. Mas
quem diria que a minha decisão de ir ver o quanto ela era forte,
resultou nisto?!”, disse rindo-se e retomou o caminho.

“Sim, ainda vais-me dar ainda muitos problemas, Taiki…”, pensou Eiji, ecoando o pensamento na sua mente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [T2]Um novo Treino   Qua 1 Ago 2012 - 22:39

reservo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [T2]Um novo Treino   Sex 3 Ago 2012 - 21:41

HN
Ninjutsu: 5 + 1 = 6
Taijutsu: 2 + 0,5 = 2,5
Kenjutsu: 0 + 1 = 1
Genjutsu: 2
Selos: 2 + 0,25 = 2,25
Trabalho de Equipa: 1

HC
Força: 2 + 0,25 = 2,25
Agilidade: 3 + 0,75 = 3,75
Controlo de Chakra: 3 + 1 = 4
Raciocínio: 2
Constituição: 2 + 1,5 = 3,5

6,25/7

bom treino ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Número de Mensagens : 9651

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: Re: [T2]Um novo Treino   Dom 5 Ago 2012 - 2:16

Este texto não foi escrito pelo membro Inhem.
É um texto claramente copiado, tanto que a personagem em destaque é uma personagem Feminina e possui o elemento Fuuton.

A personagem em questão chama-se Yukari, personagem da membro Angelss e pode ser encontrado aqui: http://www.narutoportugalrpg.com/t520-yukari-treino-2-inimigo-ou?highlight=Yukari


Inhem, isto nao é um RPG para ser copiado... Devias ter alguma vergonha =/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hana

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : In your mind ;)
Número de Mensagens : 3255

Registo Ninja
Nome: Hana Yamanaka
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7945
Total de Habilitações: 362,5

MensagemAssunto: Re: [T2]Um novo Treino   Dom 5 Ago 2012 - 2:18

What the Fuck
Nunca pensei que isso aconteceria :O
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2883

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Re: [T2]Um novo Treino   Dom 5 Ago 2012 - 2:30

E então, algo a declarar, senhor Inhem? ._.
Voltar ao Topo Ir em baixo
killer999

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 26
Localização : In your head
Número de Mensagens : 12265

Registo Ninja
Nome: Angelus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 31866
Total de Habilitações: 693,75

MensagemAssunto: Re: [T2]Um novo Treino   Ter 7 Ago 2012 - 12:02

-.-'
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.dragonball-pt.info
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [T2]Um novo Treino   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[T2]Um novo Treino
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Treinos :: Treinos Arquivados-
'); }